Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Noite de São João na cidade do Porto

 

 

 

São João no Porto

autor: não identicado

http://plturismo.com/

 

Portuense/Tripeiro que é portuense só tem uma preocupação. Sair na noite de São João de martelinho na mão, ou o alho-porro, há aqueles que ainda gostam do ramo de erva cidreira para esfregar na cara das gaitas e procurar o bailarico mais animado. Tudo é festa!

 

Percorrem-se as ruas da cidade que se vão enchendo de gente. Os muitos turistas que acorrem à cidade para participar desta festa original, passaram a fazer parte deste ritual bem 'tripeiro'. A maior parte das pessoas não teme a confusão e dirige-se para a Ribeira e para o Cais de Gaia, mas todas as ruas vão dar às festas da noite sanjoanina.

 

Não se sabe quando começou essa tradição.  Aponta-se o século XIV, de na noite de S. João, não se parar por um minuto. Pelo menos, os mais novos, fazem questão de percorrer, depois do fogo de artifício, todos bailaricos da marginal até à Foz do Douro. E a noite, já quase a nascer o dia, acaba nas praias do Porto.

 

Ah! Dessa festa, fazem parte as tradicionais cascatas. E não se esqueça de comprar o manjerico! Diz a tradição que os namorados ofereciam os manjericos às suas amadas. Se for o seu caso, escolha com uma quadra bem romântica.

 

 

Cascata de São João, Porto

créditos. Lusa

http://thumbs.web.sapo.io/

 

As cascatas dos santos começam a ser construídas no início do mês de Junho. As lojas (e também hotéis e restaurantes) decoram as montras com cascatas e há umas maiores montadas junto dos bairros mais típicos da cidade. É interessante verificar as personagens – além dos santos que se celebram neste mês: Santo António, S. João e S. Pedro - que compõem as cascatas, já que geralmente representam antigas profissões.

 

Ainda que se veja cada vez menos essa tradição, saltar às fogueiras é uma das actividades mais primitivas destas festas. Ainda existem em alguns bairros mais típicos. Diz-se que, se saltar três vezes por cima da fogueiras, fica protegido contra o mal durante um ano. Ou seja, até à próxima festa de S. João.

 

 

Cais da Ribeira, noite de São João

autor: não identificado

http://www.tour-portogallo.it/

 

Saber +

 

São João pode ne ser o padroeiro oficial do Porto, mas é ele quem tem direito à maior festa da cidade. Na quinta-feira, quando o sol se começar a pôr, milhares de pessoas vão enchendo o centro histórico da cidade do Porto para dançar nos muitos bailaricos.

 

O cheiro a sardinha assada vai andar no ar e o som dos martelinhos de plástico vai ser a banda sonora que mais se vai ouvir. Só lá perto da meia-noite é que abranda, para se apreciar o espectáculo de fogo-de-artifício. E depois tudo continua pela noite dentro até ao romper do dia.

 

Os símbolos da festa já se conhecem. O espírito festivo apodera-se de nós e, de manjerico ao lado do teclado do telemóvel, partilham-se fotografias com amigos, família numa noite de São João que é sem dúvida inesquecível.

 

 

Porto, noite São João

autor: não identificado

http://portugalconfidential.com/

 

Ir + longe:

 

Apesar de ser o santo mais celebrado da Invicta - a noite de 23 para 24 de Junho é sem dúvida a maior festa da cidade que dá direito a feriado municipal - São João não é o padroeiro do Porto.

 

 

 

 Nossa Senhora da Vandoma

padroeira da cidade do Porto

https://commons.wikimedia.org/

 

Na verdade, a cidade tem uma padroeira, Nossa Senhora da Vandoma. Nos mais antigos brasões da cidade pode ler-se a inscrição latina “civitas virginis”/ cidade da virgem, em referência a Nossa Senhora da Vandoma.

 

O feriado municipal do Porto no dia 24 de Junho foi escolhido por referendo à população em 1911. De acordo com Hélder Pacheco, autor de vários livros sobre o Porto, entre os quais Porto. O Livro do S. João, o Governo Provisório da República impôs a escolha do feriado à cidade.

 

Aquando da aprovação, sabe-se que o feriado foi aprovado “não como dia de São João, mas como de festa da natureza”, mostrando o cuidado dos republicanos em associar a escolha à festa do solstício e não a uma celebração religiosa.

 

 

 

Tradições Festa S. João

autor: não identificado

http://www.portugaltraveltips.co.uk/

 

Tradições:

 

As sardinhas são as rainhas de qualquer festa portuguesa de Santos Populares e, na noite de São João, até nos restaurantes mais in se instala à porta um braseiro para servir o peixe azul, com pimentos a acompanhar.

 

Depois da refeição, o melhor é ficar a ver o fogo-de-artifício, entre os cais da Ribeira e de Gaia, já que o rio e a Ponte D. Luís I estão no horizonte.

 

A maior parte das pessoas não teme a confusão e dirige-se para a Ribeira e para o Cais de Gaia, mas há outras opções.

 

 

 

Fogo pirotécnico

Noite de São João

foto: autor não identificados

http://www.the-yeatman-hotel.com/

 

Quanto ao fogo-de-artifício, ao soar das 12 badaladas, o céu sobre o rio Douro e a Ponte D. Luís I sofre o efeito inverso da Cinderela e torna-se num espectáculo fabuloso.

 

Este ano, o espectáculo piro-musical vai durar 16 minutos. Promete-se uma viagem pelo rock nacional e internacional, começando com “Thunderstruck” dos AC/DC, seguido de Pink Floyd, Scorpions, Guns N’ Roses, Rolling Stones e Queen, terminando com a “Minha Casinha”, dos Xutos e Pontapés.

 

“Ah... quem viu o fogo uma vez já viu todas.” É a mais pura das mentiras! O fogo de artifício do S. João combinado entre as duas cidade, Porto e Gaia, e na Ponte Luís I é um dos mais bonitos espectáculos de pirotecnia do mundo. Não, não é como o fim de ano em Sydney! Também não exageremos... Mas a paisagem do Porto é bem mais bonita.

 

A Ribeira ou o Cais de Gaia são os melhores locais públicos para ver o fogo, a seguir aos barcos que estão no rio. A Sé do Porto vem em terceiro lugar nas escolhas, ideal para quem gosta de ver o espectáculo mais próximo das alturas.

 

As duas margens do rio ficam completamente inundadas de gente. Há ainda quem fique nos dos restaurantes,bares dos cais e até em barcos.

 

 

 Festas musicais na cidade Porto, São João

autor: não identificado

http://radar64.com/

 

Músicas populares na noite de São João, quase ninguém resiste a dançar, ou a entrar no comboio de gente que se forma assim que começa a tocar o acordeão de Quim Barreiros. Há bairros que têm uma banda em palco a tocar, com as Fontainhas à cabeça. 

 

Nos Arcos de Miragaia há sempre festa, assim como em Massarelos e no Largo de Nevogilde. A Praça D. João I tem palco montado e carrinhas de comes e bebes há já alguns dias. Para os preferem sítios mais calmos, há na Rotunda da Boavista uma boa opção, com vários divertimentos para crianças e uma roda gigante que dá uma perspectiva da cidade fantástica. Não que aprecie esse tipo de divertimentos, mas é o que dizem.

 

 

Martelinhos

créditos. Lusa

http://thumbs.web.sapo.io/

 

Seja pequeno, de tamanho respeitável ou assustador, o que interessa é ter um. Os martelos de plástico que as pessoas levam na noite de São João para bater na cabeça de desconhecidos são a imagem de marca da festa no Porto, ainda que não conste que São João Baptista andasse a bater com tal objecto em cabeças alheias.

 

Quem não tem um, não precisa de ir a correr comprar, pois vão estar à venda em cada esquina. O trajecto clássico de batidelas faz-se da Avenida dos Aliados (comemora este ano 100 anos), descendo até à Ribeira. A partir da uma da manhã, é começar a caminhar em direcção à Foz, como fazem milhares de resistentes. Pelo caminho há que contar com algumas marteladas na cabeça, barracas de farturas e música: Há sempre bailarico no coreto do Passeio Alegre.

 

 

Lançamento de balões

S. João no Porto

autor: não identifcado

http://thumbs.web.sapo.io/

 

Este ano, o São João faz-se com temperaturas amenas. Muitos balões a voar nos céus que podem não ser tão visíveis se a noite descer enevoada. No Mercado Bom Sucesso, vai ter lugar uma largada de balões às 23h45 bem como no largo da Casa da Música.

 

Na Avenida dos Aliados, mesmo em frente à CMP há espectáculo musical gratuito com Xutos e Pontapés às 01:00 horas.

 

Um livro para o Dia da Mãe ?

 

 

 Google Doodle Dia das Mães

doodler: Sophie Diao

https://www.google.com/doodles/

 

E o dia estará lindo! Só podia! Amanhã é um dia muito especial. Dia das Mães. E as mães merecem um dia lindo de sol.

 

Saber +

 

O Dia da Mãe é celebrado em quase todos os países, mas em dias diferentes, entre os meses de Abril e Maio. Em França, o Dia das Mães celebra-se no quarto domingo de Maio.

 

O Dia das Mães, no primeiro domingo de Maio, celebra-se em Portugal, Espanha, Hungria e Lituânia.

 

Ir + longe:

 

A celebração do Dia da Mãe teve origem na Grécia Antiga, ligada às comemorações primaveris, em honra de Rhea, mulher de Cronos e Mãe dos Deuses.

 

Em Roma, as festas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, a Mãe dos Deuses romanos, e as cerimónias em sua homenagem começaram por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo. Também em Roma esteve associado ao festival de Hilaria 

 

Nas civilizações mais modernas, remonta ao século XVII. Em Portugal, o Dia das Mães é celebrado no primeiro domingo de Maio. É uma das homenagens mais especiais, já que mãe é a pessoa mais importante da nossa vida.

 

Gosto sempre de dar uma sugestão de livros. Em 2015, sugeri o poético livro de José Luís Peixoto, A Mãe que Chovia. lembram?

 

 

dia-mae.jpg

 

Um Mundo de Mamãs

Marta Gómez Mata  

ilustração: Carla Nazareth

Texto Editora

http://static.fnac-static.com/

 

Este ano, sugiro um livro para os mais pequenos oferecerem às mães: Um Mundo de Mamãs de Marta Gómez Mata cpm ilustrações de Carla Nazareth.

 

Um pouco mais tarde, quando regressa a noite, como acontece todos os dias em todos os lugares do mundo, a Mamã Fada e a Mamã Coca-Cola conversam ao telefone com uma mão e fazem o jantar com a outra.”

 

Um Mundo de Mamãs (excerto)

 

 

 

Um Mundo de Mamãs

Marta Gómez Mata  

ilustração: Carla Nazareth

Texto Editora

http://www.nosnalinha.pt/

 

 Sinopse:

 

Num mundo de Mamãs em que os braços da Mamã Bicicleta se transformam num guiador fofinho onde podemos apoiar a cabeça e dormir um soninho, a Mamã Morango cora de felicidade sempre que quer e a Mamã Acordeão soa sempre melodiosa e alegre…


Num mundo de Mamãs em que a Mamã Dragão tem um lombo comprido, por onde escorregam os seus filhos como se estivessem num trenó, a Mamã Bela Adormecida enche a cama de brinquedos, livros e bandejas de pequeno-almoço com chocolate quente...


Num mundo de Mamãs em que os olhos da Mamã Sereia são tão lindos como os poemas escritos sobre o mar, a Mamã Picasso sabe como observar o mundo e desenhá-lo depois e a Mamã Comboio é um prodígio de logística perfeita, mecânica precisa e potência de motor...


E, num mundo cheio de Mamãs, todas elas são Mamãs Princesas, que acreditam em histórias de encantar e têm a certeza de que existem finais felizes. Um belo e terno livro, dedicado a todas as mães do mundo.

 

 

dia-mae1.jpg

 

 

Um Mundo de Mamãs

Marta Gómez Mata  

ilustração: Carla Nazareth

Texto Editora

http://image.slidesharecdn.com/

 

Um livro para um dia especial, mas para muitas noites. Cada noite, a descobrir uma mamã diferente, para ler e conversar, para ouvir e completar com as ideias das mamãs que lêm e das crianças que ouvem contar.

 

Há uma Mamã Morango, uma Mamã Chocolate, uma Mamã Coca-Cola, uma Mamã Bela Adormecida, uma Mamã Pirata, uma Mamã Sereia, uma Mamã Picasso ou uma Mamã Monet, uma Mamã Comboio que está sempre a horas, uma Mamã Tesoura que é imprescindível em qualquer casa.

 

Mães que agradam aos filhos, que embalam, que dão chocolate quente, que gostam de dormir que ralham,que acordam antes das dez da manhã... Enfim, todas são Mamãs Princesas. Uma história com um final muito feliz e cheio de sorrisos.

 

 

Um Mundo de Mamãs

Marta Gómez Mata  

ilustração: Carla Nazareth

Texto Editora

http://www.nosnalinha.pt/

 

Todas  mães têm um pedacinho de cada uma destas mães tão especiais. E é isso que as torna as melhores do mundo para os seus filhos!

 

Poderão ler antecipadamente o livro em slideshare que encontrei online:

 

 

 

 

 

Obviamente, não vão deixar de oferecer o livro às Mães. É uma prenda encantadora que a mãe vai receber deliciada e ler com muito carinho à hora de deitar, ou ao final de semana, quando há mais disponibilidade de tempo.

 

Há algum vocabulário mais difícil, mas a mãe vai explicar com palavras suas, segundo o nível etário dos seus filhotes.

 

Um livro engraçado, com ilustrações lindas, que revela inúmeras formas de ser mãe, incontáveis maneiras divertidas de transportar os filhos, de os entreter, de os amar. Nele descobriremos muitas mamãs do nosso planeta.

 

Um hino a todas as mães do mundo.Livro para ensino pré primário e 1º ciclo (1º/2º anos).

 

Para todas as mães, um dia muito especial, muito carinhoso!

 

A Professora GSouto

 

30.04.2016

 

Licença Creative Commons