Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Dia das Mentiras ! Origem e tradições

 

 

 

Lenbro quando os alunos tentavam contar-me uma mentira neste dia dia 1 de abril? Como já tinha alguma experiência destas partidas, deixa-vos brincar comigo por alguns minutos, fingindo que acreditava.

 

Já na imprensa é um pouco mais difícil distinguir uma notícia falsa de verdadeira. Até porque há jornalistas de qualidade a pregarem-nos algumas partidas... muito a sério.

 

No passado próximo, o "dia das mentiras" chegou a ter honras de primeira página nos jornais mas, nos últimos anos, a imaginação tem escasseado ou os jornalistas sentem-se menos motivados.

 

Houve Autocarros com três pisos que estavam a chegar, o Centro Cultural de Belém estava a afundar ou a Câmara de Lisboa ia mudar-se para um hotel. Mais recentemente foi noticiado que a "troika" exigia que a velocidade da internet baixasse.

 

O motor de pesquisa mais conhecido, o Google, é o que continua a surpreender. Veremos mais abaixo.

 

Saber +

 

Mas qual a origem desta tradição do Dia das Mentiras? 

 

A origem do Dia das Mentiras é incerta. Conta-se que tem origem provável em 1564, quando o rei francês Carlos IX, ou a sua mãe, fez publicar um decreto alterando a data de início do ano civil, que passou de 01 de abril para 01 de janeiro.

 

Isto fez com na Grã Bretanha, as pessoas que acreditaram  passaram a ser 'gozados' e apelidados de «April fools», sendo ainda hoje o Dia das Mentiras conhecido como April Fool’s Day.

 

Como na altura do ano novo se costumavam trocar presentes, os adeptos do novo calendário mudaram a tradição para Janeiro, mas mantiveram subtilmente o costume de Abril, desta vez, porém, com presentes falsos e falsas mensagens de felicitações, que resultaram depois em partidas e mentiras.

 

A tradição foi posteriormente alargada a toda a Europa, com a difusão da cultura francesa, ao continente americano e ao resto do mundo, acabando por se contar mentiras em toda a parte.

 

Há ainda quem associae esta data aos festivais de primavera que assinalavam o fim do inverno, e onde os foliões libertavam alguma da loucura contida durante os meses de frio.

 

O Dia das Mentiras no mundo:

 

São muitos os países que valorizam o Dia das Mentiras, como é o caso da Polónia, da Escócia e até, surpreendentemente, do Irão.

 

 

cartoon Poisson d'avril

 

 

Em França, o dia denomina-se  Poisson d’Avril. Nas escolas, muitos alunos têm o hábito de colar o desenho de um peixe nas costas dos colegas sem que estes se apercebam, rindo-se discretamente deles.

 

Algumas regiões italianas também já adoptaram esta brincadeira. 

 

Na Escócia, a data tem o nome de «Huntigowk Day», sendo «gowk» a palavra usada pelos escoceses para se referirem ao cuco ou a uma pessoa tola. Muitas pessoas aproveitam o dia para passar a tarde no ar livre com amigos, pregando mutuamente partidas.

 

 

Holi summer

http://www.ibizatrendy.com/

 

Na Índia, o festival Holi, a 31 de Março, é a oportunidade ideal para lançar pós coloridos. Festival que se repete hoje em muitos países ocidentais.

 

Em Portugal, antigamente, em algumas regiõs, neste dia 1 Abril atirava-se farinha.Uma prática inspirada no evento indiano.

 

Na Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia, o Dia das Mentiras é marcado, sobretudo nas zonas mais rurais, com fogueiras, celebrando a chegada da Primavera e a (ligeira) subida nas temperaturas.

 

 

Google, o maior motor de busca do mundo é um perito em pregar mentiras neste dia. Já tem fama e leva-nos sempre a uma vasta lista de mentiras. Ora leiam a lista de partidas da Google 2016

 

 

 

 

Será verdade ou mentira o que se reproduz neste video? Saberemos daqui a uns dias. 

 

Actividades:

 

Estão de férias de Páscoa, Este ano não vai ser possível pregarem partidas aos colegas  ou contar mentiras aos professores.

 

Mas por que não fazer uma pesquisa sobre tradições de 'Dia das Mentiras' em vários países e debatê-las na próxima segunda-feira, primeiro dia de aulas, com amigos e professores?

 

Divirtam-se hoje! E tenham cuidado com as partidas que pregam. É que há pessoas que não aprecian muito...

 

A Professora GSouto

 

01.04.2016

 

Licença Creative Commons

 

Referências DN| Media

 

Ano bissexto : Dia do Pulo !

 

 

Google doodle : Ano bissexto

Doodler: Olivia Huynh

http://www.google.com/doodles/

 

2016 é um ano muito especial. E não apenas porque é 11111100000 em binário. Como já todos vimos hoje, ao aceder à página do motor de busca Google, o Doodle celebra um dia raro. O  Dia do Pulo em inglês Leap Day.

 

É então o ano que contém o Dia do Pulo que Google celebra com o Doodle interactivo que vimos no início deste post. Encantador.

 

 

Doodler: Olivia Huynh, esquisso

http://www.google.com/doodles/

 

Saber +


O dia 29 de Fevereiro só acontece a cada quatro anos. E por que razão? Há uma explicação científica.

 

Isto acontece para manter o nosso calendário em sincronia com a rotação da Terra em torno do sol. Sem o Dia do Pulo, estaríamos fora de sincronia por cerca de seis horas por ano.

 

Mas espere, ainda há mais ... Dia do Pulo, em inglês Leap Day acontece portanto de quatro em quatro anos, a menos que o ano seja divisível por 100.

 

 

Doodler: Olivia Huynh, esquisso

http://www.google.com/doodles/

 

Ir + longe:

 

O ano tem 365 dias, excepto os anos bissextos que têm 366. Certamente que já sabe isso desde a escola primária. Mas sabe por que existem anos bissextos? Ou que dia seria hoje se estes não existissem?

 

É um pouco com o Segundo intercalar, outro facto científico que já estudámos em Junho 2015.

 

O dia 29 de Fevereiro tem uma razão. Se nunca tivéssemos usado anos bissextos estaríamos, neste momento, a 15 de Julho de 2017. Ui ! Já se imaginou em “pleno verão” com temperaturas negativas? Ora veja o timelapse interactivo aqui. Interessante não?

 

Para entender por que os anos bissextos existem, devemos ter em atenção o movimento da Terra ao redor do Sol. A Terra demora 365 dias 6h 9m 10s a completar uma volta ao Sol (ano sideral). No entanto, o movimento aparente do Sol no nosso céu demora apenas 365 dias, 5h 48m 45s (ano solar). Ou seja, o ano sideral é cerca de 20m mais longo que o solar.

 

O ano bissexto tem pois uma explicação. Se não acrescentássemos um dia completo a cada quatro anos, as estações acabariam descompassadas do calendário, de tal maneira que, depois de 700 anos, no Hemisfério Sul, o Natal teria lugar em pleno inverno, enquanto no Hemisfério Norte aconteceria o contrário.

 

 Ano bissexto Romanos

http://img-s-msn-com.akamaized.net/

 

História:

 

Os Romanos seguiram os ciclos lunares – de 29,5 dias cada – durante muito tempo, o que resultava em 355 dias por ano. Com menos dez dias em cada ano, é fácil perceber em que estado estava o calendário ao fim de umas dezenas de anos.

 

Júlio César, inspirado pela sabedoria egípcia, resolveu o problema. Ou pensou que sim. No ano 46 a.C. introduziu 80 dias para acertar as contas e implementou o ano bissexto. Mas a forma como o fez acabou por resultar em 10 dias a mais em meados da década de 1570.

 

Foi no ano 44 A.C.(antes de Cristo) quando da adaptação ao calendário Juliano – baseado no movimento solar –, que os anos passaram a ter 365 dias, divididos em 12 meses de 30 ou 31 dias, excepto Fevereiro, com 28. Os Romanos estavam cientes de que os 365 dias não eram um cálculo exacto, por isso a cada quatro anos acrescentavam um dia a mais ao calendário.

 

 

Calendario-Gregoriano1.jpg

 

 

Calendário gregoriano

http://images-cdn.impresa.pt/expresso/

 

 

Em 1582, o Papa Gregório XIII – aquele que deu o nome ao calendário que usamos – recomendou que se retirassem os 10 dias a mais e criou um novo calendário. O Papa estabeleceu também que se passasse a usar um dia a mais nos anos divisíveis por quatro, se não fossem divisíveis por 100 (excepto quando divisíveis por 400).

 

Mas o calendário gregoriano que usamos tem 365 dias certos, por isso a cada ano vamos perdendo cerca de 6 horas, que ao fim de quatro anos somam um dia extra – o dia 29 de Fevereiro. A isto chamamos um ano bissexto.

 

Assim, bissextos são todos os anos que são divisíveis por 4 (por exemplo, 2012/4 = 503), excepto se forem também divisíveis por 100 (caso do ano 1900) e nesse caso não são bissextos… a não ser que também sejam divisíveis por 400 (como o ano 2000), porque aí voltam a ser bissextos!

 

Confusos? Também eu... mas pelo menos há a explicação científica. 

 

Mesmo assim,o calendário gregoriano não é perfeito: neste momento já levamos três horas de avanço, vimos mais acima na timelapse interactiva do jornal LA Times

 

 

 

Dia das Doenças Raras

29 Fevereiro

http://www.grupocentralmed.pt/

 

O dia 29 de Fevereiro é o Dia das Doenças RarasO Dia das Doenças Raras 2016 é celebrado a 29 de Fevereiro de 2016, também um dia raro! objecivo principal deste dia é sensibilizar a sociedade para as doenças raras e o seu impacto na vida dos pacientes. O tema 2016 é "A Voz do Paciente."

 

 

Curiosidades:

 

Pedidos de casamento : A tradição de mulheres serem propostas em casamento em ano bissexto tem muitas referências históricas.

 

Uma crença remonta ao século V, quando Santa Brígida se queixou a São Patrício que as mulheres tinham de esperar muito tempo para serem pedidas em casamento. São Patrício então liberou o último dia de Fevereiro para esse fim

 

Os astrólogos dizem que pessoas nascidas em dia bissexto têm habilidades extraordinárias, reflexo da peculiaridade do dia em que nasceram

 

Em alguns países, os anos bissextos são associados à má sorte. Na Grécia, por exemplo, aconselha-se a não tomar decisões como casar-se ou comprar casa. Na Rússia, anos bissextos são associados a mudanças abruptas do clima e a má sorte.

 

Existe a crença que vegetais e tubérculos plantados no dia bissexto vão crescer "do jeito errado"

 

 

 

Gioacchino Rossini 29 Fevereiro 1792

compositor

Retrato de Friedrich Lieder, 1822

https://upload.wikimedia.org/

 

Famosos + conhecidos nascidos no dia 29 Fevereiro

 

Papa Pablo III (1468)
Alberto V de Baviera (1528)
John Byron (1692)
Sir James Wilson (1812)
William A. Wellman (1896)
Chucky Brown (1968)
Gioacchino Rossini (1972)
Antonio Sabato Jr (1972)
Rubén Plaza (1980)
Mark Foster (1984)
Lena Gerck (1988)

 

 Actividades:

 

Trabalho transcurricular Língua Portuguesa/ Geografia/ Ciências Naturais/ História / Música

  • Pesquisa sobre explicação científica;
  • Calendário juliano e Calendário gregoriano;
  • Curiosidades liigadas ao Dia do Pulo;
  • Personalidades famosas: da Lista acima mencionada - quem são; qual a área em que se notabilizaram; factos, outros;
  • Gioacchino Rossini : estudo do compositor e da sua obra musical.

 

Para as pessoas nascidas no Dia do Pulo ou Leap Day, menos um festa de aniversário, o que ajuda a compensar o tempo perdido! Será assim?

 

A Professora GSouto

 

29.02.2016

 

 Licença Creative Commons

 

fontes: Observador | LA Times