Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Mês Internacional da Biblioteca Escolar : vamos tweetar ?

 

 

mes-inter-bibliot-escolar2015.png

 

http://rbe.mec.pt/

 

Como sempre, Outubro é Mês Internacional das Bibliotecas Escolares. Em todo o mundo, este mês é portanto dedicado a reforçar a visibilidade das bibliotecas escolares - lugar privilegiado nas escolas - e consciencializar do seu valor na comunidade escolar e no reforço dos currículos nas aprendizagens dos alunos.

 

 

 

Desde 2007, o IALS passou a denominar Mês Internacional da Biblioteca Escolar de modo a permitir que professores responsáveis pelas Bibliotecas Escolares, em todo o mundo, possam escolher um dia, durante o mês de Outubro, que melhor se adeque à sua comunidade escolar, para celebrar a importância das bibliotecas nas escolas.

 

É pois, mais uma oportunidade para as bibliotecas demonstrarem a importância que têm na vida das crianças e jovens alunos, pelo trabalho que desenvolvem nas áreas da leitura e das literacias, no acesso à cultura e no desenvolvimento da cidadania.

 

Tema 2015

 

O tema definido pela International Association of School Librarianship (IASL) para 2015 é, segundo tradução adoptada pela Rede de Bibliotecas Escolares:

 

"A biblioteca escolar é super!"

 

O Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares estabeleceu a data de 26 de Outubro como Dia da Biblioteca Escolar em Portugal, para 2015.

 

 

 

Desafios:

 

Para este ano, são propostos dois desafios:

  • Toca a Tweetar
  • Celebrando o MIBE

 

 

  • Toca a tweetar:

 

Os professores bibliotecários convidarão os elementos da comunidade educativa a escreverem tweets sobre o valor da biblioteca escolar (BE) no Twitter da BE, usando a hashtag #MIBE15.

 

Os alunos deverão ser devidamente enquadrados pelo(a) professor(a) bibliotecário(a), identificando no final do seu tweet, o ano e turma a que pertencem. Por exemplo: 9B.

 

 

 

Para reduzir caracteres, os adultos poderão apenas indicar no final do tweet em que qualidade escrevem, usando uma das seguintes iniciais:

 

• Professor(a) – P
• Encarregado de Educação – EE
• Assistente técnico – AT
• Assistente operacional – AO
• Autarquia – A
• Outro – O

 

A RBE está a selecionar frases/tweets que considera mais interessantes e tem publicado no seu portal, destaque que se manterá até final mês Outubro.

 

No final do mês distinguir-se-á a BE que conseguir mobilizar, entre a sua comunidade educativa, mais pessoas, entre alunos, professores, pais, auxiliares de educação, para tweetar e que componha os tweets mais criativos.

 

  • Celebrando o MIBE:

 

A RBE convida as bibliotecas escolares a enviar ao Gabinete (para o endereço mibe@bibliotecasescolares.pt) os programas que elaborarem para comemorar o MIBE (Mês Internacional da Biblioteca Escolar).

 

A partir do final do mês de Outubro, deverão divulgar, nas actividades do portal RBE, o relato de como concretizaram esses programas, podendo incluir links para os blogues e redes sociais que reflictam as iniciativas levadas a efeito.

 

Da conjugação da análise dos programas e respetivos relatos, será encontrada uma bibllioteca escolar a distinguir.

 

Os prémios atribuídos serão entregues às bibliotecas escolares pelo respectivo Coordenador Interconcelhio.

  

 

 

Bookmark Project

 

 Skype Project

 

Para além destes dois desafios, existem muitas sugestões de acções a desenvolver, tanto nas actividades do portal RBE, como na página do International School Library Month (ISLM) da IASL que continua a apelar à participação em dois projectos:

 

  • Bookmark Project
  • Skype Project.  

 

As bibliotecas escolares de todo o mundo são convidadas a enviar os seus testemunhos para a rubrica What people are doing for ISLM 2015.

 

 

Bookmarks/ Maracadores leitura

Escola Básica nº 2 Rio Tinto

http://www.iasl-online.org/

 

Há já escolas portuguesas que se registaram nestas duas actividades e têm as suas actividades publicadas no site da IASL.

 

Este foi apenas um dos projectos que vi e achei interessante por reflectir o tema "Bookmark Project".

 

Bom, estou certa que muitas outras actividades e projectos estão a ser desenvolvidos, não só nas BEs.

 

Tudo começa nos curriculos de Lingua Portuguesa. E são as professoras curriculares que, muitas vezes, propõem excelentes actividades desenvolvidas nas suas aulas.

 

Os projectos do MIBE deverão ser desenvovidos em  conjunto entre professoras bibliotecárias e professoras curriculares de Lingua Portuguesa.

 

Para todos, alunos e professores, um excelente #MIBE. Aos alunos, leiam livros, tweetem acerca das vossas preferências, dinamizem as redes sociais, falando de livros.

 

A Professora GSouto

 

25.10.2015

 

Licença Creative Commons

 

Referências : Os tweets apresentados neste post estão publicados na página da RBE

 

Dia Mundial de Luta contra a Sida

 

 

 

  

http://www.unaids.org/

 

 Hoje, dia 1 de Dezembro é o Dia Mundial de Luta contra a Sida. Este ano, o tema é "Getting to Zero: Zero de novos infectados com HIV, Zero discriminação, Zero mortes relacionadas com SIDA

 

Este dia visa alertar as populações para a necessidade de prevenção e de precaução contra o vírus da SIDA. Este vírus ataca o sistema sanguíneo e o sistema imunológico do doente.

 

 

http://www.un.org/

 

 

Saber +

 

A data tem ainda como objectivo lembrar todas as vítimas que morreram ou estão infectadas com o vírus HIV.

 

A SIDA ou VIH (Vírus da Imunodeficiência Humana) foi descoberta em 1981 e já matou mais de 30 milhões de pessoas em todo o mundo. 

 

Pelo menos 2,5 milhões de pessoas contraíram o VIH em 2011, ano em que se calcula que viviam, em todo o mundo, 34 milhões de pessoas infectadas. Destas pessoas, 23,5 milhões estão na África sub-sariana, cinco milhões na Ásia, 1,4 milhões na América Latina, 1,4 milhões na América do Norte, 900 mil na Europa, 300 mil no Médio Oriente e África setentrional, 230 mil no Caribe e 53 mil na Oceânia.

 

Os números são da agência das Nações Unidas para a Sida (ONU/AIDS).

 

 

 

 

UNESCO 

https://www.facebook.com/unesco/

 

Ir + longe:

 

A África sub-sariana continua a ser a região mais afectada do mundo, com um em cada 20 adultos infectados com o VIH, o que representa 69 por cento da população mundial que vive com o vírus.

 

As infecções na Europa de Leste e na Ásia Central também começaram a aumentar desde meados da década de 2000.

 

Segundo o relatório, Moçambique, África do Sul, Jamaica, Quénia, México, Serra Leoa, Níger ou Tailândia são alguns dos países com comportamentos positivos.

 

Em sentido oposto surgem Bangladesh, Geórgia, Guiné-Bissau, Indonésia, Cazaquistão, Quirguistão, Filipinas, Moldávia e Sri Lanka aumentaram em pelo menos 25 por cento o número de novas infecções.

 

 

 

 

 

Esta é a mensagem de Bill Gates fala-nos da importância do Dia Mundial contra a SIDA como sendo uma oportunidade de todos os países se unirem para lutar contra o vírus HIV, e todas as pessoas se unirem para apoiar os que estão infectados com o vírus, lembrando ao mesmo tempo, todos os que já morreram.

 

A educação é o melhor caminho para a erradicação da SIDA. 

 

 

 

 

Actividades: 

 

  • Alunos:

 

Se pretendes informação e até apresentar um trabalho sobre o vírus da Sida, podes consultar os seguintes sítios web:

 

Word Aids Day 2012 | UN

http://www.un.org/en/events/aidsday/

EDUCAIDS

http://www.unesco.org/new/en/hiv-and-aids/our-priorities-in-hiv/educaids/

 

  • Professores:

 

A UNESCO dispõe de vários recursos a serem consultados aqui. Em Portugal, o Programa Nacional para a Infecção do VíH/SIDA aqui

 

 

 

 

Para todos, um bom trabalho! E não esqueçam o lema:

 

"Não se deixe infectar pela dúvida. Informe-se."

 

A Professora GSouto

 

01.12.2012

 

Licença Creative Commons

 

Portugueses e o Facebook : estudo

 

 

 

 

www.facebook.com

 

Os utilizadores portugueses do Facebook divulgam muita informação pessoal e profissional, revela um estudo da Universidade de Coimbra.

 

"A preocupação das pessoas sobre a privacidade na Internet é praticamente nenhuma. Analisámos mais de 78 mil perfis do Facebook e todos têm acesso completamente público", disse à agência Lusa Francisco Rente, do Centro de Investigação em Sistemas (CISUC) da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCTUC), no dia 04 Janeiro 2011.

 

Um estudo que avalia o índice de segurança da Internet em Portugal,  e que analisou 47 características presentes em 78.320 perfis. Concluiu que os utilizadores portugueses optam pela "total ausência de protecção" de dados pessoais.

 

"As fotografias são públicas, qualquer um as pode ver. A maioria revela pormenores de relações e um quarto das pessoas a sua entidade patronal", exemplificou ainda o estudo.

 

facebook-jovens.jpg

 foto: Alamy

http://www.geekaco.com/

 

Ora, nós sabemos muito bem, dado que falamos tantas vezes nas nossas aulas de Língua Portuguesa, qual a conduta a ter na Internet e nas Redes Sociais! Lembram-se do que escrevi no post Rede Social, o filme

 

Corremos perigos que dificilmente compreendemos. E já alguns jovens têm sido vítimas de tal procedimento, no nosso país e em vários outros países.

 

O Reino Unido, por exemplo, integrou um botão de alerta* para proteger as crianças e adolescentes que acedem ao Facebook.

Em Portugal. as pessoas e os jovens continuam a não levar a sério as questões de privacidade. E os pais nem sempre estão atentos ou informados.

 

 comics

 

A ânsia de ser 'popular' e 'fazer muitos amigos' no Facebook é ilusória. Os pais devem estar atentos, dar o exemplo e visitar frequentemente o perfil dos filhos, orientando-os na questão de privacidade.

 

Todos nós utilizadores devemos ser responsáveis, estar atentos, ter cuidados redobrados com o que publicamos. É regra importante para uma Internet Segura! Sobretudo para os mais jovens.

 

 A Professora GSouto

 

06.01.2011

 

Licença Creative Commons

 

Referência: EconómicoSapo



Luta contra a Pobreza ! Faz a tua campanha !

 

 

 

dia-pobreza.jpg

 

www.pobrezazero.org

 

 

Dia 17 de Outubro é o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza. Em Portugal, será assinalado com o evento nacional “Levanta-te e Actua”, que este ano conta com três dias de actividades (sexta, sábado e domingo). No ano passado registaram-se mais de 65 mil participações.

 

Pobreza Zero

 

Saber +

 

No Mundo existem 840 milhões de pessoas (mais de 70% mulheres) vivem sem as condições mínimas de sobrevivência e sofrem de fome crónica. Luta Contra a Pobreza. Um problema grave, uma luta desigual.

 

 


 

 

Em Portugal, um em cada cinco pessoas vive em situação de pobreza.

 

12% da população global - ou seja, o grupo dos 22 países mais ricos do mundo, em que se inclui Portugal - consome 80% dos recursos naturais disponíveis.

 

1,2 mil milhões de pessoas sobrevive em condições de extrema pobreza, sobrevivendo com menos de 0,85 euros por dia.

 

 

 

 pobrezazero.org 

 

Actividades:

 

Os aluno das turmas F/G/H do 6º ano, nos currículos de língua Portuguesa estão a levar a cabo uma singela campanha de solidariedade unindo esforços para apoiar esta causa.

 

 

 

 

 

Faz como eles! Junta-te a esta causa e organiza uma campanha de Pobreza Zero na tua escola. Podes começas na tua turma.

 

A Professora GSouto

 

16.10.2008

 

 Licença Creative Commons

 

 

Aviso ! Visitas de Estudo

 

 

 

 

créditos: Fundação de Serralves

 http://www.serralves.pt/

 

 

 

 

 

Exposição Nullius - Reitoria da U.P.

http://sigarra.up.pt/

 

 

Informa-se que as Visitas de Estudo :

 

 1. Fundação de Serralves - 5H - oficinas temáticas "Livros de Artista" e "Visita ao Museu"

 

 2. Reitoria da Universidade do Porto - 5I - Exposição Nullius "Paisagem Antárctica"

 

foram canceladas por determinação da Escola Francisco Torrinha, apesar de ter sido dada autorização superior antecipada, no momento em que foi solicitada a autorização legal para a realização das mesmas.

 

Todos os requisitos foram cumpridos para a saida em Visitas de Estudo.

 

Os alunos e professores não foram avisados do motivo deste cancelamento feito à última da hora. 

 

A Fundação de Serralves, serviço educativo e a Reitoria da Universidade do Porto tinham as visitas de estudo agendadas, com disponibilidade de guias pedagógicos.

 

Apresentei pedido de desculpas, por motivos que ultrapassam Professores e alunos. Lamenta-se a atitude da Escola face à ausência de sentido ético, respeito pelo trabalho desenvolvido por professores e alunos, e falta de transparência de boas práticas ao anular a autorização dada oficialmente.

 

 A Professora GSouto

 

07.05.08

 

Licença Creative Commons

 

 

Fame - o Musical : visita de estudo

 

 

fame.jpg

 

Fame, o musical 

http://www.famenetwork.com/

 

"Fame! I want to live forever..." Quem não se lembra da série televisiva, da coreografia, do genérico?

 

As aventuras dos alunos da New York High School of Performing Arts na escalada para a fama? Depois da série e do filme, é o musical "Fame" que chega a Portugal.

 

Depois do filme e da série de televisão, nos anos 80, a história de dez aspirantes a artistas foi convertida em musical. O sucesso no West End em Londres e na Brodway em Nova Iorque tem já dez anos.

 

O palco dos sonhos chega agora ao Coliseu do Porto, entre 25 e 27 de Novembro 2005.

 

Saber +

 

Fame chega agora ao nosso país pela mão de um homem com “um sonho”. Francisco Santos, o produtor da versão portuguesa, viu há oito anos o musical na capital inglesa e ficou fascinado.

 

“O ‘Fame’ é um sonho meu de há muitos anos”. “Primeiro foi proposto fazer a versão original em inglês, mas depois concretizou-se fazer o musical com diálogos em portugês”.

 

Francisco Santos, in JPN

 

 

Fame, musical

http://www.famenetwork.com/

 

Estamos nos anos 80. Em plena 46th Street, no meio de trânsito, multidões e diferenças sociais, os aspirantes a actores, dançarinos e músicos contam com a ajuda/pressão/carinho dos professores para vingar no mundo da arte.

 

O caminho é exigente, duro e não se compraz de dramas pessoais. Dedicação, esforço, suor e lágrimas fazem parte deste longo caminho para a fama. Há pequenas recompensas a cada passo, no horizonte, a ambição é só uma: a fama.

 

 

 

Fame, musical

elenco português

http://www.famenetwork.com/

 

O elenco é composto de 10 actores e de 10 bailarinos que dão corpo aos estudantes da School of Performing Arts de Nova Iorque. Para Sara Lima, no papel de Carmen Diaz e coreógrafa do espectáculo, “é um grande desafio fazer parte do elenco de um espectáculo com tanta história e tanto sucesso e acumular a vertente de actriz, bailarina e coreógrafa”.

 

 

 
 
Fame
http://www.famenetwork.com/
 
 
Para as escolas, Fame - o Musical, subiu ao palco no dia 28 de Novembro 2005, pelas 15:00. Casa cheia de jovens estudantes de inúmeras escolas do Porto que deliraram ao som dos ritmos hip-hop!

 

Embora com diálogos em Português, as canções foram interpretadas na língua original, o Inglês. Completamente de acordo! Tornar-se-ia ridícula a sua tradução!

 

Nota: 

 

Mas, o Coliseu tem já montado o sistema da tradução simultânea. E este poderia ter tido a função pedagógica  de ajudar à compreensão dos temas cantados, já que a esmagadora maioria dos jovens presentes não adquiriu ainda competências básicas no domínio de língua estrangeira.

 

De qualquer modo, Bravo! a todos os jovens bailarinos, músicos e cantores de origem portuguesa. Um trabalho excelente.

 

Os alunos vibraram ao ritmo dos temas musicais, da caminhada para a fama, através de um trabalho empenhado e de muita vontafe de vencer!

 

Uma excelente visita de estudo. Os alunos puderam compreender a verdadeira pedagogia, a teoria e a práctica numa escola profissional em que é preciso ser tão bom nos estudos como na dança.

 

A Professora GSouto

 

28.11.2005

 

 Licença Creative Commons