Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Halloween : Doçura ou Travessura & Pão por Deus : Vamos conhecer as tradições ?

 

 

Decoração exterior de casa nos Estados Unidos

via Bored Panda

 

O Halloween é uma tradição dos Estados Unidos. Mas, com a globalização, é cada vez mais popular noutros países, inclusive em Portugal. Se ainda não está convencido, estas decorações surpreendentes podem fazer com que mude de ideias e decida celebrar o Halloween em grande (e quem sabe, assustar os seus vizinhos).

 

 

 

Samhain

via Google Imagens

 

O Dia das Bruxas é actualmente uma celebração pagã, que surgiu há mais de dois mil anos. Teve origem com o povo Celta, que festejava no seu calendário o fim do Verão, o início do Ano Novo e as boas colheitas do ano. A comemoração original chamava-se Samhain, que significa "fim de verão".

 

Anos depois, no Reino Unido, a data passou a marcar o Dia de Todos os Santos, daí ter surgido o nome Halloween, pois este resulta da junção dos termos hallow, que significa "santo", e eve, que significa "véspera".

 

Portugal não tem uma tradição tão forte Halloween como os Estados Unidos e o Reino Unido, mas já celebra o Halloween com muitas actividades. As lojas aproveitam para decorar as montras con abóboras, teias de aranha, entre outros objectos alusivos.

 

 

 

canal History

 

A globalização tem cada vez implementado mais o Halloween entre nós. As redes sociais, os media, a Internet. O fenómeno trazem até nós esta festividade anglo-saxónica.

 

As crianças e jovens perderam um pouco, com a pandemia, a tradição de andar a bater às portas para a chamadas Trik or Treat - Doçura ou Travessura.  

 

Trik or Treat ou Pão por Deus?

 

 

 

Pão por Deus ou Dia do Bolinho

via Google Imagens

 

Mas a verdadeira tradição portuguesa e que se celebra ainda em certas localidades é o "Pão por Deus". O "Pão Por Deus" ou "Dia do Bolinho" uma tradição bem portuguesa. A sua origem, evolução e história até hoje é algo fascinante.

 

 

 

Pão por Deus ou Dia do Bolinho

via Pumpkin

 

A origem do Pão por Deus

 

O Pão por Deus é uma tradição antiga com raízes semelhante às do dia das Bruxas ou Halloween (dos países anglo-saxónicos), no qual as crianças batem às portas pedindo doces ou travessuras - Trick or Treat.

 

No dia 1 de Novembro, Dia de Todos-os-Santos em Portugal, as crianças saem à rua e juntam-se em pequenos bandos para pedir o Pão por Deus de porta em porta.

 

 

© Cascais Food Lab

 

As oferendas aos mortos, nestas alturas do ano, são comuns em diversas culturas pagãs, incluindo as Celtas que habitaram o que é hoje Portugal.

 

Tendo em conta que muitas fontes apontam a origem do Halloween como festividades célticas é interessante ver as semelhanças e desenvolvimento de ambas.

 

Também sabemos que muitas festas pagãs foram aos poucos tomando roupagens cristãs, e a pouco e pouco se fundiram.

 

O peditório do 'Pão por Deus' no nosso país está também associada a essa tradição de oferenda aos defuntos e celebra-se no Dia de Todos os Santos. O Dia de Todos os Santos era já chamado o Dia do Pão por Deus no seculo XV. E nesse dia repartiam-se alimentos pelos mais pobres.

 

 

Universidade Nova FCSH

 

Terramoto de 1755

 

Este hábito ganhou força um ano após o grande terramoto de 1755 que destruiu completamente parte da cidade de Lisbos, como todos sabemos,  e que aconteceu justamente no dia 1 de Novembro, Dia de Todos os Santos.

 

Nessa época, a fome e a miséria sentiam-se pela cidade e reforçou a necessidade de partilha de alimentos com os mais necessitados.

 

Em 1756, as pessoas percorreram assim as ruas de Lisboa, batendo às portas e pedindo qualquer esmola, mesmo que fosse apenas pão. Dado o desespero, as pessoas pediam “Pão, por Deus”.

 

Em troca, muitos pedintes recebiam pão, bolos,  e outros alimentos para honrar os seus mortos e pedir pela sua alma.

 

Esta tradição de partilha nesta data manteve-se ao logo dos tempo, até aos dias de hoje, não só em Lisboa mas por todo o país. Em alguns zonas são feitas broas dos santos, ou bolinhos para oferecer a quem pede – por isso, este dia também é conhecido como o “Dia do Bolinho“.

 

 

 

“ Ó tia, dá Pão-por-Deus ? Se o não tem dê-lho Deus!” ou
“ Ó tia ó tia, bolinhos bolinhos em louvor de todos os santinhos

Sacos de pano coloridos de Pão por Deus

 

Evolução até aos dias de hoje:

 

Com o passar dos anos, passou a ser cada vez mais um peditório das crianças. No século XX, onde os registos são mais constantes e fiáveis, começamos a ver muito o Pão Por Deus como a festa das Crianças, nas pequenas localidades.

 

Neste dia, as crianças, de manhã cedo vão de porta em porta pedir ´Pão Por Deus´. Recebem tradicionalmente pequens bolos tíicos, frutos secos, romãs, e algumas guloseimas, rebuçados, gomas, caramelos que vão enchendo  os sacos de panos coloridos.

 

Obrigada, obrigado, obrigada.... vai-se ouvindo de cada um, à medida que as guloseimas vão caindo .... depois seguem quase cantando pele rua "há pão por Deus"!

 

 

 

Doçura ou Travessura ou Pão por Deus:

 

Um dos pontos fulcrais da cultura popular americana, é precisamente ´Doçura ou Travessura´. É, no entanto, engraçado ver que algo semelhante existe tradicionalmente em Portugal, desde tempos imemoriáveis.

 

Canção antiga

 

Bolinhos e bolinhós
Para mim e para vós,
Para dar aos finados
Que estão mortos e enterrados

À bela, bela cruz
Truz, Truz!

A senhora que está lá dentro
Sentada num banquinho
Faz favor de s’alevantar
Para vir dar um tostãozinho.

 

As rimas e cantigas são normalmente descritas quando as crianças batem às portas. E em alguns casos, ouvem-se estrofes de agradecimento a quem oferta doces, e menos simpáticas para quem não o faz.

 

 

 

Será que nas escolas não se deveria de falar às crianças sobre as diferenças e as semelhanças destas duas tradições? Estará a tradição portuguesa do Pão por Deus a desaparecer para dar lugar ao Halloweenjá que esta última parece ser  mais animada e divertida.

 

Começa a haver uma contra corrente nas localidades da província para não deixar morrer a tradição portuguesa. E fazem bem!

 

A  Professora GSouto

 

01.11.2021

 

Licença Creative Commons