Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Celebrando Anne Frank, no dia de seu 90ª aniversário ! Recursos

 

 

anne-frank2.jpg

 

 

Anne Frank

créditos: Anne Frank House

https://www.annefrank.org/

 

Anne Frank celebraria hoje, dia 12 de Junho, 90 anos. Como é possível? Para nós será sempre aquela menina que conhecemos através do seu Diário!

 

 

 

 

O artista e antiquário, Ryan Cooper, aproveitou a efeméride para entregar ao Museu do Holocausto de Washington a correspondência que recebeu do pai da jovem, Otto Frank, nos anos 70.

 

Cooper quis partilhar as cartas para que as pessoas possam ter uma compreensão mais profunda do pai e da própria Anne Frank, cujo famoso Diário escrito durante a 2ª Guerra Mundial é considerado uma das obras mais importantes do século XX.

 

 

anne-frank-diario1.jpg

 

 

O Diário de Anne Frank

Anne Frank

https://www.fnac.pt/

 

Lido por milhares de jovens de todo o mundo, nos currículos escolares para que possam inteirar-se de um facto real, a vida de uma adolescente que morre num campo de concentração durante a 2ª Guerra Mundial.

 

 

 

 

Diário Anne Frank

créditos: Casa Anne Frank

 http://annefrank.org

 

"Conhecemo-nos em 1973. Escrevi-lhe algumas cartas uns meses antes disso. Vivemos experiências muito interessantes, inclusivé ele deixou-me ver o diário original da Anne".

 

Ryan Cooper

 

Os textos de Anne Frank contam o quotidiano de um grupo de judeus, que viveu escondido num sótão entre 1942 e 1944, durante a ocupação nazi da Holanda.

 

 

anne-frank90.jpg

 

 

Otto Frank, Great Britain, 1971

créditos: AP/Dave Caulkin

https://www.timesofisrael.com/

 

Quando o grupo foi descoberto todos foram levados para os campos de concentração. Anne, a mãe e uma irmã acabariam por morrer. O pai, Otto Frank, foi o único membro da família que sobreviveu. Assistiu à libertação do campo de Auschwitz (1945)  pelo exército soviético.

 

Depois da guerra dedicou todo o seu tempo a falar sobre as atrocidades do Holocausto e fez publicar os textos da filha que o mundo veio a conhecer como O Diário de Anne Frank.

 

 

 

Auschwitz 

#HolocausteRemembrance

 

"Ele dedicou-se a explicar o Holocausto. Não tanto a falar sobre o Holocausto, mas sobre tolerância e humanidade. Tinha muita esperança nos jovens e retirava a inspiração das cartas que recebia, na maior parte dos casos, de jovens"

 

 Ryan Cooper

 

 O pai de Anne Frank, Otto Frank morreu em 1980, com 91 anos, bastante debilitado.

 

 

anne-frank90a.jpg

 

 

Otto Frank

créditos: CBS Photo Archive/ Getty Images

https://www.gettyimages.com/

 

Entre os documentos de Ryan Cooper há cartas da sua segunda mulher, Elfriede "Fritzi" Frank, onde ela escreve a forma como o marido lutou para manter a saúde durante a série de aparições públicas e entrevistas, por ocasião das celebrações do cinquentenário do nascimento de Anne Frank, meses antes de falecer.

 

 

anne-frank90b.jpg

 

 

Ryan Cooper

créditos: AP

https://www.cbsnews.com/news/

 

Ryan Cooper mostra em 1972 uma parte do Diário de Anne Frank, quando visitou o pai de Anne, Otto Frank.

 

O Museu do Holocausto de Washington comprometeu-se disponibilizar online a colecção de documentos de Anne Frank que Ryan Cooper doou.

 

Actividades:

 

  • Ler o Diário de Anne Frank, acompanhado de actividades de apoio.

 

 

  • Propôr uma visita escolar - início ano lectivo - à Casa Anne Frank (Amesterdão) com os alunos.

 

 

A Professora GSouto

 

12.06.2019

 

Licença Creative Commons

 

fonte: Euronews

 

Top posts mais lidos 2018 : semestre #1

 

 

tintin-90b.jpg

 

 

Tintim faz 90 anos

https://tintinomania.com/

 

Wow! Nada melhor do que começar o Novo Ano com o 90º Aniversário de Tintim! Festejámos no BlogdoCaloiros, os 80 Anos de Tintim (2009, e no BlogSkidz o 87º Aniversário de Tintin (2016), lembram? 

 

Noventa anos depois da sua primeira aparição, leitores de todas as idades continuam a ler as aventuras de Tintim.

 

Neste dia, 10 Janeiro de 1929, Tintim entra num comboio com destino a Moscovo. Era a primeira aventura do agora mundialmente famoso repórter, publicada pela primeira vez no Le Petit Vingtième, suplemento semanal do jornal belga Le Vingtième Siècle.

 

 

 

 

E agora, voltemos à retrospectiva do ano 2018! Recursos educativos digitais que serviram de apoio a muitos jovens professores, a alunos ensino básico (6º ao 9º anos), bem como a alunos do ensino secundário.

 

Tal como já fiz em anos anteriores, 2015, 2016, e 2017, partilho então o Top dos posts mais lidos de 2018, #Semestre1 de BlogdosCaloiros.

 

O BlogdosCaloiros teve como objectivo, ao ser criado, introduzir as tecnologias nos currículos escolares de Língua Portuguesa e apoiar, como recurso educativo digital, as competências e aprendizagens de 2005 (ano em que foi criado) e 2009 (ano em que me retirei do ensino presencial). O BlogdosCaloiros (assim denominado porque a primeira geração de alunos que coeditou comigo, eram caloiros naquela escola). Contou depois com participação activa de muitos outros alunos ao longo dos anos.

 

 

blog1.jpg

 

 

imagem via Google 

Autor não identificado

 

Propostas de actividades de enriquecimento curricular mais informal que passou pela introdução das ICT nos currículos escolares, numa altura que nem se falava disso, nem computadores existian nas escolas. Foi um dos primeiros blogs educativos em Portugal.

 

A partir de 2010, tem continuado esse objectivo pedagógico, mas agora mais destinado a apoiar os leitores que pretendam alargar conhecimentos, jovens professores que buscam diferentes recursos para introduzir nas suas aulas, estudantes curiosos que gostam de aprender mais.

 

Os conteúdos contemplam vários temas: literatura, ciência, língua portuguesa, história, ambiente, livros, filmes, bullying, jogos, cultura, cidadania, desporto, saúde e bem estar, ciência, e recursos educativos digitais na sua maiora para apoio do ensino e aprendizagem da Língua Portuguesa.

 

Top dos posts du 1º semestre 2018 :

 

Dia Intl Memória do Holocausto : Recursos : Diário Anne Frank, diferentes versões

Prof. Stephen Hawing : Olhando as estrelas !

Dia Mundial da Poesia & Equinócio da Primavera ? Celebremos !

Noite dos Livros Harry Potter : Monstros Fantásticos ! Recursos & actividades

Escolas : Dia Intl da Não Violência e da Paz nas Escolas : recursos 

Ilustradores Portugueses na Feira Bologna 2018 : Propostas de leitura !

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios : Ano Cultural Europeu 2018 

Jogos Olímpicos de Inverno Pyeongchang 2018 : Portugal está presente ! 

Dia Mundial do Cancro : Nós Podemos, Eu Posso !

Pausa Páscoa : Férias com livros & actividades !

Dia Internacional da Mulher... com histórias !

Chegou o Verão ! No Dia Intl do Yoga ! Livros

Dia Internacional da Dança : A celebrar nas escolas ! 

Escolas : Miúdos a Votos : Quais os livros mais fixes ? Os Vencedores ! 

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor : Ler é meu direito ! Sugestões

Pausas Estudo para Exames ? Jogo dos Gnomos !

Dia Internacional do Desporto para o Desenvolvimento e a Paz

Dia do Autor Português : Desdicionário de Língua Portuguesa ?

Dia Mundial da Asma : Vitinho está de volta & sugestões leitura 

Campeonato do Mundo de Futebol : Portugal

 

 

stephen-hawking6.jpg

 


Stephen Hawking

créditos: NASA/ Paul Alers

https://www.nasa.gov/

 

Post preferido do semestre #1 ? Prof. Stephen Hawing : Olhando as estrelas ! E por que razão ? Pela coragem com que enfrentou uma doença degenerativa que, de forma progressiva, lhe paralisou os músculos. Foi-lhe detectada aos 21 anos. Apesar disso, licenciou-se em  Física (1962, na University College, Oxford.

 

Doutorou-se em Cosmologia, foi professor lucasiano emérito na Universidade de Cambridge, um posto que foi ocupado por Isaac Newton, Paul Dirac e Charles Babbage.

 

 

stephen-hawking5.jpg

 

 

Stephen Hawking

créditos: David L. Ryan / The Boston Globe / Getty Images

https://www.newyorker.com/tech/

 

Prof. Stephen Hawking, físico britânico que revolucionou a forma como olhamos o Universo. Todos nós passamos a olhar o Universo como algo de maravilhoso e com tantos mistérios para descobrir na área da ciência.

 

 

stephen-hawking-livro1.jpg

 

 

Breve História do Tempo

Stephen Hawking

edições Gradiva

https://www.fnac.pt/

 

A Breve História do Tempo conduziu habilmente os não-cientistas de todo o mundo na busca contínua dos segredos escondidos no coração do tempo e do espaço. Esta edição mostra claramente o motivo pelo qual o eloquente clássico do professor Hawking transformou a nossa visão do universo. 

 

Breve Hsitória do Tempo de Stephen Hawking foi publicado em 1988. Tornou-se uma referência incontornável da divulgação científica, com mais de 9 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.

 

Nota: Livro recomendado pelo PNL para o Ensino Secundário.

 

Que o ano 2019 seja de muito sucesso para todos aqueles que têm a paixão de ensinar e que vêem nos seus alunos, espíritos criativos. Preparar os alunos para um futuro multidisciplinar deve ser uma das funções-chave de todos os professores e das escolas.

 

Para os estudantes que visitam BlogdosCaloiros, excelentes resultados académicos.

 

Bom Ano 2019!

 

"Este não seria um grande universo se não fosse a casa das pessoas que amamos"

 

Stephen Hawking

 

A Professora GSouto

 

10.01.2019

 

Licença Creative Commons

Louisa-May Alcott : Mulherzinhas, 150 Anos !

 

mulherzinhas-relog-agua.png

 

Mulherzinhas

Louisa May Alcott

Relógio d'Água

https://relogiodagua.pt/

 

Mulherzinhas um livro de inspiração autobiográfica de Louisa May Alcott foi publicado em 1868. Conta a história de quatro irmãs crescendo entre 1861 e 1865, durante a Guerra Civil Americana. Teve um outro volume , "Good Wives" em 1869.

 

A autora cresce com três irmãs, uma mãe temperamental e um pai manipulador. Não foi fácil! Particularmente no século XIX.

 

Apesar de tudo, foi essa infância que a inspirou a escrever um livro que se tem eternizado e que este ano 2018 celebra 150 anos! Um século e meio de existência.

 

Esta é pois a história que está na origem de Mulherzinhas.

 

 

mulherzinhas-revista-estante-fnac.jpg

 

Mulherzinhas: 150 anos

Louisa May Alcott

http://www.revistaestante.fnac.pt/

 

Quando tinha oportunidade, pegava nos livros do pai, filósofo. Brincava com eles, e quando tinha um lápis ou uma caneta à mão, escrevinhava as páginas em branco. Gostava de ler e escrever. E os melhores momentos eram aqueles em que o pai a deixava correr livremente pela casa. Sem a castigar por ser demasiado irrequieta.

 

“Sempre achei que devo ter sido um veado ou um cavalo numa vida passada, porque correr é uma alegria. Nenhum rapaz pode ser meu amigo até eu o derrotar numa corrida, e nenhuma rapariga se se recusar subir às árvores ou saltar vedações.”

 

Louisa-May Alcott

 

Escritora norte-americana que se dedicou principalmente à literatura juvenil. Foi educada pelo pai, o filósofo e educador Amos Bronson Alcott. Teve a oportunidade de conviver com intelectuais como Henry David Thoreau e Ralph Waldo Emerson. Tudo isto viria a infleuenciar a sua personalidade.

 

 

louisa-may-alcott5.jpg

 

Louisa May Alcott, 1832-1888

https://americanliterature.com/

 

Esta é Louisa. Louisa May Alcott. A segunda mais velha de quatro irmãs. Maria-rapaz rebelde, independente e temperamental. Sai à mãe. É bem diferente das suas irmãs. Anna, a mais velha, a protegida do papá e a perfeição em pessoa. Elizabeth introvertida e pacífica. E Abigail, a mais nova, ligada às artes. Além de ser a mais mimada, claro.

 

Louisa sentia inveja da atenção que as irmãs recebem mas nunca o demonstrava. Sentimentos como esse não eram permitidos. Guardava-os para quando, anos mais tarde, começará a escrever livros que vão encantar dezenas de gerações até aos dias de hoje.

 

 

mulherzinhas-bertrand1.jpg

 

Mulherzinhas

Louisa May Alcott

Bertrand Editora

https://www.bertrand.pt/

 

Ir+ longe: História do livro

 

Louisa tem agora 35 anos. Despede-se do emprego como editora de uma revista para crianças e regressa a casa dos pais para começar a escrever. 

 

Mas sente-se desanimada, porque não quer fazer o que o seu editor, Thomas Niles, lhe propõem.

 

“Ele pediu-me para escrever um livro para raparigas. Disse-lhe que ia tentar”, desabafa no seu diário.

 

Não tenta sequer. Mas Niles é persistente. Continua a perguntar-lhe pelo livro que ela tanto evita. O pai pressiona-a também.

 

O problema é que escrever aquilo que o editor quer, a história de uma família como a sua – uma “família patética”, como gosta de lhe chamar –, não lhe parece nada fácil. 

 

 

mulherzinhas-original.jpg

 

 

Little Women

Meg, Jo, Beth and Amy

Louisa. M. Alcott, 1868

https://pt.wikipedia.org/

 

Por fim, dá o braço a torcer. Pensa em si e nas irmãs e cria quatro personagens: Jo March será, tal como ela, a segunda mais velha, a maria-rapaz de feitio difícil que está sempre metida em sarilhos; Meg, a mais velha, o exemplo da mulher perfeita; Beth, a mais tímida e conformada; Amy, a mais nova, a artista. Vivem com a mãe em New England. O pai, esse, fica ausente da história. Ao serviço na Guerra Civil Americana parece-lhe uma boa desculpa.

 

 

mulherzinhas-ofic-livro.jpg

 

 

Mulherzinhas

Louisa May Alcott

Oficina do Livro

http://bibliografia.bnportugal.gov.pt/

 

Sinopse:

 

As irmãs Meg, Jo, Beth e Amy conhecem algumas dificuldades depois da partida do seu pai para a guerra e dos problemas económicos que a família enfrenta. Mas o espírito lutador e de união que reinam naquele lar ajudam-nas a seguir em frente. Quer em casa quer nas relações com os amigos e vizinhos, elas conseguem surpreender e continuar e ser fiéis aos seus sonhos, vivendo cada dia com esperança e boa-disposição.

 

Uma história em que o amor e a coragem se revelam mais fortes do que todas as dificuldades que estas quatro raparigas, juntamente com a sua mãe, têm de enfrentar.

 

Mulherzinhas torna-se num sucesso. O  primeiro volume foi publicado em 1868. O impacto junto do público jovem feminino foi tão grande que leitoras viajam até Concord, região do Massachusetts onde a autora vive, na esperança de a verem de perto. 

 

 

louisa-may-alcott-casa.png

 

 Orchade, casa de família  Alcott

http://www.louisamayalcott.org/

 

Passados 150 anos após a primeira reacção, ainda há quem visite a casa para conhecer o local onde Louisa May Alcott idealizou e escreveu Mulherzinhas.

 

O facto de pôr em causa o ideal de perfeição feminina retratado na literatura da época. É uma história que retrata mulheres reais, mulheres que falham, têm defeitos, sonham e se atrevem a ser diferentes. 

 

Além disso, Louisa May Alcott foi provocadora. E deixou a história inacabada. Nenhuma das irmãs March teve um final na sua narrativa, algo que deixou as leitoras ávidas por mais.

 

O livro Mulherzinhas teve várias adaptações ao cinema e televisão. A primeira versãocinematográfica foi em 1917, outras em 1933, 1949, e 1978. A penúltima em 1994.

 

 

 

 

A última versão estreou este ano, precisamente para comemorar os 150 Anos. Não! Desenganem-se. Em Portugal não passou.

 

Mas, há  um novo Little Women  que chegará em Dezembro de 2019.

 

 

mulherzinhas-filme2019b.jpg

 

 

Little Women

Greta Gerwig, 2019

credits: Kathleen Jones

https://www.bostonglobe.com/

 

Emma Watson, a Hermione de Harry Potter, já publicou no seu Instagram uma fotografia na personagem de Meg March, ao lado das suas ‘irmãs’ no filme, Saoirse Ronan, Florence Pugh e Eliza Scanlen que intepretam Jo, Amy e Beth March, respectivamente, de Timothée Chalamet que dá vida ao jovem Laurie e de Greta Gerwig, a realizadora desta nova versão cinematográfica da famosa obra literária de Louisa May Alcott.

 

Uma cena comovente de Mulherzinhas: é o Natal que não é o mesmo para Meg, Jo, Beth e Amy. O seu pai está longe, na guerra, e a família passa por tempos difíceis.

 

 

mulherzinhas-film1994.jpg

 

 

Little Women/ Mulherzinhas

Gilliam Amstrong, 1994

https://www.imdb.com/

 

Mas, apesar de estarem a atravessar dificuldades, a vida das quatro irmãs March é repleta de acontecimentos. Fazem jogos, encenam peças, estabelecem amizades, discutem, lutam contra os seus defeitos, aprendem com os erros, ajudam-se em momentos de doença e decepção e envolvem-se em todo o tipo de sarilhos.

 

E bom! Chegaram as férias Natal. Só posso deixar votos de Festas Felizes para todos!

 

A Professora GSouto

 

19.12.2018

 

Licença Creative Commons

Prof. Stephen Hawing : Olhando as estrelas !

 

 

stephen-hawking6.jpg

 

 

Stephen Hawking

créditos: NASA/ Paul Alers

https://www.nasa.gov/

 

Hoje ficámos todos mais pobres. Stephen Hawking morreu esta madrugada, dia 14 Março 2018, aos 76 anos. Um dos raros que conseguem ver o que está lá mas mais ninguém vê.

 

Aos 21 anos pensou que apenas viveria mais dois. Fora-lhe diagnosticada uma doença degenerativa que, de forma progressiva, lhe paralisou os músculos.

 

 

stephen-hawkings.jpg

 

 

Stephen Hawking

Wikipedia

https://pt.wikipedia.org/

 

Stephen Hawking, o físico britânico que revolucionou a forma como olhamos o Universo Os filhos do cientista, Lucy, Robert e Tim, publicaram num comunicado: O nosso pai foi um grande cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado viverão por muitos anos”.

 

"Este não seria um grande universo se não fosse a casa das pessoas que amamos"

 

Stephen Hawking

 

 

 

Stephen Hawking

créditos: Autor não identificado

http://portocanal.sapo.pt/

 

Hawking é um dos cientistas com maior destaque desde o físico alemão Albert Einstein. A sua obra "Uma Breve História do Tempo" é um dos livros mais vendidos no mundo.

 

Doutor em Cosmologia, foi professor lucasiano emérito na Universidade de Cambridge, um posto que foi ocupado por Isaac Newton, Paul Dirac e Charles Babbage.

 

 

 

 

Stephen Hawking

créditos: David L. Ryan / The Boston Globe / Getty Images

https://www.newyorker.com/tech/

 

Foi, pouco antes de morrer, director de pesquisa do Departamento de Matemática Aplicada e Física Teórica (DAMTP) e fundador do Centro de Cosmologia Teórica (CTC) da Universidade de Cambridge

 

Nada fez parar o físico britânico que fica conhecido como a estrela da física ou o 'embaixador da ciência' segundo grandes cientistas das actualidade.

 

 

 

Stephen Hawking

créditos: ZERO-G/ Steve Boxall

http://www.bbc.com/news/

 

Alguns dados biográficos:

 

Stephen William Hawking nasceu a 8 de Janeiro de 1942 em ]Oxford, Oxfordshir (Reino Unido), exactamente no aniversário de 300 anos da morte de Galileu.

 

Filho de Frank Hawking, um biólogo pesquisador que trabalhava como parasitólogo no Instituto Nacional de Pesquisa Médica de Londres, e Isabel Hawking.

 

Hawking foi sempre interessado pela ciência. Durante a infância foi um bom aluno, mas não considerado excepcional.

 

Entro em 1959 na University College, Oxford, onde pretendia estudar matemática. Como não existia essa área em Oxford, optou então por física, licenciando-se em 1962.

 

 

 

 

Stephen Hawking & Jane Hawking 

créditos: via Facebook

https://www.facebook.com/stephenhawking/

 

Casou pela primeira vez em Julho de 1965 com Jane Hawking com quem teve três fillhos. Separou-se em 1991. 

 

Em 1985, uma grave pneumonia deixou-o a respirar por um tubo, forçando-o, desde então, a comunicar através de um sintetizador de voz eletrónico. Mas Hawking continuou a desenvolver as suas pesquisas na área da ciência, a aparecer na televisão.

 

Casou com sua enfermeira Elaine Mason 1995. Divorciou em 2006, devido a maus tratos que esta lhe infligiu ao longo dos anos que viveu com o cientista.

 

Doutorou-se na Trinity Hall,Cambridge em 1966, de onde era um membro honorário. Depois de obter doutorado, passou a ser pesquisador e, mais tarde, professor no Gonville and Caius College.

 

Depois de abandonar o Instituto de Astronomia em 1973, Stephen entrou para o Departamento de Matemática Aplicada e Física Teórica tendo, entre 1979 e 2009, ano em que atingiu a idade limite para o cargo, ocupado o posto de professor lucasiano de Matemática, cátedra que fora de Newton, tendo sido professor lucasiano emérito da Universidade de Cambridge.

 

Hawking continuou sua investigação em física teórica, ao mesmo tempo com vasto programa de viagens e conferências apoioado na vida em família junto dos três filhos e três netos.

 

Em 2007 Stephen Hawking embarcou num Boeing 727 modificado em Kennedy Space CenterNASA, na Florida (Estados Unidos), que então realizou arcos parabólicos onde a aeronave está em queda livre, permitindo que o Hawking experimentasse momentos de gravitação no espaço, imitando assim flutuar no espaço e que é usado para treinar astronautas.

 

stephen-hawking-cartoon.jpg

 

Stephen Hawking

tributo caricatura William Medeiros

 

Livros:

 

Entre o legado imenso que nos deixa, estão os livros. A Minha Breve História e Breve História do Tempo entre outros.

 

 

 

 

Breve História do Tempo

Stephen Hawking

edições Gradiva

https://www.fnac.pt/

 

Breve Hsitória do Tempo de Stephen Hawking foi publicado em 1988. Tornou-se uma referência incontornável da divulgação científica, com mais de 9 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.

 

Sinopse: actualizada

 

Essa edição encontrava-se no limiar do que era então conhecido acerca da natureza do universo. Mas a última década tem assistido a avanços extraordinários na tecnologia de observação dos mundos micro e macroescópicos, confirmando muitas das previsões teóricas do professor Hawking.

 

Com o intuito de incluir os novos conhecimentos revelados por essas observações no texto original, o cientista escreveu uma nova introdução, actualizou os capítulos originais e acrescentou um capítulo inteiramente novo sobre o tema fascinante dos buracos negros e das viagens no tempo.

 

A Breve História do Tempo conduziu habilmente os não-cientistas de todo o mundo na busca contínua dos segredos escondidos no coração do tempo e do espaço. Esta edição mostra claramente o motivo pelo qual o eloquente clássico do professor Hawking transformou a nossa visão do universo.

 

Nota: Livro recomendado pelo PNL para o Ensino Secundário.

 

 

 

 

George e a Caça ao Tesouro Cósmico

Stephen & Lucy Hawking

ilustração: Gary Parsons

https://www.fnac.pt/

 

Hawking também escreveu para crianças em parceria com sua filha Lucy Hawking. Uma trilogia sobre o espaço que incentiva os mais novos a apaixonar-se pela ciência.

 

 

 

 

George e a Chave Secreta para o Universo

Stephen & Lucy Hawking

ilustração: Gary Parsons

https://www.fnac.pt/

 

 

 

 

George e o Big Bang

Stephen & Lucy Hawking

ilustração: Gary Parsons

https://www.fnac.pt/

 

Emocionantes histórias de aventuras, que nos levam de volta ao momento em que surgiram o espaço e o tempo. Recheado de voltas e reviravoltas, por buracos de minhoca até ao limiar do conhecimento.

 

Incluem ensaios de alguns dos mais importantes cosmologistas, enredos emocionantes e uma série de entradas científicas de fácil leitura. Incluindo um conjunto de fotografias a cores, ilustrando as maravilhas do cosmos, George e o Big Bang, o volume final da trilogia, encerra as aventuras de George pelo universo.

 

Nota: Livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura , 3º Ciclo. E por que não 2º ciclo?

 

 

 

 

A Teoria de Tudo

Stephen Hawking

https://www.fnac.pt/

 

 

Biopic: livro & filme:

 

Livro/ Sinopse:

 

Hawking acreditava que os avanços da física teórica deviam «poder ser compreendedidos pelo grande público, e não apenas por alguns cientistas». Neste livro, propõe a extraordinária aventura da descoberta do cosmos e do nosso lugar nele.

 

Em sete lições, responde à curiosidade de todos aqueles que já olharam fascinados para o firmamento e se perguntaram o que há lá em cima e como foi lá parar.

 

 

 

 A Teoria de Tudo

James Marsh, 2014

 

 

Filme:

 

Um filme autoibiográfico sobre o amor e capacidade de superação. A Teoria de Tudo adapta a obra biográfica Travelling to Infinity: My Life with Stephen, onde Jane Wilde Hawking descreve os anos ao lado de Stephen.

 

Suponho que todos nós vimos este filme tão dramático, mas belo e muito inspirador.

 

 

 

 

The Simpson

série televisão

https://giphy.com/gifs/

 

 Actividades:

 

  • Fica ao critério de cada professor a introdução da vida e obra de Stephen Hawking. Os recursos educativos são muitos.
  • Biografia, conversas em conferências, livros, filmes séries de televisão The Simpson e a Teoria de Big Bang. Os alunos também deverão contribuir com as suas próprias sugestões.
  • Um projecto transcurricular será muito enriquecedor dada a riqueza desta personalidade carismática da ciêcnia e da Cosmologia.

 

 "Mesmo que a vida pareça difícil, há sempre algo que podemos fazer para ter sucesso nela."

 

Stephen Hawking

 

A Professora GSouto

 

16.03.2018

 

Licença Creative Commons

Os posts mais lidos 2015 : semestre #2

 

 

Google Doodle Happy New Year's Day

http://www.google.com/doodles/

 

Olhando para trás, 2015 foi um ano excelente! Recursos educativos digitais que serviram de apoio a muitos jovens professores, a alunos ensino básico (6º ao 9º anos), bem como a alunos do ensino secundário.

 

Partilho então os posts mais lidos de 2015, semestre #1 de BlogdosCaloiros. U blogue que se propôs de 2005 a 2009 a apoiar os alunos dos currículos de Língua Portuguesa, de 2005 a 2009 e contou com participação de muitos. Propostas de actividades de enriquecimento curricular mais informal que passou pela introdução das ICT nos currículos escolares.

 

Desde 2010 tem continuado esse objectivo pedagógico, mas agora mais destinado a apoiar todos os leitores que pretendem alargar conhecimentos, a jovens professores que buscam diferentes recursos para introduzir nas suas aulas, estudantes que são bem curiosos e gostam de aprender sempre mais.

 

Os conteúdos contemplam vários temas: literatura, ciência, língua portuguesa, matemática, ambiente, livros, filmes, jogos, cultura, cidadania, e recursos educativos digitais na sua maiora para apoio do ensino e aprendizagem da Língua Portuguesa.

 

Top dos posts du 2º semestre 2015 :

 

Guerra das Estrelas : O Despertar da Força

Sesame Street : Julia, a menina autista

O Principezinho nas salas de cinema ! Vamos ver ?

Astérix : O Papiro de César, novo álbum em português e mirandês

Regresso ao Futuro : 30 anos depois. Não perca !

Dia de São Martinho : tradição e história

É Natal ! Cântico de Natal

George Boole, o pai da era digital

Oububro Rosa : vamos participar na escola?

A Hora de Plutão : actividades férias 

Dia Mundial da Música: Vamos lá celebrar a música

Noite Europeia dos Investigadores : #NEI 2015

Leituras : Joan Aekin, uma escritora inglesa

Outono chegou hoje : Traz sol e poesia

Mês Internacional da Biblioteca Escolar

Pausa férias : Vamos ver Família Bélier?

Dia dos Avós : tradições e leituras

Kitesurf : Parabéns Francisco Lufinha !

Ler : Quando Hitler Roubou o Coelho Cor-de-Rosa

Lágrimas por Paris

Parabéns José Xavier : Membro Honorário do BAS

Fundação Paul Walker : Do Good

Jornadas Europeias do Património 2015 

Eh ! Esta madrugada muda a hora

 

 

 

Sesame Street

http://i.telegraph.co.uk/

 

Meu crush do semestre #2 ? Sesame Street : Julia, a menina autista. Claramente. 

 

 A Rua Sésamo que todos conhecem da vossa infância criou uma personagem autista. Julia é uma menina como tantas outras que apenas se diferencia em pequenas coisas. O objectivo é sensibilizar a sociedade e ajudar crianças e pais a entender melhor o autismo.

 

Julia tem cabelo laranja, olhos verdes, e é autista. A nova personagem da Rua Sésamo tem um papel de destaque na série. Quer mostrar às crianças "o que todas têm em comum e não as suas diferenças”.

 

A iniciativa Sesame Street and Autism: See All in Amazing Children alerta para o autismo entre os mais novos e quer ser uma ajuda para crianças e família.

 

Se quer agora divulgar algum dos meus posts, use um dos ícones das redes sociais. E por que não deixar um comentário? Bem mais fácil, agora.

 

Que o ano 2016 seja de sucesso para todos aqueles que amam ensinar e que vêm nos seus alunos espíritos criativos. Preparar os alunos para o futuro multidisciplinar deve ser uma das funções-chave de todos os professores e das escolas.

 

Bom Ano 2016 !

 

A Professora GSouto

 

31.12.2015

 

Licença Creative Commons

 

70 Anos Libertação Prisioneiros Campo Auschwitz : Relembrar o Holocausto

 

 

Auschwitz3.jpg

 

 

Campo de Concentração de Auschwitz, Birkenau

foto: EPA

http://expresso.sapo.pt/

 

Passam hoje 70 anos sobre a libertação dos prisioneiros de origem judaica do Campo de Concentração de Auschwitz.

 

Por todo o mundo celebra-se essa libertação num recolhimento profundo sobre  a dor de todos os que foram mortos ou torturados nesse campo da morte.

 

As Nações Unidas estabeleceram em 1 de Novembro 2005, o dia 27 de Janeiro como o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto.

Hoje, assinala-se assim o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto mas também os 70 anos sobre o dia libertação27 Janeiro 1945 do campo de extermínio de Auschwitz pelas tropas russas, no final da 2ª guerra mundial.

 

O tema 2015 para estas celebrações é : "Liberdade, Vida e Legado dos Sobreviventes do Holocausto"

 

Auschwitz5.jpg

 

 

Campo de Concentração de Auschwitz

foto: Joel Saget /AFP/Getty Images

http://contents.impresa.pt/

 

Estima-se que seis milhões de pessoas tenham sido exterminadas na Europa durante a Segunda Guerra Mundial, às mãos do regime hitleriano. Do campo de concentração foram libertados 7 000 sobreviventes, homens, mulheres e crianças.

 

 

Auschwitz6.jpg

 

 

 Campo de Concentração de Auschwitz

foto: Christopher Furlong/Getty Images

http://contents.impresa.pt/

 

Mais de 300 sobreviventes comemoram hoje os 70 anos da libertação do campo e voltaram ao campo onde foram prisioneiros. a maioria crianças e jovens na época. Os seus testemunhos são muito emotivos. 

 

Hoje, dia em que passam precisamente 70 anos da libertação, é um momento especial:

 

"Temos de dizer de forma clara: é o último grande aniversário que podemos comemorar com a presença de um grande grupo de sobreviventes"

 

Piotr Cywinski, director do Memorial Auschwitz

 

 

anne-frank.jpg

 

 

 Anne Frank

http://www.annefrank.org/en/


E é assim que relembramos uma adolescente corajosa que não teve a sorte de sobreviver, mas que nos deixou um legado único de esperança. 

 

Anne Frank cujo Diário lemos e partilhámos com emoção nas aulas de Língua Portuguesa.

 

Actividades:

  • Pesquisa de dados históricos e recursos educativos disponibilizados por UN e UNESCO
  • Consulta da Cronologia sobre a Libertação de  Auschwitz | Expresso
  • Leitura de excertos de O Diário de Anne Frank; O Mundo em que Vivi (Ilse Losa); O Rapaz do Pijama às Riscas
  • Visionamento de filmes, documentários, vídeos, outros
  • Debate sobre os temas trabalhados 

 

Hoje, ao olhamos para algumas formas de radicalismo, a nível mundial, eduquemos os nossos alunos para que nenhum tipo de genocídio se possa mais repetir.

 

A educação tem um papel vital a desempenhar na promoção de uma cultura de prevenção, o que combate o preconceito, a promoção do co-existência pacífica, cultivar o respeito por todos os povos e pelos direitos humanos.

 

A Professora GSouto

 

27.01.2015

 

blogdoscaloiros88x31.png

 

Conheces Erwin Schrödinger ? Física Quântica : recursos

 

doodle-Erwin Schrödinger.jpg

 

 

Google Doodle 126º Aniversário de Erwin Schrödinger

https://www.google.com/doodles/

 

E hoje, dia 12 Agosto, ao acederes à página principal do motor de busca Google, deparas com a homenagem a Erwin Schrödinger vencedor do Prémio Nobel de Física em 1933. Um Doodle que celebra o 126º aniversário do cientista da Física Quântica.

 

Doodle:

 

As imagens escolhidas para o Doodle de Google fazem alusão a duas de suas principais descobertas no campo da Física Quântica: a Equação de Schrödinger e o experiência mental conhecida como o Gato de Schrödinger.

 

 

erwin-schrodinger1.jpg

 

 

 Erwin Schrödinger, 1887-1961

https://en.wikipedia.org/

 

Saber +

 

Erwin Rudolf Josef Alexander Schrödinger, conhecido como Erwin Schrödinger nasceu em Viena, Austria, em 12 Agosto 1887, filho de um botânico, Rudolf Schrödinger e de Georgine Emilia Brenda, filha de Alexander Bauer, Professor of Química. 

 

Schrödinger foi um teórico muito bem sucedido e deu grandes contribuições à Mecânica Quântica.

 

Equação de Schrödinger valeu-lhe o Prémio Nobel da Física em 1933. na equação, o físico descreve a evolução temporal do estado quântico de um sistema físico, que também é conhecida como a "segunda Lei de Newton" da Mecânica Quântica

 

 

 

 

 

 

 

Gato de Schödinger

https://en.wikipedia.org/

 

 O Gato de Schrödinger, por sua vez, é um experiência em que um gato é colocado numa caixa fechada com um frasco de veneno e um contador Geiger que detecta radiação. O contador pode ser activado ou não, o que decide a vida do gato. Na experiência, o animal é ligado a um martelo que, caso accionado pelo contador Geiger, quebra o vidro e mata o felino Pobres gatos da época...

 

Erwin Schrödinger passou a ser conhecido como o pai da Física Quântica, graças portanto às suas pesquisas. Foi professor em diversas Universidades e fez mais de 50 publicações, sendo uma das principais a "O que é a vida?" What is Life, editada em 1944

 

Schrödinger morreu em 1961, vítima de tuberculose. O seu legado como autor e professor e as suas contribuições como pesquisador nos estudos da Mecânica Quântica ficaram eternizados na história da Física.

 

 

Erwin_Schrodinger_at_U_Vienna.JPG

 

 

Busto de Erwin Schrödinger

University of Vienna, Austria

https://en.wikipedia.org/

 

Recebeu outros prémios, para além do Nobel da Física (1933), homenagens em vida, tal como a criação do Instituto Internacional de Física e Matemática Erwin Schrödinger, em Viena.

 

Foi ainda celebrado postumamente. Existe um edifício na Universidade de Limerick (Irlanda) com o seu nome, e uma enorme cratera na Lua recebeu o seu nome.

 

 

 

 

 

Tal como Ada Lovelace, uma das primeiras mulheres matemáticas, ou Thomas Edison, um dos mais célebres cientistas, entre muitos outros, Google celebra efémerides sobre pessoas, acontecimentos com Doodles para relembrar ou trazer ao conhecimento de todos, escritores, cientistas, poetas, músicos, de modo a alargar a cultura geral a todos. 

 

Uma ideia original, criativa e cheia de mérito, não vos parece? Google está de parabéns, pois esta prática resultou e tem gerado a curiosidade de milhares de estudantes no mundo para assuntos que até então, só se estudavam ou ouviam nas escolas e universidades.

 

Atenção! a experiência do gato de Schrödinger não é para repetir com o teu gato!

 

Continuação de boas férias! As minhas começam muito em breve!

 

A Professora GSouto

 

12.08.2013

 

Licença Creative Commons