Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Dia Mundial da Poesia : celebrar Sophia no CCB !

 

 

sophia3.PNG

 

 

Dia Mundial da Poesia

Centenário de Sophia de Mello Breyner

CCB

https://www.ccb.pt/

 

O Dia Mundial da Poesia começou a ser assinalado desde quinta-feira, com vários eventos, que incluem feiras de livros, leituras de poemas, cinema, conferências e lançamento de discos, com Sophia de Mello Breyner no centro, a assinalar o Centenário.

 

 

sophia100.jpg

 

https://centenariodesophia.com/

 

Os eventos previstos no o Centro Cultural de Belém (CCB), são de entrada livre, bem como a festa que está marcada para sábado.

 

O Dia da Poesia celebrou-se dia 21,  a festa da poesia, este ano, dedicada a Sophia de Mello Breyner terá lugar no sábado, dia 23 Março, das 15:00 às 19:00 horas.

 

 

sophia100a.jpg

 

Sophia Mello Breyner

créditos: Autor não identificado

via UA

 

Pelo décimo segundo ano consecutivo, o Centro Cultural de Belém comemora o Dia Mundial da Poesia, no dia 23 de março, assinalando este ano o Centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen.

 

Um ambiente de festa com muita cor e poesia, para todas as idades, invade os mais variados espaços do Centro Cultural de Belém.

 

A partir das 15:00, uma maratona de leitura, subordinada ao tema “Celebrar Sophia de Mello Breyner Andresen”, com apresentação de André Gago e leituras por várias individualidades.

 

Haverá também um espaço aberto para leituras de poesia em voz alta, que estarão a ser filmadas e exibidas junto à Sala de Leitura.

 

 

 

 

Para este dia está também programada a exibição de uma curta-metragem de João César Monteiro, de 1969, intitulada “Sophia de Mello Breyner Andresen”, seguida de um documentário, de 2007, intitulado “O nome das coisas”, da autoria de Cármen Inácio e realizado por Pedro Clérigo.

 

 

sophia2.jpg

 

Sophia Mello Breyner

créditos: Eduardo Gageiro
http://img.rtp.pt/

 

Sophia de Mello Breyner (1919-2004), que celebra este ano o centenário do seu nascimento, vai ainda estar no centro de  uma tarde para a poesia, não só de Sophia de Mello Breyner, mas de toda a poesia.

 

Sophia escreveu catorze livros de poesia, mas também contos - “Contos Exemplares”, histórias infantis, artigos, ensaios e peças de teatro, e traduziu Shakespeare, Eurípedes, Dante, Claudel, e, para a língua francesa, alguns autores portugueses.

 

 

 

 

Mar Novo

Sophia de Mello Breyner Andresen

https://www.fnac.pt/

 

Na sua poesia, encontramos muitas vezes a infância e a juventude, o Mar (podemos encontrar muitos dos seus poemas sobre este tema no Oceanário de Lisboa), a Cidade (muitas vezes em contraste com o campo) e o Tempo.

 

 

 

 

Casa de Sohia Porto

Busto Jardim Botânico

foto: Egídio Santos/ UP

https://www.facebook.com/universidadedoporto

 

Destacava a importância das casas na sua infância, descrevendo muitas vezes ao pormenor as casas de que gostava para que a memória delas não se perdesse.

 

A escritora afirmava que a poesia lhe acontecia, como a Fernando Pessoa, que é muitas vezes evocado nos seus poemas. Dizia ter encontrado a poesia antes de saber que havia literatura e que achava que os poemas não eram escritos por ninguém, que existiam por si mesmos. Nunca escrevia de manhã porque precisava “daquela concentração especial que se vai criando pela noite fora”.

 

 

 

Sophia, poesia

 

Dia Mundial da Poesia no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, é sábado à tarde, das 15h00 às 19h00, para comemorar Sophia de Mello Breyner, 100 anos depois do seu nascimento. A entrada é livre.

 

Haverá um debate no qual participam a pintora Graça Morais,  o escritor e poeta Manuel Alegre e o escritor José Manuel Santos.

 

“Sophia entre dois mares” é o tema de uma palestra que decorrerá, quase em simultâneo com o debate, sobre o cruzamento das raízes da herança mediterrânea e a presença dominadora do Atlântico na poesia de Sophia, bem como o seu contributo para a literatura infantojuvenil.

 

A partir das 17:00 haverá lugar para um concerto – “No impulso da barca” – interpretado por Sandra Martins, no violoncelo, e Carlos Barreto, no contrabaixo, que vão apresentar uma performance de peças compostas em tempo real, uma viagem sonora inspirada na obra de Sophia de Mello Breyner.

 

 

Licença Creative Commons

Dia Internacional da Dança : A celebrar nas escolas !

 

 

 

 

Qartett4/ Bela Bartok

Coreografia : Anne Teresa de Keersmaeker

Opéra de Paris

https://www.operadeparis.fr/

 

Hoje, dia 29 de Abril celebra-se o Dia Internacional da Dança ou Dia Mundial da Dança. Criado pela UNESCO (1982) que celebra assim Jean-Georges Noverre

 

Jean-Georges Noverre foi um dos grandes nomes da dança. Bailarino francês, nascido a 29 Abril 1729 é considerado o precursor do "ballet d'action"

 

 

 

 

Jean-Georges Noverre

Perronneau, 1764, Louvre

https://en.wikipedia.org/

 

Jean-George Noverre:

 

Mestre da Ópera-Comique, Jean Georges Noverre (1727-1810) propôs um um retorno da dança à Natureza, à alma, e à simplicidade. Termos esses que encontramos nas famosas páginas de Lettres sur la Danse et sur les Ballets“.

 

O belo, segundo Noverre, exige a "razão, em vez da imbecilidade, o espírito, em vez de golpes de força, a expressão em vez de dificuldades técnicas, a graça, em vez de gracejos, o sentimento, em vez de rotinas de passos, o jogo característico da fisionomia, em vez de máscaras inexpressivas." (...)

 

Criado em 1982 pelo Comité Internacional da Dança da UNESCO como uma homenagem ao criador do ballet moderno, Jean Georges Noverre (1727-1810), o dia tem por objectivo chamar a atenção do público em geral para a importância da dança, incentivarndo ao mesmo tempo o apoio por parte das entidades educativas governamentais para esta arte.

 

 

 

 

5 Messagens/ 5 Autores 
Salia Sanou/Georgette Gebara/Willy Tsao/Marianela Boan/Ohad Naharin

 

Todos os anos, a Unesco homenageia uma personalidade ligada ao mundo da dança. Este ano, para celebrar o 70º aniversário do International Theatre Institut, e para sublinhar o aspecto culturai e internacional desta linguagem comum - a dança - o Conselho Executivo bem como  ITI  selectionaram cinco autores para a mensagem: um de cada cinco regiões da UNESCO:  África, Américas, países árabes, Ásia- Pacífco e Europa.

 

 

 

 

A Meio da Noite/ Olga Roriz

créditos: EPA

http://rr.sapo.pt/noticia/

 

Em Portugal, os espetáculos começam na sexta-feira e estendem-se a todo o país. Grupos de dança, escolas e associações realizam espectáculos e oficinasl, com o objectivo de festejar uma arte cuja universalidade é incomensurável.

.

A nova coreografia de Olga Roriz "A meio da noite" teve antestreia no Festival de Música de Leiria. E tem estreia marcada para dia 28 no Teatro Nacional São João, com repetição no sábado e no domingo.

 

"O título reenvia-nos para a hora do lobo, essa hora entre a noite e o dia, quando todos os fantasmas se libertam, quando mais pessoas morrem e mais pessoas nascem. Eco ou reminiscência de A Hora do Lobo (1968), um dos mais impressivos títulos da filmografia de Ingmar Bergman, em cuja obra Olga Roriz mergulha agora em busca de inspiração e diálogo."

 

 

 

 

Este teatro continua com dias dedicado à dança com o Festival DDD - Dias da Dança 2018 com vários espectáculos ao longo do mês de Maio, a iniciar a 2 Maio, com Impro Sharana.

 

Em Lisboa, a Companhia Nacional de Bailado apresenta a peça Impromptus, de Sasha Waltz, coreógrafa alemã de 55 anos que colabora pela primeira vez com a CNB, com a apresentação desta peça, estreada em 2004.

 

"*Impromptus* fala da beleza e da vulnerabilidade do corpo humano. Sasha Waltz, coreógrafa reconhecida mundialmente, é presença regular em Portugal desde 1997. Este momento marca o primeiro contacto de Sasha Waltz com a CNB, com a promessa de novos desafios no futuro."

 

Sobe ao palco do Teatro Camões às 16h00. A música é de Franz Schubert, a cenografia de Thomas Schenk e Sasha Waltz, o desenho de luz de Martin Hauk e os figurinos de Cristine Birkle.

 

Até 5 Maio 2018

 

 

dia-danca2018.jpg

 

 

Passo/ Ambra Senatore

http://www.cnb.pt/eventos/

 

Escolas:

 

A coreógrafa italiana Ambra Senatore, actual directora do Centre Chorégraphique National de Nantes, é convidada a remontar uma das suas obras mais emblemáticas, Passo*, de 2010, e a fazer uma nova criação para a CNB.

 

Local: Teatro Camões

 

Quando: 23 Maio 2018

 

Preço: 3€

 

Nível etário : + 6 anos

 

"Questões como a partilha e o encontro são, para a coreógrafa, elementos essenciais do espetáculo ao vivo. O humano atravessa todo o seu trabalho e a sua dança vai sempre ao encontro das pessoas. Entre a dança, o teatro e as artes visuais, Ambra Senatore explora as fronteiras entre ficção e realidade, entre “o dentro e o fora da ação”.  As suas criações alimentam-se de elementos como a teatralidade, as ações e os gestos do quotidiano, cujos detalhes ela observa à lupa, antes de os transpor para um universo surreal."


Ambra Senatore pretende, com as suas peças, tocar as pessoas, propondo uma relação humana, deixando espaço para a fragilidade, a dúvida, o sentido crítico, a partilha e o humor.

 

A Professora GSouto

 

29.04.2018

 

 Licença Creative Commons

Dia Mundial da Poesia & Equinócio da Primavera ? Celebremos !

 

 

Dia Mundial da Poesia

créditos: UNESCO

@UNESCO

 

Ontem, terça-feira, dia 20 Março, às 4:15pm, as posições dos astros marcaram o início oficial da estação da Primavera, a estação das flores, das árvores cheias de folha e flor e dos pássaros.

 

Às 4:15pm (GMT) de 20 Março aconteceu o equinócio da Primavera, o momento em que o Sol, no seu movimento anual aparente, passa no equador celeste. É pois o tempo em que o dia e a noite têm aproximadamente o mesmo número de horas.

 

 

 

Google Doodle Equinócio Primavera 2018

doodler : Sophie Dao

https://www.google.com/doodles/

 

O equinócio de Março, celebrado por Google com um belíssimo Doodle interactivo muito criativo que anunciou o momento do início da Primavera no hemisfério norte. E um outro anunciou o início do Equinócio do Outono no hemisfério sul.

 

 

 

créditos: CMB

 

Mas, dia 21 é também  Dia Internacional da Árvore e da Floresta. Com a Primavera vem então a Poesia e a Floresta

 

Saber +

 

Este ano, o Dia Mundial da Poesia celebra celebra uma das mais preciosas formas de expressão e identidade cultural e linguística da humanidade.

 

Praticados ao longo da história - em todas as culturas e em todos os continentes - a poesia fala com nossa humanidade comum e nossos valores compartilhados, transformando o poesto mais simples em um poderoso catalisador para o diálogo e a paz.

 

UNESCO

 

“A poesia restitui a magia das palavras e abre um espaço de reflexão e diálogo sobre o mundo actual"

 

UNESCO

 

 

Natália Correia

http://www.e-cultura.sapo.pt/evento/

 

CCB comemora o Dia Mundial da Poesia no próximo sábado, dia 24 Março com a celebração de Natália Correia. Natália Correia que desapareceu há 25 anos, é pois a poeta escolhida em 2018.

 

Dados biográficos:

 

Importante figura da cultura portuguesa da segunda metade do século XX, Natália Correia nasceu na Fajã de Baixo, na ilha de São Miguel, Açores, a 13 de setembro de 1923. Aos 11 anos veio viver para Lisboa com a mãe e a irmã, enquanto o pai emigrava para o Brasil.

 

 

nataliacorreia-livro.jpg

 

Grandes Aventuras de um Pequeno Herói

Natália Correia, 1945

https://www.fnac.pt/

 

Ficou conhecida pelo seu espírito irreverente e pela sua actividade política e cultural mas poucos sabem que Natália Correia se estreou na escrita, em 1945, com um romance infantil: Grandes Aventuras de um Pequeno Herói.

 

Uma história que já revelava todo o talento da escritora e que ainda hoje revela potencialidades para conquistar o público mais jovem - e não só. Edição fac-similada da primeira edição da obra, obra de estreia da autora em fição, publicada pela primeira vez em 1945.

 

Fez os estudos no Liceu D. Filipa de Lencastre e iniciou-se na literatura com livros infanto-juvenis. Seria como poeta que se viria a afirmar, mas a sua produção literária foi profícua e diversificada. Escreveu ficção, literatura de viagens, diário, ensaio e teatro. Foi jornalista, editora, e deputada na Assembleia da República. Morreu em Lisboa, no dia 16 de Março de 1993.

 

Curiosidade:

 

 A letra do hino açoriano é da sua autoria.

 

 

 

Natália Correia

 

créditos: Autor não identificado

https://espalhafactos.com/2018/

 

Fiz um conto para me embalar

 

Fiz com as fadas uma aliança.

A deste conto nunca contar.

Mas como ainda sou criança

Quero a mim própria embalar.

 

Estavam na praia três donzelas

Como três laranjas num pomar.

Nenhuma sabia para qual delas

Cantava o príncipe do mar.

 

Rosas fatais, as três donzelas

A mão de espuma as desfolhou.

Nenhum soube para qual delas

O príncipe do mar cantou.

 

Natália Correia, Fiz um conto para me embalar



 
 
 
 
 
CCB : Celebração de Natália Correia
 
 
 
São sete os programas e intervenções dedicados à obra de Natália Correia no Centro Cultural de Belém: "Natália Correia, Deputada Parlamentar", "Vida na Poesia e Poesia na Vida: Origens Açorianas de Natália Correia", "1968-1974. Natália Correia Superstar?", "A diversidade criativa", "Natália Correia, a rebelde" e "À conversa com amigos de Natália", cruzando depoimentos de Cruzeiro Seixas, Manuel Murteira, António Valdemar e António Victorino de Almeida.
 
 
Actividades:
 
 
Alunos entram em férias a partir do dia 23 Março. Mas alunos do Ensino Secundário poderão participar em alguns destes programas no CCB.
 
Natália Correia faz parte dos currículos de Literatura.
 
Após pausa lectiva ler alguns poemas de Natália Correia na área curricular de Língua Portuguesa.
 
 
 
A Professora GSouto
 
 
21.03.2018
 
 
Licença Creative Commons
 

Concurso "Faça lá um Poema"

 

 

 

Plano Nacional de Leitura

https://1.bp.blogspot.com/

 

O Plano Nacional de Leitura e o Centro Cultural de Belém, numa iniciativa conjunta, convidam todas as escolas do país, públicas ou privadas, de 1º CicloEnsino Básico ao Ensino Secundário, a participar no Concurso de Poesia Faça lá um Poema.

 

Eu sei como gostam de participar nestes eventos que passam pela vossa criatividade! Foram muitos os meus alunos que participaram e se distinguiram em actividades semelhantes. Lembro o Prémio Nacional de Literatura Juvenil Ferreira de Castro , o Concurso O Lobo e o Natal, o Concurso Escritor Polar. Ou actividades ligadas às Quadras de S. Martinho, Quadras de S. João, Poesias, Poesias II, Poesias III. 

 

Está provado, portanto, que são muitos os alunos que gostam de escrever e de criar poesia!

 

Assim, decidi divulgar este concurso para que os mais afoitos possam dar azo à sua veia poética. Vá lá! Proponham aos vossos professores a vossa participação através da escola.

 

 

 

 Concurso Faça lá um Poema, 2012

http://www.ccb.pt/

 

Saber +

 

O concurso ocorre entre Janeiro e Março de de 2012. Só serão aceites trabalhos individuais. Aos vossos professores, cabe informar-vos das datas finais que diferem do tipo de escola. 

 

Os temas são dois: "Ser Cidadão" e "Os Afectos". Escolham aquele em que sintam mais inspirados.

 

Devem ler o Regulamento aqui e o Formulário de Inscrição encontra-se online aqui

 

Ir + longe:

 

No dia 24 Março 2012, será celebrado o "Dia Mundial da Poesia", no Centro Cultural De Belém (CCB) e do programa faz parte a entrega simbólica de prémios aos vencedores.

 

A todos, muita inspiração!

 

A Professora GSouto

 

27.01.2012

 

Licença Creative Commons