Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Ler Amy Krouse Rosenthal : Livros infantis ? Não só !

 

 

Plant a Kiss

Amy Krouse Rosenthal

illustração: Peter H Reynolds

http://www.harpercollinschildrens.com/

 

Lembram Amy Krouse Rosenthal na BEA 2009 e o vídeo original de apresentação com a ajuda de sua filha? Eu sei! Já não estão mais na idade de ler livros infantis! Mas tem uma mensagem linda para crianças e adultos. Plant a Kiss é um livro maravilhoso.

 

Desta vez Amy Krouse Rosenthal escreveu e Peter H. Reynolds ilustrou este encantador livro infantil Plant a Kiss, editado em Dezembro 2011 pela HarperCollins. Hoje os autores estão a autografar o livro em Nova Iorque.

 

Plant a Kiss está disponível em versão impressa e versão digital e-book. Para já, só em Inglês, mas estou certa que não terão dificuldade em ler. Eu também apoiarei nas aulas curriculares.

 

plant-kiss1.jpg

 

Plant a Kiss

Amy Krouse Rosenthal

illustração: Peter H Reynolds

https://www.amazon.com/Plant-Kiss-Board-Krouse-Rosenthal/

 

 

Sinopsis (em inglês):

 

Little Miss planted a kiss ...

 

One small act of love blooms into something bigger and more dazzling than Little Miss could have ever imagined in this epic journey about life, kindness, and giving.

 

Amy Krouse Rosenthal,Plant a Kiss

 

 

 

 
 
Mas Amy Rosenthal escreve também para os mais crescidos. Por exemplo, este livro, Encyclopedia of an Ordinary Life.
 
 
Sinopse:
 
 
Usando a maior parte das vezes capítulos curt0s organizad0s de A a Z, muitos dos quais são referências cruzadas, Rosenthal captura em maravilhosos detalhes e episódicos, momentos, observações e emoções que compõem a vida contemporânea. Comece em qualquer letra, de preferência do A, e veja como a existência de uma jovem mulher letrada pode abrir e definir o mundo de novas e inesperadas maneiras.
 
 
Não me parece que esteja editado em língua portuguesa (Portugal). Apenas encontrei edições em língua inglesa,mesmo editadas em Portugal. Mas para as alunas que já dominam bem o inglês, pode ser uma boa sugestão. E por que não para os rapazes?
 
 
 
 
 
 
 
Encyclopedia of an Ordinary Life
Amy Krouse Rosenthal
Crown/Random House, 2005
 
 
Crítica:
 
I rarely give a book a perfect 10 on the ratings scale, but I have to do so in this case. It’s not that the book itself is perfect, nor the author extremely engaging in her own right, but I found the experience of reading it to be a magical one. I was thoroughly inspired at every sitting, my creativity just bursting upon reading each entry. I want to create an encyclopedia of my own life! And for that boost I applaud Rosenthal. I am viewing my world with new eyes and a notepad in hand. No other reading experience has brought me to this place, and I suspect few will ever come close again. Encyclopedia is a book tailor-made for those who seek inspiration in their surroundings, and it succeeds in bringing to life all the minutiae that seems to oppress but is actually the cocoon that shapes us into what we can become.
 
 
Goodreads
 
Crown/Random House, 2005
 
 

plant-kiss.jpg

 

Plant a Kiss

Amy Krouse Rosenthal

illustração: Peter H Reynolds

https://www.amazon.com/Plant-Kiss-Board-Krouse-Rosenthal/

 
 
Peter H Reynolds é um ilustrador de sucesso que já obteve vários prémios. É reputado pela sua interacção com alunos em várias escolas norte americanas onde anima ateliês de ilustração.  
 
 
 

peter-h-reynolds-the-dot.png

 

The Dot

Peter H. Reynolds

http://www.peterhreynolds.com/

 
 
O seu livro mais conhecido tem por título The Dot que significa o dom (jeito, habilidade) para ser um artista, ilustrador, pintor. Um livro que delicioso onde Reynolds incentiva todas as crianças e jovens a desenhar e criar a sua própria arte!
 
 
 

 

 

 
Actividades:
 
 

 

 

 Amy Krouse Rosenthal

créditos: Autor não identificado

https://www.presenca.pt/

 
 
Tomei conhecimento ontem, pelo Peter H. Reynolds que Amy Krouse Rosenthal tem uma doença terminal.
 
 
Fiquei com coração partido.Sem palavras. Amy K Rosenthal tem uma sensibilidade linda! Mesmo assim, acabou de publicar um novo em Dezembro 2016.
 
 
 

 

That's Me Loving You
Amy Krouse Rosenthal
ilustração: Teagan White
Random House, Dez. 2016
 
 
 
Wherever you are,
Wherever you go,
Always remember
And always know. . . 

That feeling you always have in your heart?
That’s me loving you.
 
 
Amy Krouse Rosenthal, That's Me Loving You
 
 
 

 

That's Me Loving You
Amy Krouse Rosenthal
ilustração: Teagan White
 
 
Amy Krouse Rosenthal capta o desejo dos pais de estar sempre presentes neste poema simples e tocante, oferecendo a tranquilidade do seu amor. Sinais de afecto podem ser encontrados no mundo natural em nosso redor - da brisa suave a uma estrela cintilante.
 
 
Crítica:
 
 
Nota:
 
 
Publicado em 4 Fevereiro 2012, foi hoje actualizado, depois de tomar conhecimento que Amy Krouse Rosenthal sofre de doença terminal.
 
Quero assim celebrar a vida, com a doce esperança que possa receber boas vibrações para o seu estado de saúde. Meus pensamentos estão com Amy!
 
Foi com muita tristeza que li. Amy Krouse Rosenthal morreu hoje
 
 
A Professora GSouto
 
 
04.02.2012
 
 
Actualizado: 05.03.2017/ 13.03.2017
 
 
Licença Creative Commons
 

Ler na sala de aula : Prémio Fundación Cuatrogatos 2017

 

 

 

Irmão Lobo

Carla Maia de Almeida

ilustração: António Jorge Gonçalves

http://www.planetatangerina.com/pt/

 

O livro Irmão Lobo, da escritora Carla Maia de Almeida, foi distinguido com o Prémio Fundación CuatrogatosA Fundación Cuatrogatos é uma organização norte-americana de promoção da leitura para a infância e juventude.

 

fundacion4gatos.jpg

 

Fundación Cuatrogatos

https://www.facebook.com/FundacionCuatrogatos

 

Anualmente, a Fundación Cuatrogatos, fundada em Miami, elege vinte livros para crianças e jovens, traduzidos para espanhol e publicados por editoras ibero-americanas, que são "altamente recomendados pelos valores literários e artísticos" e que "merecem ter mais divulgação".

 

 

lobo_1.jpg

 

Irmão Lobo

Carla Maia de Almeida

ilustração: António Jorge Gonçalves

http://www.planetatangerina.com/pt/

 

Entre os vinte títulos premiados está Irmão Lobo, de Carla Maia de Almeida, com ilustração de António Jorge Gonçalves e tradução por Jerónimo Pizarro, para a editora mexicana Ediciones El Naranjo.

 

Saber +

 

Irmão Lobo é "uma obra comovedora, que explora com subtileza as paisagens da alma humana e que nos fala, com extraordinária sinceridade e profundidade, de separação, sobrevivência, redenção e amor", escreveu a Fundação na página oficial.

 

Além dos vinte livros premiados, a organização recomenda ainda dezenas de outros títulos, escolhidos entre as obras que foram sendo lidas e avaliadas pela fundação. Entre eles está a tradução de A contradição humana, álbum ilustrado de Afonso Cruz.

 

 

lobo_2.jpg

 

Irmão Lobo

Carla Maia de Almeida

ilustração: António Jorge Gonçalves

http://www.planetatangerina.com/pt/

 

Sinopse:

 

Malik. Penso nele como um totem que mantinha a tribo unida, a tentar adaptar-se ao apartamento e a sonhar com o seu antigo tipi rodeado de verde.


Nas poucas fotografias que tirámos depois de ele partir, parecemos um punhado de moedas atiradas ao ar, caídas ao acaso, afastadas umas das outras. Esta, por exemplo, com a Blanche a olhar para mim, Alce Negro a olhar para o céu, o Fóssil a olhar para os ténis e a Miss Kitty de óculos escuros, a olhar para dentro, para os lugares onde só ela entrava. 


Depois daquele verão em que tudo começou a arder, nunca mais aparecemos os cinco nas fotografias. Foi o verão da Grande Travessia no Deserto da Morte. Ou, simplesmente, o verão da Grande Travessia.


Lembro-me como se fosse hoje.

 

 

lobo_3.jpg

 

Irmão Lobo

Carla Maia de Almeida

ilustração: António Jorge Gonçalves

http://www.planetatangerina.com/pt/livros/irmao-lobo

 

Em Irmão Lobo, publicado em 2013 pela Planeta Tangerina, Carla Maia de Almeida narra uma história protagonizada por uma família - pai, mãe, três filhos e um cão - a desintegrar-se, marcada pelo desemprego e por problemas financeiros.

 

Ir + longe:

 

O fio narrativo oscila entre dois momentos, em que a narradora tem oito e quinze anos (a distinção é feita graficamente com páginas azuis e brancas), intercalando as descrições do ambiente familiar com o de uma viagem, que terminará no acontecimento fraturante da família, intitulado "Grande Travessia no Deserto da Morte".

 

A protagonista refere-se à família por alcunhas: o Clã do Pássaro Trovão integra a mãe Blanche, que acumula três empregos, o pai Alce Negro, desempregado, o irmão mais velho, Fóssil, a irmã do meio, Miss Kitty, e o cão Malik, como "um totem que mantinha a tribo unida".

 

lobo_4.jpg

 

Não Quero Usar Óculos,

Carla Maia Almeida

ilustração: André Letria

http://www.fnac.pt/

 

Autora:

 

Carla Maia de Almeida, nascida em Matosinhos em 1969, é jornalista, tradutora e formadora na área do livro infantil. Tem obra publicada no Brasil, Holanda e Colômbia.

 

É autora ainda de outros livros como Amores de Família e Ana de Castro Osório - A mulher que votou na literatura, ambos ilustrados por Marta Monteiro, Onde Moram as Casas, com ilustrações de Alexandre Esgaio, e Não Quero Usar Óculos, com ilustração de André Letria.

 

 Livros aconselhados pelo Plano Nacional de Leitura.

 

  • Irmão Lobo, literatura juvenil;
  • Não Quero Usar Óculos, literatura infantil.

 

Actividades:

 

  • Leitura dos livros segundo o nível de ensino.
  • Preparar actividades de apoio à Leitura Autónoma e/ou Leitura com Apoio do Professor ou dos Pais, segundo o nível etário.

 

A Professora GSouto

 

25.02.2017

 

Licença Creative Commons

 

Stephenie Meyer de regresso : A Química

 

 

 

the-chemist.stepmeyer.jpg

 

The Chemist | Stephenie Meyer

http://stepheniemeyer.com/

 

É óbvio que sabem quem é Stephenie Meyer, até porque lemos os seus livros da série Twilight! Fomos também ver alguns filmes, adaptação desses mesmos best-sellers da literatura juvenil que em Portugal ficou conhecida por Crespúsculo.

 

 

Twilight-books1.jpeg

 

Twilight saga/ Crepúsculo

http://stepheniemeyer.com/the-twilight-saga/

 

Todos se apaixonaram pela saga em livro e em filme. Até porque o par amoroso do filme interpretado por  Robert Pattinson e Kristen Stewart se viria a casar. Hoje, já divorciados há alguns anos, seguem a carreira cinematográfica, mas por caminhos diferentes.

 

 

Twilight-film.jpg

 

Robert Pattinson/Kristen Stewart/Stephenie Meyer/ Taylor Lautner

créditos: Reuters, 2011

http://s1.ibtimes.com/

 

 

Os livros da saga Crepúsculo venderam mais de 150 milhões de exemplares, e foram transformados na  série de filmes protagonizados por Robert Pattinson e Kristen Stewart. Fomos ver alguns para o estudo comparativo livro-filme.

Desta vez, a autora da saga teen, Stephenie Meyer, opta pelo suspense, sem vampiros ou outras criaturas fantásticas. 

 

Stephenie Meyer regressa com um novo livro que vai ser editado mundialmente no próximo dia 8 Novembro 2016. Em Portugal também, pois claro! A Química já está em pré-venda em várias livrarias online em Portugal e no mundo.

 

 

 

 

 

O novo livro de Stephenie Meyer é um mistério electrizante, romântico, e e tensão permanente.

Neste thriller empolgante, uma ex-funcionária perseguida pela agência governamental para a qual trabalhava tem de executar uma última missão para limpar o seu nome e salvar a sua vida.

 

 

the-chemist-stephaniemeyer.jpg

 

A Química/ Stephenie Meyer

editora Presença

http://www.presenca.pt/livro/a-quimica/

 

A Química é romance de tensão permanente. Stephenie Meyer criou uma nova heroína determinada, fascinante e com talentos únicos, demonstrando mais uma vez o que a leva a ser uma das autoras mais admiradas da actualidade.

 

 

Sinopse:


"Ela trabalhava para o governo dos EUA, mas poucos sabiam disso. Considerada uma especialista, era um dos elementos mais ocultos de uma agência tão secreta que nem sequer tem nome. Quando entenderam que a sua ex-funcionária os punha em perigo, tomaram de imediato a decisão de a perseguir.


Agora, ela tem de mudar constantemente de lugar e de identidade. Os seus perseguidores mataram a única pessoa em quem confiava, mas as informações secretas que guarda são uma ameaça. Quando o seu antigo supervisor lhe propõe uma alternativa para sair desta situação, ela crê estar perante a única oportunidade de escapar. Para tal, terá de aceitar uma última missão para a agência.


Decidida a lutar, prepara-se para o confronto mais difícil da sua vida, mas dá por si apaixonada por um homem que apenas complica as suas possibilidades de sobrevivência."


A Química é romance de tensão permanente. Stephenie Meyer 'criou uma nova heroína determinada, fascinante e com talentos únicos', demonstrando mais uma vez o que a leva a ser uma das autoras mais admiradas da actualidade.

 

 

Stephenie Meyer's The Chemist Facebook Live

18 Novembro 2016/ 8:30 PM - 9:30 PM EST

https://www.facebook.com/events/

 

Actividades:

 

Enquanto aguardam pela saída do livro, já no próximo dia 8 Novembro 2016

 

  • Ler a sinopse do livro The Chemist (língua inglesa) aqui

 

Ir + longe:

 

Ver o ouvir a entrevista live de Rainbow Rowell com Stephen Meyer, via Facebook no dia 18 Novembro 2016, pelas 8:30 PM - 9:30 PM EST a propósito do livro A Química

 

Nota: O livro vai estar também disponível em: ebook e audiobook. 

 

Espero que gostem deste novo livro de uma das autoras de literatura juvenil que mais sucesso fez com a saga Twilight. Suponho que nãp resistirão a conhecer mais uma aventura, desta vez bem diferente.

 

A Professora GSouto

 

02.11.2016

 

Licença Creative Commons

 

Dia do Pai ! Vamos oferecer livros ?

 

doodle-dia-pai.jpg

 

Google Doodle Dia do Pai

http://www.google.com/doodles/

 

O Dia do Pai em Portugal é comemorado no dia 19 de Março. Celebra-se no dia de São José, santo popular da igreja católica (pai de Jesus Cristo).Uma tradição que se repete em vários países de religião católica. 

 

A celebração do Dia do Pai no dia 19 de Março tem lugar em Portugal, Espanha, Itália, Andorra, Bolívia, Honduras, Liechstenstein, Croácia. A celebração da data varia de país para país.

 

Em França, o Dia do Pai celebra-se no 3º domingo de Junho.

 

Gogle parabeniza os pais com um o Doodle o Dia do Pai, esqueceu Portugal na lista de países. No entanto, ao acedermos à página principal do motor de busca, é-nos apresentado. Será que se redime dessa falha? Ou confunde Portugal com Espanha?

 

 

 Saber+

 

Origem Dia do Pai : Existem duas histórias sobre a origem do Dia do Pai

 

  • A instauração do Dia do Pai teve origem nos Estados Unidos da América, em 1909. Sonora Louise Smart Dodd, filha de um militar resolveu criar o Dia dos Pais motivada pela admiração que sentia pelo seu pai, William Jackson Smart, pelo facto de este ficar viúvo e educar seis filhos.

 

A festa foi ficando conhecida em todo o país e em 1972, o presidente americano Richard Nixon oficializou o Dia dos Pais.

 

  • Evoca-se também, como origem dessa data a Babilónia, onde, há mais de 4 mil anos, um jovem chamado Elmesu teria moldado em argila o primeiro cartão. Desejava sorte, saúde e longa vida a seu pai, um rei babilónico famoso Nabucodonosor.

 

Em Portugal a festa esteve sempre associada ao Dia de S. José, 19 Março.

 

É prática dar um presente ao Pai, num gesto de carinho. Por que não oferecer um livro? Aqui ficam algumas sugestões para várias idades:

 

 

 

Querido Pai

Orianne Lallemand

ilustrações: Angélique Pelletier

Editorial Presença, 2012

http://www.presenca.pt/livro/querido-pai/

 

Sinopse:

 

Pai Miminhos, Pai Força, Pai Compincha, Pai Cócegas... Descubram o olhar que uma menina lança sobre os estados de alma do seu pai, acompanhados de ilustrações transbordantes de ternura.

Em Querido Pai, todos os pais do mundo são contemplados com palavras amorosas, ternurentas e de grande admiração.

 

 

 

 

 

Querido Pai

Orianne Lallemand

ilustrações: Angélique Pelletier

http://multimedia.fnac.pt/

 

Depois de Mamã Maravilha, é a vez de os pais terem a sua homenagem, num livro que é um presente ideal tanto para os mais pequenos como para os mais crescidos.

 

 

 

O Pai e Eu

Maria Teresa Gonzalez

ilustrações: Carla Nazareth 

 

Começa assim:
 
"Ser santo é viver no mundo real e ir ao encontro
das pessoas que Deus colocou no nosso caminho
e amá-las.
Para muitos de nós, essas pessoas são
a nossa própria família."
 
Irmã Wendy, Livro de Santos

 

 

 

 

 

 

Quando dissemos
a nossa primeira palavra,
o Pai foi logo contar a novidade
a toda a gente que conhecia
(e era a palavra «Mamã»)!

 


 

 

O Pai e Eu

Maria Teresa Gonzalez (excertos)

Ilustrações: Carla Narath

Porto Editora, 2011

http://static.fnac-static.com/

 

Ser Pai não é fácil, sobretudo quando
tem de nos ralhar ou pôr de castigo..."
(...)
 

 

Maria Teresa Gonzalez, O Pai e Eu, Porto Editora

(excertos)

Ilustrações Carla Nazareth

 

Sinopse:

 

Quando dissemos a nossa primeira palavra, o Pai foi logo contar a novidade a toda a gente que conhecia (e era a palavra «Mamã»)!

 

Nota: Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura Educação pré-escolar. Leitura com apoio do educador ou dos pais.

 

 

O meu Pai é grande, é forte, mas...

Coralie Saudo

ilustrações: Kris Di Giacomo

Dinalivro, 2012

http://bibrt.no-ip.biz/

 

Sinopse:

 

Todas as noites é sempre a mesma coisa. Este papá de gravata e com um ar exausto não quer ir para a cama e faz uma grande birra antes de se ir deitar. Por fim, depois de muitas negociações e de voltas e mais voltas pela casa toda, lá se consegue levá-lo. Mas ainda é preciso ler-lhe um livrinho antes da fatídica pergunta do costume: «Alexandre, meu filho, posso dormir na tua cama?» Nesta história contada ao contrário, a inversão dos papéis diz-nos que um pai pode ser realmente grande e forte - como se constata no exercício de puro deleite em que consiste a visualização das ilustrações -, mas nem por isso deixa de precisar de colo ou de ter medo do escuro.

 

O lado mais frágil da idade adulta consumada na paternidade alcança neste livro a doce melancolia de um tom sépia, que nos diz metaforicamente aquilo que poucas vezes deixamos transparecer.

 

 

O Pai no Tecto

Maria Teresa Gonzalez

Verbo, 2003

http://d.gr-assets.com/

 

Sinopse:

 

Encontrado dentro de um cesto, apenas envolto num pano, Tito sempre pensou que o seu pai se chamava Adão e que um dia o iria buscar. Isto porque a avó Lena, a governanta da Casa dos Lírios, uma instituição que acolhe rapazes órfãos ou negligenciados pela família, lhe contou que ele tinha aparecido misteriosamente «à pai Adão». Miúdo dotado de grande inteligência, Tito vai sofrer o primeiro desgosto de uma existência até então vivida praticamente sem sobressaltos: a morte da avó Lena, a pessoa que o criara e o fazia sentir que tinha uma família. No momento em que se sente completamente perdido, o pediatra da instituição, o Dr. Tomás Telles, homem solitário, convida-o para uma viagem a Roma, onde lhe diz ter uma surpresa para lhe mostrar. E é durante esta viagem que Tito encontra finalmente o pai, só que afinal ele não se encontra no tecto da Capela Sistina...

 

 

Florbela.png

 

 

 Florbela Espanca 

http://www.luso-livros.net/

 

Ir + longe:

 

Mas, para os mais velhos, os alunos que estudam literatura portuguesa e os grandes poetas, fica então um poema de Florbela Espanca que dedicou um poema ao pai:

 

Poema para o Dia do Pai


Ter um Pai! É ter na vida
Uma luz por entre escolhos ;
É ter dois olhos no mundo
Que veem pelos nossos olhos!

 

Ter um Pai! Um coração
Que apenas amor encerra,
É ver Deus, no mundo vil,
É ter os céus cá na terra!

 

Ter um Pai! Nunca se perde
Aquela santa afeição,
Sempre a mesma, quer o filho
Seja um santo ou um ladrão ;

 

Talvez maior, sendo infame
O filho que é desprezado
Pelo mundo ; pois um Pai
Perdoa ao mais desgraçado!

 

Ter um Pai! Um santo orgulho
Pró coração que lhe quer
Um orgulho que não cabe
Num coração de mulher!

 

Embora ele seja imenso
Vogando pelo ideal,
O coração que me deste
Ó Pai bondoso é leal!

 

Ter um Pai ! Doce poema
Dum sonho bendito e santo
Nestas letras pequeninas,
Astros dum céu todo encanto!

 

Ter um Pai! Os órfãozinhos
Não conhecem este amor!
Por mo fazer conhecer,
Bendito seja o Senhor!

 

Florbela Espanca, Poesia 1918-1930, 

Dom Quixote, 1992

 

 A Professora GSouto

 

19.03.2016

 

Licença Creative Commons

Vamos ler ? A Luz de Newton de Hélia Correia

 

 

A Luz de Newton

Hélia Correia

Relógio D'Água, 2015

http://www.relogiodagua.pt/

 

Hélia Correia é uma escritora que muito admirámos. Já lhe dedicámos um post em Junho 2015 Hélia Correia : Sugestões de Leituras onde propusemos várias obras de literatura juvenil que aconselhamos vivamente para os currículos de Língua Portuguesa.

 

Desta vez, vimos complementar a listagem já apresentada  com uma outra obra. «A Luz de Newton», Hélia Correia (2.ª edição, revista e aumentada), com ilustrações de Susana Oliveira que saiu em Dezembro de 2015.

 

 

heliacorreia-luznewton2.JPG

 

A Luz de Newton (contracapa)

Hélia Correia

Relógio D'Água, 2015

http://www.relogiodagua.pt/

 

Sinopse:

 

«O Vermelho fechou o livro com violência. E encarou severamente o Amarelo. As outras cores, em volta, suspiraram. Adivinhava‑se um momento desconfortável. Direi mais: um momento de tensão. Direi mais: um momento de combate. O Amarelinho tentou cruzar as pernas para tornar a posição mais consistente, mas não tinha joelhos para dobrar. As cores olhavam para o Vermelho, à espera. Ele fora eleito para as representar. E o Vermelho estava mesmo muito vermelho sob o efeito da cólera:
— Estamos à espera de uma explicação.
— Explicação… — repetiu o Amarelinho, para fazer tempo.
— Explicação de quê?
As cores pigarrearam e mexeram-se. Começaram até a segredar. Mas o Vermelho impôs a sua autoridade.
— Não te faças de parvo. Sabes bem.
Tirou de um saco um livro muito fino e exibiu-o a todos, como vira fazer num filme com uma prova em tribunal.
— A Luz de Newton, primeira edição. As sete cores do arco-íris: somos nós.
— Sim, somos todas nós — disse Liliana.
— E ocupamos — afirmou o Verde — praticamente o mesmo espaço cada uma.»

 

Há ainda outro aspecto que vai motivar os alunos para a leitura deste livro. A leitura digital. É verdade!

 

A editora Relógio D'Água disponibiliza online as primeiras páginas que podem ser lidas aqui. Também a Fnac proporciona a leitura digtal de A Luz de Newton aqui

 

"Era uma vez um homem que nascera para sábio. Ora, às vezes, tal facto aborrecia‑o muito. Sempre com o nariz enfiado em livros velhos, sempre a escrevinhar relatórios para enviar aos outros sábios que moravam longe — naquele tempo não havia telefone —, sempre a pensar e a repensar, a fazer contas, a espreitar para os céus e para os caldeirões, que coisa! Então não tinha direito a descansar?

 

Parou e foi abrir uma janela. O sol — se bem que fosse um sol inglês, estava cheio de força naquele dia — entrou por ali dentro, todo entusiasmado, porque era muito raro permitirem‑lhe fazer uma vi‑ sita àquele laboratório. Com a pressa, tropeçou contra um prisma de vidro e desfez‑se nas suas sete cores. Surgiu um arco‑íris na parede.

 

O sábio percebeu tudo o que se passara e ficou ainda mais aborrecido:

 

— Pronto! Agora estraguei o mistério que havia no Arco‑Íris do céu! Não passa de um espectro da luz solar que se refrata nas gotinhas de água. Acabaram‑se as histórias sobre as panelas de ouro escondidas no lugar em que ele toca na terra. Ninguém mais verá nele a túnica de Íris, mensageira dos deuses, nem o sinal da paz entre Jeová e os homens. Mas que grande chatice!

 

Para desanuviar, foi dar um passeiozinho. Mas, como estava pouco habituado a andar, depressa se cansou. Sentou‑se à sombra de uma macieira. E vai, caiu‑lhe um fruto em cima da cabeça. Estava a saboreá‑lo com delícia quando gritou de novo:

 

— Que chatice!

 

Descobrira, ali mesmo, as leis da gravidade."

 

in A Luz de Newton, Hélia Correia, Relógio D'Água (online)

 

Wow! É mesmo bom, ter acesso às tecnologias, não é mesmo? É o que sempre dizia aos alunos quando os iniciei nas Tecnologias Educativas nos currículos de Língua Portuguesa e Francês LE corria o ano de 1998.

 

Como descobriram de imediato é história efabulada de Isaac Newton. Hélia Correia transforma em ficções a refracção da luz no prisma. O vermelho, o amarelo, o laranja, o verde, o azul, o lilás, e o violeta são agora outras tantas histórias, apoiadas nas ilustrações de Susana Oliveira.

 

 

A Luz de Newton, 1ª edição

Hélia Correia

ilustrações Alice Aurélio

Relógio D'Água, 1988

http://www.bibliotecasobral.com.pt/

 

A Luz de Newton de Hélia Correia teve uma 1ª edição em 1988, ilustrações de Alice Aurélio. É natural que muitas bibliotecas escolares tenham esta primeira edição.

 

Actividades:

 

  • Pesquisar sobre Isaac Newton e a sua teoria das cores.
  • Requisitar  o livro (1ª edição) na Biblioteca da escola para possível apreciação das diferenças (ilustrações, outros).
  • Ler a edição que for mais acessível aos alunos (compra ou requisição biblioteca escola).

 

A  Professora GSouto

 

10.03.2016

 

Licença Creative Commons

O Piloto e o Principezinho : novo livro ilustrado

 

 

 

O Piloto e o Principezinho

Peter Sís

http://www.jacareca.pt/

 

O livro ilustrado O Piloto e o Principezinho, do autor checo Peter Sis, sobre o nosso autor bem conhecido Antoine de Saint-Exupéry, acaba de ser editado em Portugal pela Jacareca, uma nova chancela, de literatura para crianças, da editora independente Ítaca.

 

 

O Piloto e o Principezinho*

Peter Sís

 

Considerado pelo New York Times um dos melhores livros para crianças de 2014, O Piloto e o Principezinho - The Pilot and The Little Prince -  tem agora a edição em Português. Apresenta uma biografia do piloto francês e autor da obra O Principezinho.

 

 

Peter Sís

http://www.petersis.com/about/

 

Saber +

 

Peter Sís, nascido em Brno, na antiga Checoslováquia, é autor e ilustrador de vários livros para crianças. Foram-lhe atribuídos diversos prémios ao longo da sua carreira, entre eles o Prémio Hans Christian Andersen para ilustração em 2012. Vive desde 1984 na área de Nova Iorque.

 

Mas Peter Sís é também autor de diversos livros ilustrados que ultrapassam o domínio da literatura infantil. Um pouco como Maurice Sendak.

 

Sarry Messenger/ Galileo Galilei

Peter Sís

http://www.petersis.com.vhost.zerolag.com/

 

As biografias são uma temática recorrente na obra de Sís. A paixão que dela emana  por alguns grande nomes da História, pela grandeza das suas vidas e pelo encanto das suas personalidades, pela herança que doaram à humanidade, é contagiante.

 

É assim em A Árvore da Vida, único livro do autor editado em português,Terramar, onde conta a fascinante vida de  Charles Darwin, e em Starry Messengerdedicado ao grande  Galileu Galilei.

 

 

O Piloto e o Principezinho*

Peter Sís

 

O Piloto e o Principezinho, agora traduzido em português. Trata-se de uma obra que explica sucintamente a vida de Antoine de Saint-Exupéry, bem como o seu percurso literário. O livro vai além da história da sua obra mais famosa, O Principezinho. Nela poderá ficar a conhecer a sua infância, as suas principais influências, bem como os elementos que o inspiraram a criar O Principezinho.

 

 

O Piloto e o Principezinho*

Peter Sís

 

Sinopse:

 

Saint- Exupéry  chegou ao mundo em 1900, altura em que a França via inventarem-se os primeiros aviões. O rapaz, que nasceu com cabelo cor de ouro e a quem a família chamava rei-sol, cresceu com a paixão  pelas asas.  Aos doze anos,  construía a sua primeira máquina voadora e ainda que as coisas não tenham corrido pelo melhor,  não se deixou desencorajar.

 

 

O Piloto e o Principezinho*

Peter Sís

 

Mais tarde, viria a tornar-se um piloto exímio, cabendo-lhe papel de relevo como um dos pioneiros do correio aéreo. As rotas que percorria, os obstáculos que venceu, os acidentes sofridos, os amigos que teve, os sonhos realizados, são minuciosa e magicamente contados por Sís. 

 

Ir + longe:

 

Considerado pelo New York Times um dos melhores livros para crianças de 2014, O Piloto e o Principezinho chega agora às livrarias portuguesas.

 

Peter Sis é autor de diversos livros ilustrados que não são apenas de literatura infantil. É o caso de A Árvore da Vida, que retrata a vida de Charles Darwin.

 

 

A Árvore da Vida

Peter Sís

http://images.portoeditora.pt/

 

Num registo semelhante ao que já tinha feito sobre a vida e obra de Charles Darwin, em "A Árvore da Vida", Peter Sís conta a história de "um grande aventureiro", que nasceu em 1900, numa "época fervilhante de grandes descobertas em todo o mundo".

 

 

O Piloto e o Principezinho*

Peter Sís

 

O texto é remetido para a parte inferior de cada página, ficando o restante espaço ocupado pela ilustração, muito exuberante, conjungando desenho e pequenos apontamentos enciclopédicos sobre Saint-Exupéry.

 

Círculos, rectângulos, estrelas, mapas, árvores genealógicas em forma de mandalas, diários, notas... pequenas histórias dentro da história. 

 

As ilustrações de Peter Sís são cheias de pormenores importantes. Bem concebidas, traduzem-se numa beleza singular, apropriada para todos os leitores, independemente da idade que apreciam o trabalho do autor. É uma forma de biografia ilustrada que agradará sobretudo a todos os níveis etários.

 

 

O Piloto e o Principezinho*

Peter Sís

 

É o que acontece no seu último livro The Pilot and the Little Prince, The Life of Antoine de Saint-Exupéry. A história do autor de O Principezinho é-nos contada com uma sábia mestria e resulta num livro belo e extraordinário!

 

Este livro de Peter Sís, Prémio Hans Christian Andersen 2012, inaugurou a Jacareca.

 

O Piloto e o Principezinho, é um livro "que suscita ao maravilhamento", como descreveu Isabel Castro Silva, responsável da nova editora.

 

Uma extraordinária e inesquecível  viagem pelo tempo e pelo espaço. Acompanhamos Saint-Exupéry nas suas arrojadas viagens,  conhecemos-lhe as rotas, descobrimos-lhe a sensibilidade de sonhador.  Já antes, na sua infância, nos tínhamos levantado de madrugada para lhe fazer a vontade e ouvir os seus poemas.
 
As obras de Sís não se lêem apressadamente. Fazem-nos ler devagar, compreender cada detalhe fabuloso.
 
Esperamos que, tal como Saint- Exupéry, possamos ver mais livros de Peter Sís em Portugal.
 
 
Actividades:
 
 
  • Começar por comparar as diferentes versões de O Principezinho já lidas, e estudadas.
  • Recolher elementos sobre biografias históricas de Saint- Exupéry  com esta biografia criada por Peter Sís.
  • Solicitar aos alunos que se manifestem, em relação ao real e ao imaginário.
  • Convidar os alunos a informarem-se sobre Peter Sís e sua obra, já traduzida em português, mas tabém as versões escritas em inglês. Para isso, o site do autor fornece muita informação.
  • Para os professores, existem também documentos de apoio para exploração pedagógica.
 
 
A Professora GSouto
 
24 Janeiro 2016
 
 
Licença Creative Commons
 
 
Referências : Ilustrações do livro O Piloto e o Principezinho em Hipopótamos na Lua
 
 

Os posts mais lidos 2015 : semestre #2

 

 

Google Doodle Happy New Year's Day

http://www.google.com/doodles/

 

Olhando para trás, 2015 foi um ano excelente! Recursos educativos digitais que serviram de apoio a muitos jovens professores, a alunos ensino básico (6º ao 9º anos), bem como a alunos do ensino secundário.

 

Partilho então os posts mais lidos de 2015, semestre #1 de BlogdosCaloiros. U blogue que se propôs de 2005 a 2009 a apoiar os alunos dos currículos de Língua Portuguesa, de 2005 a 2009 e contou com participação de muitos. Propostas de actividades de enriquecimento curricular mais informal que passou pela introdução das ICT nos currículos escolares.

 

Desde 2010 tem continuado esse objectivo pedagógico, mas agora mais destinado a apoiar todos os leitores que pretendem alargar conhecimentos, a jovens professores que buscam diferentes recursos para introduzir nas suas aulas, estudantes que são bem curiosos e gostam de aprender sempre mais.

 

Os conteúdos contemplam vários temas: literatura, ciência, língua portuguesa, matemática, ambiente, livros, filmes, jogos, cultura, cidadania, e recursos educativos digitais na sua maiora para apoio do ensino e aprendizagem da Língua Portuguesa.

 

Top dos posts du 2º semestre 2015 :

 

Guerra das Estrelas : O Despertar da Força

Sesame Street : Julia, a menina autista

O Principezinho nas salas de cinema ! Vamos ver ?

Astérix : O Papiro de César, novo álbum em português e mirandês

Regresso ao Futuro : 30 anos depois. Não perca !

Dia de São Martinho : tradição e história

É Natal ! Cântico de Natal

George Boole, o pai da era digital

Oububro Rosa : vamos participar na escola?

A Hora de Plutão : actividades férias 

Dia Mundial da Música: Vamos lá celebrar a música

Noite Europeia dos Investigadores : #NEI 2015

Leituras : Joan Aekin, uma escritora inglesa

Outono chegou hoje : Traz sol e poesia

Mês Internacional da Biblioteca Escolar

Pausa férias : Vamos ver Família Bélier?

Dia dos Avós : tradições e leituras

Kitesurf : Parabéns Francisco Lufinha !

Ler : Quando Hitler Roubou o Coelho Cor-de-Rosa

Lágrimas por Paris

Parabéns José Xavier : Membro Honorário do BAS

Fundação Paul Walker : Do Good

Jornadas Europeias do Património 2015 

Eh ! Esta madrugada muda a hora

 

 

 

Sesame Street

http://i.telegraph.co.uk/

 

Meu crush do semestre #2 ? Sesame Street : Julia, a menina autista. Claramente. 

 

 A Rua Sésamo que todos conhecem da vossa infância criou uma personagem autista. Julia é uma menina como tantas outras que apenas se diferencia em pequenas coisas. O objectivo é sensibilizar a sociedade e ajudar crianças e pais a entender melhor o autismo.

 

Julia tem cabelo laranja, olhos verdes, e é autista. A nova personagem da Rua Sésamo tem um papel de destaque na série. Quer mostrar às crianças "o que todas têm em comum e não as suas diferenças”.

 

A iniciativa Sesame Street and Autism: See All in Amazing Children alerta para o autismo entre os mais novos e quer ser uma ajuda para crianças e família.

 

Se quer agora divulgar algum dos meus posts, use um dos ícones das redes sociais. E por que não deixar um comentário? Bem mais fácil, agora.

 

Que o ano 2016 seja de sucesso para todos aqueles que amam ensinar e que vêm nos seus alunos espíritos criativos. Preparar os alunos para o futuro multidisciplinar deve ser uma das funções-chave de todos os professores e das escolas.

 

Bom Ano 2016 !

 

A Professora GSouto

 

31.12.2015

 

Licença Creative Commons

 

Os posts mais lidos 2015 : semestre #1

 

 

roald-dahl1.jpg

 

illustration : Roald Dahl

https://www.facebook.com/roalddahl/

 

Olhando para trás, 2015 foi um ano excelente! Recursos educativos digitais que serviram de apoio a muitos jovens professores, a alunos ensino básico (6º ao 9º anos), bem como a alunos do ensino secundário.

 

Partilho então os posts mais lidos de 2015, semestre #1 de BlogdosCaloiros. U blogue que se propôs de 2005 a 2009 a apoiar os alunos dos currículos de Língua Portuguesa, de 2005 a 2009 e contou com participação de muitos. Propostas de actividades de enriquecimento curricular mais informal que passou pela introdução das ICT nos currículos escolares.

 

Desde 2010 tem continuado esse objectivo pedagógico, mas agora mais destinado a apoiar todos os leitores que pretendem alargar conhecimentos, a jovens professores que buscam diferentes recursos para introduzir nas suas aulas, estudantes que são bem curiosos e gostam de aprender sempre mais.

 

Os conteúdos contemplam vários temas: literatura, ciência, língua portuguesa, matemática, ambiente, livros, filmes, jogos, cultura, cidadania, e recursos educativos digitais na sua maiora para apoio do ensino e aprendizagem da Língua Portuguesa.

 

Top dos posts du 1º semestre 2015 :

 

70 Anos Libertação Prisioneiros Campo Auschwitz

Boyhood, um filme a explorar

A Casa da Pradaria : Laura Ingalls Wilder

Dia Internacional da Língua Materna : Luisa Dacosta

José Mauro de Vasconcelos : homenagem Google doodle

Dia Internacional da Mulher : Educação

Festival Animação : Monstra na Casa das Artes

Matemática Emmy Noether celebrada com Doodle

Hora do Planeta é hoje

Pausa Páscoa : Dia Internacional do Livro Infantil

O Conto da Princesa Kaguya : filme a explorar

Mitos: Monstro do Lago Ness voltou?

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor 2015

Feliz Dia das Mães ! Livro de José Luis Peixoto

Portugueses apoiam as vítimas no Nepal

Dia da Europa : #opendoors

Dia Internacional dos Museus 2015

Sally Ride : doodle homenageia a astronauta e pedagoga

Dia Mundial da Criança, um direito

Dia de Portugal : Luis de Camões

Hélia Correia: Sugestões de leitura

Curiosidades da Ciência :O segundo intercalar

 

 

Boyhood, 2014

http://www.imdb.com/

 

Meu crush do semestre #1 ? Boyhood, um filme explorar. Claramente. 

 

Rodado ao longo de quase 12 anos, BoyHood - Da Infância à Juventude é um 'road movie' no qual a estrada é o tempo. Drama ficcional, mantendo o mesmo grupo de actores durante 12 anos, e filmado entre 2002 e 2013. Uma viagem única, ao mesmo tempo épica e intimidante, através da alegria da infância, dos problemas e oscilações de uma família moderna, próprios da passagem do tempo.

 

Se quer agora divulgar algum dos meus posts, use um dos ícones das redes sociais. E por que não deixar um comentário? Bem mais fácil, agora.

 

Que o ano 2016 seja de sucesso para todos aqueles que amam ensinar e que vêm nos seus alunos espíritos criativos. Preparar os alunos para o futuro multidisciplinar deve ser uma das funções-chave de todos os professores e das escolas.

 

Bom Ano 2016 !

 

A Professora GSouto

 

29.12.2015

 

 Licença Creative Commons

O Principezinho nas salas de cinema ! Vamos ver ?

 

 

principezinho1.jpg

 

O Principezinho, Marc Osborne, 2015

http://www.imdb.com/

 

Chegou no dia 3 Dezembro às salas de cinema portuguesas, o aguardado filme de animação O Principezinho, adaptação do livro de Antoine de Saint Exupéry que faz parte dos curriculos escolares de Lingua Portuguesa (6º ano) e Francês LE (3º ciclo). Foram muitos os alunos que o leram comigo.

 

 

 

The Little Prince, filme 2015

Marc Osborne

http://www.imdb.com/

 

É um dos livros mais lidos de todos os tempos. O Principezinho já foi traduzido em mais de 270 línguas e dialectos e vendeu mais de 145 milhões de exemplares em todo o mundo. É também o livro mais vendido de sempre pela editora francesa Gallimard.

 

O Principezinho estreou nas salas de cinema em França em 23 Julho 2015. Publicámos um post alusivo no nosso BlogSkidz, sobre esta estreia, e claro também sobre o livro em que se baseia, Le Petit Prince de Antoine de Saint-Exupéry

 

Saber + 

 

Osborne não segue a história original do livro. Numa adaptação pessoal, o realizador interliga duas histórias: a do Principezinho com a história de uma menina alegre e curiosa, mas que vive debaixo das ideias de uma mãe demasiado voltada para o futuro da filha como uma adulta de sucesso. Mas, eis que num encontro inesperado com seu vizinho, o aviador, se vai abrir para um mundo imaginário.

 

 

principezinho2.jpg

 

 

Le Petit Prince, filme 2015

Marc Osborne

http://www.imdb.com/title/

 

Sinopse filme:

 

No centro de toda a história está uma menina (Joana Ribeiro) que é quase 'massacrada' pela mãe (Rita Blanco) que a obriga a estudar e estudar para se tornar uma jovem adulta, capaz de se adaptar ao mundo competitivo em que vivemos.

 

Mas algo vai mudar, graças a um vizinho excêntrico e bondoso. O Aviador (Rui Mendes) que constantemente a distrai no bom sentido.

 

 

petitprince4.jpg

 

Le Petit Prince, filme 2015

Marc Osborne

http://www.imdb.com/

 

O Aviador oferece à sua nova amiguinha uma expereriência única - um mundo extraordinário onde tudo é possível. Um mundo que ele próprio vivenciou na sua adolescência pelas mãos de O Principezinho.

 

 

 

The Little Prince, filme 2015

Marc Osborne

http://www.imdb.com/

 

Antes de ir ver o filme, é aconselhável que os alunos leiam o livro O Principezinho, livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura.

 

Curiosidades:

 

Sabias que O Principezinho celebrou o seu 70º aniversário em 2013? Pois é! Publicado pela primeira vez a 6 de de Abril de 1943, o livro de Antoine Saint-Exupéry comemorou em 7 Abril 2013, 70 anos de existência.

 

 

 

Google doodle 110º aniversário Antoine de Saint Exupéry

http://www.google.com/doodles/

 

E lembras quando Google celebrou o 110º aniversário de Saint Exupéry? Foi em 29 Junho 2010. Mas voltemos então ao seu livro mais conhecido no mundo inteiro.

 

 

 

 

Edições especiais:

 

  • Para além das edições normais, que todos conhecemos, em 2009, a editora Presença lançou uma edição especial de O Principeznho em  Livro Pop-up.

 

 

 

O Principeznho capa preta

http://www.presenca.pt/

 

Ir + longe:

 

E agora foi lançada uma nova edição de O Principezinho, a mais recente versão da obra que tem a particularidade de ter a capa preta.

 

“A história releva a importância das coisas simples da vida: O Principezinho só encontra desilusão nos outros asteróides e na Terra. E volta para o seu planeta, mais pequeno, mas onde se sentia feliz."

 

 

 

 

Filme animado:

 

O filme adapta a história de O Principezinho, tendo como protagonista uma menina e o seu vizinho Aviador, que lhe conta as histórias das suas viagens e de como conhece um dia O Principezinho.

 

Produzido pela Onyx Films, com argumento de Irena Brignull, o filme original é em francês. Na versão inglesa irão ouvir-se as vozes de estrelas como James Franco, Benicio del Toro, Rachel McAdams, Marion Cotillard, Jeff Bridges e Ricky Gervais, entre outros.

 

O principezinho, a rosa, a raposa surgem-nos mais vivos e reais, levando as crianças e por que não os adultos a manterem intacta a capacidade do maravilhamento perante a beleza da obra de Saint-Exupéry.

 

Actividades:

 

  • Reler uma das edições do livro O Principezinho, (versão normal, pop-up), ou se for o caso, uma das versões em mirandês ou em Braille.
  • Visitas de estudo: ir ao cinema como os alunos para dar a conhecer a nova versão.
  • Preparar actividades de apoio à leitura e à adaptação ao cinema.
  • Debater as diferenças entre o original e a adaptação livre de Marc Osborne.

 

 

 Bom trabalho!

 

A Professora GSouto

 

08.12.2015

 

Licença Creative Commons

 

Dia de São Martinho : história & tradições !

 

 

 

O dia de São Martinho é festejado um pouco por toda a Europa, mas as celebrações variam de país para país.

 

Google celebrou esta tradição portuguesa com um doodle alusivo em 11 Novembro 2011, lembram?

 

Em Portugal é tradição fazer-se um grande magusto, beber-se água-pé e jeropiga. Esta é também uma altura em que se prova o novo vinho, produzido com a colheita do ano anterior.

 

 

 

 

Aforismos:

 

  • “No dia de São Martinho, vai à adega e prova-se o vinho”.
  • "Dia de São Martinho, lume, castanhas e vinho."
  • "Mais vale um castanheiro do que um saco de dinheiro."
  • "Se o Inverno não erra caminho, temo-lo pelo São Martinho."
  • "Pelo São Martinho, semeia favas e linho."

 

http://image.slidesharecdn.com/

 

Tradições:

 

De acordo com alguns autores, como José Leite de Vasconcelos e Ernesto Veiga de Oliveira, a realização dos magustos remonta a uma antiga tradição de comemoração do Dia de Todos os Santos, onde se acendiam fogueiras e se assavam castanhas. 

 

São Martinho na Europa:

 

O dia de São Martinho  é festejado um pouco por toda a Europa, mas as celebrações variam de país para país.

 

Na Aemanha, acendem-se fogueiras e fazem-se procissões. Em Espanha matam-se porcos, tradição que deu origem ao ditado popular “a cada cerdo le llega su San Martín” (“cada porco tem o seu São Martinho”). No Reino Unido existe a expressão “verão de São Martinho” que, apesar de já raramente utilizada, está também ligada com a crença de que o tempo melhora nos dias que antecedem o feriado.

 

 

 

 

Martin de Tours/ São Martinho

https://upload.wikimedia.org/

 

História:

 

São Martinho, ou Martinho de Tours, nasceu por volta de 316 na antiga cidade de Savaria na Panónia, uma antiga província na fronteira do Império Romano, na actual Hungria.

 

Filho de um comandante romano, cresceu na região de Pavia, em Itália, em uma família pagã. Criado para seguir a carreira militar, foi convocado para o exército romano quando tinha penas quinze anos. Viajou por todo o Império Romano do Ocidente.

 

Apesar de ter recebido uma educação pagã, foi em adolescente que Martinho descobriu o Cristianismo. Mas só mais tarde, em 356, é que foi baptizado, depois de ter abandonado o exército.

 

Tornou-se discípulo de Santo Hilário, bispo de Poitiers (na zona oeste da actual França), que o ordenou diácono e presbítero, regressando de seguida a Panónia, onde converteu a mãe. Mudou-se depois para Milão, de onde terá sido expulso juntamente com Santo Hilário. Isolado, terá passado algum tempo na ilha da Galinária, ao largo da costa italiana.

 

 

 

 

Abbaye Saint Martin

Ligugé/ França

https://upload.wikimedia.org/

 

 

De volta à Gália, foi perto de Poitiers que fundou o mais antigo mosteiro conhecido na Europa, na região de Ligugé.

 

Conhecido pelos seus milagres, o santo atraía multidões. Foi ordenado bispo de Tours em 371 e fundou o mosteiro de Marmoutier, na margem do rio Loire, onde vivia na reclusão.

 

 

Abbaye de Marmoutier

Loire/ França

https://upload.wikimedia.org/

 

Pregador incansável, foi também o fundador das primeiras igrejas rurais na região da Gália, onde atendia tanto ricos como pobres.

 

Morreu a 8 de Novembro de 397 em Candes e foi sepultado a 11 de Novembro em Tours, local de intensa peregrinação desde o século V.

 

É nesta data, 11 Novembro, que se comemora o dia de São Martinho. Acredita-se que, na véspera e no dia das comemorações, o tempo melhora e o sol aparece. O acontecimento é conhecido pelo “verão de São Martinho” e é muitas vezes associado à conhecida lenda de São Martinho.

 

SaoMartinho3.jpg

 

 

São Martinho

 http://www.integratedcatholiclife.org/

 

 

Lenda de São Martinho:

 

Num dia frio e chuvoso de inverno, Martinho seguia montado a cavalo quando encontrou um mendigo. Vendo o pedinte a tremer de frio e sem nada que lhe pudesse dar, pegou na espada e cortou o manto ao meio, cobrindo-o com uma das partes.

 

Mais à frente, voltou a encontrar outro mendigo, com quem partilhou a outra metade da capa. Sem nada que o protegesse do frio, Martinho continuou viagem. 

 

Diz a lenda que, nesse momento, as nuvens negras desapareceram e o sol surgiu. O bom tempo prolongou-se por três dias.

 

Na noite seguinte, Cristo apareceu a Martinho num sonho. Usando o manto do mendigo, voltou-se para a multidão de anjos que o acompanhavam e disse em voz alta: “Martinho, ainda catecúmeno [que não foi baptizado], cobriu-me com esta veste”.

 

 

 

 

 Maria Castanha

António Torrado

http://blogdoscaloiros.blogs.sapo.pt/

 

 

Ler : Histórias de São Martinho:

 

António Torrado escreveu duas histórias alusivas ao São Martinho: Maria Castanha e A Última Castanha  que poderão ser lidas online no nosso post de 11 Novembro 2008.

 

 

antonio-torrado-ultima-castanha.jpg

 

A Última Castanha

António Torrado

http://www.sitiodolivro.pt/

 

 

Alice Vieira, "Manhas e Patranhas, Ovos e Castanhas" (tradições).

 

 

Actividades:

 

  • São variadas, dependendo do nível etário dos alunos. Aos professores cabe seleccionar as mais adaptadas ao níveis curriculares que leccionam: leituras, expressão escrita criativa, canções, actividades de expressão artistica (artes, música).
  • A programar para posterior apresentação em sala de aula, mediateca.

 

A Professora GSouto

 

10.11.2015

 

Licença Creative Commons