Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Páscoa : Ovos & tradições ? Recursos

 

 

 

easter17c.jpg

 

 

créditos: Autor não identificado

via Google imagens

 

E chega Páscoa, multiplicando-se os votos de saúde e prosperidade que se associam aos ovos de chocolate.

 

Esta tradição antiga, anterior mesmo ao Cristianismo, associa-se a deuses pagãos. Antes de se instituir a Quaresma, os ovos já eram trocados nas festas do equinócio da Primavera, em tributo à renovação da natureza. 

 

Povos do Oriente têm também o hábito de colorir ou pintar ovos, embora em outras festividades.

 

 

pascoa2019a.jpg

 

 

créditos: AFP

via Viagens Sapo

 

O ovo encarado como talismã, era susceptível de dar sorte, amor e dinheiro a quem os recebia. Ovos coloridos com corantes naturais, em infusões de beterraba, lírio roxo, açafrão, sumo de espinafre. Um delicado trabalho artesanal. 

 

Em muitos países europeus, crê-se que comer ovos no Domingo de Páscoa traz saúde e boa sorte durante todo o ano.

 

 

 

 

créditos: Autor não identificado

via Goolge images

 

Uma antiga crença, afirma que se o ovo for posto na Sexta-Feira Santa, afastará as febres. Em regiões rurais francesas, as mulheres comem os ovos postos pelas galinhas na Quarta-Feira de Cinzas, estando os de Sexta-Feira reservados aos homens.

 

Recomenda-se, ainda, aos casais que partilhem um ovo posto no dia de Páscoa. Assegurará a felicidade na união.

 

 

 

 

 

créditos: Autor não identificado

via conmihijos

 

A oferta de ovos às crianças só surge no século XV, na Alsácia, dai difundindo à restante Europa.

 

No século XVI, o Velho Continente, iniciou o fabrico de ovos de chocolate, beneficiando com a chegada do cacau do Novo Mundo, a bordo das caravelas.

 

 

 

Bettys

https://www.bettys.co.uk/

 

Os Ovos da Páscoa viriam a ser adoptados pelo Cristianismo. Em França, já no século XIX, eram uma especialidade da confeitaria e dos grandes pasteleiros.

 

Outras tradições:

 

Na Hungria, a tradição popular da Páscoa manda que na Segunda-feira de Páscoa, os homens borrifem a cabeça das mulheres com perfume ou água e em troca recebam um beijo. Antigamente acreditava-se que esse ritual tinha um efeito purificador e curativo.

 

 

 

 

Haux, França

créditos:  Remy Gabalda / AFP - Getty Images

https://www.nbcnews.com/news/

 

Na França, cidade de Haux, é confeccionada uma omelete gigante. Mais de 4 000 ovos. A omelete, servida na praça principal da cidade, deverá alimentar 1 000 pessoas. A tradição terá começado quando Napoleão e o seu exército pararam na cidade e o imperador ordenou que os habitantes recolhessem todos os ovos e servissem uma omelete gigante às suas tropas.

 

Na Bulgária, a Páscoa é celebrada com lutas de ovos. Quem conseguir sair desta batalha 'oval' com um ovo intacto, será declarado vencedor.

Outra tradição búlgara é tingir de vermelho os ovos de Páscoa. O primeiro ovo tingido simboliza saúde e boa sorte para a família e deverá ser guardado até à Páscoa seguinte.

 

Sempre bom saber as tradições que tantas vezes estão associadas às nossas celebrações.

 

Boa Páscoa. E boas férias!

 

A Professora  GSouto

 

19.04.2019

 

Licença Creative Commons

Dia Internacional do Património : Património e Paisagem Rural : actividades

 

dia-monum-sitios2019.jpg

 

 

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

http://www.patrimoniocultural.gov.pt/

 

 

Celebra-se hoje, dia 18 Abril, o Dia Internacional dos Museus e Sítios. Comemorado todos os anos, este dia dedicado ao património cultural abre-se aos Museus e Sítios de todo o mundo.

 

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (DIMS), foi criado pelo Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios (ICOMOS) a 18 de Abril de 1982, e aprovado pela UNESCO no ano seguinte, com o objectivo de sensibilizar os cidadãos para a diversidade e vulnerabilidade do património, bem como para a necessidade da sua proteção e valorização.

 

A Direção-Geral do Património Cultural, coordenadora nacional do DIMS, em colaboração com o ICOMOS Portugal, convida-nos a associar a esta comemoração através da participação nas iniciativas que decorrem em todo o país.

 

 

Tema 2019:

 

"Património e Paisagem Rural"

 

 

A Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC), em colaboração com o ICOMOS Portugal, impulsiona a divulgação do tema com a finalidade de promover o entendimento das zonas rurais enquanto paisagem, e da paisagem enquanto património.

 

Actividades programadas para o dia 18 de Abril, Dia Internacional dos Monumentos e Sítios 2018 a consultar aqui

 

Eventos:

 

 

dia-monum-sitios2019a.jpg

 

 

Roteiro do Arista

visita guiada

http://w3.patrimoniocultural.pt/

 

 

  • Visita Guiada - Roteiro do Arista

 

Trata-se de um percurso por oito dos locais mais emblemáticos do concelho de Penacova. Em cada uma das paragens o participante encontrará uma das letras que formam a palavra Penacova e terá uma breve apresentação com curiosidades sobre o local.

 

Data

18 de Abril

 

Hora

14h00 - 18h00

 

Público Alvo

Público em geral. Inscrições limitadas a 25 pessoas.

 

 

dia-monum-sitios2019b.jpg

 

 

Exposição Pop up Ruralidade do séc- XXI

nas pinturas de Natália Gromicho

http://w3.patrimoniocultural.pt/

 

 

  • Ruralidades do séc.XXI nas pinturas de Natália Gromicho

 

Exposição pop up em Lisboa com uma selecção de obras da artista plástica Natália Gromicho, onde pode encontrar uma ligação à ruralidade Asiática, Africana e Europeia.

 

Algumas das obras que vão estar patentes pertencem a colecções privadas, o que torna este um evento único.

 

Data

18 de Abril

 

Hora

14h00-17h00

 

Público Alvo

Todo o publico em geral sem restrições. Entrada gratuita

 

 

dia-monum-sitios2019d.jpg

 

 

 Aldeia do Sistelo

créditos: Fotoo Beleza/ Eduardo Pimenta

Jornal AVV

 

Actividades escolas:

 

Em Portugal é promovido um programa de actividades cujo acesso, na grande maioria, é gratuito.

 

Mas este ano, o Dia Internacional do Monumentos e Sítios coincidiu com as férias da Páscoa.

 

Caberá aos pais durante as suas curtas estadias de férias familiares alertar os adolescentes, alguns até em casas de campo de família ou turismo rural para a importância da fragilidade e mutabilidade das paisagens rurais e necessidade de conservação e salvaguarda.

 

 

elyx-greve-estudantes-amb.jpg

 

https://www.facebook.com/ElyxYak/

 

Estamos a falar de uma nova geração que se preocupa com o ambiente. Participa activamente no movimento mundial de Greve estudantil pelo Ambiente,  e que se juntou à Hora do Planeta.

 

dia-monum-sitios2019e.jpg

 

 

Douro vinhateiro

créditos. Viajar entre viagens

 

Após as férias da Páscoa, este tema deverá ser abordado em projectos transcurriculares, como diversas actividades:

 

 

  • As escolas programarão visitas de estudo com os alunos, de modo a que estes possam ter acesso ao património rural cultural do seu país, num ano especilamente importante para as novas gerações.
  • As escolas, com o apoio dos Professores das várias áreas curriculares programaram Actividades variadas para celebrar o tema 2018: "Património E Paisagem Cultural."

 

A Professora GSouto

 

18.04.2019

 

Licença Creative Commons

 

Ciência : Primeira foto de Black Hole ! Parabéns cientista Katie Bouman !

 

Google Doodle celebra a 1ª imagem de um Black Hole

doodler: Nate Swinehart 

https://www.google.com/doodles/

 

Hoje, dia 11 Abril 2019, Google celebra a primeira imagem de um Buraco Negro/ Black Hole com um Doodle criado literalmente 'feito em cima do joelho' por um dos criativos/doodlers da Google.

 

Habitualmente, estas criações são o resultado de várias semanas (ou até meses) de planeamento e rascunhos.  Mas este foi em cima do acontecimento. Ciente da importância científica deste feito, o criativo/doodler Nate Swinehart não perdeu tempo e criou todo o conceito deste Doodle no seu carro, enquanto ia para o trabalho. Parabéns!

 

doodle-black-hole.jpg

 

 

rascunho do Doodle

doodler: Nate Swinehart 

@unlevelednate

 

Google Doodle:

 

O Doodle começa por nos apresentar as palavra Google com um quadrado em branco ao centro, onde é apresentada a fotografia do buraco negro após um 'flash'.

 

Depois de tirada a fotografia, aparece o evento característico dos buracos negros. O centro da fotografia começa a 'aspirar' todos os conteúdos da imagem, acabando por se consumir a si próprio.

 

Nate Swinehart não é um novato neste tipo de criações. Foi responsável por vários Doodles referentes a astros. Para Swinehart, este tipo de eventos são uma excelente oportunidade para criar algo que deixe as pessoas interessadasa neste tipo de acontecimentos.

 

 

black-hole-katie-bouman2.jpg

 

Programadora Katie Bouman

responsável pelo algorítmo que revelou imagem

via  Facebook

 

 

Programadora Katie Bouman:

 

E quem foi a responsável pela prineira foto do buraco negro? Chama-se Katie Bouman, tem 29 anos e foi graças a ela que o mundo assistiu a um marco histórico ontem, dia 10 Abril: a divulgação da primeira fotografia de sempre de um buraco negro.

 

 

 

 

1ª fotografia de Black Hole

https://eventhorizontelescope.org/

 

A jovem cientista foi quem liderou a criação de um algoritmo que permitiu captar a imagem real nunca antes vista pelo Homem, e que veio comprovar a Teoria da Relatividade Geral de Albert Einstein, divulgada há mais de um século, isto é, em 1915.

 

 

black-hole-katie-bouman1.jpg

 

Programadora Katie Bouman

via Facebook

 

Foi em Junho que Katie Bouman e outros investigadores viram pela primeira vez o resultado de vários anos de trabalho e investigação: um “anel de fogo”, criado pela deformação do espaço-tempo, formado pelas ondas de luz que não foram sugadas pelo buraco. Mas Bouman e os colegas tiveram de guardar este segredo durante muito tempo.

 

A imagem foi revelada ao mundo ontem, dia 10 Abril e Bouman pode, finalamente, partilhar o feito publicamente. No Facebook, a investigadora publicou uma fotografia do momento em que assistiu ao processamento da imagem pela primeira vez.

 

 

black-hole-katie-bouman.png

 

Programadora Katie Bouman

via Facebook

 

A cientista explicou ao MIT News que tentar tirar uma fotografia de um buraco negro é como “tentar fotografar uma laranja na Lua, mas com um radiotelescópio”.

 

"Imaginar algo tão pequeno significa que precisamos de um telescópio com 10 mil quilómetros de diâmetro, o que não é prático porque o diâmetro da Terra não chega a 13 mil quilómetros”

 

Katie Bouman

 

Por isso, não foi usado apenas um, mas vários radiotelescópios, localizados em diferentes pontos do globo.

 

Ora, o algoritmo de Bouman foi decisivo no processamento final da imagem, rendendo os dados recolhidos pelos vários radiotelescópios.

 

 

black.hole-margaret-hamilton.jpg

 

 

Programadora Margaret Hamilton

créditos: NASA

https://www.nasa.gov/

 

O MIT comparou mesmo o algoritmo de Bouman ao código da cientista Margaret Hamilton, que permitiu a viagem do Homem à Lua.

 

Apesar da importância do seu contributo, Bouman realça o esforço colectivo desta investigação, o projecto Event Horizon, que envolveu uma equipa de 200 investigadores de todo o mundo, entre astrónomos, engenheiros e matemáticos.

 

 

black-hole-katie-bouman3.png

 

 

via Katie Bouman

Facebook

 

Bouman admitiu que se questiona sobre formas de envolver mais mulheres na ciência.

 

"Às vezes penso sobre isso. Como podemos envolver mais mulheres? Um ponto-chave pode ser mostrar que o trabalho em ciências da computação ou em engenharia não é só sentar no laboratório e montar um circuito ou escrever código no computador. (…) É trabalhar com pessoas de todo o mundo, é ir a telescópios que estão a mais de 4.000 metros de altitude. É trabalhar para captar a primeira fotografia de um buraco negro.”

 

 

Bouman é agora professora assistente de computação e ciências matemáticas no Instituto de Tecnologia da California, em Pasadena, mas diz que vai continuar a trabalhar com o projeto Event Horizon.

 

A Professora GSouto

 

11.04.2019

 

Licença Creative Commons

 

Dia Internacional do Livro Infantil & Feira do Livro de Bolonha : livros & ilustradores

 

childrensbookday2019-Abigail.jpg

 

Dia Internacinal do Livro Infantil

créditos: cartaz Abigail Ascenso

http://livro.dglab.gov.pt/

 

​E chegou o dia tão especial. No dia 2 de Abril celebra-se o Dia Internacional do Livro Infantil em comemoração do nascimento de Hans Christian Andersen, o escritor dinamarquês que deu origem, segundo a tradição, ao conto infantil.

 

 

 

 

Hans Christian Andersen

credits: Getty Images

https://www.gettyimages.pt/

 

A partir de 1967, o dia 2 de Abril passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se assim a atenção para a importância da leitura e para o papel dos livros para a infância.

 

A versão do cartaz português que assinala o Dia Internacional do Livro Infantil 2019, é  da ilustradora Abigail Ascenso, vencedora de uma Menção Especial do Prémio Nacional de Ilustração do ano passado, convidada pela DGLAB.

 

 

childrensbookday20191.png

 

 

International Children's Book Day 2019
credits: poster Kęstutis Kasparavičius

 

A mensagem e cartaz 2019 do IBBY internacional, este ano da responsabilidade da secção IbbY Lituânia e autor e ilustrador Kęstutis Kasparavičius.

 

Mensagem 2019: "Os livros convidam a uma pausa"

 

“Tenho pressa! … Não tenho tempo!... Adeus!...” Eis aqui expressões que ouvimos quase todos os dias, provavelmente não apenas na Lituânia, no coração da Europa, mas um pouco por todo o mundo. E também com frequência se ouve dizer que vivemos numa época de excesso de informação, de pressa, de aceleração. 


Mas quando pegamos num livro, sentimo-nos logo diferentes. É como se os livros tivessem uma característica maravilhosa: ajudam-nos a relaxar. Abrimos um livro, mergulhamos nas suas profundezas tranquilas, e esquecemos o medo de que tudo passe ao nosso lado a uma velocidade vertiginosa, não nos permitindo ver o que quer que seja, O livro faz-nos acreditar que podemos abandonar as tarefas aparentemente urgentes. "

 

Kęstutis Kasparavičius, mensagem 2019 (excerto)

 

 

chidrensbookday2019-Abigail1.jpg

 

 

Gaspar, o dedo diferente

Ana Luisa Amaral

ilustração: Abigail Ascenso

 

Ilustradora: Abigail Ascenso

 

Abigail Ascenso nasceu em 1979, em Leiria. Licenciada em Design de Comunicação/Arte Gráfica pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto, fundou em 2003, com Fedra Santos, o atelier Furtacores Design e Comunicação, onde tem desenvolvido trabalho nas áreas de design gráfico, fotografia e ilustração infantil. Tem realizado exposições individuais de ilustração infantil e participado em colectivas de pintura.

 

Com o livro Gaspar, o dedo diferente (texto de Ana Luísa Amaral), participou na mostra «100 Livros para o Futuro» promovida pela DGLAB na Feira do Livro Infantil de Bolonha em 2012.

 

chidrensbookday2019-Abigail2.jpg

 

 

A Noite

Manuel António Pina

ilustração: Abigail Ascenso

https://www.amazon.com/

 

Ilustrou já mais de uma dezena de livros para os mais novos. Em 2018 recebeu uma das duas Menções Especiais do  com o livro A Noite (peça de teatro) texto de Manuel António Pina.

 

 

bologna-fair-logo2019.png

 

 

Bologna Children's Book Fair 2019

http://www.bookfair.bolognafiere.it/

 

E ontem, dia 1 de Abril iniciou-se a Feira do Livro Infantil de Bologna / Bologna Children's Book Fair 2019 e que decorrerá até 4 de Abril.

 

O país convidado é a Suiça  que apresentarã um vasto programa e uma exposição de Ilustradores Suiços.

 

bolognafair2019c.png

 

http://www.bookfair.bolognafiere.it/

 

Durante quatro dias a Feira do Livro Infantil de Bologna reúne centenas de editores, livreiros, autores e ilustradores de todo o mundo em torno da divulgação do livro ilustrado para a infância e juventude.

 

 

bolognafair2019.png

 

 

Bologna Books Fair 2019/ Ilustradores

http://www.bookfair.bolognafiere.it/

 

Além dos 'stands' de cada editora ou entidade promotora, há um extenso programa paralelo de debates, lançamentos, prémios e exposições.

 

 

bologna-fair-logo2019b.jpg

 

 

Atlas das Viagens dos Exploradores
Isabel Minhós Martins & Bernardo P. Carvalho
https://www.planetatangerina.com/
 
 

O livro Atlas das viagens e dos exploradores, de Isabel Minhós Martins e Bernardo P. Carvalho, venceu o Prémio de Melhor Livro de Não-Ficção.

 

O Prémio de Melhor Editora Europa foi atribuído a Orfeu Negro

 

 

 

 

Também os ilustradores Carolina Celas e André Letria foram seleccionados para a exposição anual de ilustração, pelos seus trabalhos nos livros Horizonte e A Guerra, respectivamente.

 

 

bolognafair2019a.jpg

 

 

A Guerra

José Jorge Letria

ilustração: André Letria

https://www.pato-logico.com/

 

Hoje, dia 2 de Abril será anunciado o vencedor do prémio ALMA que este ano conta com um número considerável de candidatos portugueses: Bernardo P. Carvalho, Catarina Sobral, Luísa Ducla Soares, Maria Teresa Maia Gonzalez e Andante Associação Artística.

 

 Actividades:

 

  • Convidar os alunos para uma visitar à bibliotecada escola seleccionar um livro para a sala de aula;
  • Solicitar a leitura em voz alta de um excerto previamente seleccionado;
  • Ler um livro na biblioteca da escola. Ou requisitar para ler em casa. Se a mediateca estiver apetrechada, requisitar um ebook, se tiverem um leitor. Há bibliotecas escolares que já têm alguns leitores;
  • Fazer uma visita de estudo a uma livraria e comprar um novo livro com a semanada para ler e juntar à biblioteca da turma. Os livros serão utilizados apenas na sala de aula e no final do ano, serão devolvidos aos alunos que os adquiriram.

 

books-bg_footer.gif

 

 

 

" O mundo do livro é um mundo aberto; nele, a realidade convive com a fantasia e com a imaginação. E às vezes não sabemos bem onde observámos - se no livro, se na vida - a beleza dos pingos de neve que escorrem do telhado da casa, ou do musgo que cobre a cerca do vizinho. Terá sido no livro ou na vida que provámos as bagas silvestres e percebemos que, apesar de bonitas, são igualmente amargas? E foi no livro ou na vida que um dia te deitaste na relva, ou te sentaste depois, de pernas cruzadas, contemplando o movimento das nuvens que atravessam o céu? "

 

Kęstutis Kasparavičius, mensagem 2019 (excerto)

 

A Professora GSouto

 

02.04.2019

 

Licença Creative Commons

 

Hora Planeta : Não esquecer ! Desliga as luzes e liga-te ao Planeta !

 

earth-hour-unesco-fb.jpg

 

Hora do Planeta

créditos: UNESCO

https://www.facebook.com/unesco/

 

É hoje, dia 30 Março que todos nós estaremos empenhados em respeitar a Hora do Planeta, entre as 20:30 e as 21:30, hora local.

 

Hora do Planeta é uma iniciativa global ambiental em parceria com a WWF. Empresas, governos, comunidades, cidades e cidadãos  são convidados a desligarem as suas luzes durante uma hora neste sábado, dia 30 de Março de 2019 às 20:30 para apoiar a acção ambientalmente sustentável.

 

 

 

 

Saber +

 

10 anos depois a Hora do Planeta tornou-se num movimento de sustentabilidade global com mais de 3.5 mil milhões de pessoas em 188 países a mostrarem o seu apoio a esta causa ao desligarem simbolicamente as suas luzes.

 

Os principais monumentos internacionais e nacionais apagam as luzes por uma hora no último sábado do mês de Março, o número de municípios aderentes no nosso país já chegou aos 120. Este ano esperamos superar este número.

 

 

hora-planeta2019b.jpg

 

 

Hora do Planeta/ LigateAoPlaneta

via CM Cabeceiras de Basto

 

 

Ir + longe:

 

Vivemos uma época em que se somam os anos mais quentes da história, com fenómenos meteorológicos extremos cada vez mais frequentes e migrações populacionais devido aos efeitos das alterações climáticasque levam à perda de biodiversidade.

 

Porque está tudo ligado, porque são dois lados da mesma moeda, a Hora do Planeta quer ligar milhões de pessoas em todo o mundo para que ajam contra as alterações climáticas e a perda de biodiversidade.

 

Em 2019, a Hora do Planeta pede uma vez mais a união de todos, cidadãos, municípios, empresas e organizações, para apagarem a luz. Não faltam razões para o fazermos.

 

 

 

 

Hora do Planeta/ Caminhar pelo Planeta

via Museu da Oliveira e do Azeite/ Mirandela

 

 

Actividades:

 

A Hora do Planeta, movimento global criado pela WWF para travar as alterações climáticas e a perda de biodiversidade, celebra-se este ano em Portugal com uma Pedalada pelo Planeta, a decorrer em Lisboa. 

 

Mas muitos outros municípios colaboram com actividades, para além de desligar as luzes dos seus principais monumentos.

 

Procura os eventos mais próximos de ti aqui

 

Não esqueças! É hoje 30 Março que as luzes se deligam entre as 20:30 horas e 21:30 horas (hora local).

 

A Professora GSouto

 

30.03.2019

 

Licença Creative Commons

 

E foi assim ! Greve Global Estudantil pelo Ambiente !

 

elyx-greve-estudantes-amb.jpg

 

https://www.facebook.com/ElyxYak/

 

Os alunos portugueses juntaram-se ao movimento internacional de jovens que protestam pelo clima. Inspirados pela adolescente sueca Greta Thunberg, este grupo apelou aos estudantes de todo o país a unirem-se por uma causa: o clima, o futuro do Planeta. E eles responderam.

 

 

greta-strike-reuters-rafael-marchante.jpg

 

 

Marcha estudantil pelo Ambiente | Lisboa

créditos: Rafael Marchante/ Reuters

https://qz.com/

 

Em várias cidades portuguesas, os alunos pretenderam chamar a atenção do Governo para os problemas relacionados com as alterações climáticas. Por isso, juntando-se ao movimento global de jovens que protestam pelo clima, fizeram greve à escola neste dia 15 de Março. 

 

 

greta-strike-australia.jpg

 

 

Marcha estudantil ambiente | Sydney

créditos: Reuters/AAP Image/Mick Tsika

https://qz.com/

 

Centenas de milhares de alunos de 106 países, incluindo Portugal, uniram-se numa greve mundial à escola pelo clima, visando exigir dos políticos acções concretas contra as alterações climáticas.

 

 

htttp://www.fridaysforfuture.org

 

Segundo a página Global Strike For Future, que reúne as greves anunciadas em todo o mundo, estavam ontem à tarde previstas 1 693 manifestações em 106 países.

 

Segundo a página da organização, os países com mais protestos previstos para são França (210), Alemanha (196), Itália (182), Suécia (123), Estados Unidos (166) e Reino Unido (108), país onde mais de 10.000 alunos saíram à rua num protesto do mesmo género no mês passado.

 

Esta greve escolar mundial, que tem como lema "Fazer Greve por um Clima Seguro" culmina uma série de manifestações semanais iniciadas ao longo do ano, desde Agosto 2018, pela adolescente sueca Greta Thunberg.

 

 

greta-strike-skynews.jpg

 

Greta Thunberg em greve junto ao Parlamento Sueco

créditos: Catherine Edwards/The Local

via The Local

 

Quem é Greta Thunberg

 

Estávamos em Agosto de 2018, quando a adolescente sueca Greta Thunberg começou a manifestar-se pelo clima, fazendo greve às aulas e sentando-se todos os dias à porta do Parlamento em Estocolmo com um cartaz que dizia "Greve da Escola pelo Clima".

 

Ainda que franzina, a figura desta adolescente, na altura com 15 anos, não deixou indiferente quem por ali passava e terá despertado consciências num país que se debatia com o verão mais quente de sempre.

 

 

 

 

Mas foi com os discursos que fez na Conferência das Nações Unidas para o Clima (COP), na Polónia, e no Fórum Económico Mundial, em Davos, na Suíça, que Thunberg ganhou atenção mediática a nível global e se tornou num símbolo do activismo ambiental.

 

Na Cimeira de Davos, 2019, Thunberg disse: "Não quero que vocês tenham esperança. Quero que entrem em pânico. E quero que sintam o medo que eu sinto todos os dias. E depois quero que ajam".

 

 

greve-clima-pt6.jpg

 

 

Marcha estudantil ambiente | Áustria

créditos: Leonhard Foeger

https://sicnoticias.pt/mundo/

 

Esta iniciativa inspirou jovens de outros países, que começaram a manifestar-se, nomeadamente na Bélgica, França e Alemanha, juntando milhares de alunos.

 

Numa concentração recente em Paris, os jovens gritavam: "Em 50 anos vocês estarão mortos, nós não".

 

 

greta-strike-reuters-gonzalo-fuentes.jpg

 

 

Marcha estudantil ambiente | Paris

créditos: Gonzalo Fuentes/ Reuters

https://qz.com/

 

Na Greve Mundial pelo Futuro desta sexta-feira, dia 15 Março, estudantes saíram das escolas para se manifestar de Sydney a Lisboa e Porto, de Tóquio a Montreal, de Hong Kong a Kampala, passando pelo Bangladesh e Argentina, ou Quénia, e muitos outros países.

 

greve-clima-pt3.jpeg

 

 

https://www.facebook.com/greveclimaticaestudantil/

 

Em Portugal estavam previstos protestos em pelo menos 25 cidades: Lisboa, Porto, Coimbra, Aveiro, Covilhã, Évora e Faro.

 

Entre as várias mensagens espalhadas ao longo das marchas estudantis pelo clima, encontravam-se cartazes com palavras em inglês como por exemplo “We are skipping our lessons to teach you one"/ Estamos a faltar às aulas para vos dar uma Lição." 

 

 

greve-clima-pt4.jpg

 

 

Estudantes Lisboa

créditos: António Pedro Santos

https://sicnoticias.pt/

 

Mas também slogans em português como este da marcha de alunos em Lisboa. E certamente no Porto.

 

greve-clima-pt5.jpg

 

 

Istambul, Turquia

créditos: Sedat Suna

https://sicnoticias.pt/mundo/

 

Há alguns anos que professras de escolas portuguesas ajudaram a formar novas gerações ambientalistas, alertando os alunos, como futuros cidadãos, para os problemas amibentais.

 

Foi o nosso caso, desde 1999, introduzindo nos currículos de Línguas e Cidadania temas ligados ao Ambiente.

 

 

greve-clima-pt9.jpg

 

 

Autor não identificado

via Google Images

 

Os alunos participaram em muitos projectos e actividades nacionais, europeus, e mundiais, como Earth Hour e Earth Day.

 

Criaram dois blogues de inspiração ambientalistas, como Geração Verde e Geração Polar.

 

Fico feliz por saber se tenho a minha parte envolvida nesta nova geração que sabe lutar pelos seus ideais e que não se rende.

 

Parabéns aos novos jovens ambientalistas!

 

A Professora GSouto

 

15.03.2019

 

Licença Creative Commons

 

Parabéns WWW ! Seu inventor ? Sir Tim Berners-Lee !

 

 

 

 

Google Doodle 30º Aniversário da WWW

https://www.google.com/doodles/

 

Foi neste dia, em 1989, que Sir Tim Berners-Lee apresentou a primeira proposta do que viria a ser conhecida como a World Wide Web. O 30º aniversário da Web não podia passar despercebido à Google, que lançou no seu motor de busca um pequeno Doodle para celebrar a ocasião.

 

 

Saber +

 

 

Foi a 11 de Março de 1989 que o engenheiro de software Tim Berners-Lee apresentou a sugestão para melhorar a partilha de informação entre os seus colegas do CERN, o Laboratório de Física Nuclear Europeu, sedeado na Suiça.

 

 

www30anos.png

 

 

créditos: via Wikipedia

https://pt.wikipedia.org/

 

A sua proposta foi aprovada e eis que começou então a desenvolver a linguagem HTML, a aplicação HTTP (Hypertext Transfer Protocol) e a WorldWideWeb.app, que viria a ser o primeiro browser e editor de página.

 

Em 1991, os servidores externos da Web estavam já em pleno funcionamento.

 

Foi no 25º aniversário da WWW que nós aqui celebrámos A WWW faz anos ! Tim Berners-Lee, seu criador

 

Google Doodle:

 

 

 

 

Para assinalar a data, a Google criou um Doodle alusivo a essa primeira fase da Web. Vemos um computador da época a descarregar lentamente o vídeo de um globo.

 

Desde então, refere a Google Doodle “a Web veio revolucionar a vida como a conhecemos”. Seria difícil imaginar como esta seria hoje sem a sua invenção.

 

Em breve a Web/ WWW viria a revolucionar a vida como a conhecemos, impulsionando a era da informação. É assim que hoje sabemos tudo o que se passa no mundo à distância de um clic ou touch.

 

A web tornou-se uma praça pública, uma biblioteca, um consultório médico, uma loja, uma escola, um estúdio de design, um escritório, um cinema, um banco e muitas outras coisas.

 

 

web-30years2.jpg

 

 

Sir Tim Berners-Lee

autor: Não identificado

via AeC

 

"No 30º Aniversário da World Wide Web. o fundador e inventor da web Sir Tim Berners-Lee reflecte sobre como a web transformou o nosso mundo e o que temos que fazer para construir uma web melhor para servir a humanidade."

 

Partilhem esta nota usando #Web30 #PelaWeb

 

Hoje, estão online quase dois mil milhões de sites. Quer uses a Web para consultar as tuas redes sociais, enviar e receber e-mails das tuas professoras, para apoio aos trabalhos de casa, jogar videojogos - claro! - ver vídeos de Youtubers da tua preferência, é provável que não consigas imaginar a vida sem Internet! Verdade?

 

Ah! também, quem sabe? A tua escola tem a área curricular de Programação! Boa !

 

Actividades:

 

Dia livre de utilização da Web.

 

A Professora GSouto

 

12.03.2019

 

Licença Creative Commons

 

Dia Internacional da Mulher : A mulher no universo Marvel !

 

adolie-day-journee-femmes.jpg

 

 

Dia Internacional de Luta dos

Direitos da Mulher

crédits: Adolie Day

https://www.facebook.com/Adolie-Day-

 

Amanhã, dia 8 Março celebra-se o Dia Internacional da Mulher. E Google não poderia deixar de estar presente neste dia.

 

Da ciência à pintura, da astronomia à literatura. Do ensino à justiça, passando pelo desportoinvestigação ou repórter de guerra, Google tem homenageado muitas mulheres. 

 

Não há área em que a mulher não esteja hoje presente e se destaque pelas suas qualidades e feitos inegáveis. Daí o merecido destaque de Google.

 

 

 

 

Google Doodle Dia Internacional da Mulher 2019

https://www.google.com/doodles/

 

Google Doodle:

 

E Google publica um Doodle interactivo contendo trezes citações inspiradoras de mulheres do presente e passado que marcam a História.

 

Ao clicar ou tocar no botão "Play", o Doodle começa a exibir uma sequência de 13 slides com citações em várias línguas com ilustrações de mulheres de diferentes países.

Saber +

 

 Clara Zetkin, professora e jornalista alemã, é uma das referências históricas  da origem desta celebração.

 

 

clara-zetkin2.jpg

 

Clara Zetkin

http://www.taz.de/

 

Em 26 de Agosto de 1910, durante uma conferência internacional de mulheres socialistas realizada na Casa do Povo (Folket Hus), em Copenhaga, Clara Zetkin lançou a ideia de criar um Dia Internacional da Mulher.

 

Mas, apesar de grandes progressos, a igualdade de género está longe de ser atingida no campo da cultura, ciência e tecnologia e cargos na sociedade. Na educação há efectivamente uma equidade.

 

É na ficção, sobretudo no universo Marvel que a mulher atinge níveis de igualdade muito fortes. Ora vejamos:

 

marvel-heroina1.jpg

 

 

 Capitã Marvel/ Captain Marvel

 Anna Boden, Ryan Fleck, 2019

https://www.imdb.com/

 

Há, a nível da ficção, grandes avanços. Como é caso no universo da Marvel. As heroínas Marvel fazem-se notar cada vez mais.

 

Surge agora, Capitão Marvel. Capitã Marvel (Captain Marvel) marca a primeira vez que uma mulher lidera completamente um filme do universo cinematográfico Marvel.

 

Mas falemos de outras super-heroínas memoráveis que têm surgido no grande ecrã, saidas das páginas de BD Marvel

 

marvel-black-widow.jpg

 

 

Avengers/ Black Widow

Scarlett Johansson

créditos: Universo Marvel cinema

 

Sim, as super-heroínas têm marcado presença nos  filmes da Marvel. A mais popular de todas talvez, até agora, sempre de uniforme justo e movimentos acrobáticos, será Natasha Romanoff, a Viúva Negra (encarnada por Scarlett Johansson), que foi também a primeira a surgir, logo em Homem de Ferro 2.

 

 

marvel-utron.jpg

 

Wanda Maximoff/ Scarlet Witch

 Elizabeth Olsen

Avengers: Age of Ultron

Joss Whedon, 2015

https://www.imdb.com/

 

A todo-poderosa Wanda Maximoff, a Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), com capacidades telepáticas e telequinéticas, deu nas vistas logo a seguir em Vingadores: A Era de Ultron e nunca mais deixou a equipa de heróis.

 

 

marvel-vespa.jpg

 

 

Vespa/ Evangeline Lilly

Homem Formiga

Peyton Reed, 2018

https://www.imdb.com/

 

E como ninguém deve ser avaliado pelo tamanho, a diminuta Vespa (Evangeline Lilly), após provar o que valia em Homem-Formiga, vestiu o uniforme que a torna todo-poderosa na respectiva sequela, conseguindo até partilhar o título e o protagonismo com o herói: Homem-Formiga e a Vespa.

 

 

Pepper Potts/ Gwyneth Paltrow

Iron Man 3

Shane Black, 2015

https://www.imdb.com/

 

Isto sem esquecer que Pepper Potts (Gwyneth Paltrow), presente desde o filme fundador Homem de Ferro, acabou por ganhar poderes especiais em Homem de Ferro 3. Há rumores que pode voltar em Vingadores: Endgame.

 

 

 

marvel-gamora.jpg

 

 

Gamora/ Zoe Saldanha

Guardiões da Galáxia

James Gunn, 2017

https://www.imdb.com/

 

 No espaço sideral, a letal Gamora (Zoe Saldana), é uma figura central nas aventuras dos Guardiões da Galáxia.

 

marvel-tessa1.jpg

 

 

Valquíria/ Tessa Thompson

Thor. Ragnarok

Taika Waititi, 2017

https://www.imdb.com/

 

Também não faltam poderes a Valquíria, a que Tessa Thompson dá vida em Thor: Ragnarok, e que consegue estar lado a lado com o herói titular. Também nos dois primeiros filmes Thor, surge a guerreira Sif (Jaimie Alexander), como uma das espadachins mais poderosas de Asgard.

 

marvel-sif.jpg

 

 

Thor. Ragnarok

Taika Waititi, 2017

https://www.imdb.com/

 

Voltemos então a Capitão Marvel, esta semana nos cinemas...

 

marvel-heroina2.jpg

 

 

 Capitã Marvel/ Captain Marvel

 Anna Boden, Ryan Fleck, 2019

https://www.imdb.com/

 

 Capitão/ Capitã Marvel! Carol Danvers (Brie Larson) é uma piloto da Força Aérea dos EUA que se transforma numa das heroínas mais poderosas da galáxia em Capitão Marvel (Captain Marvel). Estreia em todo o mundo esta semana. Em Portugal foi o dia 6 Março, antevéspera do Dia Internacional da Mulher.

 

 

marvel-heroina3a.jpg

 

 

 Capitã Marvel/ Captain Marvel

 Anna Boden, Ryan Fleck, 2019

https://www.imdb.com/

 

Protagonizado por uma mulher,  Brie Larson, á detentora de um Oscar. Este filme é marcado pela preponderância de mulheres no projecto atrás das câmaras, desde a co-realizadora Anna Boden (em parceria com Ryan Fleck) às argumentistas Geneva Robertson-Dworet e Jac Schaeffer e à autora da banda sonora Pinar Toprak. Bom! Coisa séria.

 

Mas há mais! Capitão Marvel/ Capitã Marvel já tem lugar no célebre Museu Madame Tussaud (Nova Iorque). No Dia Internacional da Mulher, Capitão/ Capitã Marvel passou a ser uma das figuras de cera do Museu Madame Tussauds colocadas em frente a marcos emblemáticos nos EUA.

 

marvel-brie-larson.jpg

 

Captain Marvel/ Capitã Marvel

https://www.madametussauds.com/

 

Se está em Nova York, ou passa por lá brevemente, não esqueça! Vá admirar a mais recente superstar da Marvel Studios, Captain Marvel.

 

Actividades:

 

O Dia da Mulher deve empenhar-nos na luta pela igualdade dos direitos da mulher. E é na escola que professores e alunos devem começar a sentir a importância desses direitos.

 

Há também que dinamizar as raparigas para o seu futuro desempenho nos campos da ciência e tecnologia. No entanto, Portugal é o país da União Europeia com maior número de mulheres na investigação. Só pode encher-nos de orgulho.

 

  • Debate com alunos sobre o papel preponderante das mulheres na sociedade actual. 

 

  • Doodle: leitura e debate das diferentes citações de mulheres que podem tornar-se um exemplo a seguir. Aprofundar o conhecimento sobre essas mulheres num exercício brainig storm.

 

  • Estudo das personagens femininas no universo Marvel, seguido da leitura de alguns albuns de banda desenhada.

 

  • Programar uma visita estudo: Capitão/ Capitã Marvel no cinema com diferentes turmas, na temática texto narrativo BD.

 

 

A Professora GSouto

 

7. 03.2019

 

 Licença Creative Commons

 

 

Calouste Gulbenkian 150 anos : Concurso alunos Ensino Secundário

 

 

calouste1.png

 

Concurso Quem é Calouste Gulbenkian?

https://gulbenkian.pt/

 

Fundação Calouste Gulbenkian lançou o Concurso Quem é Calouste Gulbenkian? para comemorar 150 anos  do nascimento de Calouste Sarkis Gulbenkian.

 

Na comemoração dos 150 anos do nascimento de Calouste Sarkis Gulbenkian, a Fundação
Calouste Gulbenkian lançou concurso “Quem é Calouste?” 

 

 

calouste2.jpg

 

 

Calouste Gulbenkian, sentado num banco de jardim, Lisboa

créditos: Fundação Calouste Gulbenkian

https://gulbenkian.pt/

 

 

Objectivo:

 

Dar a conhecer junto dos jovens a figura do seu fundador. Os s jovens de todo o país entre os 15 e os 25 anos de idade foram convidados a apresentar, através de manifestações artísticas, as suas interpretações das diferentes fases da vida de Calouste Sarkis Gulbenkian.

 

 

 

 

Concurso Quem é Calouste Gulbenkian?

https://gulbenkian.pt/

 

Aberto a jovens entre 15 e 25 anos a viver em Portugal, e inscritos no Ensino Secundário. A submissão dos trabalhos online terminaram a 24 Fevereiro 2019.

 

 

 

 

Música

https://gulbenkian.pt/

 

Modalidades: 

 

Música, Artes Visuais, Texto e Filme.

 

 

 

 

Filme

 https://gulbenkian.pt/

 

Prémios:

 

Há 24 prémios a entregar aos melhores trabalhos, individuais ou de grupo, em quatro categorias: Música, Artes Visuais, Texto e Filme.

 

 

 

 

Concurso Quem é Calouste Gulbenkian?

https://gulbenkian.pt/

 

Júri selecionará os melhores 24 trabalhos:

 

  • 3 por cada uma das quatro categorias (Música, Artes Visuais, Texto ou Filme), em cada um dos escalões etários (15-18 e 19-25).

 

  • Cada trabalho vencedor receberá um prémio. No grupo 15-18, a escola onde cada um dos jovens distinguidos está inscrito também será premiada.

 

 

 

 Texto

https://gulbenkian.pt/

 

Divulgação Resultados:

 


  • Até ao dia 15 de Março de 2019, os finalistas de cada categoria serão contactados por telefone e/ou e-mail.

 


  • Os vencedores serão conhecidos durante um evento que terá lugar na Fundação Calouste
    Gulbenkian no dia 23 de Março de 2019.

 

Nota: A relação de trabalhos contemplados será divulgada no site do Concurso Gulbenkian.

 

Vamos aguardar para conhecer os vencedores que serão então aqui divulgados.

 

A Professora GSouto

 

01.03.2019

 

Licença Creative Commons

 

História : O sismo que abalou Portugal em 1969

 

 

sismo-portugal2.jpg

 

 

Sismo Portugal 1969

https://www.rtp.pt/noticias/pais/

 

"Eram 3 horas e 41 minutos, exatamente, quando os relógios pararam, os próprios sismógrafos avariaram e o medo assaltou uma população inteira, que na sua maioria veio para a rua aterrorizada”

 

in Diário de Lisboa

 

Na madrugada do dia 28 de Fevereiro de 1969, um abalo de 7.5 na escala de Richter com epicentro no Atlântico a 230 quilómetros a sudoeste de Lisboa (mais tarde corrigido para 7.3) abalou o país. Seguiu-se um abalo mais perto de Lisboa, sentido pelas 5h28.

 

O terramoto que afectou sobretudo a região do Algarve e a área metropolitana de Lisboa, também se fez sentir no Porto. Faz hoje 50 anos.

 

 

sismo-portugal4.jpg

 

 

Sismo 1969

via Sábado

https://www.sabado.pt/

 

Saber +

 

Chegou a ser sentido a 1300 quilómetros do epicentro em Bordéus e nas Canárias. Foi  o mais forte sentido em 70 anos e tornou-se o quinto mais forte alguma vez registado na zona de Portugal Continental e Atlântico adjacente.

 

Morreram 13 pessoas  — duas atingidas pelos destroços dos edifícios, e 11 pessoas no pânico de querer fugir. O sismo de 28 de Fevereiro de 1969 foi considerado o mais forte do século XX a atingir Portugal. Pior só o de 1755.

 

"Este é o sismo de maior magnitude sentido na Europa desde o grande terramoto de Lisboa de 1755. Ocorreu na madrugada de 28 de fevereiro de 1969 tendo gerado alarme e pânico entre a população, cortes nas telecomunicações e no fornecimento de energia elétrica. Para além do continente português, foi sentido na Madeira, Espanha, Marrocos e França, com registo de vítimas mortais em Portugal e Marrocos, tendo ainda sido gerado um pequeno tsunami registado instrumentalmente."

 

IPMA

 

sismo-portugal1.jpg

 

 

A destruição em Fontes Louzeiro

créditos: CERU Europa

https://observador.pt/

 

O sismo, além da sua grande intensidade, “foi particularmente violento pela extraordinária duração: cerca de um minuto – um minuto que durou horas”, lia-se no diário vespertino, dando conta de fugas para telhados e para o meio da rua durante a madrugada. 

 

De um momento para o outro “um forte abanão acordou toda a gente”. Havia um barulho “bastante grande que vinha de todas as direcções” a invadir a casa. As loiças caíam das mobílias e os quadros desprendiam-se das paredes. Fugiram todos para a rua. 

 

Jorge Miguel Miranda lembra-se de estar de pijama e de ver toda a vizinhança com roupa de dormir a enfrentar a noite fria de Inverno. O abanão sentiu-se durante um minuto. Depois dissipou-se e todos voltaram para casa.

 

 

sismo-portugal.jpg

 

 

Pessoas de pijama fogem dos edifícios

créditos: Jornal de Notícias

https://observador.pt/

 

Os sismógrafos dos institutos geofísicos de Lisboa e Coimbra falharam e o único registo completo foi o do aparelho instalado na Ponte 25 de Abril, que foi preciso complementar com dados enviados de Berkeley, nos Estados Unidos.

 

Para assinalar a efeméride, o IPMA, Instituto Superior Técnico e o laboratório associado Instituto Dom Luiz lançaram um inquérito nacional para recolher relatos sobre o que acabou por ser, ainda hoje, o sismo de maior magnitude sentido na Europa desde o grande terramoto de Lisboa de 1755.

 

 

sismo-portugal.png

 

 

créditos: IPMA

https://www.facebook.com/ipma.pt

 

A ideia é recolher o maior número de testemunhos entre a população afectada para complementar os parcos registos da época, agora que as tecnologias de comunicação o permitem.

 

“Não haverá no futuro outra ocasião com este significado e com real possibilidade de se salvaguardar esta memória”, apelam os autores do projecto, na data em que se volta a lembrar a noite em que a terra tremeu a sério.

 

 

 

 

Destruição em Vila do Bispo em 1969

via Folha de Domingo

 

 

Actividades:

 

  • Pesquisar e recolher dados sobre o acontecimento: familiares; imprensa; media de efeméride.

 

  • Dinamizar na comunidade escolar, um simulacro de sismo, solicitando o apoio de pessoal especializado.

 

A Professora GSouto

 

28.02.2019

 

Licença Creative Commons