Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Ler Amy Krouse Rosenthal : Livros infantis ? Não só !

 

 

Plant a Kiss

Amy Krouse Rosenthal

illustração: Peter H Reynolds

http://www.harpercollinschildrens.com/

 

Lembram Amy Krouse Rosenthal na BEA 2009 e o vídeo original de apresentação com a ajuda de sua filha? Eu sei! Já não estão mais na idade de ler livros infantis! Mas tem uma mensagem linda para crianças e adultos. Plant a Kiss é um livro maravilhoso.

 

Desta vez Amy Krouse Rosenthal escreveu e Peter H. Reynolds ilustrou este encantador livro infantil Plant a Kiss, editado em Dezembro 2011 pela HarperCollins. Hoje os autores estão a autografar o livro em Nova Iorque.

 

Plant a Kiss está disponível em versão impressa e versão digital e-book. Para já, só em Inglês, mas estou certa que não terão dificuldade em ler. Eu também apoiarei nas aulas curriculares.

 

plant-kiss1.jpg

 

Plant a Kiss

Amy Krouse Rosenthal

illustração: Peter H Reynolds

https://www.amazon.com/Plant-Kiss-Board-Krouse-Rosenthal/

 

 

Sinopsis (em inglês):

 

Little Miss planted a kiss ...

 

One small act of love blooms into something bigger and more dazzling than Little Miss could have ever imagined in this epic journey about life, kindness, and giving.

 

Amy Krouse Rosenthal,Plant a Kiss

 

 

 

 
 
Mas Amy Rosenthal escreve também para os mais crescidos. Por exemplo, este livro, Encyclopedia of an Ordinary Life.
 
 
Sinopse:
 
 
Usando a maior parte das vezes capítulos curt0s organizad0s de A a Z, muitos dos quais são referências cruzadas, Rosenthal captura em maravilhosos detalhes e episódicos, momentos, observações e emoções que compõem a vida contemporânea. Comece em qualquer letra, de preferência do A, e veja como a existência de uma jovem mulher letrada pode abrir e definir o mundo de novas e inesperadas maneiras.
 
 
Não me parece que esteja editado em língua portuguesa (Portugal). Apenas encontrei edições em língua inglesa,mesmo editadas em Portugal. Mas para as alunas que já dominam bem o inglês, pode ser uma boa sugestão. E por que não para os rapazes?
 
 
 
 
 
 
 
Encyclopedia of an Ordinary Life
Amy Krouse Rosenthal
Crown/Random House, 2005
 
 
Crítica:
 
I rarely give a book a perfect 10 on the ratings scale, but I have to do so in this case. It’s not that the book itself is perfect, nor the author extremely engaging in her own right, but I found the experience of reading it to be a magical one. I was thoroughly inspired at every sitting, my creativity just bursting upon reading each entry. I want to create an encyclopedia of my own life! And for that boost I applaud Rosenthal. I am viewing my world with new eyes and a notepad in hand. No other reading experience has brought me to this place, and I suspect few will ever come close again. Encyclopedia is a book tailor-made for those who seek inspiration in their surroundings, and it succeeds in bringing to life all the minutiae that seems to oppress but is actually the cocoon that shapes us into what we can become.
 
 
Goodreads
 
Crown/Random House, 2005
 
 

plant-kiss.jpg

 

Plant a Kiss

Amy Krouse Rosenthal

illustração: Peter H Reynolds

https://www.amazon.com/Plant-Kiss-Board-Krouse-Rosenthal/

 
 
Peter H Reynolds é um ilustrador de sucesso que já obteve vários prémios. É reputado pela sua interacção com alunos em várias escolas norte americanas onde anima ateliês de ilustração.  
 
 
 

peter-h-reynolds-the-dot.png

 

The Dot

Peter H. Reynolds

http://www.peterhreynolds.com/

 
 
O seu livro mais conhecido tem por título The Dot que significa o dom (jeito, habilidade) para ser um artista, ilustrador, pintor. Um livro que delicioso onde Reynolds incentiva todas as crianças e jovens a desenhar e criar a sua própria arte!
 
 
 

 

 

 
Actividades:
 
 

 

 

 Amy Krouse Rosenthal

créditos: Autor não identificado

https://www.presenca.pt/

 
 
Tomei conhecimento ontem, pelo Peter H. Reynolds que Amy Krouse Rosenthal tem uma doença terminal.
 
 
Fiquei com coração partido.Sem palavras. Amy K Rosenthal tem uma sensibilidade linda! Mesmo assim, acabou de publicar um novo em Dezembro 2016.
 
 
 

 

That's Me Loving You
Amy Krouse Rosenthal
ilustração: Teagan White
Random House, Dez. 2016
 
 
 
Wherever you are,
Wherever you go,
Always remember
And always know. . . 

That feeling you always have in your heart?
That’s me loving you.
 
 
Amy Krouse Rosenthal, That's Me Loving You
 
 
 

 

That's Me Loving You
Amy Krouse Rosenthal
ilustração: Teagan White
 
 
Amy Krouse Rosenthal capta o desejo dos pais de estar sempre presentes neste poema simples e tocante, oferecendo a tranquilidade do seu amor. Sinais de afecto podem ser encontrados no mundo natural em nosso redor - da brisa suave a uma estrela cintilante.
 
 
Crítica:
 
 
Nota:
 
 
Publicado em 4 Fevereiro 2012, foi hoje actualizado, depois de tomar conhecimento que Amy Krouse Rosenthal sofre de doença terminal.
 
Quero assim celebrar a vida, com a doce esperança que possa receber boas vibrações para o seu estado de saúde. Meus pensamentos estão com Amy!
 
Foi com muita tristeza que li. Amy Krouse Rosenthal morreu hoje
 
 
A Professora GSouto
 
 
04.02.2012
 
 
Actualizado: 05.03.2017/ 13.03.2017
 
 
Licença Creative Commons
 

Feliz São Valentim !

 

 

 

 
Certamente, já repararam ao aceder a Google que hoje há algo de especial! Basta clicar no envelope e entrar neste encantador vídeo! Eu sei| A música não faz muito o vosso género! Mas a homenagem interactiva ao Dia dos Namorados é deliciosa! Não acham?
 
 
Bem, já o meu post anterior Livros infantis e não só... avançava outra ideia muito bonita para miúdos e graúdos... com alma de criança!
 
 
 
 
 
Um livro encantador que me fez relembrar um outro que vos desvendei em Desencuentros. Mais triste, mas muito bonito.
 
 
 
Pois é ! O Amor não pede licença para entrar em nossas vidas e não há um só ser humano que já não o tenha sentido, ao menos uma vez na vida. E como os meus amiguinhos sabem disso! Mas eles sentem mais do que uma vez na vida. E às vezes, até no mesmo ano. Claro! Estou a meter-me com os mais atiradiços. 
 
Já que não há como fugir... o melhor que temos a fazer é nos entregar...
 
 
 



 
 
A Professora GSouto
 
14.02.2012
 
Licença Creative Commons