Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Outono & Poesia : Actividades

 

 

Google Doodle Equinócio de Outono

hemisfério norte

https://www.google.com/doodles/

 

E chega oficialmente o Outono. Google celebra assim o primeiro dia de Outono do Hemisfério Norte. Um divertido doodle interactivo que traz cores e aromas - Mmm, um boa chávena de chá bem quente sabe tão bem! -a recolha dos cereais, as compotas e os ocres  entre os amarelos e vermelhos das folhagens que se tranformam. É bem o Outono.

 

Em Portugal, o equinócio de Outono 2017 chega hoje, 22 de Setembro, às 20h02 (1 hora UTC). Hora oficial para o início do Outono. Esta estação prolonga-se até ao próximo Solstício que ocorre no dia 21 de Dezembro às 16:28 horas em Portugal Continental.

 

Saber +

 

O equinócio de outono é a designação que a astronomia atribui ao fenómeno natural que assinala o final do verão e a chegada da nova estação. É o instante preciso em que o sol cruza o plano do equador celeste. Decorre em Setembro no hemisfério norte e em março no hemisfério sul.

 

 

 

Google Doodle Equinócio de Primavera

hemisfério sul

https://www.google.com/doodles/

 

Sendo assim, no hemisfério sul, começa o equinócio da Primavera. Países como o Brasil, Argentina, Peru, Chile e Austrália aguardam a Primavera.

 

Ha portanto dois equinócios por ano: o equinócio da Primavera em Março e o equinócio de Outono em Setembro. As datas dos equinócios variam de ano para ano, consoante o ano tenha 365 ou 366 dias.

 

 

 

Outono no Porto

http://www.porto.pt/noticias

 

Ir + longe:

 

O termo latim “equinócio” é composto pelas palavras aequus e nox e significa 'igual'e 'noite'. Aplica-se a estas estações dado ques durante os equinócios os dias e as noites, com aproximadamente 12 horas, têm a mesma duração.

 

Mas sobre a duração igual das noites no equinócio, na realidade, não é bem assim… como explica o Observatório Astronómico de Lisboa.

 

Os equinócios estão definidos como o instante em que o ponto central do sol passa no equador e, por isso, o centro solar nasce no ponto cardeal Este e põe-se exactamente a Oeste, encontrando-se durante 12 horas acima do horizonte matemático em qualquer lugar da Terra nestes dias.

 

Mudança da hora:

 

Com a chegada do Outono, não se muda ainda a hora. O acertar dos relógios só acontecerá no último fim de semana de Outubro. É assim, desde que Portugal entrou na União Europeia. Pelas 2:00h  de tempo legal (1 hora UTC) de 29 de Outubro os relógios deverão ser atrasados 60 minutos para que no mundo globalizado todos se acertem. Uma lástima! Todos os países europeus sujeitos a esta norma se queixam desta mudança da hora na Europa.

 

 

 

Festa de Outono Serralves

créditos: Serralves

https://www.serralves.pt/pt/actividades/

 

 Actividades lúdicas:

 

Serralves celebra a entrada do Outono com mais uma Festa do Outono que terá lugar dias 23-24 Setembro 2017. Haverá actividades para todos os gostos: música, dança, teatro, oficinas, percursos, jogos, artes e ofícios.

 

"No ambiente único do Parque de Serralves, a Festa do Outono marca a chegada da nova estação e celebra a época das colheitas, o reavivar de antigas tradições e costumes, demonstra saberes e práticas ancestrais ligadas à tradição rural, revividos no contexto contemporâneo de Arte e Paisagem que é Serralves."

 

Esta edição da Festa do Outono integra o programa das Jornadas Europeias do Património 2017, este ano subordinadas ao tema "Património e Natureza".

 

O acesso é grauito. Consultar Programa aqui

 

 

 

https://retrieverman.net/

 

 

Mas o Outono está muito bem descrito pelos nossos poetas portugueses. Terminemos então saudando o Outono pela voz da poetisa Maria Teresa Horta:

 

Equinócio do Outono 

 

O calor começa a abandonar
os espaços à nossa roda
e a noite no seu lentíssimo vagar

 

vai ganhando à claridade

 

enquanto eu, que há horas
erro por entre as árvores
dou conta do seu esgarçar

 

Assim como da pressa dos pequenos
animais tentando escapar das sombras
secretas, dos rios e das folhas caídas

 

enquanto aqueles que hibernam
retomam a eterna
busca de grutas e das cavernas

 

- Equinócio do Outono! (...)

 

Maria Teresa Horta, Equinócio do Outono 2017, excerto*

 

Nostágico como o Outono.  Lembrou-me as nossas aulas de Português, com sessões de leitura em que a poesia tinha sempre um lugar privilegiado.

 

Actividades  sala de aula:

 

  • Solicitar aos alunos uma curta selecção de poemas (literatura portuguesa, ou não) sobre a temática 'Outono'. Cada aluno poderá dizer um poema da sua escolha em voz alta.
  • Escrita criativa : alunos serão convidados a criar poemas alusivos ao equinócio do Outono que poderá ser ilustrado também pelo aluno.
  • Programar um jornal de parede na sala de aula. Os alunos procederão então à elaboração de um Poemário que poderá ser enriquecido ao longo dos próximos 15 dias.

 

Bom Outono  para todos ! E bom ano lectivo !

 

A Professora GSouto

 

22.09.2017

 

* O poema de Maria Teresa Horta pode ser lido na íntegra página oficial Facebook

 

Licença Creative Commons

Dia Mundial da Poesia, da Árvore e da Floresta !

 

 

 

Google Doodle Equinócio Primavera

animator: Nate Swinehart

http://www.google.com/doodles/

 

Este domingo, de madrugada, as posições dos astros marcaram o início oficial da estação da Primavera, a estação das flores e das andorinhas.

 

Às 4:30 horas (GMT) de 20 Março aconteceu o equinócio da Primavera, o momento em que o Sol, no seu movimento anual aparente, passa no equador celeste, Também é por esta altura que o dia e a noite têm aproximadamente o mesmo número de horas.

 

O equinócio de Março, celebrado por um Google Doodle animado extremamente criativo, é o momento de anunciar o início da Primavera no hemisfério norte – e o início do outono no hemisfério sul.

 

 

dia-poesia2016.jpg

 

http://www.dglb.pt/

 

E com a Primavera vem também a Poesia. Hoje, dia 21 Março celebra-se o Dia Mundial da Poesia. Este Dia Mundial da Poesia celebra a diversidade do diálogo, a livre criação de ideias através das palavras, da criatividade e da inovação.

 

A data visa fazer uma reflexão sobre o poder da linguagem e do desenvolvimento da criatividade de cada pessoa. Neste dia realizam-se várias atividades pelo país, sobretudo nas escolas, bibliotecas e espaços culturais.

 

Saber +

 

O Dia Mundial da Poesia foi criado na 30ª Conferência Geral da UNESCO a 16 de novembro de 1999. A poesia contribui para a diversidade criativa, usando as palavras e os nosa sensibilidade para a compreensão do mundo.

 

 

dia-poesia.jpg

 

 

 

Ir + longe:

 

Portugal é um país de poetas. Nomes tão consagrados como A nossa história apresenta muitos poetas cuja obra literária é mundialmente conhecida.

 

Luís de Camões, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Manuel António Pina, David Mourão-Ferreira, Natália Correia, Eugénio de Andrade, Miguel Torga, Sophia de Mello Breyner Andersen, José Luís Peixoto são alguns dos poetas portugueses mais conhecidos.

 

Eu adoro poesia, com sabem! E muitas foram as aulas que dedicamos à Poesia, ou melhor dizendo Texto Poético, quer lendo os nossos poetas - e como somos um país de bons poetas! - quer lendo poesia de poetas estrangeiros, quer escrevendo poesia.

 

Também criámos textos poéticos, como as quadras de S.João, os pequenos poemas partindo de letras do alfabeto, adivinhas, quadras populares, ou áreas temáticas, tudo isto em ambiente de aprendizagem com jogos. E lembram a ficha digital sobre o texto poético?

 

 

Dia Mundial da Poesia

CCB

https://www.ccb.pt/

 

Na edição de 2016 do Concurso   Faça lá um poema!, o Plano Nacional de Leitura (PNL), faz o anúncio público da organização da antologia poética Dança das Palavras que reúne os poemas vencedores de todas as edições dos concursos de 2010 a 2016 de que se faz lançamento na data de celebração do Dia Mundial da Poesia, em parceria com o Centro Cultural de Belém.

 

Actividades:

 

  • Pesquisa de poesia alusiva à Primavera
  • Audição de poemas
  • Escrita criatica: produção de poemas
  • Ler poema com expressividade: apoio na selecção de poemas
  • Convidar um Poeta para um encontro com alunos sobre Poesia
  • Apresentar filmes sobre poetas : há vários fimes baseados na vida de poetas
  • Escrita criatica: Escrever pequenas frases poéticas.
  • Workshop: produção de poemas

 

 

Dia Mundial da Árvore

poema: Miguel Torga

http://www.icnf.pt/

 

Mas hoje também se celebra o Dia da Árvore e o Dia Internacional da Floresta

 

A primeira comemoração do Dia da Árvore teve lugar em 1872, nos Estados Unidos. Depois, rapidamente se expandiu por muitos países a nível mundial. Em Portugal, comemora-se desde 9 Março 1913.

 

Todos nós gostamos muito de árvores. Elas são-nos imprescindíveis no nosso dia-a-dia. Tanto como a poesia. As árvores e a poesia podem estar interligadas.

 

Então para comemorar esta cumplicidade entre a poesia e as árvores, aqui vos deixo este excerto de  José Luís Peixoto:

 

(...) 

olhando as nuvens, compreendi que eras

meu amigo durante as árvores a crescerem

nos campos. (...)

 

in José Luís Peixoto, A Casa, a Escuridão,

Temas e Debates, 2002, pág.23

 

A Professora GSouto

 

21.03.2016

 

Licença Creative Commons

Outono chegou hoje : Traz sol e poesia

 

https://www.google.com/doodles/

 

E chegou o Outono. Google celebra o primeiro dia de Outono do Hemisfério Norte com um divertido doodle interactivo que traz aromas bem conhecidos: frutos secos, como nozes, e avelãs - a metáfora dos esquilos saltitando - compotas de outono, compotas de abóbora e outros ingredientes bem nossos conhecidos.

 

"Notice what’s been popping up lately? Pumpkins, squash, and some curious little critters, hungry for a harvest?"

Google, doodles

 

 

Praça Mouzinho de Albuquerque | Rotunda da Boavista

Porto

créditos: Zé Pikaxe 

http://render.fineartamerica.com/

 

Não se surpreenda. Hoje é o primeiro dia de Outono. É também conhecido como O Equinócio de Outono, um tempo em que os dias e as noites são iguais, significando que a natureza está prestes a abrir caminho para os dias mais curtos de inverno.

 

O doodle foi criado pela ilustradora convidada Kirsten Lepore, e mostra as cores que o Outono nos oferece para gozarmos os meses que se vão seguir.

 

As folhas das árvores já começaram a cair. E as que ficam tornam-se amarelas, laranja ou até avermelhadas. Lentamente as árvores despem-se, como que a abrir caminho para o inverno. Mas porque é que, nesta altura, as folhas trocam de cor?

 

Saber +

 

O que é o Equinócio:

 

O instante em que o Sol, no seu movimento anual aparente, passa no equador celeste. A palavra de origem latina aequinoctium agrega o nominativo aequus (igual) com o substantivo noctium, genitivo plural de nox (noite). Assim significa “noite igual” (ao dia), pois nestas datas dia e noite têm igual duração, tal é a ideia que permeia a sociedade.

 

O equinócio de outono é a designação que a astronomia atribui ao fenómeno natural que assinala o final do verão e a chegada da nova estação. É o instante preciso em que o sol cruza o plano do equador celeste, o que decorre em setembro no hemisfério norte e em março no hemisfério sul.

 

Qual a origem da palavra:

 

A palavra “equinócio”, de origem latina aequinoctium agrega o nominativo aequus (igual) com o substantivo noctium, genitivo plural de nox (noite). Assim significa “noite igual” (ao dia), pois nestas datas dia e noite têm igual duração, tal é a ideia que permeia a sociedade

 

Há dois equinócios por ano: o equinócio da primavera em Março e o equinócio de outono em Setembro. As datas dos equinócios variam de ano para ano, consoante o ano tenha 365 ou 366 dias.

 

 

Serralves, parque

Porto

créditos : Serralves

https://www.facebook.com/fundacaoserralves

 

O Outono começou esta manhã de 23 Setembro. Eram 9:20 em Portugal, quando se deu o instante em que o ponto central do sol passou no equador, marcando o início do outono no hemisfério Norte. Mas o dia de duração exactamente igual à noite, que marca os equinócios, só acontece no sábado. É que no dia 23 haverá mais oito minutos de sol. 

 

A situação não se explica pelas temperaturas, ainda de verão, nem pelo dia de sol intenso que faz hoje, primeiro dia de Outono.

 

O Observatório Astronómico de Lisboa começa por explicar, na sua página na internet, que "os equinócios são definidos como o instante em que o ponto central do sol passa no equador e, por isso, o centro solar nasce no ponto cardeal Este e põe-se exactamente a Oeste, “encontrando-se durante 12 horas acima do horizonte matemático em qualquer lugar da Terra nestes dias”.

 

No entanto, e ainda que a palavra equinócio queira dizer noite igual ao dia, de tal “não resulta numa duração do dia solar de 12 horas”

 

Devido a condições físicas e ao movimento de translação terrestre, só no dia 26 haverá 12 horas de luz. O Observatório precisa que, nesse dia, o sol nasce às 7:28 e põe-se às 19:28 e que para as 12 horas certas há apenas um desvio de 10 segundos.

 

 

Autumn

 http://www.crystalinks.com/

 

Com a chegada do Outono, não se muda ainda a hora. O acertar dos relógios só acontecerá no último fim de semana de Outubro. É assim, desde que Portugal entrou na União Europeia. Pelas 1:00h de 25 de Outubro, os relógios deverão ser atrasados 60 minutos para que no mundo globalizado todos se acertem. Uma lástima! Já que todos se queixam desta mudança da hora na Europa.

 

Bom, mas não poderíamos acabar este post sem relembrar o Outono pelas palavras de um poeta. Miguel Torga.

 

Outono

 

Tarde pintada
Por não sei que pintor.
Nunca vi tanta cor
Tão colorida!
Se é de morte ou de vida,
Não é comigo.
Eu, simplesmente, digo
Que há fantasia
Neste dia,
Que o mundo me parece
Vestido por ciganas adivinhas,
E que gosto de o ver, e me apetece
Ter folhas, como as vinhas.

 

Miguel Torga

Do livro: Diário X, s/editora, 1966, Coimbra

 

Lindo, não acham ? Trouxe-me a saudade das nossas aulas de Português, das sessões de leitura em que a poesia tinha sempre um momento privilegiado.

 

Actividades :

 

  • Solicitar aos alunos uma curta selecção de poemas (literatura portuguesa, ou não). Cada aluno poderá dizer um poema da sua escolha em voz alta.
  • Escrita criativa : alunos serão convidados a criar poemas alusivos ao Outono que poderá ser ilustrado também pelo aluno.
  • Programar um jornal de parede na sala de aula. Os alunos procederão então à elaboração de um Poemário que poderá ser enriquecido ao longo de 15 dias.

 

Bom Outono  para todos ! E bom ano lectivo !

 

A Professora GSouto

 

23.09.2015

Licença Creative Commons

 

Bom Dia de S. Valentim !

 

valentines-day10.jpg

 

Peter H. Reynolds

 https://www.facebook.com/PeterHamiltonReynolds/

 

Ups! Quase ia esquecendo, de novo, que hoje é um dia muito especial para os meus jovens leitores! Seria imperdoável da minha parte. Até porque já não escrevo no dia dos Namorados desde 2012. Pelo menos neste blogue de Língua Portuguesa. 

 

No nosso blogue de Francês Língua Estrangeira, escrevi em 2013.

 

Comecemos então com o Doodle interactivo que Google publicou para o Dia de São Valentim:

 

 

 

 

Google Doodle animado Dia São Valentim

https://www.google.com/doodles/

 

Bom, Google mais uma vez nos brindou com a publicação, na sua página principal, de um Doodle interactivo, em cinco versões que tem como objectivo, em gestos muito subtis, a importância das tecnologias na relação entre as pessoas.

 

Verdade! Nunca estivemos tão perto (mas por vezes, tão longe) daqueles que nos são queridos, amigos, familiares, e hoje namorados. É através do telemóvel, ou de um tablet, via wireless que podemos muitas vezes exprimir afectos, quando as pessoas estão afastadas.

 

 

 

 

Price and Prejudice/ Jane Austen

https://www.buzzfeed.com/

 

Deixo algumas sugestões! Passem por 16 Pefect Valentine's Day Gifts For Book Nerds e escolham. Estou certa que vão encontrar o presente ideal para a pessoa que anda no vosso pensamento.

 

 

 

William Shakespeare

https://www.buzzfeed.com/

 

Bom, mas há mais! Que tal agora irem até Literary Valentine's For the Romantic Reader in All of Us? Divertido utilizar caricaturas de alguns dos nossos escritores favoritos e frases de algum dos seus livros em cartões personalizados para enviar ao namorado ou à namorada. Adorei esta ideia.

 

 

 

 

E agora, que tal um poema de amor do nosso grande escritor Fernando Pessoa?

 

 

pessoa-vento.jpg

 

Fernando Pessoa

 

Não digas nada

 

Não digas nada!
Nem mesmo a verdade
Há tanta suavidade em nada se dizer
E tudo se entender —
Tudo metade
De sentir e de ver...
Não digas nada
Deixa esquecer

 

Talvez que amanhã
Em outra paisagem
Digas que foi vã
Toda essa viagem
Até onde quis
Ser quem me agrada...
Mas ali fui feliz
Não digas nada.

 

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"

 

 
Estou mesmo a ver que estão a pensar sorrindo: "A professora não ia esquecer de nos falar de literatura! ". 
 
 
Pois não. Adoro livros. E adoro poesia. E temos poemas de amor tão belos na nossa literatura! Este, por exemplo, de grande subtileza! Bem característico de Fernando Pessoa. Um dos nossos maiores poetas, hoje conhecido mundialmente.
 
 
E finalmente, um vídeo de alerta para a violência no namoro que tem aumentado perigosamente. Está em espanhol, mas muito fácil de entender. Vê então " No es amor! "
 
 
 
 

 

 

Espero que tenham gostado das várias sugestões para este dia de S. Valentim e que passem momentos ternurentos, mas muito divertidos, e com respeito pela vossa integridade.

 

Afinal, o amor só é bom quando divertido e respeitador. Faz-nos sentir bem felizes.

 

Bom Dia de S. Valentim ! Sejam felizes! 

 

A Professora GSouto

 

14.02.2015

 

Licença Creative Commons

 

Referências : BlogTailors (site Buzz Feeds Books)

Dia Mundial do Animal : Adopte um animal abandonado

 

 


 S. Francisco Assis

www.google.com/

 

Claro que não poderia deixar de escrever sobre o Dia Mundial do Animal! A data 4 de Outubro foi escolhida por ser o dia de S. Francisco de Assis, o santo padroeiro dos animais.

 

Este dia celebra-se desde 1931, depois de uma convenção de ecologistas que teve lugar em Florença, com o objectivo de alertar para animais em perigo de extinção.

 

Procurava um texto (e há muitos) sobre os animais, escrito em português. Mas não há dúvida que o gato é o animal que maior número de poemas reune na Literatura Portuguesa, e não só.

 

Muitos dos contos tradicionais da literatura universal infantil que lemos na infância se centram no gato.

 

 

O Gato das Botas | Grimm

 http://www.pontofrio-imagens.com.br/

 

 

O Gato das Botas de Charles Perrault

http://www.bulhosa.pt/images//products/9722611135.JPG

 

Lembro O Gato das Botas dos irmãos Grimm, ou o Gato das Botas de Charles Perrault.

 

Um gato
travesso como toda a gataria
calçou botas e foi
ao rei levar presentes certo dia.
Seu dono era bem pobre.
Só tinha um belo olhar e um belo porte
Mas o gato de Botas transformou sua vida e sua sorte. (...)
 
 

 

E mais recentemente, em banda desenhada Garfield, o célebre gato que todos nós adoramos pela sua filosofia carismática e mordaz.

 

 

Gato Preto/ Edgar Allan Poe

ilustrações Audrey Beardsley

https://pt.wikipedia.org/wiki/

 

Muitos outros poderia citar, desta vez em autores já mais recentes, como Edgar Allan Poe que escreveu o conto o Gato Preto. E ainda J.K.K. Tolkien

 

 

The Cat/ J.K.K.Tolkien

https://bibliotecafalves.files.wordpress.com/

 

O gato/ Vinicius de Moraes

http://image.slidesharecdn.com/

 

Mas voltando à literatura portuguesa, temos o gato em Manuel António Pina, que veio conversar connosco algumas vezes.

 

Há um deus único e secreto
em cada gato inconcreto
governando um mundo efémero
onde estamos de passagem

Um deus que nos hospeda
nos seus vastos aposentos
de nervos, ausências, pressentimentos,
e de longe nos observa

Somos intrusos, bárbaros amigáveis,
e compassivo o deus
permite que o sirvamos
e a ilusão de que o tocamos

 

Manuel António Pina, Os Gatos,

in Como se desenha uma casa; ed. Assírio & Alvim, 2011

 

Eugénio de Andrade, cuja fundação fomos visitar, o brasileiro Vinicius de Moraes e bem - imaginem - o nosso Fernando Pessoa.

 

 

Casa da Lili e Margarida Ofélia

Casa Fernando Pessoa

https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/

 

Eis que ao visitar a Casa Fernando Pessoa, no Facebook, me deparei com a casa da Lili e da Margarida Ofélia, duas gatinhas que coahabitam certamente com o poeta na casa.

 

E bem por cima da casota das gatinhas, lá encontrei o poema Gato que brincas na rua:

 

Gato que brincas na rua
Como se fosse na cama,
Invejo a sorte que é tua
Porque nem sorte se chama.

Bom servo das leis fatais
Que regem pedras e gentes,
Que tens instintos gerais
E sentes só o que sentes.

És feliz porque és assim,
Todo o nada que és é teu.
Eu vejo-me e estou sem mim,
Conheço-me e não sou eu.

 

 

Fernando Pessoa, Gato que brincas na rua

 

A lista seria interminável. Por fim, aqui fica o nosso apelo:

 

 

 

http://1.bp.blogspot.com/

 

Apelamos contra o abandono dos animais. Um dos actos mais cruéis que podemos ter ao abandonar um animal de estimação que dará tudo por nós.

 

 Abandono de Animais é Crime!

 

Em Portugal assiste-se a esse flagelo terrível devido, desculpam-se as pessoas, à criseNão acredito. Um gato ou um cão come o que lhe derem, e a despesa não é maior. Os animais fazem tudo para agradar e não serem abandonados.

 

Para cúmulo, não há uma lei que proteja os animais. Até sinto vergonha de viver num país da UE que não consegue fazer passar uma lei para protecção de animais, apesar de várias tentativas feitas.

 

Por isso, lembrem! Um cão ou um gato, quando decidimos adoptá-los, é para a vida. Se pretendem adoptar um animal, não comprem! Vão aos centros de acolhimento, associações de protecção e recolha de animais. E dêm uma nova oportunidade a um animal abandonado.

 

Há centenas de animais esperando uma nova casa.

 

Aproveitem o fim-de-semana! E vão até um destes locais. Adoptem um gato ou um cão que já foi abandonado. Será o vosso amigo mais fiel!

 

Feliz Dia do Animal!

 

A Professora GSouto

 

04.10.2013

 

Actualização: Em Portugal já é punido por lei os maus tratos e abandono de animais. Mas mesmo assim, continuam a chegar mais de 60 queixas por dia. 

 

04.10.2015

Licença Creative Commons

 

 

Texto Poético : Parabéns Fernando Pessoa !

 

doodle-fernandopessoa.jpg

 
Google doodle - Fernando Pessoa
 

 

 
 
 
Google doodle Aniversário de Fernando Pessoa
 

No dia em que nasceu Fernando Pessoa, Google não esquece de lhe dedicar um doodle, e a Casa Pessoa propõe-se a comemorar o 123º ano do nascimento do poeta com visitas guiadas, exposições, oficinas criativas para crianças, lanche na Biblioteca e um concerto com Mariano Deidda.
 
 
Saber +
 
 
Não é minha intenção realçar o significativo número de poemas para a infância na obra de Fernando Pessoa, mas sim relembrar o modo como o poeta  promove, por meio da tematização do quotidiano infantil o encontro entre a poesia e a criança.
 
 
 

fernandopessoa-fadas.jpg

 

 

Poema de Fernando Pessoa

ilustração António Modesto (?)

 https://farm8.staticflickr.com/

 


E lembram, certamente, as nossas aulas, os poemas de Fernando Pessoa que líamos e analisávamos, e depois divulgámos no nosso blogue. Lembro a propósito de férias, o poema Liberdade. Ou  o poema As Fadas .
 
Também não podemos esquecer Fernando Pessoa a propósito do acordo ortográfico em A minha Pátria. Ou Língua Portuguesa: 800 Anos.

 
Então este doodle deu-me uma motivação para dedicar este post ao lado da poesia de Fernando Pessoa menos explorado. Poesia para crianças.
 
 
Quando as crianças brincam
 
 
Quando as crianças brincam
Eu as oiço brincar,
Qualquer coisa em minha alma
Começa a se alegrar.

 

E toda aquela infância

Que não tive me vem,

Numa onda de alegria

Que não foi de ninguém.

 

Se quem fui é enigma,

E quem serei visão,

Quem sou ao menos sinta

Isto no meu coração

 

Fernando Pessoa, 05.09.1933

 

 

fernandopessoa-retrato.jpg

 

 

Fernando Pessoa

créditos: Autor não identificado

http://lounge.obviousmag.org/

 
 
Como no início do post me referi às comemorações da Casa Fernando Pessoa, deixo a sugestão: 
 
Actividades:
 
  • Visitar o Banco de Poesia e ler poemas, não só de Fernando Pessoa e de seus heterónimos, mas também os de muitos outros poetas portugueses. Um excelente recurso digital online.

  • Fazer pesquisa de blogues que hoje dedicam posts a Fernando Pessoa.
  • Ler notícias alusivas. Seleccionar temas de debate. 

 

Atenção: Não esquecer referências e/ou fontes para confirmarmos em sala de aula.

 
 
Ah! Acima de tudo, leiam por gosto. É tão bom ler poesia! Ou até escrever... sim porque eu sei quantos gostam de escrever poesia! Pelo menos, todos os alunos que se destacaram nas aulas sobre Texto Poético. E não foram assim tão poucos!
 
 
Quem sabe um dia não verei um livro publicado por mais um aluno meu numa das livrarias da cidade que gosto de percorrer?
 

 A Professora GSouto
 
 
13.06.2011
 
 

Licença Creative Commons

 

  

Feliz Dia da Mãe !

 

 

 

Google Doodle Dia da Mãe

http://www.google.com/doodles

 

Google celebra as Mães com um doodle muito simples, mas lindo! Completo a homenagem com um poema de José Luís Peixoto:

 

Palavras para minha mãe

 

mãe, tenho pena. esperei sempre que entendesses 

as palavras que nunca disse e os gestos que nunca fiz. 

sei hoje que apenas esperei, mãe, e esperar não é suficiente. 

 

pelas palavras que nunca disse, pelos gestos que me pediste 

tanto e eu nunca fui capaz de fazer, quero pedir-te 

desculpa, mãe, e sei que pedir desculpa não é suficiente. 

 

às vezes, quero dizer-te tantas coisas que não consigo, 

a fotografia em que estou ao teu colo é a fotografia 

mais bonita que tenho, gosto de quando estás feliz. 

 

lê isto: mãe, amo-te. 

 

eu sei e tu sabes que poderei sempre fingir que não 

escrevi estas palavras, sim, mãe, hei-de fingir que 

não escrevi estas palavras, e tu hás-de fingir que não 

as leste, somos assim, mãe, mas eu sei e tu sabes.

 

José Luís Peixoto

in A Casa, a Escuridão

 

 

 

Um dia lindo para todas as Mães! E não esqueçam! Expressem toda a ternura por palavras e por gestos! As mães adoram todos o vosso carinho!

 

A Professora GSouto

 

01.05.2011

 

Licença Creative Commons

 

Dia Internacional das Crianças Desaparecidas

 

0007p2ex

 

Ilustração: Cristina Valadas

http://cristinavaladas.pt/
 
 

 És pequenina e ris ... A boca breve
É um pequeno idílio cor-de-rosa ...
Haste de lírio frágil e mimosa!
Cofre de beijos feito sonho e neve!

(...)

 

Florbela Espanca, Pequenina

 

O Dia Internacional das Crianças Desaparecidas teve origem no facto de uma criança de seis anos Etan Platz  ter sido raptada no dia 25 de Maio de 1976 e não voltou a aparecer.

 

A partir desse ano, várias organizações começaram a assinalar essa data, mas foi em 1983 que o Presidente dos Estados-Unidos declarou o 25 de Maio com o dia dedicado às crianças desaparecidas. Três anos mais tarde, em 1986, passou a celebrar-se internacionalmente.

 

 

 

http://www.blumenews.com.br/

 

Saber +

 

 Na Europa, em 2002  este dia foi assinalado pela Child Focus, ONG belga parceira do IAC, e contou com o patrocínio de sua Alteza a Rainha dos Belgas. No ano seguinte, outros países juntaram-se à iniciativa: Portugal, França, Holanda, República Checa, Polónia, Alemanha e Reino Unido.

 

http://missingchildreneurope.eu/

 

 

Em Portugal, foi o IAC que, pela primeira vez, assinalou o dia 25 de MaioDia Internacional das Crianças Desaparecidas”, promovendo um Encontro Internacional que teve lugar no Auditório da Assembleia da República em 2003.

 

 

Uma das iniciativas partilhadas no seio da Federação Europeia das Crianças Desaparecidas e Exploradas Sexualmente, é a utilização de um mesmo símbolo:

 

 Flor de Miosótis, vulgarmente conhecida por “Não Me Esqueças”.

 

 (texto com supressões)

 

Actividades:

  

  • Informação sobre o Dia Internacional das Crianças Desaparecidas.
  • Cuidados a ter em conta quando sais da escola ou vens sózinha/sózinho para a escola.
  • Dialogar com professores, pais, educadores, quando sentires que algo te preocupa (abordagem na rua).
  • Debater em sala de aula Regras Básicas de protecção. Formular uma Carta para evitar Crianças Desaparecidas.

 

A Professora GSouto

 

25.05.2007

 

Licença Creative Commons

Quadro de Excelência: Ano lectivo 2005-2006

 

0001qy26

 

http://www.funnybonecomics.com

 

No dia 29 de Setembro teve lugar na Fundação Eng. António de Almeida, a cerimónia  de entrega de Diplomas de Quadro de Excelência aos alunos da Escola Francisco Torrinha que se distinguiram pelo seu trabalho e conduta exemplares ao longo do ano lectivo 2005-2006.

 

Estavam neste grupo, algumas amiguinhas muito especiais com quem me orgulho de trabalhar nas aulas curriculares de Língua Portuguesa, e de conviver nos espaços de lazer da escola.

 

Não se pode aprender se não se souber ser e  estar. E estas meninas - este ano houve só meninas - deram provas  de uma capacidade espantosa de captação de informação, vontade determinada de aprender, ir sempre mais longe, com garra e muito empenhamento, sem esquecer a partilha de saberes com colegas e com a professora de Língua Portuguesa.

 

Estão pois de parabéns! Orgulho-me de as ter como alunas... e sei que no fundo contribuí numa pequenina parte pelo incentivo que sempre dei em saberes, e afectos.

 

"E a criança tão humana que é divina.

É esta minha quotidiana vida de poeta " (...)

 

Alberto Caeiro, O Guardador de Rebanhos, VIII Poema

 

Bravo! Bravo! Muitos Parabéns!

 

E para não magoar nehuma das alunas exemplares, opto pelo ordem alfabética por me parecer mais isenta.

 

Eis os nomes das estrelas:

 

Ana Margarida Castro (11  anos, 6I)

Carolina Neves (11 anos, 6C)

Claudia Carneiro (11 anos, 6C)

Inês Gil (11 anos, 6C)

Maria Madalena Guedes (10 anos, 6I)

 

Aqui fica o meu carinhoso e afectuoso tributo, com grande{#emotions_dlg.lips}

 

A Professora GSouto

 

4.10.2006

 

Creative Commons License

 

Poesias na aula de Lingua Portuguesa III

 

 

00016fqf

 

http://www.saveursdumonde.net

 

 

Mote:

 

A uma cereja em flor

 

Acordar, ser na manhã de abril

a brancura desta cerejeira;

arder das folhas à raiz

dar versos ou florir desta maneira.

 

Abrir os braços, acolher nos ramos

o vento, a luz, ou o que quer que seja;

sentir o tempo, fibra a fibra.

a tecer o coração de uma cereja.

 

 Eugénio de Andrade, As Mãos e os Frutos, 1948, FEA

 

Tutti-fruti

 

Mistura tudo tudo

A uma conclusão vais chegar

Tutti-fruti p'ra almoçar

Vais ver que vais adorar!

 

Numa taça podes ter

Morango, banana, kiwi

Mmm!! Uma saladinha de frutos

E é toda só para ti!

 

Madalena Guedes, 10 anos (5I)

 

O Morango

 

O morango é vermelho

e faz lindas sobremesas.

Entra em todas as festas

mostrando sua beleza.

 

Morangos com açucar

não fazem bem a ninguém!

Comê-los ao natural

é o melhor que a gente tem!

 

Carolina Neves, 10 anos (5C)

 

Os frutos

 

 Peras, cerejas, laranjas

Manga, papaia, e damascos

Tantos frutos e tão bons

que existem na Natureza

para os saborearmos

à nossa sobremesa

 

Gosto de quase todos

embora prefira os morangos

por serem mais saborosos

vermelhos e apetitosos!

 

Tiago Furtado, 10 anos (5I)

 

A laranja

 

Laranja, laranjinha,

És como o sol no fim do dia

Tens gomos perfumados

Trazes muita vitamina!

 

Muitas vezes trago

O teu perfume nas mãos

Como teus gomos num trago

E sem sede no fim fico!

 

Mafalda Morais, 10 anos (5C)

 

Salada de frutas

 

Mariana tem sabor a maçã

macia como um pêssego

cheirinho a maracujá.

 

Tem boca de morango

olhos brilhantes como cerejas

e doce como as nectarinas.

 

Cara redonda como a laranja

deliciosa como a romã

e gira como uma tangerina.

 

Miguel Sousa, 10 anos (5I)

 

00040hea 

 

Proibida a reprodução de textos dos alunos.

 

 

A Professora GSouto

 

18.06.2006

 

Licença Creative Commons