Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Oh ! Outono chegou ! Ciência & Actividades !

 

outono2019-naturz.jpg

 

Outono

créditos: Autor não identificado 

via Google Imagens

 

(..)

E eu olho o céu deserto, e vejo o oceano triste,
E contemplo o lugar por onde te sumiste,
Banhado no clarão nascente do arrebol...

Olavo Bilac, Em Uma Tarde de Outono,

in "Poesias"

 

Às 8h50 desta segunda-feira, dia 23 de Setembro, entrou oficialmente o Outono no Hemisfério Norte.

 

Este é o dia do Equinócio do Outono, a data em que, segundo a sabedoria popular, o dia e a noite têm a mesma duração. O Equinócio de Outono corresponde ao dia que tem tantas horas de luz solar como de noite.

 

A palavra de origem latina aequinoctium agrega o nominativo aequus (igual) com o substantivo noctium, genitivo plural de nox (noite).

 

doodle-outono2019.png

Google Doodle Outono 2019/ Hemisfério Norte

https://www.google.com/doodles/

 

Esta estação outonal prolonga-se por 89,812 dias até ao próximo Solstício de Inverno que ocorre no dia 22 de Dezembro às 04:19 horas. 

 

Saber +

 

Culturas como a Maia, entendiam o Equinócio de Outono como o dia em que as maiores divindades desciam à Terra, sendo a mais proeminente dessas Kukulcan, a serpente emplumada, deus da água e do vento.

 

outono-maia-Kukulkan.jpg

 

Kukulcan, versão arte

https://smite.fandom.com/wiki/Kukulkan

 

Era considerada uma entidade criadora, tendo esta civilização erguido muitos templos em sua homenagem, destacando-se no caso Chichén Itzá, uma das principais pirâmides Maias, e que ainda na actualidade atrai imensos visitantes aquando do fenómeno anual do Equinócio do Outono.

 

A data que assinala o início do Outono, traz a alteração da natureza. Esta despe-se, as folhas das árvores espalham-se aos quatro ventos, os tons alteram-se e os pássaros recolhem-se ou procuram paragens mais quentes, já que a Primavera entra no Hemisfério Sul.

 

doodle-primavera2019set.png

Google Doodle Primavera 2019/ Hemisfério Sul

https://www.google.com/doodles/

 

Outono é sinal de que é preciso tirar os casacos dos armários e ir buscar os guarda-chuvas. Noites e manhãs muito frescas. 

 

Actividades:

 

outono2019-serralves.jpg

 

Festa de Outono

Parque Serralves

https://www.serralves.pt/

 

  • Festa de Outono:

 

A Festa de Outono regressa a Serralves no fim-de-semana de 28-29 Setembro, com entrada gratuita para todos.
 
 
Com a entrada do Outono, a Festa do Outono celebra e evoca antigos saberes e fazeres, tradições de cariz rural, biodiversidade e natureza, as relações entre o conhecimento ancestral e o contemporâneo, o convívio ao ar livre, proporcionanso o contacto com um ambiente de sensibilização para práticas e modos de estar mais sustentáveis, à luz das preocupações actuais.
 
 
Na Quinta de Serralves e, durante um fim-de-semana, a diversificada programação, representada por diferentes expressões artísticas e tendências ambientais, envolve famílias e público em geral, num entusiasmo saudável e divertido.
 
 

 

 

 

  • Passadiço Treetop Walk:

 

Há também o 'Passadiço ao nível da Copa das Árvores', o Treetop Walk no Parque da Fundação. Um percurso criado num nível elevado face ao solo, junto à copa das árvores, que permite uma experiência impactante de observação e estudo da Biodiversidade do Parque de Serralves.

 

Serralves, que em 2019 celebra os seus 30 de existência, reforça assim a sua missão de promoção e valorização do património natural e cultural, inovando na dinamização de ações de sensibilização Ambiental e fomento da Ciência e na sua relação com diferentes tipos de públicos:

 

  • público em geral,
  • comunidade educativa
  • comunidade científica.

 

Novos e diferentes formatos de fruição permitirão uma abordagem diferente à relação com a Natureza. Disso são já exemplo os tree walks, existentes em alguns dos mais relevantes parques e jardins do mundo.

 

Actividades educativas a não desperdiçar por parte das escolas em visitas de estudo. E nos fins-de-semana, em família.

 

A Professora GSouto

 

23-09.2019

 

Licença Creative Commons

Tradições de Páscoa ? Muitas !

 
 
 

pascoa-ovos.jpg

 
 
Ovos de chocolate
Ovos de chocolate | Tradições Páscoa
 
 
A Páscoa aí está! Já de férias, todos se preparam para saborear as tradcionais doçarias da época: ovos de chocolate, amêndoas, pão-de-ló e o tradicional folar.
 
Tal como o bolo-rei, também o folar se tem modernizado e aparece agora nas pastelarias com sabor a chocolate.
 
Os chocolateiros portugueses são dos mais conceituados, fazendo frente aos chocolateiros franceses, belgas ou suiços. Basta is à Festa do Chocolate de Óbidos para deixamos de ter dúvidas.
 
 
Saber +
 
 
Bom, mas falemos da Páscoa. Já sabemos a origem da palavra Páscoa, a tradição da celebração desta festa que se comemora em todo o mundo, com significados diferentes.
 
 
Sabemos a origem dos ovos de Páscoa. E sabemos também que os países anglo-saxónicos têm uma cultura muito própria. A de esconder ovos pintados (ou de chocolate) pelos jardins para que as crianças os possam encontrar. Uma verdadeira alegria para os mais novos.
 
 
Mas a tradição portuguesa da doçaria desta época do ano é algo diferente. Ouvimos falar do folar que passamos a encontrar em todas as pastelarias.
 
 
 
Receita Folar da Páscoa:

 

 

 

 

 

 
 
Ir + longe: Folar de Pãscoa
 
 
Segundo os mais velhos, antigamente, apenas se comia folar na Páscoa, bem como as amêndoas, nas suas variedades regionais.
 
 
A expressão 'Amêndoas' tinha a conotação de 'presentes' que se trocavam nesta época. Tal como o folar. Para muitos, 'Folar', era o presente que os padrinhos e madrinhas davam aos seus afilhados na Páscoa.
 
 
 
 
 

 

 

Folar com carnes de Trás-os-Montes

http://images.vidaativa.pt/

 

 
Mas folar, em termos de doce ou iguaria de Páscoa é genericamente uma massa de trigo, com ovos, doce ou salgado.
 
 
Em Trás-os-Montes, o 'folar' é salgado e tem recheio de carnes. Em outras regiões, encontramos os 'folares doces', particularmente no Alentejo  e Algarve, muitas vezes com ovos inteiros na cobertura que cozem em simultâneo.
 
 
Os folares salgados (origem transmontana) e os folares doces (origem algarvia e alentejana) encontram-se agora por todo o país, à venda nas pastelarias, embora a maioria se cinja ao folar pão doce com ovos.
 
 
 
 

folar-pascoa2013.jpg

 

 

Folar doce e amendoas Páscoa

créditos: Autor não identificado

via Google images

 
 
 
Tradições: Europa
 
 
A tradição de doces nesta época não é exclusiva de Portugal. Um pouco por toda a Europa, e não só, se celebra a Páscoa com festas de família.
 
 
Por exemplo, na Alemanha faz-se um bolo em forma de cordeiro, e uma 'coroa' de Páscoa de massa de bolo com amêndoas e chocolate e depois é enfeitada com ovos coloridos.
 
 
Em Espanha, as famosas Tortas de Páscoa. Em Itália, os Aros de Páscoa. E em França, os célebres 'Oeufs au chocolat'.
 
 
 
 

 

 

Rebuçados Senhor dos Passos

https://saberescruzados.files.wordpress.com/

 
 
Bom, mas voltemos a Portugal. E imaginem que esta semana fiquei a conhecer os rebuçados do Senhor dos Passos! É verdade! Eu que adoro a cidade de Viana do Castelo, e vou lá tantas vezes, nunca tinha ouvido falar destes rebuçados. E conheço bem a tradicional pastelaria que os fabrica. Quem não conhece?

 

Mas vejamos então o vídeo que fala dos 'Rebuçados do Senhor dos Passos, da confeitaria mais tradicional e antiga de Viana do Castelo:

 

 

 

 
 
 
Vêem como não estava a brincar? Pois é, os 'rebuçados do Senhor dos Passos' existem mesmo. Sempre a aprender! E é bom partilhar estas tradições antes que se percam com a mundialização.
 
Eu sou a favor da multiculturalidade! Mas cada país deveria preservar as suas tradições, partilhando-as sim com outros países, a nível mundial. Numa troca de saberes. Não acham?
 
 
Então, se forem passar a Páscoa ao Alto Minho, não se esqueçam de passar por Viana do Castelo, e dar um saltito até à pastelaria, quanto mais não seja, para ficarem a conhecer os rebuçados 'Senhor dos Passos' agora dvulgados. Depois digam se gostaram!
 
 

Então, para todos, uma Páscoa feliz, com a família, e com amigos. Comam ovos ou amêndoas de chocolate! Mas essencialmente repartam! Não esqueçam aqueles que não poderão comprar doces ou amêndoas, tanto no nosso país como em muitos outros paises.

 

Boa Páscoa! E claro! Excelentes férias!

 

A Professora GSouto
 
 
27.03.2013

 


Licença Creative Commons