Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Livros : Oceanos & Plástico ? Vamos ser activos ? Nomeações em França 2021

 

 

livro-plasticus-maritimus1.jpg

 

 

Plasticus Maritumus

Uma Espécie Invasora

Ana Pêgo

ilustração : Bernardo P.Carvalho/  Isabel Minhós Martins

https://www.planetatangerina.com/pt/

 

A cada hora que passa, mil toneladas de plástico vão parar aos oceanos. 
O equivalente a um camião cheio de plástico, por minuto!
Já é tempo de fazermos alguma coisa.

in Planeta Tangerina

 

É uma 'espécie exótica e invasora' que se encontra em todos os mares e zonas costeiras do mundo. Pode apresentar-se sob uma grande variedade de formas e em todas as cores, incluindo a transparente ou mesmo “invisível”.

 

Em geral, desloca-se fácil e rapidamente, em função dos ventos e correntes. Tem grande facilidade de se adaptar a todos os ecossistemas.

 

Nome científico? Plasticus maritimus, uma designação inventada pela bióloga Ana Pêgo - e agora em livro - que nos últimos quatro anos tem feito questão de publicitar para falar do problema do plástico nos oceanos.

 

livro-plasticus-maritimus4.jpg

 

Plasticus Maritumus

Uma Espécie Invasora

Ana Pêgo

ilustração : Bernardo P.Carvalho/  Isabel Minhós Martins

https://www.planetatangerina.com/pt/

 

Saber +
 
 

Quando era pequena, a bióloga Ana Pêgo não brincava no quintal, mas quase sempre na praia. Fazia passeios, observava as poças de maré e coleccionava fósseis.

 

À medida que foi crescendo, apercebeu-se, porém, de que uma nova espécie invasora se tornava cada vez mais comum na areia: o plástico.

 

 

livro-plasticus-maritimus3.jpg

 

Plasticus Maritumus

Uma Espécie Invasora

Ana Pêgo

ilustração : Bernardo P.Carvalho/  Isabel Minhós Martins

https://www.planetatangerina.com/pt/

 

 

Ir + longe:

 

“O meu objectivo é chegar ao máximo de pessoas. Essa tem sido a minha arma de combate: informar”,

Ana Pêgo

 

Para melhor alertar para as suas consequências na vida do planeta, Ana decidiu coleccionar e dar um nome a esta espécie. Chamou-lhe Plasticus maritimus, e desde então nunca mais parou, iniciando um projecto de sensibilização para um uso mais sensato dos plásticos. 

 

Inspirado nesse projecto, o livro contém informação sobre a relação entre o plástico e os oceanos.

 

Inclui também um guia para preparar idas à praia, com o objectivo de coleccionar e analisar exemplares desta espécie.

 

livro-plasticus-maritimus5.jpg

 

Plasticus Maritumus

Uma Espécie Invasora

Ana Pêgo

ilustração : Bernardo P.Carvalho/  Isabel Minhós Martins

https://www.planetatangerina.com/pt/

 

Objectivo: Motivar para a mudança.

 

Sensibilizar para um uso mais sensato dos plásticos (metade usados apenas uma vez), formar activistas, levar à mudança.

 

“Acho que se as pessoas forem informadas sobre o impacto dos nossos hábitos diários, se souberem que as largadas de balões e os cotonetes que atiram para a sanita vão parar ao mar, vão querer fazer alguma coisa. Não podemos continuar à espera que os outros resolvam os assuntos. Temos de ser activos.”

 

A paixão pelo mar veio-lhe dos tempos de criança quando morava a 200 metros da Praia das Avencas, “o quintal mais incrível que alguém podia ter”.

 

Adora baleias e esta é, resume, a sua forma de as salvar.

 

“O meu objectivo é chegar ao máximo de pessoas. Essa tem sido a minha arma de combate: informar”,

 

Ana Pêgo, bióloga

 

 

livro-plasticus-maritimus6.jpg

 

 

Plasticus Maritumus

Uma Espécie Invasora

Ana Pêgo

ilustração : Bernardo P.Carvalho/  Isabel Minhós Martins

https://www.planetatangerina.com/pt/

 

O o espírito do livro é dar sugestões concretas, descomplicar o que é complicado e tornar um dos maiores problemas e desafios do nosso planeta acessível a uma criança de oito anos.

 

Explica o que é o plástico, com direito a uma “pequena aula de Físico-Química” que mostra como se fabrica e por que é um material tão especial e duradouro, podendo ficar dezenas, centenas de anos no Meio Ambiente.

 

É por isso também que depois dos números assustadores - “todos os anos, cerca de oito milhões de toneladas de plástico acabam nos oceanos, o que equivale a serem despejados no mar, a cada hora que passa, cerca de mil toneladas de plástico, um camião cheio por minuto” - se mostram alternativas e bons exemplos que já estão a ser seguidos noutros países. A França já aprovou uma lei para banir a louça descartável de plástico até 2020.

 

Dá ainda sugestões de hábitos a implementar no dia-a-dia: como lidar com a atitude dos outros se estranharem quando recusamos coisas que não são essenciais, ou mandarmos arranjar objectos que se estragam em vez de ir logo comprar outros.

 

 

livro-plasticus-maritimus2.jpg

 

Plasticus Maritumus

Uma Espécie Invasora

Ana Pêgo

ilustração : Bernardo P.Carvalho/  Isabel Minhós Martins

https://www.planetatangerina.com/pt/

 

Nota: O livro Plasticus Maritimus está entre os candidatos ao prémio francês Livro Ecológico da Juventude 2021, cujo júri é composto por crianças.

 

 

livre-plasticus- fr.png

 

Plasticus Maritimus

une espèce envahissante

Ana Pêgo

illustrations : Bernardo P.Carvalho/  Isabel Minhós Martins

https://www.ecoledesloisirs.fr/

 

A edição francesa de Plasticus Maritimus, une espèce envahissante é um dos seis nomeados na categoria Petit Felipé, de livros para crianças entre os oito e os onze anos, segundo informação disponível no site oficial do Festival du livre et de la presse d'écologie (Felipé) que, desde 2004, atribui o Prémio do Livro Ecológico da Juventude.

 

“Depois de fazer uma seleção de livros, a equipa do Felipé reúne um júri composto por crianças - com idades entre os sete e os 12 anos - que escolhem os vencedores”, lê-se no site do festival.

 

A partir de 2019, o prémio passou a ser atribuído em duas categorias: Petit Felipé (oito-onze anos) e Tout Petit Felipé (seis-oito anos).

 

Os vencedores são anunciados em Junho 2021.

 

Ir + longe:

 

O livro, cujos direitos foram já vendidos para tradução em catalão, galego, espanhol, chinês, checo, inglês, francês, italiano, coreano e polaco, recebeu em 2020 uma menção na categoria de melhor livro de não ficção na Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha, Itália.

 

 

livro-plasticus-maritimus6-fr.jpg

 

Plasticus Maritimus

une espèce envahissante

Ana Pêgo

illustrations : Bernardo P.Carvalho/  Isabel Minhós Martins

https://www.ecoledesloisirs.fr/

 

Outros nomeações:

 

A edição francesa de Plasticus Maritimus está também nomeada aos prémios literários franceses Sorcières, destinados à literatura para os mais novos, na categoria de não-ficção.

 

Os Prémios Sorcières/ Prix Sorcières  foram criados em 1986, pela Associação de Livrarias Especializadas para Jovens, em parceria com a Associação de Bibliotecários de França, e reconhecem, em seis categorias, a produção literária para crianças e jovens que é publicada no mercado francês.

 

O livro está nomeado na categoria Carrément Sorcières Non-Fiction

 

 

 

Plasticus Maritimus

uma espécie invasora

Ana Pêgo

illustrações : Bernardo P.Carvalho/  Isabel Minhós Martins

https://www.planetatangerina.com/pt/

 

Actividades: Saídas para limpar praias

 

A desenvolver em projecto transcurricular: Línguas; Ciências Natureza; Educação Física; Educação Visual; Educação Cívica.

 

No seu guia de campo, e como uma verdadeira especialista à procura de uma determinada espécie no seu habitat natural, ensina a preparar uma saída para limpar as praias do Plasticus maritimus:

 

  • Equipamento a levar;
  • Cuidados a ter;
  • Melhores locais e épocas. 

 

Para além de bióloga marinha, Ana Pêgo assume-se como beachcomber, isto é, alguém que não se limita a recolher lixo nas praias mas que coleciona e se interessa pela origem e a história dos objetos que encontra.

 

Já apanhou 133 palhinhas na mesma praia e 253 tampas de garrafas em 20 minutos, num passeio no Cabo Raso E tem colecções de pentes, peças de Lego, rodas, isqueiros, escovas de dentes ou embalagens de soro (todas incluídas no livro).

 

A Professora GSouto

 

28.11.2018

 

actualizado: 14.03.2021

Licença Creative Commons

 

fontes: Planeta Tangerina/ Observador-Literatura Infantil

L'école des loisirs