Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Escolas : Leitura & Cidadania : Concurso Miúdos a votos ! Inscrição até 30 Novembro

 

https://visao.sapo.pt/

 

Aí está de novo, o  passatempo literário e de cidania Miúdos a Votos! Os alunos são chamados a elegerem os livros que mais gostaram de ler, num projecto que lhes permite perceber para que serve e como se organiza um processo eleitoral.

 

Saber +


A iniciativa desenrola-se ao longo de todo o ano lectivo, e segue as regras e procedimentos de umas eleições políticas:

  • recenseamento,
  • apresentação de candidaturas,
  • campanha eleitoral,
  • votação,
  • escrutínio

permitindo aos jovens compreender, participando, como se desenrola todo o processo eleitoral.


Os alunos são chamados a participar em todas as fases desta iniciativa, desde a escolha dos livros que devem figurar nas eleições até à festa/fase final.

 

 

 

https://visao.sapo.pt/


O projecto pretende também dar voz aos alunos e aumentar a sua participação dentro da escola, criando renovadas oportunidades para a formação de jovens cidadãos.

 

Ao terem oportunidade de expor e defender os seus pontos de vista, trocar argumentos e debater ideias, dentro e fora da comunidade escolar, os alunos perceberão melhor os princípios do processo democrático.

 

Além de um exercício de cidadania e de liberdade Miúdos a Votos propicia um momento único para os professores conhecerem os gostos de leitura dos seus alunos, para lá da sala de aula, e das propostas impostas pelos programas curriculares.

 

 

 

Miúdos a Votos

https://visao.sapo.pt/

 

Miúdos a Votos torna os livros, conversa dos recreios. Ao serem influenciados pelos seus amigos e colegas, os alunos ficam muito mais sensibilizados para a leitura.


Como não há democracia sem uma imprensa livre e as questões relacionadas com a literacia mediática (revistas, jornais, redes sociais) são cada vez mais prementes, Miúdos a Votos permite também a participação dos alunos enquanto repórteres do projecto na sua escola, dando, igualmente, a oportunidade aos professores de abordarem temas relacionados com os média.

 

Votação:

 

A votação será presencial e deverá haver urna mesa de voto por cada ciclo/ nível de ensino, para que se faça separadamente o escrutínio dos votos do 1.º ciclo, do 2.º ciclo, do 3.º ciclo e do ensino secundário, As mesas de voto deverão funcionar, preferencialmente, nas bibliotecas escolares ou então noutro local de fácil acesso. Devem ser constituídos grupos de alunos.

 

 

créditos. VIsão Júnior/ RBE

https://visao.sapo.pt/

 

Participação das escolas:


Qualquer escola, pública ou privada, com turmas entre o 1.º e o 12.º anos, pode participar; bem como estabelecimentos de ensino no estrangeiro que leccionem os mesmos anos de escolaridade e que tenham o Português como primeira língua.

 

 Inscrição:

 

Basta inscreverem-se até 30 de Novembro de 2022.

Preencher o formulário disponível aqui.

 

Participação escolas:


A participação das escolas será feita idealmente através da Biblioteca escolar de cada estabelecimento de ensino e coordenada pelo professor bibliotecário. No entanto, as escolas poderão participar sob a coordenação de qualquer outro.a professor.a.


Ao inscreverem-se, as escolas passas a receber todo o material de apoio à iniciativa: cartazes, que poderão imprimir e afixar nas escolas para divulgar as várias fases da iniciativa.

 

 

https://visao.sapo.pt/

 

Escolha dos Livros Candidatos às Eleições

A escolha dos livros candidatos foi feita pelos alunos, de 10 de Outubro a 18 de Novembro de 2022, através deste formulário.


  • Cada aluno poderá indicar um único livro com candidato. A sua escolha deve ser individual e absolutamente livre.

Pode apresentar qualquer tipo de livro: prosa, poesia, banda desenhada, teatro.


  • Quando preencheu o formulário, o aluno indicou o título completo do livro e o nome do autor. O que deve ser nomeado é uma obra individual e não uma coleção.

  • Os livros que vão figurar nos boletins de voto para as eleições nacionais serão aqueles que reunirem maior número de nomeações. A partir de todos os títulos indicados pelos alunos, e com o apoio da Pordata, será constituída a lista final nacional, por cada ciclo/ nível de ensino, que será revelada até 14 de Dezembro de 2022, na VISÃO Júnior e no portal da RBE.

 

 

https://visao.sapo.pt/

 

Votação :

 

A votação decorrerá em todas as escolas a 7 de Março de 2023.


A votação será presencial e deverá haver uma urna de voto por cada ciclo/ nível de ensino, para que se faça separadamente o escrutínio dos votos do 1.º ciclo, do 2.º ciclo e do 3.º ciclo e do ensino secundário, preferencialmente na biblioteca escolar ou noutro local de fácil acesso. Devem ser constituídos grupos de alunos que
 acompanhem a votação, estando presentes nas mesas de voto, tal como acontece numas eleições de cidadania. Cada mesa de voto deve ter um presidente e dois membros.


É desejável que se preveja a rotatividade destes elementos ao longo do dia, para não prejudicar a frequência das aulas dos alunos participantes.

 

 

https://visao.sapo.pt/

 

Contagem dos votos:


A contagem dos votos será coordenada pelo professor bibliotecário/ professor responsável (ou quem ele designar) e pelo grupo de alunos nomeado para o efeito.


O resultado do escrutínio terá de ser comunicado à organização até 14 de Março de 2023, através de formulário a disponibilizar oportunamente.


Nota: As escolas terão de guardar os votos até 31 de Março de 2023, para o caso de ser necessário fazer uma recontagem de votos.


  • A contagem dos votos será coordenada pelo professor bibliotecário/ professor responsável (ou quem ele designar) e pelo grupo de alunos nomeado para o efeito

  • Os resultados eleitorais a nível nacional serão apurados e dados a conhecer numa cerimónia pública em data e local a anunciar.


A festa final contará com a participação de escolas envolvidas na iniciativa ao longo do ano.


Cada escola poderá tornar públicos os resultados da votação dos seus alunos, se assim o entender, antes da divulgação dos resultados a nível nacional.

 

Actividades:

 

  • Os professores bibliotecários poderáo ter um papel importante na escolha dos livros, feita pelos alunos. Basta que passem a chamar à atenção para vários livros que já façam parte da biblioteca escolar ou até adquiram novos livros, consoante os interesses dos alunos.

 

  • De igual modo, os professores curriculares de língua e literatura portuguesa, fugindo à listagem dos livros de leitura obrigatória, informando ou lendo pequenos excertos de vários livros que considerem interessantes e de qualidade, consoante o nível de aprendizagem que leccionam.

 

A Professora GSouto

 

23.11.2022

 

Licença Creative Commons

 

fonte: Visão Júnior / RBE