Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Livros juvenis : Três autores portugueses na Lista da White Raven !

 

livro-juvenil-nao-te-afastes1.jpg

 

 

Não te afastes

David Machado

https://www.fnac.pt/

 

Três livros portugueses "Não te afastes", "Coisas que acontecem" e "A construção do mundo" estão na lista de 2019 da Melhor Literatura para crianças e jovens, seleccionada pela Biblioteca Internacional da Juventude.

 

Na lista deste ano, entre os 200 títulos escolhidos, estão presentes “Não te afastes” (Caminho), romance do escritor David Machado, “Coisas que acontecem” (Bruaá), de Inês Barata Raposo, ilustrado por Susa Monteiro, e “A construção do mundo” (Livros Horizonte), de Fábio Monteiro, com ilustração de Mariana Rio.

 

Não te Afastes

 

Não te Afastes  de Dinis Machado - autor nosso conhecido. Lembram Índice Médio para a Felicidade? - é uma história comovente e fascinante sobre o desgosto da perda e o poder curativo da amizade.

 

 

David Machado

créditos: Autor não identificado

via Google Images

 

O nome do autor chamou-me a atençāo. Já o conhecíamos de Índice Médio de Felicidade.

 

Sim, eu sei que é um livro juvenil e o que eu gosto mesmo, quando nāo se trata de ler livros "para a minha idade", é ler livros infantis. Muitas das vezes devido às imagens e áquilo que com elas podemos ensinar aos miúdos. 

 

 

livro-juvenil-nao-te-afastes2.jpg

 

Não te afastes

David Machado

Editora Caminho

https://www.leyaonline.com/pt/

 

Sinopse:

 

Após a morte do pai, Tomás acredita que, por sua causa, coisas más acontecem; e, para proteger a mãe e os amigos, decide deixar o lugar onde viveu toda a sua vida.


Mas o país é apanhado por um furacão e, de um dia para o outro, o rapaz vê-se no meio de ruínas e inundações, perdido e desesperado. É, porém, no meio da tragédia que encontrará o mais inesperado dos amigos...

"Não te Afastes" é uma história comovente e fascinante sobre o desgosto da perda e o poder curativo da amizade.

Dois narradores existentes (o passado é contado pelo próprio Tomás, revivendo-o intensamente, o presente é narrado na terceira pessoa), da mudança perceptível da grafia quando se passa de um para o outro, da construçāo do jovem personagem cheio de coragem mas também cheio de dúvidas e de medos. 

 

Coisas que Acontecem:

 

livro-juvenil-coisas-que-acontecem.jpg

 

Coisas que acontecem

Inês Barata Raposo

ilustração: Susa Monteiro

https://www.bruaa.pt/

 

“Dizem que os adolescentes não sabem nada sobre a vida. Por isso, nos casos raros em que sei alguma coisa, faço questão de não dizer a ninguém.”

 

“Coisas que acontecem” assinala a estreia de Inês Barata Raposo, entrando no universo narrativo da adolescência.

 

Foi Prémio Branquinho da Fonseca 2018, na modalidade Juvenil. É também o primeiro título da colecção juvenil da Bruaá Editora.

 

livro-juvenil-coisas-que-acontecem1.jpg

Coisas que acontecem

Inês Barata Raposo

ilustração: Susa Monteiro

https://www.bruaa.pt/

 

Sinopse

 

A obra simula ser parte de um diário escrito por uma adolescente. Temas cruciais de um texto juvenil são convocados para esta história (em que há uma recuperação reelaborada de um Adrien Molle): a(s) amizade(s), e o seu lado reverso, os amores ainda em embrião, a morte , a psicóloga, os sonhos e a desilusão, as dúvidas sobre o que se sente, as permanentes ambivalências em que se vive, a monotonia de se viver numa cidade pequena e desinteressante, a escola e as férias, a família.

 

livro-juvenil-coisas-que-acontecem2.jpg

 

Coisas que acontecem

Inês Barata Raposo

ilustração: Susa Monteiro

https://www.bruaa.pt/

 

O ritmo do texto é vivido e frenético. As ilustrações assumem o movimento da banda desenhada, e o traçado acompanha imageticamente a irreverência pressentida no tom do texto, numa sábia conjugação entre ironia e ternura.

 

PNL: Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura 2018

Idades: 9-14 anos

 

A Construção do Mundo:

 

livro-juvenilaconstrucao-do-mundo.jpg

 

A Construção do Mundo

Fábio Monteiro

ilustração Mariana Rio

https://www.livroshorizonte.pt/

 

Vencedor do Prémio Literário Branquinho da Fonseca 2017, atribuído pelo jornal Expresso e pela Fundação Calouste Gulbenkian.

 

“A construção do mundo” representa igualmente a estreia do jornalista Fábio Monteiro na literatura juvenil, narrando a perspectiva de uma criança sobre o que fazem os adultos todos os dias quando vão trabalhar.

 

livro-juvenilaconstrucao-do-mundo1.jpg

 

A Construção do Mundo

Fábio Monteiro

ilustração Mariana Rio

https://www.livroshorizonte.pt/

 

Sinopse:

 

O mundo é montado todos os dias. Duvidam? Procurem os agrafos nos cantos das nuvens, as torneiras que enchem os rios, a fita-cola que segura o sol no seu lugar.

 

PNL : Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura.

Idades: 3-8 anos

 

 

Internacional Youth Library

https://www.ijb.de/

 

International Youth Library:

 

Fundada em 1949, a Biblioteca Internacional da Juventude é considerada a maior dedicada exclusivamente à literatura para crianças e jovens, com quase 600 mil títulos em 130 línguas e idiomas, abrangendo quatro séculos de história.

 

Os livros portugueses "Não te afastes", "Coisas que acontecem" e "A construção do mundo" estão na lista de 2019 da Melhor Literatura para crianças e jovens, seleccionada pela Biblioteca Internacional da Juventude.
 
 
Anualmente, a biblioteca, com sede em Munique, escolhe os melhores livros para a infância e juventude publicados em vários países e diversas línguas, e elabora um catálogo de divulgação internacional, intitulado "White Ravens", que é mostrado na Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha.
 
 

Os livros selecionados para o "White Ravens" 2019 estarão expostos na Feira do Livro de Frankfurt, que começa na próxima quarta-feira, na Alemanha.

 

Excelentes propostas de leitura, portanto! A incluir nos currículos escolares.

 

A Professora GSouto

16.10.2019

 

Licença Creative Commons

 

Dia Internacional da Música ? Dia de Festa para a Música !

 

 

 

Dia Internacional da Música

créditos: Autor não identificado via Musical U

 

O Dia Mundial da Música comemora-se anualmente a 1 de Outubro. A data foi instituída em 1975 pelo International Music Council, uma instituição fundada em 1949 pela UNESCO, que agrega vários organismos e individualidades do mundo da música.

 

A música é uma arte amada por milhões de pessoas espalhadas por todo o mundo, fazendo parte do nosso quotidiano. A música pode unir pessoas do mundo inteiro. É considerada um elemento imprescindível ao ser humano.

 

Não deixes de participar no Dia Internacional da Música. Todas as actividades são bem vindas.

 

Objectivos do Dia Internacional da Música:

 

  • Promover a arte musical em todos os setores da sociedade;
  • Divulgar a diversidade musical;
  • Aplicação dos ideais da UNESCO como a paz e amizade entre as pessoas, a evolução das culturas e a troca de experiências.

 

Neste dia decorrem vários concertos, em todo o país, de forma a celebrar o Dia Internacional da Música com muitos concertos de entrada livre.

 

 

dia-musica-casa-musica2019.jpg

 

Cidade com C

créditos: Casa da Música

@casadamusica

 

Comecemos pela Casa da Música e o Serviço Educativo Casa da Música comemoram o Dia Mundial da Música em vários locais do Porto, com a ajuda de alunos de escolas do ensino vocacional de música, sob a direcção de Daniel Sousa e Óscar Rodrigues.

 

dia-musica-casa-musica2019-stud.jpg

 

Concertos ao livre | Casa da Música

créditos: Casa da Música

https://www.facebook.com/casadamusica/

 

O Metro de Lisboa tem concertos gratuitos para celebrar este dia. Entre os dias 1 e 5 de Outubro podem assistir às actuações dos vencedores do concurso "Uma Mão Cheia de Bandas".

 

Para celebrar o Dia Internacional da Música, 1 de Outubro, o Metropolitano de Lisboa lançou um concurso para bandas amadoras (que nunca assinaram um contrato discográfico).

 

 

dia-musica2019-metrolx.jpg

 

Metro de Lisboa

via NIT.pt

 

“Uma Mão Cheia de Bandas” recebeu inscrições até ao dia 22 de Setembro e revelou dia  30 de Setembro, os cinco vencedores.

 

Destes concertos gratuitos fazem parte os grupos Bali, 4th District, The Dust, Jhon Douglas & JungleBoys e Mistah Isaac, respectivamente.

 

 

dia-musica2019-KetilHaugsandTaskin.jpg

 

Ketil Haugsand

http://www.museunacionaldamusica.gov.pt/

 

Já em Lisboa, no Museu da Música, e a propósito da celebração do Dia Internacional da Música, um concerto do cravista norueguês, Ketil Haugsand, no cravo Taskin de 1782, concerto integrado no ciclo "Um Músico, Um Mecenas".

 

Classificado como Tesouro Nacional, este cravo integra a coleção do Museu Nacional da Música, tendo sido recentemente restaurado, num processo que seria devidamente reconhecido, ao vencer um prémio APOM 2019 na categoria Conservação e Restauro.

 

 

 

dia-musica-jahas2019.png

 

 

Créditos : Jahas RockSchool Porto

https://www.facebook.com/JahasRockschool/

 

Ainda mais uma proposta da Jahas RockSchool. Celebrar a música entre alunos e professores será uma excelente proposta.

 

Mas há muitos outros concertos que decorrerão por todo o país para celebrar o Dia Internacional da Música. Estas são apenas algumas propostas musicais para um público mais juvenil, mas que leva a múisca a sério.

 

Actividades:

 

Querem melhor lição de música do que ouvir um concerto ao vivo? Uma autêntica aprendizagem que enriquecerá, e muito, o vosso currículo de Música.

 

Estou certa que o/a professor/professora de Música agendou uma saída escolar para uma visita de estudo musical.

 

Embora professora de Línguas, actualmente, fui durante muitos anos professora de música/piano também. E os alunos gostaram sempre muito da intertextualidade entre Música e Literatura. Mais tarde Literatura e Música.

 

Os currículos sairam sempre muito enriquecidos com esta fusão de Literatura e Música. E os alunos puderam participar activamente nas duas vertentes pedagógicas e culturais. Sempre com maravilhamento e muito empenho.

 

Experiências que ficaram para a vida. Minha e dos alunos.

 

A Professora GSouto

 

01.10.2019

 

 Licença Creative Commons

 

Oh ! Outono chegou ! Ciência & Actividades !

 

outono2019-naturz.jpg

 

Outono

créditos: Autor não identificado 

via Google Imagens

 

(..)

E eu olho o céu deserto, e vejo o oceano triste,
E contemplo o lugar por onde te sumiste,
Banhado no clarão nascente do arrebol...

Olavo Bilac, Em Uma Tarde de Outono,

in "Poesias"

 

Às 8h50 desta segunda-feira, dia 23 de Setembro, entrou oficialmente o Outono no Hemisfério Norte.

 

Este é o dia do Equinócio do Outono, a data em que, segundo a sabedoria popular, o dia e a noite têm a mesma duração. O Equinócio de Outono corresponde ao dia que tem tantas horas de luz solar como de noite.

 

A palavra de origem latina aequinoctium agrega o nominativo aequus (igual) com o substantivo noctium, genitivo plural de nox (noite).

 

doodle-outono2019.png

Google Doodle Outono 2019/ Hemisfério Norte

https://www.google.com/doodles/

 

Esta estação outonal prolonga-se por 89,812 dias até ao próximo Solstício de Inverno que ocorre no dia 22 de Dezembro às 04:19 horas. 

 

Saber +

 

Culturas como a Maia, entendiam o Equinócio de Outono como o dia em que as maiores divindades desciam à Terra, sendo a mais proeminente dessas Kukulcan, a serpente emplumada, deus da água e do vento.

 

outono-maia-Kukulkan.jpg

 

Kukulcan, versão arte

https://smite.fandom.com/wiki/Kukulkan

 

Era considerada uma entidade criadora, tendo esta civilização erguido muitos templos em sua homenagem, destacando-se no caso Chichén Itzá, uma das principais pirâmides Maias, e que ainda na actualidade atrai imensos visitantes aquando do fenómeno anual do Equinócio do Outono.

 

A data que assinala o início do Outono, traz a alteração da natureza. Esta despe-se, as folhas das árvores espalham-se aos quatro ventos, os tons alteram-se e os pássaros recolhem-se ou procuram paragens mais quentes, já que a Primavera entra no Hemisfério Sul.

 

doodle-primavera2019set.png

Google Doodle Primavera 2019/ Hemisfério Sul

https://www.google.com/doodles/

 

Outono é sinal de que é preciso tirar os casacos dos armários e ir buscar os guarda-chuvas. Noites e manhãs muito frescas. 

 

Actividades:

 

outono2019-serralves.jpg

 

Festa de Outono

Parque Serralves

https://www.serralves.pt/

 

  • Festa de Outono:

 

A Festa de Outono regressa a Serralves no fim-de-semana de 28-29 Setembro, com entrada gratuita para todos.
 
 
Com a entrada do Outono, a Festa do Outono celebra e evoca antigos saberes e fazeres, tradições de cariz rural, biodiversidade e natureza, as relações entre o conhecimento ancestral e o contemporâneo, o convívio ao ar livre, proporcionanso o contacto com um ambiente de sensibilização para práticas e modos de estar mais sustentáveis, à luz das preocupações actuais.
 
 
Na Quinta de Serralves e, durante um fim-de-semana, a diversificada programação, representada por diferentes expressões artísticas e tendências ambientais, envolve famílias e público em geral, num entusiasmo saudável e divertido.
 
 

 

 

 

  • Passadiço Treetop Walk:

 

Há também o 'Passadiço ao nível da Copa das Árvores', o Treetop Walk no Parque da Fundação. Um percurso criado num nível elevado face ao solo, junto à copa das árvores, que permite uma experiência impactante de observação e estudo da Biodiversidade do Parque de Serralves.

 

Serralves, que em 2019 celebra os seus 30 de existência, reforça assim a sua missão de promoção e valorização do património natural e cultural, inovando na dinamização de ações de sensibilização Ambiental e fomento da Ciência e na sua relação com diferentes tipos de públicos:

 

  • público em geral,
  • comunidade educativa
  • comunidade científica.

 

Novos e diferentes formatos de fruição permitirão uma abordagem diferente à relação com a Natureza. Disso são já exemplo os tree walks, existentes em alguns dos mais relevantes parques e jardins do mundo.

 

Actividades educativas a não desperdiçar por parte das escolas em visitas de estudo. E nos fins-de-semana, em família.

 

A Professora GSouto

 

23-09.2019

 

Licença Creative Commons

Pausa Férias : Saga Homem-Aranha a caminho do fim ? Afina, não !

 

 

spiderrman-longe.jpg

 

Homem-Aranha, Longe de Casa

Jon Watts, 2019

https://www.imdb.com/

 

Tempo de férias? E aí temos mais um filme da série Homem-Aranha, mais conhecido por Spider-man! De novo com o jovem actor, Tom Holland. Está nas salas de cinema, há algumas  semanas.

 

 

 

Amazing Spider-Man

volume 1

http://comicbook.com/

 

O Homem Aranha, banda desenhada da Marvel apareceu pela primeira vez no dia 10 de Agosto 1962. 

 

Têm sido muitas as adaptações ao cinema. A partir de1962, o primeiro da saga com o actor Tom Maguire. Realizado em 2002 por Sam Rami que concretizou uma adaptação coerente do universo do Homem-Aranha.

 

 

spiderman-Tobey-Maguire.jpg

 

Tobey Maguire

 créditos: Albert L. Ortega/WireImage

 

 

 

Tobey Maguire

credits: Marvel

https://www.marvel.com

 

Protagonizado por Tobey Maguire e tendo Willem Dafoe como o antagonista Duende Verde, o primeiro "Homem-Aranha", de 2002 percorria os lugares-comuns do subgénero dos super-heróis.

 

Tom Maguire mante-ve ao longo de alguns outros filmes, até à chegada de um novo actor, Andrew Garfield.

 

No entanto, até agora, Tom Maguire está considerado como melhor intérprete do famoso herói da Marvel.

 

 

spiderman-fim1.jpg

 

Homem Aranha/ Spider-Man

Sam Raimi, 2002

https://www.imdb.com/

 

E chegou o 'reboot', passados cinco anos,  com Andrew Garfield, em Fantástico Homem-Aranha (2012). Dez anos depois da saga com Tobey Maguire  Mais criativo e espectacular do que nunca, com fantásticos efeitos especiais, uma nova aventura 3D, realizada por Mark Webber. Houve um segundo capítulo que não correu tão bem como se esperava.

 

 

spiderman1.jpg

 

O Fantástico Homem-Aranha

Mark Webber, 2012

https://www.imdb.com/

 

Até que surge em 2017, Homem-Aranha Regresso a Casa terceira série da saga. Desta vez com o joven Tom Holland

 

Pelo meio surgiu Homem-Aranha: No Universo Aranha (2018), um filme de animação em que pela primeira vez, o Homem-Aranha é negro. Realizado por Bob Persichetti, Peter Ramsey e Rodney Rothman.

 

 

 

 

Os planos para um filme de animação do Homem-Aranha, desenvolvidos por Lord e Christopher Miller, foram inicialmente revelados em 2014, e oficialmente anunciados em Abril de 2015. 

 

spiderman-animado.jpg

 

 

Homem-Aranha: No Universo Aranha (animação)

Bob Persichetti, Peter Ramsey e Rodney Rothman, 2018

https://www.imdb.com/

 

Lord e Miller queriam que o filme tivesse um estilo único, combinando a animação computadorizada interna da Sony Pictures Imageworks com as técnicas tradicionais de desenho à mão inspiradas no trabalho da co-criadora de Miles Morales, Sara Pichelli.

 

Sinopse

Miles Morales é um jovem negro de Brooklyn que se tornou o Homem-Aranha inspirado no legado de Peter Parker, já falecido. Entretanto, ao visitar o túmulo de seu ídolo em noite de chuva, é surpreendido com a presença do próprio Peter, vestindo o traje do herói aracnídeo por baixo de um sobretudo. A surpresa fica ainda maior quando Miles descobre que ele veio de uma dimensão paralela, assim como outras versões do Homem-Aranha

 

spiderman-SaraPichelli.jpg

 

 

Sara Pichelli, co-criadora de Miles Morales

via Reporter Nuovo

 

Para completar a animação para o filme, foram necessários 140 animadores, sendo esta a maior equipe já usada em um filme da Sony Pictures 

 

O filme foi premiado como Melhor Animação na 91ª Cerimónia dos Oscars, no 40ºs Annie Awards e no 76º Globos de Ouro

 

 

spiderman-regresso.jpeg

 

Homem-Aranha: Regresso a Gasa

Jon Watts, 2017

https://www.imdb.com/

 

E eis que de novo voltou em 2017, Homem-Aranha: o Regresso a Casa, já com Tom Holland. E outros excelentes actores como Robert Downey Jr, o célebre Homem de Ferro que morre no último Avengers, Vingadores: Endgame, para grande desgosto de todos nós.

 

Actualmente em exibição Homem-Aranha: Longe de Casa. O Homem-Aranha não era mais o epicentro da intriga, mas sim o “rapaz” por detrás da sua máscara, Peter Parker. 

 

 

 

Sinopse: Está em uma viagem de duas semanas pela Europa, ao lado de seus amigos de colégio, quando é surpreendido pela visita de Nick Fury (Samuel L. Jackson). Precisando de ajuda para enfrentar monstros nomeados como Elementais, Fury convoca-o para lutar ao lado de Mysterio (Jake Gyllenhaal), um novo herói que afirma ter vindo de uma Terra paralela. Além da nova ameaça, Peter precisa lidar com a lacuna deixada por Tony Stark, que deixou para si seus óculos pessoais, com acesso a um sistema de inteligência artificial associado à Stark Industries.

 

spiderman-regresso1.jpg

 

Homem-Aranha: Longe de Casa

Jon Watts, 2019

https://www.imdb.com/

 

O segundo filme com Tom Holland apresenta a versão do herói mais distante do clássico dos quadrinhos, mas salva-se com aquela que talvez seja a melhor e mais empolgante demonstração dos poderes do cabeça de teia nos cinemas. 

 

Após os eventos de Vingadores: Endgame (2019), o Homem-Aranha tem que se impor para enfrentar novas ameaças num mundo que mudou para sempre.

 

spiderman-film2019.jpg

 

Homem-Aranha, Longe de Casa

Jon Watts, 2019

https://www.imdb.com/

 

Bom, uma saga que pode estar a chegar ao fim? A Disney teria pedido para dividir o financiamento dos próximos filmes Homem-Aranha e de spinoffs de personagens como Morbius e Venom, mas a Sony aparentemente recusou a oferta e negou-se a negociar um novo valor. 

 

Com isso, não se sabe o que vai acontecer com os outros filmes de Homem- Aranha que estavam em desenvolvimento pela Marvel Studios já que os direitos do personagem voltariam a ser totalmente da Sony.

 

Se és fã, podes juntar-te ao grupo de jovens que lançaram a hashtag #SaveSpiderMan!

 

Nota: Pois é! Disney-Marvel e Sony juntaram-se de novo!  Hoje, surgiu um comunicado conjunto a confirmar um terceiro filme da Sony com Tom Holland a 16 de julho de 2021. Será produzido com a Marvel e a influência criativa do seu presidente, Kevin Feige.

 

Não são conhecidos os detalhes, mas no âmbito do acordo, o Homem-Aranha também continuará a fazer parte do Universo Cinematográfico Marvel.

 

Será que os fãs que lançaram a hashtag #SaveSpiderMan venceram? Acho que sim!

 

Boas férias! Em Setembro, voltamos.

 

A Professora GSouto

 

21.08.2019

 

actualizado 27.09.2019

 

Licença Creative Commons

 

 

Apollo 11 : 50º Aniversário : recursos educativos digitais : escolas

 

apollo11a.jpg

 

Apollo 11 

créditos: NASA

 

Parecia ficção científica, mas não era. O primeiro voo tripulado do programa Apollo foi em Outubro de 1968. Menos de um ano depois, a Apollo 11 foi lançada.

 

Entre 1968 e 1972, um total de seis missões permitiu que 12 astronautas americanos pisassem a superfície da Lua.

 

A missão Apollo 11 é o acontecimento no qual é dita a famosa frase:

 

“Um pequeno passo para o homem, um salto gigante para a humanidade”.

Neil Armstrong

 

A frase foi proferida por Neil Armstrong, o 1.º dos 12 astronautas que, até hoje, pisaram solo lunar. Foi há 50 anos, a 20 de Julho de 1969.

 

A missão da Apollo 11 começou oficialmente a 16 de Julho de 1969, no Centro Espacial John F. Kennedy, em Cabo Canaveral, EUA, com a partida do foguetão: A alunagem a 20 de Julho foi o ponto fulcral do projecto.

 

Se quiseres saber mais sobre tudo o que se passou durante os oito dias em que os astronautas estiveram no espaço, pode ver cada minuto, em tempo real.

 

 

apollo11b.png

 

screenshot Apollo 11 in real time

créditos: NASA

https://apolloinrealtime.org/11/

 

O site Apollo 11 in real time é uma viagem extraordinária aos registos de todos os dados relativos à missão. Tem ainda informação posterior para que se possa melhor compreender a complexidade e a importância do momento.

 

apollo11b1.jpg

 

screenshot Apollo 11 in real time

créditos: NASA

https://apolloinrealtime.org/11/

 

Saber +

 

São 11 mil horas de aúdio do contrôlo da missão, 2 000 fotografias, 240 horas de áudio e informação sobre cada uma das amostras de superfície lunar recolhidas por Armstrong e Buzz Aldrin.

 

Pode começar a viagem 1 minuto antes do lançamento, ou ver o que estava a acontecer nesse segundo, há 50 anos atrás. Uma linha do tempo -T Minus 1M - à direita no topo da página acompanha cada minuto da missão e destaca os momentos mais interessantes, enquanto uma função de pesquisa permite percorrer as transcrições, comentários e amostras. 

 

apollo11b2.jpg

 

screenshot Apollo 11 in real time

créditos: NASA

https://apolloinrealtime.org/11/

 

Ben Feist e seu colaborador, o arquivista Stephen Slater, conceberam um painel que dá aos visitantes uma visão completa e transversal, mais alargada do que aquela a que os operadores no centro de contrôlo e os astronautas tiveram durante a missão à Lua.

 

É excitante ouvir abrir um painel que contém o áudio de cada posição de contrôlo no Contrôlo da Missão e vários outros loops de comunicação. Podemos abrir esse painel a qualquer segundo da missão e podemor ouvir aspectos como o médico de vôo a ameaçar colocar em quarentena todo o USS Hornet (34:48:49).

 

apollo11b3.png

 

screenshot Apollo 11 in real time

créditos: NASA

https://apolloinrealtime.org/11/

 

Actividades: Recursos

 

  • Apollo 11 in real time

 

Explora o site que te permite uma viagem na história sem paralelo. Se clicares no botão Now (lado direito), podes acompanhar o que s passou em cada momento, ou recuperar os momentos históricos, como o lançamento do foguetão (00:00:00), os primeiros passos na lua (109: 23: 40), o desembarque da Eagle (102: 46: 02).

 

apollo11-2019-publico.jpg

 

Espaço 1969

https://www.publico.pt/2019/07/14/infografia/

 

  • Espaço 1969/ 50 Anos Apollo 11:

 

Num recurso digital interactivo podes ter perspectiva desse histórico momento através da Infografia.

 

apollo11-2019-publico2.jpg

 

A Lua 50 anos depois

https://www.publico.pt/a-missao-que-deu-mais-espaco-ao-mundo

 

  • A Lua 50 anos depois:

 

A missão que deu mais espaço ao mundo: plataforma digital que te permite ter uma visão alargada do que aconteceu em 1969  e o que se segue actualmente.

 

 

 

 

  • Apollo 11 360º em RV

 

Já publicáramos uma outra actividade Apollo 11: Vamos a bordo com a #RV (2016) Trata-se de um conteúdo lúdico, em 360°, que te permite conhecer a missão que adiantou os Estados Unidos face à União Soviética naquela que, durante a Guerra Fria, foi conhecida como a Corrida ao Espaço

 

Põe o cinto, recobra o fôlego e atreve-te a entrar na nave espacial Apollo11.  O site é gratuito e está acessível a todos os que pretendem experienciar esta incrível aventura.

 

apollo11-sapo-jogo1.png

 

screenshot Jogo sapo Moon Lander

créditos: Sapo

https://js.sapo.pt/Projects/SapoMoonLander/

 

  • Jogo Sapo Moon Lander:

 

Podes jogar Moon Lander! Basta clicar, ler as Regras e jogar! Mas pulso firme... se não  pode correr mal e perderes!

 

A Professora GSouto

 

20.07.2019

 

fontes: NASA/ Sapo

 

Licença Creative Commons

 

O Sol Também é uma Estrela : livro & filme em tempo de férias

 

sol-tb-e-uma-estrela-livro1.jpg

 

O Sol também é uma Estrela

Nicola Yoon, 2017

Editora Presença

https://www.wook.pt/

 

" O romantismo associado ao pôr-do-sol não é diminuido pelo facto de o compreendermos um pouco."

 

Carl Sagan, O Ponto Azul Claro, in Introdução

 

O Sol também é uma Estrela é um livro de Nicola Yoon, adaptado agora ao cinema com o memo título.

 

Tem como protagonistas Natasha e Daniel. Estas duas personagens, devido a múltiplas coincidências, algumas um pouco loucas, vão dar certo, por incrível que pareça. Há o universo como guia...

 

 

sol-tb-e-uma-estrela2.jpeg

 

Natacha & Daniel

Yara Shahidi & Charles Melton

via ComingSoon.net

 

Sinopse:

 

A história de uma rapariga, um rapaz e o universo. 


Natasha: Sou uma rapariga que acredita na ciência e nos factos. Não acredito no destino. Ou nos sonhos que nunca se concretizam. Não sou de todo aquele tipo de rapariga que encontra um rapaz simpático numa rua nova-iorquina cheia de gente e se apaixona por ele. Não quando a minha família está a doze horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não será a minha história. 

Daniel: Sou o bom filho, o bom estudante, correspondendo sempre às elevadas expectativas dos meus pais. Nunca fui o poeta. Ou o sonhador. Mas quando a vejo, esqueço tudo isso. Algo em Natasha faz-me pensar que o destino nos reserva, a ambos, alguma coisa muito mais extraordinária. 

O universo: Cada momento das nossas vidas conduziu-nos a este momento único. Há um milhão de futuros perante nós. Qual deles se tornará realidade?

 

 

sol-tb-e-uma-estrela-livro.jpeg

 

The Suna Is Also a Star

Nicola Yoon, 2016

http://www.nicolayoon.com/

 

Traduzido do livro norte-americano The Sun Is Also a Star, da autora Nicole Yoon, cresceu entre a Jamaica e Brooklin, vive actuamente em Los Angeles.

 

 

sol-tb-e-uma-estrela-nicole-yoon1.jpg

 

Nicole Yoon

http://www.nicolayoon.com/

 

Nicole Yoon tem sido galardoado com vários prémios, entre os quais National Book Award for Young People's Literature Finalist e New York Times Notable Children's Book of the Year 2016

 

Voltando a Natacha e Daniel, estes encontram-se numa rua movimentada de Nova Iorque, e a partir de muitas coincidências, apaixonam-se.

 

 

sol-tb-e-uma-estrela5.jpg

 

O Sol também é uma Estrela

 Ry Russo-Young, 2019

https://www.imdb.com/

 

Filme

 

Tudo agradável, não fora o facto de Natasha estar a 12 horas de ser deportada do país para a Jamaica (seu país natal). Daniel tem pais sul-coreanos e já vive legalmente nos Estados Unidos.

 

A família jamaicana de Natacha encontra-se em solo norte-americano ilegalmente há nove anos e quando a situação é descoberta, chega a ordem de deportação.

 

 

sol-tb-e-uma-estrela4.jpg

 

O Sol também é uma Estrela

 Ry Russo-Young, 2019

https://www.imdb.com/

 

Para duas pessoas apaixonadas, Natasha e Daniel não podiam ser mais diferentes: ele é um romântico que pretende ser poeta, embora os pais exijam que tire o curso de Medicina.

 

Ele acredita no amor, no destino, nos seus sonhos, e nas coincidências da vida. Ela é uma rapariga que acredita na ciência, em factos, em verdades absolutas, não é uma sonhadora que acredita em amor e finais felizes.

 

Natasha e Daniel conhecem-se no último dia que tem ela tem para tentar alterar a situação, recorrendo a um advogado.

 

sol-tb-e-uma-estrela-filme.jpg

 

O Sol também é uma Estrela

 Ry Russo-Young, 2019

https://www.imdb.com/

 

Gostei do facto de os dois protagonistas serem de nacionalidade estrangeira. Como já disse, Natasha é da Jamaica e Daniel tem pais sul-coreanos.

 

O livro, bem como o filme abordam a diversidade cultural que se faz sentir na América do Norte e principalmente na multicultural Nova Iorque. Dá a conhecer uma outra vertente. Geralmente temos a tendência a pensar que os emigrantes sofrem discriminação por parte dos nativos, mas neste livro passa-se algo de diferente e interessante: os emigrantes sofrem discriminação por parte de outros emigrantes.

 

 

 

 

E temos a questão da esperança. Para alguém que só acredita em factos e verdades comprovadas, Natasha mantém até ao fim a esperança de ficar no país com Daniel.

 

Problemas e reflexões sobre esta história querida, adorável e moderadamente dramática.

 

 

sol-tb-e-uma-estrela-filme3.jpg

 

O Sol também é uma Estrela

 Ry Russo-Young, 2019

https://www.imdb.com/

 

Por fim, como pano de fundo desta história temos algo que muito nos agradará muito: o universo.Acredito em coincidências, acredito que o universo nos liga por alguma razão. 

 

Concluindo, não posso deixar de vos recomendar este livro e filme para as vossas férias! o filme conta uma história leve, um pouco lenta, por vezes, mas com um final feliz. Acontece.

 

O livro, relativamente pequeno, de leitura fácil, conta uma história simples, mas consistente.

 

sol-tb-e-uma-estrela-filme2.jpg

 

O Sol também é uma Estrela

 Ry Russo-Young, 2019

https://www.imdb.com/

 

Actividades:

 

Poderão ler um excerto online aqui

Para os românticos, e por que não para os cépticos destas coisas do acaso...

 

A Professora GSouto

 

14.07.2019

 

Licença Creative Commons

Livros para ler em férias : Hello LightHouse, ler em Inglês LE

 

 

lighthouse-book1a.jpg

 

Hello LightHouse

Sophie Blackall

https://www.amazon.com/

 

As férias começaram. E muitos alunos partem de férias com família ou em grupo de amigos.

 

Praia e costa são dos destinos mais procurados para usufruir do mar. Eis um livro que pode levar à descoberta de faróis.

 

O livro pareceu-nos uma bela homenagem a todos os que, de forma bem solitária, durante anos, dedicaram a vida a guardar e a assegurar o funcionamento daquelas "casas de luz".

 

 

lighthouse-book6.jpg

 

 

Hello LightHouse

Sophie Blackall

https://www.amazon.com/

 

Hello Lighthouse é um livro ilustrado escrito e ilustrado pela autora e ilustradora australiana, radicada nos Estados Unidos, Sophie Blackall. Sophie Blackall já ilustrou mais de 30 livros para crianças e adolescentes.

 

Podem conhecer um pouco mais sobre Sophie Blackall, biografia e bibliografia aqui

 

 

lighthouse-book-autora.jpg

 

 

Hello LightHouse

Sophie Blackall

créditos: Matt Carr

 

O livro parece-nos uma bela homenagem a todos os que, de forma bem solitária, durante anos, dedicaram a vida a guardar e a assegurar o funcionamento daquelas "casas de luz".

 

O livro conta a história de um farol e seu último faroleiro. Foi galardoado Janeiro, com a Medalha Caldecott 2019 pelas ilustrações. 

 

"“Children will delight in immersing themselves in the captivating discoveries each new look at Hello Lighthouse will bring."

 

Caldecott Medal Committee Chair Mary Fellows

 

Esta é a segunda vez que Blackall vence a Caldecott Medal. Em 2016, foi distinguida com Finding Winnie : The True Story of the World's Most Famous Bear, um livro que já conhecem.

 

Lembram quando escrevi sobre Winnie  e a sua verdadeira história?

 

 

lighthouse-book-winnie.jpg

 

 

Finding Winnie: The True Story of the World’s Most Famous Bear

Lindsay Mattick

illustration: Sophie Blackall

https://www.amazon.com/

 

Será que,  um destes dias,  atravessam o oceano, e chegam a Portugal? Em Português, claramente!

 

 

lighthouse-book8.jpg

 

 

Hello LightHouse

Sophie Blackall

https://www.amazon.com/

 

Visitar um farol por dentro significa viajar no tempo e imaginar  a vida daqueles que viveram confinados a espaços tão pequenos e isolados. Entendemos as rotinas dos seus guardiões, conhecemos os espaços onde passavam os dias e as noites, onde dividiam a vida com as famílias. Uma vida contada ao pormenor no diário de bordo de cada faroleiro.
 

 

 

lighthouse-book7.jpg

 

 

Hello LightHouse

Sophie Blackall

https://www.amazon.com/

 

Temos assim, uma visita guiada por Sophie Blackall, magnificamente ilustrada e bem documentada. As rotinas e os factos relatados revelam a dimensão da abnegação destes guardiões e das suas famílias, não deixando ninguém indiferente.
 
 
A chegada de um novo faroleiro, os alteralões e ajustes que faz, a solidão de um tempo que custa a passar, a chegada da mulher, o nascimento do filho, as estações do ano...são detalhes descritos primorosamente por Blackall, que nos faz viver cada um deles de forma singular.
 

 

 

 

 

Actividades férias:

 

Ler nas férias, é uma belíssima actividade para os estudantes. Desta vez, em Inglês, língua estrangeira I que só desenvolverá as suas capacidades de compreensão e alargamento de vocabulário.

 

 

lighthouse-book9.jpg

 

 

Hello LightHouse

Sophie Blackall

https://www.amazon.com/

 

Synopsis (English):

 

"Hello Lighthouse is a beautifully rendered story about a lighthouse keeper and the ins and outs of his daily life. The illustrations truly lift the story to another level, allowing readers to gather information from both the words and images to make meaning. It is sure to be a book that children return to again and again!"

 

 

lighthouse-book10.jpg

 

 

Hello LightHouse

Sophie Blackall

https://www.amazon.com/

 

Objectivo: 
 
 
Inglês, ler, estratégias de leitura (leitura autónoma, férias).
 
 
Níveis curriculares:
 
 
5º/6º ano ensino básico
 
 
A Professora GSouto
 
 
01.07.2019
 
 
Licença Creative Commons

 

Judith Kerr, autora & ilustradora : Clássicos da literatura infantil e juvenil !

 

 

judith-kerr12.jpg

 

 

Judith Kerr [1923-2019]

créditos: Richard Pohle/ Times

https://www.thetimes.co.uk/

 

Judith Kerr, famosa escritora de livros infantis, morreu esta quarta-feira, dia 22 Maio. Tinha 95 anos. Entre seus livros mais conhecidos estão O Tigre que veio para o chá, Mog, A Gata Esquecida e o autobiográfico Quando Hitler roubou o coelho cor-de-rosa

 

Estava prestes a completar 96 anos de vida, depois de ter já ultrapassado  50 anos de publicações literárias.

 

 

judith-kerr-livro-mog.png

 

 Mog, a Gata Esquecida

autora & ilustradora: Judith Kerr

1ª edição 2017

https://www.fnac.pt/

 

A coleção em que MOG, uma gata é protagonista tornou-se um clássico da literatura infantil. Dezassete histórias (não estão todas publicadas em Portugal): Mog, a Gata Esquecida, Mog e o bebé, Mog e o Coelhinho e O Natal da Mog.

 

 

judith-kerr-livro-mog1.jpg

 

 

Colecção Mog

autora e ilustradora Judith Kerr

 

Com mais de quatro milhões de livros vendidos em todo o mundo, a MOG é uma das maiores personagens da literatura infanto-juvenil. Publicada pela primeira vez em 1970, esta colecção está associada a valores como: família, afecto, amizade e entreajuda. 

 

Mog, a Gata Esquecida e Mog e o Bebé são os dois primeiros títulos que a Booksmile tem no seu catálogo.

 

 

judith-kerr1.jpg

 

 

O Tigre que veio tomar Chá

Autora & ilustradora Judith Kerr

http://www.kalandraka.com/

 

O tigre que veio tomar chá  é outro dos clássicos da autora, que publicou mais de 30 livros. Destacou-se também na ilustração. O ano passado foi mesmo premiada pela British Book Awards.

 

Durante décadas, todos os seus trabalhos, foram mantidos num estúdio da autora em Londres. Agora estão num centro infantil em Newcastle, noroeste de Inglaterra.

 

 

judith-kerr-mog1.jpg

 

 

Judith Kerr e Katinka (gata) no estúdio em Londres

créditos: Andrew Crowley

https://www.telegraph.co.uk/

 

 

 Saber +

 

Judith Kerr nasceu em Berlim, Alemanha (à data República de Weimar), em 1923, filha do escritor e crítico alemão Alfred Kerr, de ascendência judaica. O facto da família ser de origem judaica e tambémo de o pai ser um feroz opositor ao regime nazi, levaram a jovem Judith a passar a infância e a adolescência noutros países, como Suíça, França e Inglaterra. É por lá que começa a sua história como autora.

 

 

judith-kerr6.jpg

 

 

Quando Hitler Me Roubou o Coelho Cor-de-Rosa

Judith Kerr

http://www.sitiodolivro.pt/

 

Judith publicou Quando Hitler Roubou o Coelho Cor-de-Rosa (1971), história baseada na sua experiência pessoal que se tornou um símbolo da literatura infanto-juvenil autobiográfico, onde conta os horrores da Guerra como adolescente, embora use de um certo humor para aligeirar o sofrimento. O livro foi publicado em Portugal em 1971 e reeditado em 2015.

 

 

judith-kerr-book.jpg

 

 

A Small Person Far Away

Judith Kerr, 1987

https://www.amazon.co.uk/

 

Ir + longe:

 

Judith Kerr escreveu ainda outros dois romances semi-biográficos e inspirados nesse passado familiar e no período da Segunda Guerra Mundial: Bombs on aunt Dainty (1975) e A small person far away (1987), inéditos em Portugal.

 

 

judith-kerr-book1.jpg

 

 

Bombs on Aunt Dainty

Judith Kerr, 1975

https://www.amazon.co.uk/

 

A estreia literária de Judith Kerr deu-se aos 45 anos, em 1968, com O Tigre que Veio para o Chá, a partir de uma história que contou à filha, depois de uma visita a um jardim zoológico.

 

Considerado um clássico da literatura para a infância, vendeu já milhares de exemplares e está publicado em Portugal.

 

Em 1945, Judith ganhou uma bolsa para a Central School of Arts, e, desde então, trabalhou como artista, guionista de televisão e, ao longo dos últimos trinta anos, como autora e ilustradora de livros infanto-juvenis. 

 

judith-kerr-book2.jpg

 

 

Judith Kerr [1923-2019]

créditos: Judith Kerr/Getty Images

https://www.bbc.com/news/

 

Numa entrevista publicada a semana passada no britânico The Guardian, Judith Kerr confessou que o seu maior medo era “não poder trabalhar”. E que "o momento mais feliz da sua vida fora quando recebeu uma bolsa para estudar numa escola de arte em Londres", (1945). E que o livro O tigre que veio para o chá "lhe mudara a vida".

 

 

judith-kerr-book3.jpg

 

 

Katinka's Tail

Judith Kerr, 2017

https://www.amazon.co.uk/

 

Apesar da idade, Judith Kerr manteve-se activa na escrita e na ilustração. Publicou em 2015 Mr. Cleghorn's Seal e em 2017 Katinka's Tail.

 

 

judith-kerr5.jpg

 

 

Mr. Cleghorn's Seal

Judith Kerr, 2015

 http://ecx.images-amazon.com/

 

Segundo a editora HarperCollins, em Junho sairá The Curse of the School Rabbit. O representante da editora, Charlie Redmayne, afirmou que ela era uma pessoa maravilhosa, inspiradora, sempre discreta, muito engraçada e que “amava uma festa”.

 

"Era uma artista e contadora de histórias brilhantemente talentosa que nos deixou um trabalho extraordinário. Sou abençoado por tê-la conhecido”. 

 

Judith Kerr é uma das autoras de livros infantis mais populares do século XX.

 

Actividades:

 

Leitura de livros de Judith  Kerr em Português e/ou Inglês, segundo o currículo escolar leccionado e nível etário dos alunos.

 

A Professora GSouto

 

24.05.2019

 

Licença Creative Commons

 

A Narrativa : Guerra dos Tronos : Série 8 capítulo 4

 

 

game-of-thrones-pt1.jpg

 

 

Guerra dos Tronos | Game of Thrones

série 8, capítulo 4

https://hboportugal.com/series/

 

Todos assistiram segunda-feira, de madrugada, ao capítulo 4 da 8ª série da sequela Guerra dos Tronos, universalmente conhecida por Game of Thrones, estou certa. E ontem foram para as aulas todos ensonados.

 

Eu só vi ontem à noite. Mas já sabia todas as novidades... com e sem spoilers. 

 

 

 

 

Todos sabemos, que a série 8 começou a nível mundial, Estados Unidos e Portugal simultâneamente (com um ligeiro atraso devido  'a avaria' (?). Este foi o teaser de lançamento da HBO em Portugal.

 

A Guerra dos Tronos é essencialemente uma sequela de jogos de poder, de como o poder pode corromper. Baseada na obra de George R.R. Martin

 

 

game-of-thrones-livros.jpg

 

 

Sequela Guerra dos Tronos

George R.R. Martin

https://www.fnac.pt/

 

A Narrativa:

 

O poder é, para a maioria das personagens, tudo. Seja o poder sobre a pessoa amada, sobre um exército ou sobre um povo, a Guerra dos Tronos relata, acima de tudo, as conversas tidas antes da acção.

 

Do que se conspira antes de ser realizada. Dos apertos de mão, e dos olhares cínicos ou furiosos. O poder é, para a maioria das personagens, tudo. A narrativa da Guerra dos Tronos  desenrola-se assim. Entre momentos de pausa e momentos de acção narrativa.

 

A localização espácio-temporal? Interessante estudar!  São vários os países em que foi filmada: Marrocos, Irlanda, Espanha, são alguns deles. 

 

 

 

 

Então, depois da terrível e mortífera batalha do capítulo 3,  o capítulo 4 começou com a homenagem aos caídos. O episódio começa em Winterfell, logo após o término da batalha.

 

Jon Snow faz um discurso sobre a importância de lembrar aqueles que morreram e os sobreviventes despedem-se dos mortos, nos quas se inclui Sor Jorah Mormont, Lyanna Mormont, Edd Doloroso e Theon Greyjoy.

 

 

 

 

Daenerys chora morte de Sor Jorah Mormont

Guerra dos Tronos, capítulo 3

https://hboportugal.com/series/

 

E, quando chegou ao final ao episódio, ficámos em King’s Landng, com as tropas de Cersei e Daenerys a postos para se enfrentarem.

 

É por isso que a conversa entre Tyrion e Varys, já perto do final deste quarto episódio (já só faltam dois!), tem que prender a atenção de todos os fãs da Guerra dos Tronos.

 

 

 

 

Varys: Servi tiranos a maior parte da vida. Todos falam de destino.

 

Tyrion: Ela é uma rapariga que entrou no fogo com três pedras e saiu com três dragões. Como pode não acreditar no destino?


Varys: Talvez seja esse o problema. Convenceu-se de que tinha de nos salvar.


Tyrion: E como sabeis que não tinha?

 

A conversa principia depois de uma reunião em que se decide qual o plano para atacar Cersei e o Porto Real. A reunião tem lugar depois de Daenerys ver Euron Greyjoy matar-lhe um dragão e raptar a sua melhor amiga Missandei.

 

 

game-of-thrones-pt6.jpeg

 

 

Missandai, Daenerys, Varys

Guerra dos Tronos, capítulo 4

https://hboportugal.com/

 

Daenerys e Grey Worm querem invadir a cidade, mas Tyrion e Varys dizem-lhes que é um erro. Uma invasão poderá causar milhares de mortes inocentes. A certa altura, Daenerys pergunta a Varys se ele acredita que estamos neste mundo por alguma razão, afirmando que a dela é “libertar o mundo de tiranos”, uma vez que é esse o seu destino. E esse destino será cumprido “a todo o custo”.

 

Nesse diálogo, temos tudo aquilo que nos aproxima de uma série passada num universo imaginário de sete reinos, com gigantes, feiticeiras e dragões. Com muita crueldade à mistura. 

 

Ao quarto episódio da sua última temporada, a Guerra dos Tronos presenteou-nos então com um episódio que fez as delícias dos amantes da sequela: jogos de poder, intriga, reviravoltas, amores proibidos, corações partidos, mortes inesperadas. É isto a Guerra dos Tronos.

 

Mas, atenção! Houve um pormenor que, mais do que os acontecimeentos inesperados e chocantes do quarto episódio da última temporada de Game of Thrones, uma imagem nos chamou a atenção! Algo que nada tem a ver com a história da série. Um copo de latte de uma marca que todos nós bem ceonhecemos. E bem real e actual!

 

 

game-of-thrones-pt2.jpg

 

Daenerys e copo de latte

Guerra dos Tronos, capítulo 4

https://hboportugal.com/series/a-guerra-dos-tronos/temporada-8

 

Pois é! Muitos fãs reparam no 'paradoxo' e foram para as redes sociais postar imagens da cena em que o copo aparecia ao lado de Emilia Clarke, atriz que interpreta Daenerys Targaryen.

 

A HBO reagiu confirmando que a presença do copo foi um erro dizendo, em tom de brincadeira, que Daenerys, na realidade, tinha pedido um chá em vez de café. A própria marca internacional postou no Twitter:

 

"TBH we're surprised she didn't order a Dragon Drink."

 

O 'intruso' já foi apagado da série através de tecnologia. Se for rever o episódio, o copo já não vai aparecer. Eh eh!

 

Mais uma vez, os admiradores utilizaram as redes sociais, principalmente o Twitter, para mostrar que estão aentos e acusaram a produção de ter cometido um descuido, uma vez que o objecto não se enquadra na época que o autor pretende representar. 

 

Os telespectadores de todo o mundo já habituaram a Internet a tornar alguns dos momentos mais divertidos da história em 'memes', que se acabam por tornar virais.

 

 

 

 

Bom, mas os últimos minutos foram muito dramáticos com  a morte de Missandei. Todos ficámos muito chocados. E há muitos fãs que repudiam a frieza da  rainha Cersei, apesar de Tyrion lhe ter implorado que não a sacrificasse. 

 

 

game-of-thrones-pt4.jpg

 

Daenerys

Guerra dos Tronos, capítulo 4

https://hboportugal.com/series/

 

E esta foi a última imagem que vimos do episódio 4 da oitava série. Uma Daenerys sofrida, com desejo de uma vingança dura.

 

Após a carnificina da batalha do episódio 3 contra o Night King, esperava-se uma pausa de morte e da destruição. Mas não em Game of Thrones com seu desejo de matar as personagens mais amadas quando menos esperamos.

 

A indignação que começou na semana passada com o tratamento insensível dos Dothraki atingiu agora o auge com horrorosa, dolorosa morte de Missandei. vamos aguadar pelo capítulo 5 que não deve ser menos violento.

 

A Guerra dos Tronos apaixona meio mundo. Mas, não tem a ver com gigantes, feiticeiras e dragões. Ultrapassa de longe a crueldade de Hunger Games. E nada tem a ver, agora que podemos comparar, com O Senhor dos Anéis.

 

Tem a ver com a forma como o mundo que a sequela retrata, não é muito diferente do nosso. Também como aceitamos (ou não) o destino, e as escolhas que fazemos. Veremos nos dois capítulos finais...

 

Actividades:

 

  • Se estão a ler a sequela, não esqueçam de fazer uma análise crítica da narrativa original e da narrativa ficcionada na série televisiva.

 

  • Se ainda não, é altura de começar a ler. Só enriquecerá o estudo da Narrativa que faz parte dos conteúdos curriculares.

 

  • Não esquecer de ler a biografia e bibliografia de George R.R. Martin. Bem como entrevistas do autor sobre a adaptação da sua obra à sequela televisiva.

 

A Professora GSouto

 

07.05.2019

 

Licença Creative Commons

 

Páscoa : Ovos & tradições ? Recursos

 

 

 

easter17c.jpg

 

 

créditos: Autor não identificado

via Google imagens

 

E chega Páscoa, multiplicando-se os votos de saúde e prosperidade que se associam aos ovos de chocolate.

 

Esta tradição antiga, anterior mesmo ao Cristianismo, associa-se a deuses pagãos. Antes de se instituir a Quaresma, os ovos já eram trocados nas festas do equinócio da Primavera, em tributo à renovação da natureza. 

 

Povos do Oriente têm também o hábito de colorir ou pintar ovos, embora em outras festividades.

 

 

pascoa2019a.jpg

 

 

créditos: AFP

via Viagens Sapo

 

O ovo encarado como talismã, era susceptível de dar sorte, amor e dinheiro a quem os recebia. Ovos coloridos com corantes naturais, em infusões de beterraba, lírio roxo, açafrão, sumo de espinafre. Um delicado trabalho artesanal. 

 

Em muitos países europeus, crê-se que comer ovos no Domingo de Páscoa traz saúde e boa sorte durante todo o ano.

 

 

 

 

créditos: Autor não identificado

via Goolge images

 

Uma antiga crença, afirma que se o ovo for posto na Sexta-Feira Santa, afastará as febres. Em regiões rurais francesas, as mulheres comem os ovos postos pelas galinhas na Quarta-Feira de Cinzas, estando os de Sexta-Feira reservados aos homens.

 

Recomenda-se, ainda, aos casais que partilhem um ovo posto no dia de Páscoa. Assegurará a felicidade na união.

 

 

 

 

 

créditos: Autor não identificado

via conmihijos

 

A oferta de ovos às crianças só surge no século XV, na Alsácia, dai difundindo à restante Europa.

 

No século XVI, o Velho Continente, iniciou o fabrico de ovos de chocolate, beneficiando com a chegada do cacau do Novo Mundo, a bordo das caravelas.

 

 

 

Bettys

https://www.bettys.co.uk/

 

Os Ovos da Páscoa viriam a ser adoptados pelo Cristianismo. Em França, já no século XIX, eram uma especialidade da confeitaria e dos grandes pasteleiros.

 

Outras tradições:

 

Na Hungria, a tradição popular da Páscoa manda que na Segunda-feira de Páscoa, os homens borrifem a cabeça das mulheres com perfume ou água e em troca recebam um beijo. Antigamente acreditava-se que esse ritual tinha um efeito purificador e curativo.

 

 

 

 

Haux, França

créditos:  Remy Gabalda / AFP - Getty Images

https://www.nbcnews.com/news/

 

Na França, cidade de Haux, é confeccionada uma omelete gigante. Mais de 4 000 ovos. A omelete, servida na praça principal da cidade, deverá alimentar 1 000 pessoas. A tradição terá começado quando Napoleão e o seu exército pararam na cidade e o imperador ordenou que os habitantes recolhessem todos os ovos e servissem uma omelete gigante às suas tropas.

 

Na Bulgária, a Páscoa é celebrada com lutas de ovos. Quem conseguir sair desta batalha 'oval' com um ovo intacto, será declarado vencedor.

Outra tradição búlgara é tingir de vermelho os ovos de Páscoa. O primeiro ovo tingido simboliza saúde e boa sorte para a família e deverá ser guardado até à Páscoa seguinte.

 

Sempre bom saber as tradições que tantas vezes estão associadas às nossas celebrações.

 

Boa Páscoa. E boas férias!

 

A Professora  GSouto

 

19.04.2019

 

Licença Creative Commons