Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Fundação Paul Walker : Do Good

 

 

Fundação Paul Walker

https://the-paul-walker-foundation.myshopify.com/

 

 

 Paul Walker 1973-2013

http://s1.ibtimes.com/

 

Meadow Walker, filha do falecido actor Paul Walker anunciou nas redes sociais, há uma semana, isto é no dia 12 Setembro, dia em que o pai, Paul Walker completaria quarenta e dois anos, a criação da Fundação Paul Walker

 

Ninguém esqueceu  o terrível acidente que vitimou em Dezembro de 2013, o actor Paul Walker. Sim, o actor que admiravam da série cinematográfica Velocidade Furiosa e que atingiu este ano, na sua versão 7, o record de espectadores.

  

velocidade-furiosa-7.jpg

 

Velocidade Furiosa 7

https://www.facebook.com/velocidadefuriosa.pt

 

Velocidade Furiosa 7 filmava-se na altura em que o actor teve o acidente e  morreu. Tantos espectadores para homenagear acima de tudo Paul Walker. Houve países, onde pessoas choraram no final da projecção, outros em que se prestou tributo com a plateia de pé a bater palmas.

 

Paul Walker, segundo se sabe era um actor solidário. E regressava precisamente de uma festa para angariação de fundos de solidariedade.

 

 

 

 

Esteve também presente em várias catástrofes naturais, como no tsunami no Siri-Lanka, 2004, ou no terramoto no Haiti em 2010.

 

"Paul Walker era mais conhecido pela sua carreira de actor, mas sua paixão era o oceano" (...)  "Ele estudou biologia marinha passou a maior parte de seu tempo livre no oceano."

 

 

Paul Walker 8 Below

http://www.imdb.com/

 

Nós conhecemos Paul Walker há alguns anos, não pela sua paixão pelo mar, mas na dedicação a Antárctida e aos seus cães, num filme baseado em factos verídicos, 8 Below - Antárctida : da sobrevivência ao resgate.

 

Trabalhavamos o Texto Narrativo nas aulas de Lingua Portuguesa, a que acrescentámos a temática do grupo e de valores como a amizade, coragem, interajuda, nas aulas de Cidadania, no ano lectivo 2005-2006.

 

O filme tocou-nos tanto que ficámos a admirar a dedicação que Paul Walker pôs no desempenho de um guia na Antárctida, e na salvação da sua equipa de cães-expedição.

 

 

Paul Wlaker e a filha Meadow

http://images.cdn.impresa.pt/

 

Paul Walker tinha uma filha de quinze anos, Meadow, como referimos no post de tributo ao actor em 2013. Um ano depois, Meadow publicou no seu Instagram fotografias de seu pai com ela quando era pequena.

 

Meadow, agora com dezasseis anos, acaba de criar uma fundação para homenagear seu pai, a Fundação Paul Walker.

 

Meadow anunciou nas redes sociais, há uma semana, isto é no dia 12 Setembro, dia em que o pai, Paul Walker completaria quarenta e dois anos.

 

 

« Quando penso no meu pai, revejo-me nas suas paixões.  A paixão pelos oceanos, a paixão pela defesa dos animais, a paixão em ajudar as pessoas e a paixão pelo bem. Quis lançar esta Fundação porque quero partilhar este lado humano da sua pessoa, ao mundo em geral. »

Meadow Walker, Instagram

 

O lema da Fundação Paul Walker : Do Good

 

Um dos objectivos é apoiar os líderes futuros do Oceano a ser os pioneiros na protecção dos nossos oceanos, animais selvagens, e de nós mesmos, afinal.

 

Fundação Paul Wlaker pretende tambémo apoiar e angariar fundos para a organização de socorro do falecido actor, Reach Out World Wide (ROWW). A ROWW ajuda a reunir voluntários de apoio humanitário de emergência para locais de desastres, proporcionando apoio médico, comida, abrigo, roupa, tudoo que for necessário para casos de catástrofes naturais.

 

Actividades:

 

  • Propor aos alunos a exploração do site, valorizando aspectos fundamentais para o ser humano.
  • Incentivar os alunos a partilhar valores : voluntariado ; apoio (alimentos, vestuário) a vítimas de catástrofes naturais.
  • Protecção dos oceanos ; protecção de animais em risco de extinção, outros.

 

Numa altura em que uma crise humana de migrantes se abate na Europa e se aproxima a Cimeira Mundial para o Desenvolvimento Sustentável que terá lugar em Paris de 25-27 Setembro 2015, a Fundação Paul Walker poderá ter um papel a desempenhar.

 

A Professora GSouto

 

19.09.2015

Licença Creative Commons

Blogue em pausa : Vamos apoiar o Lobo Ibérico ?

 

 

 

Férias

www.google.com/

 

Pois é! Finalmente, tempo de férias ! O veráo está aí a chegar e há que aproveitar os dias de sol, mesmo que não esteja muito calor. Mas, antes, queria deixar-vos uma mensagem de solidariedade. SOS Lobo Ibérico.

 

Lembram-se? Foi em 2007, um pouco antes do Natal. O Grupo Lobo abriu um concurso de escrita criativa e desenho para alunos entre os 10-12 anos subordinado ao tema O Lobo e o Natal. E nós participámos.

 

Os Participantes de O Lobo e o Natal foram vários. Alunos das três turmas que leccionava. E houve três premiadas! E três 3ºs prémios:

 

A Ana e a Eliane (5G) e a Ana Sofia (5H). A Ana Sofia até teve direito a uma visita de fim-de-semana ao centro. E adorou!

 

 

 

Faia 

créditos: Sofia Loureiro

http://d2oadd98wnjs7n.cloudfront.net

 

Mas falemos então um pouco do que se está a passar...

 

Saber +

 

Em 2013, o Centro de Recuperação do Lobo Ibérico de Mafra pode já não existir. Este projecto único está em risco de perder a sua "casa", tal como acontece aos animais que procura recuperar.

 

 

 

O espaço ocupado pelo Centro de Recuperação do Lobo Ibérico (CRLI), descrito como a "Cova" por Francisco Fonseca, presidente do Grupo Lobo - Associação para a Conservação do Lobo Ibérico e do seu Ecossistema - não se diferencia muito da forma das tocas dos lobos, a não ser nas suas proporções. O terreno foi cedido por um cidadão inglês que na altura vivia no local.

 

Ao longo de 25 anos, este centro situado no Gradil, Mafra, já deu abrigo a "dezenas de animais". Alguns chegaram em muito mau estado, quer físico, quer mesmo comportamental", como descreve Francisco Fonseca.

 

Neste momento, vivem em cativeiro oito lobos, quatro dos quais nasceram no centro. Os restantes provêm de situações de cativeiro ilegal em Portugal e Espanha. "Sabor", "Faia", "Soajo", são alguns dos nomes dos lobos do centro.

 

 

 

 

créditos: Diana Barreto

http://www.indiegogo.com/IberianWolf

 

O terreno, que nos anos 70 era uma quinta agrícola, está hoje coberto de sobreiros, carvalhos, azinheiras e tem alguns edifícios de apoio ao centro. "É tudo trabalho dos voluntários", acrescenta o presidente do Grupo Lobo.

 

Joana Pereira, 20 anos, é uma das voluntárias do CRLI. Estuda Biologia na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, mas este Verão decidiu fazer trabalho de voluntariado no centr0 durante 15 dias das suas férias. 

 

A melhor experiência que já teve no CRLI foi “ver a Faia e as suas três crias a alimentarem-se. Foi mesmo engraçado” - disse Joana.

 

O Grupo Lobo surgiu em 1985 pela paixão e preocupação de um grupo de amigos para com esta espécie. "Em 1987, nós (Grupo Lobo) sabíamos que ia sair uma nova lei proibindo ter lobos em cativeiro - conta Francisco Fonseca. "Mas também sabíamos que no nosso país sempre houve lobos em cativeiro e caso não houvesse um sítio para eles irem, acabariam por ser abatidos." O centro do Gradil foi a resposta do grupo para esta lei, pois "era necessário um local para dar um bom resto de vida a estes animais."

 

 

 

Grupo Lobo

 http://lobo.fc.ul.pt/

 

Ir mais +

 

Agora, passados 25 anos, os lobos correm o risco de ser "despejados" da sua segunda casa. Nestas duas décadas e meia, os terrenos foram cedidos sem qualquer custo. Porém, no início deste ano, o proprietário actual comunicou aos responsáveis do projecto que teriam de sair se não comprassem o terreno.

 

Grupo Lobo apela aos sócios, “pais adoptivos”, amigos e simpatizantes para que, todos juntos, possamos continuar o desenvolvimento do projecto "Centro de Recuperação do Lobo Ibérico" (CRLI). 

 

O Grupo Lobo apela a todos no sentido de contribuírem, na medida da disponibilidade de cada um, para a compra destes terrenos tão importantes para o projecto. Qualquer donativo, por pequeno que seja, pode fazer a diferença, todos juntos, podemos fazer com que o Centro continue por muitos mais anos a contribuir para a conservação do lobo, o último grande predador da fauna portuguesa. 

 

Para tentar manter a "Cova", o Grupo Lobro lançou, há duas semanas, uma "campanha de angariação de fundos" através de uma plataforma online, onde tenta obter 206.000 euros até 28 de Setembro.

Nas redes sociais vários músicos portugueses têm-se pronunciado para manter a "casa" do Lobo Ibérico. David Fonseca, Moonspell, Ana Bacalhau, Uxu Kalhus, entre outros, já manifestaram o apoio à causa.

 

 


 
 
Estou certa que, apesar de em tempo de férias. todos vamos apoiar este projecto que tão bem recebeu os nossos trabalhos. Basta para isso contribuir "adoptando" um lobo.
 
Já pensaste como seria interessante teres um "lobo adoptado" no centro do Grupo Lobo? Serias responsável por ele, tal como és responsável pelo cão ou gato que tens em casa, mas de diferente maneira.
 
Devemos ser solidários com os animais. E neste caso, o do lobo ibérico, não podemos esquecer que é uma espécie em vias de extinção e de origem portuguesa. 
 
Vá lá! Vamos todos passar a palavra durante as nossas férias a amigos e familiares. Nas redes sociais, poderemos fazê-lo através das nossas páginas pessoais ou então gostando da página Facebook do Grupo Lobo.
 

Bom! Repousem e divirtam-se muito, para regressar em força no outono...que não está assim tão longe! Tristeza.

 

Deixo-vos. Voltarei em Setembro!

 

 

 
 
 
 
A Professora GSouto
 
 
12.08.2012
 
 
Licença Creative Commons
 
Referências:
 
Centro de Recuperação do Lobo Ibérico em risco de ficar sem casa
 
Help the Iberian Wolf
 

Cidadania : 60 Anos Direitos Humanos

 

 

 créditos: Marcos Pereira

https://mapereira.wordpress.com/

 

Paris, 8 dez 2008 (AFP) - Há 60 anos, no dia 10 de dezembro de 1948, a Assembleia Geral das Nações Unidas adoptava em Paris a Declaração Universal dos Direitos Humanos, texto fundador que rege o direito internacional desde a Segunda Guerra Mundial, embora seus ideais nem sempre sejam praticados. 

 

Várias manifestações estão previstas para esta comemorativa, principalmente em França. Uma cerimónia será organizada no Palácio Chaillot, em Paris, onde o texto foi ratificado.

 

Estarão presentes representantes da ONU, da Comissão Europeia e de organizações de defesa dos direitos humanos.

 

Saber +

 

Inspirada na declaração francesa dos direitos humanos e do cidadão de 1789, e na declaração de Independência dos Estados Unidos de 1776, a Declaração Universal dos Direitos Humanos tem na sua origem o flagelo causado pela Segunda Guerra Mundial e pelo genocídio dos judeus.

 

"Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direito", proclama o primeiro artigo da Declaração, que em trinta artigos enumera os direitos humanos, civis, económicos, sociais e culturais "inalienáveis" e "indivisíveis".

 

O texto foi adoptado pelos então 58 Estados membros da Assembleia Geral da ONU, com excepção da União Soviética, dos países do Leste europeu, da Arábia Saudita e da África do Sul, que se abstiveram.

 (...)

 

As convenções internacionais para banir a discriminação contra as mulheres (1979), contra a tortura (1984) e pelos direitos das crianças (1990), são fruto da DUDH.

 

direitoshumanos.jpg

 

Ir + longe:

 

Em Portugal, dois acontecimentos para celebrar 60 Anos dos Direitos do Homem chamaram a minha atenção!

 

 

José Saramago

créditos: autor não idenficado

http://www.ochaplin.com/

 

O escritor José Saramago, afirmou hoje, em Lisboa, passados dez anos de receber o Nobel da Literatura, em Estocolmo, que o galardão "significou uma responsabilidade importante do ponto de vista cívico e político".

 

Lusa/Visão 

 08.12.2008

 

A Fundação de José Saramago vai oferecer nesta quarta-feira, por ocasião do 60º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, 200.000 cópias do texto, anunciou nesta segunda-feira o escritor português.

 

José Saramago, 86 anos, prémio Nobel de Literatura em 1998, decidiu distribuir o texto aos leitores de dois jornais portugueses.

 

"Esta declaração não está sendo respeitada. Ela existe, mas ninguém quer aplicá-la, nem os governos, nem as populações, que são difíceis de mobilizar pela defesa dos direitos humanos", lamentou o escritor durante um encontro com jornalistas.

 

AFP

 

bombeiros1.jpg

 

 Bombeiros Portugueses 

http://www.tvi24.iol.pt/

 

A Assembleia da República vai entregar quarta-feira aos bombeiros voluntários portugueses o Prémio Direitos Humanos 2008, assinalando o ano nacional do voluntariado nos bombeiro

 

 

 

 

Direitos Humanos - Voluntariado

http://img.photobucket.com/

 

 

Informação:  

 

Direitos Humanos: Artigo 29.º

 

O indivíduo tem deveres para com a comunidade, fora da qual não é possível o livre e pleno desenvolvimento da sua personalidade.

 

 

Eu escolhi o 29º artigo por o considerar muito importante  no desenvolvimento da vossa educação!

 

 

A comunidade escolar é o melhor ambiente de aprendizagem para os prinicipais artigos consignados nos Direitos Humanos! E o voluntariado um dos mais nobres valores.

 

A Professora GSouto

 

10.12.2008

 

Licença Creative Commons

.