Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Dia Internacional Livro Infantil & Feira do Livro Infantil Bologna

dia-livro-infantil2017.jpg

 

Dia Mundial do Livro Infantil 2017

ilustrador: João Fazenda

 http://www.dglb.pt/

 

Hoje, 2 de Abril comemora-se em todo o mundo o nascimento de Hans Christian Andersen. E este ano cumprem-se 50 anos da celebração do Dia Internacional do Livro Infantil, uma iniciativa do Conselho Internacional sobre Literatura para os Jovens (IBBY).

 

Desde 1967, este dia passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se a atenção para a importância da leitura e para o papel fundamental dos livros na infância.

 

 

Dança

ilustração: João Fazenda

Prémio Nacional de Ilustração 2016

http://dglab.gov.pt/

 

Para assinalar o Dia Internacional do Livro Infantil 2017, a DGLAB convidou o ilustrador João Fazenda, vencedor do Prémio Nacional de Ilustração do ano passado, para ser o autor da imagem do cartaz.

 

childrenbooks2017.gif

 

International Children's Book Day 2017
poster credits: Mikhail Feodorov

 

 

A mensagem 2017 do IBBY internacional, este ano da responsabilidade da Rússia. Consta de um texto do escritor Sergey Makhotin. O cartaz foi criado pelo ilustrador Mikhail Fedorov.

 

Mensagem 2017: "Vamos crescer com o livro"

 

Vamos crescer com o livro!

 

Na minha primeira infância, gostava de construir casas com pequenas peças e toda a espécie de brinquedos. Usava muitas vezes um livro ilustrado a fazer de telhado. Nos meus sonhos, entrava na casa, deitava-me na cama feita com uma caixa de fósforos e olhava para cima, para as nuvens ou para as estrelas do céu. A escolha dependia da ilustração que preferia na altura.

 

(...)

 

Depois cresci, aprendi a ler, e o livro, na minha imaginação, começou a assemelhar-se mais a uma borboleta, ou mesmo a um pássaro, do que ao telhado de uma casa. As páginas do livro pareciam asas que batiam. Era como se o livro, deitado no peitoril, quisesse sair pela janela aberta em direcção ao desconhecido. Segurava-o com as mãos e começava a lê-lo, e o livro ia ficando cada vez mais calmo. Então eu próprio voava para outras terras e novos mundos, alargando o espaço da minha imaginação. Que alegria ter na mão um novo livro! (...)

 

Sergey Makhotin, mensagem 2017

(tradução Maria Carlos Loureiro a partir da versão inglesa de Yana Shvedova)

 

Continue a ler aqui

 

 

 

 

E amanhã, dia 3 de Abril inicia-se a Feira do Livro Infantil de Bologna / Bologna Children's Book Fair 2017 e que decorre até 6 de Abril.

 

Durante quatro dias a Feira do Livro Infantil de Bologna reúne centenas de editores, livreiros, autores e ilustradores de todo o mundo em torno da divulgação do livro ilustrado para a infância e juventude.

 

Além dos 'stands' de cada editora ou entidade promotora, há um extenso programa paralelo de debates, lançamentos, prémios e exposições.

 

Este ano, a Feira de Bologna vai dar especial ênfase aos livros sobre Arte.

 

 

 

Verdade?!

ilustração: Bernardo B. Carvalho/ Menção Honrosa 

Prémio Nacional de Ilustração 2015

Pato Lógico

https://www.pato-logico.com/

 

70 livros ilustrados e juvenis publicados ao longo de 2016 em Portugal vão estar presentes via DGLAB, com destaque para as ilustrações de João Fazenda, Bernardo Carvalho e Yara Kono, distinguidos com o Prémio Nacional de Ilustração (2015).

 

Espaços autónomos de outras editoras também estão presentes na Feira do Livro Infantil de Bologna.

 

Todos os anos, a Feira de Bologna acolhe ainda uma exposição internacional de ilustração, na qual têm estado presentes consecutivamente autores portugueses.

 

Cristina Valadas esteve presente. Foi a vencedora do Prémio Nacional de Ilustração 2007 com o livro O Rapaz que sabia acordar a Primavera, texto de Luisa Dacosta.

 

  

 

Batata Chaca Chaca
Texto e ilustração: Yara Kono
Edição: Planeta Tangerina

http://www.planetatangerina.com/

 

 

Resumo:

 

"Yara Kono tem convidados para o almoço e não lhe faltam ideias para preparar uma refeição bem saborosa.
Mas precisa de uma mão (duas!) dos leitores para conseguir ter os pratos prontos a tempo.
Quem quer ajudar a preparar todas as receitas?

 

Transformado em bancada de cozinha, este livro vai pôr os leitores a lavar, cortar, amassar, temperar... mas não só.
Entre tachos e panelas, vão aparecer algumas tarefas mais inesperadas como fazer saltar as misteriosas batatas chaca-chaca.."

 

 

 

Ana de Castro Osório, a mulher que votou na literatura

texto: Carla Maria Almeida

ilustração: Marta Monteiro

Pato Lógico

https://www.pato-logico.com/

 

 

Resumo:

 

"É verdade que as mulheres conseguem fazer muitas e diferentes coisas ao mesmo tempo. Também é verdade que há cem anos, ninguém perdia tempo a fazer «gosto» no Facebook, nem a jogar horas com o telemóvel, nem a escolher entre 50 marcas diferentes de cereais para o pequeno-almoço.

 

Ana de Castro Osório teve a sorte e a liberdade de poder usar o seu tempo para pensar, escrever e ser útil à sociedade. Afinal, era aquilo que mais gostava de fazer. Se tivesse vivido nos dias de hoje chamar-lhe-iam «supermulher»? Teria sido diagnosticada, ao princípio, como uma «criança hiperactiva»?"

 

Estas duas ilustradoras portuguesas Yara Kono e Marta Monteiro foram  selecionadas este ano. O júri da exposição escolheu Marta Monteiro pelas ilustrações para o livro Ana de Castro Osório, a mulher que votou na literatura, escrito por Carla Maia de Almeida, e Yara Kono, pelo livro Batata chaca-chaca.

 

Às duas autoras junta-se ainda a polaca Tina Siuda que vive no Porto. 

 

 

 

 

http://www.bolognachildrensbookfair.com/

 

Durante a Feira serão ainda anunciados os vencedores de vários prémios, entre os quais o Astrid Lindgren Memorial Award, no valor de 570 mil euros, para o qual estão nomeados o ilustrador André Letria e a escritora Maria Teresa Maia Gonzalez.

 

O Prémio ALMA, criado em 2002 pelo governo da Suécia, em honra da escritora Astrid Lindgren, pretende reconhecer o trabalho de um autor, ilustrador ou organização que promova a leitura e o livro infanto-juvenil.

 

Na segunda-feira, dia 3 Abril serão revelados os nomeados para o Prémio bienal Hans Christian Andersen 2018, apresentado como o Nobel da Literatura para a infância e juventude e que é atribuído pelo Conselho Internacional sobre Literatura para os Jovens (IBBY).

 

 

 

 

Catalunha & Illhas Baleares, Espanha

Convidados de Honra

 http://www.bookfair.bolognafiere.it/

 

Catalunha e as Ilhas Baleares, em Espanha, são os convidados de honra desta 54.ª edição da Feira do Livro Infantil de Bologna.

 

 Actividades:

  • Ir à biblioteca da escola ou levar de casa um livro para a sala de aula;
  • Solicitar à professora a leitura em voz alta de um excerto previamente seleccionado;
  • Ler um livro na biblioteca da escola. Ou requisitar para ler em casa. Se a mediateca estiver apetrechada, requisitar um ebook, se tiverem um kindle. Há bibliotecas escolares que já têm alguns kindles que poderão ser utilizados na biblioteca pelos alunos.
  • Passar numa livraria, já que vão entrar de férias de Páscoa, e comprar um novo livro com a semanada para ler e juntar à vossa biblioteca. 

 

A Professora GSouto

 

02.04.2017

 

 Licença Creative Commons

Dia Internacional Livro Infantil 2016

 

 

Dia Internacional Livro Infantil 2016

ilustração: Afonso Cruz

http://dglab.gov.pt/

 

"A leitura é uma necessidade biológica da espécie. Nenhum ecrã e nenhuma tecnologia conseguirão suprimir a necessidade de leitura tradicional."

 

Umberto Eco

 

Celebra-se no dia 2 Abril, o Dia Internacional do Livro Infantil, em homenagem à data de nascimento do nosso querido autor Hans Christian Andersen

 

A partir de 1967, este dia passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se a atenção para a importância da leitura e para o papel fundamental dos livros para a infância.

 

Para assinalar o Dia Internacional do Livro Infantil 2016, a 2 de Abril, a DGLAB convidou o ilustrador Afonso Cruz, vencedor do Prémio Nacional de Ilustração do ano passado, para ser o autor da imagem do cartaz. 

 

 

internationalchildrenscancerday3.jpg

 

International Children's Book Day 2016

illustration: Ziraldo (Brasil)

http://www.ibby.org/

 

A celebração deste dia é uma iniciativa do IBBY (International Board on Books for Young People). Tem como principal objectivo promover o livro infantil e o prazer da leitura nas crianças.

 

Este ano, o patrocinador oficial do Dia Internacional do Livro Infantil é a secção do Brasil que convidou duas entidades importantes de seu país, a escritora de livros infantis, Luciana Sandroni que escreveu a mensagem sob o tema "Once upon a time..."e o ilustrador Ziraldo (designer do poster)

 

Mensagem: Era uma vez...

 

“Era uma vez”… “Era uma vez uma… Princesa? Não. Era uma vez uma biblioteca. E também era uma vez a Luísa que foi à biblioteca pela primeira vez. A menina andava devagar, puxando uma mochila de rodinhas enoooorme. Ela olhava tudo muito admirada: Estantes e mais estantes recheadas de livros. Mesas, cadeiras, almofadas coloridas, desenhos e cartazes nas paredes. – Eu trouxe a foto – disse timidamente para a bibliotecária. – Ótimo, Luísa! Vou fazer sua carteira de sócia. Enquanto isso pode escolher o livro. Você pode escolher um livro para levar para casa, tá? – Só um?! – perguntou desapontada. De repente, tocou o telefone e a bibliotecária deixou a menina com aquela difícil tarefa de escolher somente um livro diante daquela infinidade de estantes. Luísa puxou a mochila e procurou, procurou até que achou o seu favorito: Branca de Neve. Era uma edição de capa dura, com lindas ilustrações. Com o livro na mão, puxou a mochila novamente e, quando já saía, alguém bateu no seu ombro. A menina se virou e quase caiu para trás de susto: era nada mais, nada menos que o Gato de Botas com o livro dele nas mãos, quer dizer, nas patas! (...)

Ler mensagem integral (tradução portuguesa) aqui

 

 

Este ano, Bologna Children's Book Fair vai decorrer de 2-7 Abril 2016. Falamos pois da Feira do Livro Infantil de Bologna. Em 2015, apresentámos duas autoras/ilustradoras portuguesas galardoadas. 

 

A lista de escritores e ilustradores portugueses que representam e divulgam a nossa Literatura Infantil e Juvenil é extensa. Aguardemos então.

 

Mas como estamos a celebrar o Dia Internacional do Livro Infantil, deixo duas ou três sugestões de livros de literatura infantil e juvenil:

 

  

 

Gato Procura-se

Ana Saldanha

ilustração Yara Kono

Caminho, 2016

http://www.caminho.leya.com/pt/

 

Um gato desaparecido serve de tema ao livro que tenta explicar aos mais novos o sentimento de perda. O livro "Gato procura-se”, foi distinguido com o Prémio Bissaya Barreto de Literatura para a Infância 2016, e é, na opinião do júri, 'um livro que aborda de forma delicada e sensível o tema da perda.'

 

 

Gato Procura-se

Ana Saldanha

ilustração Yara Kono

Caminho, 2016

http://www.caminho.leya.com/pt/

 

"Gato procura-se" é mais um livro que ajuda a ultrapassar a tristeza ou a aliviá-la quando se perde um animal de estimação querido. Uma espécie de consolo sobre a inevitabilidade. Mas Ana Saldanha não esquece, através da enumeração, de nos descrever a vida boa que este gato teve.

 

 

 

Gato Procura-se

Ana Saldanha

ilustração Yara Kono

Caminho, 2016

http://www.caminho.leya.com/pt/

 

Sinopse:

 

"O que terá acontecido ao gato? O gato, na realidade, morreu. Esta é uma bela história que pode muito bem servir para contar às crianças, de uma forma sensível, o problema da morte."

 

A obra apresenta um “texto inteligentemente simples, trazido até ao leitor pela voz da criança” e “ encontra, na ilustração, os prolongamentos discretos que refletem o processo de descoberta e crescimento proporcionado pelas vivências do quotidiano” segundo o júri.

 

 

 

O dono da lua

texto e ilustração : Carlos J. Campos

Edição Verso da História, Brasil

https://www.versodahistoria.pt/543-infantil/o-dono-da-lua

 

Sinopse:

 

"Gastão Latife é um rapaz como outro qualquer, apesar do incidente que fez com que ficasse com cara de coelho (ou de rato, as opiniões variam). Por ser muito trapalhão e distraído Gastão acaba por ser expulso da Grande Escola de Magia onde estudava e parte sozinho e sem rumo pela floresta. Não tarda a encontrar novos amigos, Cão Pulguento e Pirí, o pirilampo que trocou a capacidade de dar luz pela capacidade de falar, nem consegue evitar meter-se em sarilhos. Ao sair da floresta, Gastão é preso por um rei que pensa ser dono da lua. Para se salvar, assim como a todos aqueles que são vítimas da tirania do rei, o ex-aprendiz de feiticeiro vai ter de provar aquilo que vale."

 

Uma criatura estranha dentro de uma masmorra mal iluminada e cheia de ratos é a primeira imagem que este livro nos oferece.

 

Resumo:

 

“Olá, o meu nome é Gastão. Gastão Latife. Pode não parecer, mas sou um menino como qualquer outro”, apresenta-se o protagonista, que tem cara de coelho (ou de rato, segundo alguns). A acompanhá-lo está um cão cheio de pulgas e um pirilampo apagado (preferiu ter voz a ter luz).

 

Nas páginas seguintes ficamos a saber que o rapaz-coelho-rato foi expulso da Grande Escola de Magia por se revelar desajeitado demais para ser feiticeiro. É Gastão quem vai contando a sua própria história, mas sempre contrariado. “Se julgam que eu vou explicar porque um menino como qualquer outro tem esta cara de coelho, desistam. Hoje não me apetece… Ainda por cima, é uma longa história. Fica para outra oportunidade”, diz no início. Estado de espírito que se repete mais adiante: “Esqueçam! Eu já disse que esta é uma longa história, e eu não vou contar. OK?!”

 

Mas lá vai dando conta das suas vicissitudes e descrevendo como iludiu um rei que se julgava dono da lua. Pelo meio, este feiticeiro falhado descobre o que é o esforço, o crescimento, a amizade e a cooperação.

 

Carlos J. Campos assina a colecção "A Vida Difícil de Gaston Latife", que já tem o segundo título editado, "A Rainha Linguaruda". A seguir virá "A Galinha do Inferno". Uma subversão divertida do universo dos contos infantis clássicos aliada a imagens que remetem para o cinema de animação. Resultado: um bom feitiço… para conquistar jovens leitores. 

 

 

 

O Veado Florido

António Torrado

ilustração: Cristina Valadas

ASA editores, 2016

 

O Veado Florido de António Torrado e Cristina Valadas, dois autores que tão bem conhecemos e com privámos de perto, em conversas informais com os alunos, em Sessões de Livros e Autores.

 

Sinopse:

 

“A história que vou contar passou-se há muito e muito tempo, numa terra que muitos arados revolveram, muitos pés pisaram, muitos rios sulcaram, muitas árvores cobriram, muitas secas secaram.

 

Era uma vez um senhor muito rico que possuía nos jardins do seu palácio os mais exóticos animais. Para que nunca esses jardins ficassem vazios, o senhor enviava para todas as terras, conhecidas ou desconhecidas, criados seus, em busca de novos animais. Um deles, o mais experiente, encontrou um veado com hastes adornadas com as mais belas e delicadas flores. Consegue atraí-lo e levá-lo para o palácio do seu senhor. Mas, chegado lá, o veado deixa de ser florido…"

 

 

O Veado Florido

António Torrado

ilustração: Manuela Bacelar

Civilização Editora, 1972

http://www.catalivros.org/

 

Uma parte da 1ª edição poderá ser lida online (leitura digital) no site Cata Livros. É este o delicioso estilo de António Torrado, «Honour List» do Prémio Hans Christian Andersen (1974), e nomeado para o Prémio Hans Christian Andersen 2014, conto que foi publicado pela primeira vez em 1972. Agora, acompanhado pela beleza e sensibilidade das ilustrações de Cristina Valadas, também ela com um estilo que a diferenciae lhe dá um destaque único na ilustração contemporânea.

 

Cristina Valadas foi vencedora do Prémio Nacional de Ilustração 2007 pelo trabalho em "O rapaz que sabia acordar a Primavera", com texto de Luísa Dacosta que lemos nos currículos de Língua Portuguesa e foi um dos livros que fez parte da nossa Conversa Livros de Ilustradora: Cristina Valadas

 

O Veado Florido é uma história sobre a liberdade, escrita numa época em que só pronunciar a palavra era perigoso. Um senhor rico estava rodeado de “uma colecção singular de animais nunca vistos”. Trazidos pelos criados, habitavam gaiolas douradas. Um dos exploradores que forneciam os animais ao palácio descobriu um veado de hastes floridas e logo o caçou, na mira de avultada recompensa. Mas não teve sorte.

 

Assim que se sentiu preso, o veado perdeu as flores. Mesmo na Primavera, “as hastes continuaram secas como raízes arrancadas da areia”. Só quando o homem rico desistiu de todos os animais e libertou também o veado, é que as hastes de novo se “cobriram de folhas luzidias, quase transparentes, e de flores muito brancas”. O homem rico nunca as viu. Ainda bem.

 

Actividades:

 

  • Vão até à biblioteca ler um livro, ou requisitarem para ler em casa. Também poderão ler ou requisitar para ler um ebook, se tiverem um kindle. Há bibliotecas escolares que já têm alguns para poderem ser requistados pelos alunos.
  • Passem numa livraria, já que estão de férias, (isso mesmo, depois de saírem da sessão de cinema) para comprar um novo livro a juntar à vossa biblioteca. Mas antes, é preciso lê-lo... não esqueçam.

 

A Professora GSouto

 

02.04.2016

 

Licença Creative Commons

Pausa Páscoa : Dia Internacional do Livro Infantil

Capture d’écran 2014-06-16 à 22.01.11.png

 

dessin : Soledad Bravi

http://www.blogdesoledadbravi.com/

 

 Tempo de férias de Páscoa. A Primavera de volta, e os dias mais longos tornam esta pausa de ainda mais apetecível.

 

Não vou falar da Páscoa. Poderão  ler em posts anteriores, as tradições do país nesta época pascal. E neles encontrarão informações necessárias à compreensão das festividades religiosas, bem como algumas tradições relativas aos costumes, e às doçarias da época.

 

Vou sim relembrar que hoje, dia 2 Abril, se celebra o Dia Internacional do Livro Infantil, em homenagem à data de nascimento do nosso querido autor Hans Christian Andersen

 

livo-infantil2015.jpg

 Ilustrador António Jorge Gonçalves,

vencedor do Prémio Nacional de Ilustração 2014

http://livro.dglab.gov.pt/

 

Desde 1967 que este dia passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se a atenção para a importância da leitura e para o papel fundamental dos livros para a infância.

 

A celebração deste dia é uma iniciativa do IBBY (International Board on Books for Young People). Tem como principal objectivo promover o livro infantil e o prazer da leitura nas crianças.

 

Este ano, o patrocinador oficial do "Dia Internacional do Livro Infantil" é a secção dos Emirados Árabes Unidos (UAE) que convidou duas entidades importantes de seu país, a escritora infantil Marwa Al Aqroubi que escreveu a mensagem sob o tema "Many Cultures One Story", e o ilustrador Nasim Abaeian (designer do poster)

 

Hoje, dia 2 Abril, também foi o encerramento da célebre Feira do Livro Infantil de Bologna que, este ano, premiou dois livros portugueses.

 

Uau! Sabemos que temos bons escritores na área da literatura infantil e juvenil, e também excelentes ilustradores.

 

lafora_1.jpg

 http://www.planetatangerina.com/

 

Lá Fora, das biólogas Maria Ana Peixe Dias e Inês Teixeira do Rosário, ilustrações de Bernardo P. Carvalho foi o vencedor do Ragazzi Award, na área Prima Opera.

 

"Muitas vezes andamos tão distraídos ou apressados que nem nos apercebemos dos andorinhões que passam a gritar nos céus ou dos morcegos a esvoaçar a redor de um candeeiro ao lusco-fusco..." Não reparamos nas minhocas no jardim, nas abelhas a cirandar à nossa volta, nos sapos que coaxam no lago, nas flores que despontam nos canteiros da janela. "O que podemos aprender lá fora não tem limites"

 

Ana Peixe Dias e Inês Teixeira do Rosário.

 

Foi  a razão que as levou  a fazer um "guia para descobrir a natureza", com dicas e sugestões para ficarmos mais despertos para a natureza que nos rodeia, belíssimamente ilustrado por Bernardo P. Carvalho, editado em 2014 pela Planeta Tangerina,

 

O prémio deixou as autoras bastante surpreendidas. "Se calhar começa a haver uma mudança, as pessoas estão cada vez mais interessadas na natureza", admite Maria Ana.

 

hoje-sintome.jpg

 

http://www.orfeunegro.org/

 

Hoje sinto-me... texto e ilustrações de Madalena Moniz recebeu uma Menção Especial - Special Mention, Ragazzi Award, na mesma área Prima Opera

 

Livro com ilustrações a aguarela a tinta-da-china, e texto de Madalena Moniz que “reinventa as ligações entre palavra e imagem”.
 
 
Ao longo deste abecedário, acompanhamos a nossa pequena personagem e o que ela vai sentindo letra a letra: Audaz, Baralhado, Curioso... Leve, Torto... E tu como te sentes?
 
 
Deixamos aqui a todos os autores premiados, muitos parabéns. E felizes por vermos a sua criatividade e mérito premiados num certame internacional que é uma verdadeira referência.
 
 
Para todos, Boa Páscoa. E bons livros !
 
 
Até breve!
 
A Professora GSouto 
 
 
02.04.2015
Licença Creative Commons
 

Prémio Hans Christian Andersen & Dia Internacional do Livro Infantil

 

 

 

 

 

 

Google Doodle Hans Christian 

http://google.images.pt

 

 De dois em dois anos, o mais prestigiado prémio internacional para o livro infantil é entregue pelo IBBY a um autor e um ilustrador cuja obra mereça reconhecimento pelo contributo prestado a este campo da literatura.

 

Os vencedores deste ano foram anunciados na Feira do Livro Infantil de Bolonha e receberão o prémio no congresso "A forza das minorías", do IBBY, em Santiago de Compostela.

 

A honra coube ao britânico David Almond e à alemã Jutta Bauer. O primeiro conta já com outros importantes prémios.

 

 

http://imagens.presenca.pt/

 

Em Portugal, encontram-se quatro títulos de David Almond editados pela Presença.  O meu pai é um homem pássaro, Um cantinho no paraíso, O grande jogoO segredo do senhor Ninguém.

 

 

 

http://www.bulhosa.pt/

 

Jutta Bauer é também uma autora já galardoada. Da sua autoria, encontram-se publicados em Portugal os livros Quando a Mãe Grita Selma, pela Gatafunho, e A rainha das cores, pela editora A Cobra Laranja.

 

O júri composto por dez pessoas, descreveu David Almond como "criador do realismo mágico para crianças" e "uma voz única que capta a imaginação dos jovens leitores, motivando-os a ler, a pensar e a utilizar o espírito crítico".

 

O Dia Internacional do Livro Infantil é celebrado a 2 de Abril para comemorar o nascimento do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen (1805-1875). Hoje comemora-se o 205º aniversário do seu nascimento.

 

Não podemos esquecer que nos associámos ao Jubileu de Hans Christian Andersen, em 2005 com várias actividades de leitura e escrita criativa livre. 

 

 

 

 

Google Doodle Hans Christian 

http://google.images.pt

 

Google, o motor de busca que todos 'adoram', participou desta homenagem como uma série de logótipos encantadores dedicados a Hans Christian Andersen.

 

Encantadores, não acham ? Então, boas leituras !

 

Quanto a mim, já sabem! Continuo uma leitora compulsiva ! Eh eh ! Já me conhecem...

 

 A Professora GSouto

 

02.04.2010

 

 Licença Creative Commons

 

fontes: International Boarder on Books for Yong People

 

O Livro Infantil (blogue)

 

 

 

 

Dia Internacional do Livro Infantil 2009

 

 

 

Dia Internacional do Livro Infantil 2009 

www.ibby.org

 

Hoje, dia 2 de Abril foi, como todos sabem o Dia Internacional do Livro Infantil! A data foi escolhida como homenagem ao grande escritor de histórias infantis, Hans Christian Andersen, nascido a 2 de Abril de 1805 em Odense, Dinamarca.

 

Saber +

 

A celebração do Dia Internacional do Livro Infantil é uma iniciativa do IBBY (International Board on Books for Ypoung People) e realiza-se desde 1967.

 

Tem por principal objectivo promover o livro infantil e o prazer de ler das crianças.

.

 Este ano, o patrocinador oficial do Dia Internacional do Livro Infantil é a secção egípcia do IBBY, responsáveis pelo cartaz aqui apresentado.

 

 

 

 Mensagem do Dia Intl do Livro Infantil 2009

Língua : Egipto (tradução Inglês)

http://www.ibby.org/typo

 

 

Ir + longe:

 

Mensagem do ICBD 2009

 

Eu sou o mundo e o mundo sou eu

porque através do meu livro

Eu poderei estar onde eu quiser.

Palavras e imagens, versos e prosa

Transportam-me a lugares que estão perto e longe.

 

 Na terra dos sultões e do oiro

mil histórias que falam de tudo

de tapetes voadores, génios de

lâmpadas maravilhosas e simbades

contam segredos a Sherezade.

 

Com cada palavra de cada página

viajo através do tempo e do espaço.

E nas asas da fantasia

O meu espírito atravessa a terra e o mar.

 

Quanto mais leio mais compreendo

que com o meu livro estarei sempre

na melhor das companhias.

 

Autor: Hani D. El-Masri

GSouto, tradução livre 

 

 

 

Hani D. El-Masri

http://i843.photobucket.com/

 

Hani D. El-Masri nasceu no Cairo, Egipto, em 1951. Aos 35 anos foi para os Estados Unidos e aí trabalhou como desenhador na  Walt Disney Imagineering. Participou em vários projectos.

 

Em 2005 voltou para o Egipto, onde se dedica a desenhar a versão infantil  em livro As Mil e Umas Noites.

 

Foi galardoado com  "Suzanne Mubarak Award"  como melhor ilustrador pela saga de Sherezade, prémio outorgado pelo Egyptian Board on Books for Young People (EBBY).

 

 

 

Hani D. El-Masri: As Mil e uma Noites

http://i843.photobucket.com/ 

 

Façam bons amigos durante esta curta pausa. Leiam livros! E passeiem pelas asas da magia. Estarão em boa companhia!

 

Eu assim farei!

 

A Professora GSouto

 

02.04.2009

 

Licença Creative Commons

 

 

Dia Internacional do Livro Infantil

 

 

 

 

http://www.ibby.org/


 

"Os livros são os meus olhos mágicos!"

 

Mensagem IBBY (International Board on Books for Young People) 2005

 

Celebra-se hoje o Dia Internacional do Livro Infantil em homenagem ao maior escritor de literatura infantil Hans Christian Andersen.

 

"A língua é um instrumento essencial de identidade e de liberdade. Enquanto não soubermos ler e escrever e não tivermos um entendimento claro da nossa língua não somos verdadeiramente humanos", 

(...)

 

"É a língua que nos permite conversar, seduzir, namorar, fazer negócios, viajar. É a língua que nos permite entender os outros e é ela que nos distingue dos animais",

 

 José António Pinto Ribeiro, Ministro da Cultura

 

in RTP1/Notícias, 01.04.2008

 

Sem dúvida. Palavras que nos levam a reflectir sobre a importância de saber ler. E daí esse prazer imenso que é ler um livro.

 

Aqui deixo uma proposta de leitura...

 

 

A Árvore Vermelha| Shaun Tan

http://1.bp.blogspot.com/

 

Quem já não acordou algum dia

com a certeza de que tudo vai mal

e não há nada a fazer?

Quem já não se sentiu

como um peixe fora d'água

 

em um mundo pra lá de estranho?"

 

Shaun Tan, A Árvore Vermelha

 

A Árvore Vermelha é um livro que está classificado como um livro para crianças. No entanto, é um livro bastante diferente do contexto que os livros infantis, na sua maioria, transmitem aos nossos pequenos leitores. 

 

 

A Árvore Vermelha| Shaun Tan

http://1.bp.blogspot.com/

 

Shaun Tan preocupa-se mais em transmitir sentimentos. A Árvore Vermelha é uma poesia em grande formato.
 
As imagens grandes e muito marcantes acentuam as poucas palavras que existem em cada página. O mundo surge triste e agonizante, no qual a protagonista se sente perdida, desanimada e só, mas que de repente ela descobre, mesmo ali á sua frente, um sinal, uma pequena luz, a esperança de que precisa para vencer todo o desânimo e toda a tristeza.
 
 
É um livro excelente para todas as idades. Permite descobrir o valor da solidão, da incompreensão, onde tudo se “agiganta”, mas ao mesmo tempo ensina-nos a acreditar na importância da esperança.
 

 

 

 

 

 Boas leituras!

 

A Professora GSouto

 ... uma leitora compulsiva

 

02.04.2008

 

 Licença Creative Commons

 

À volta de Hans Christian Andersen

 

 

 

HCA2005

www.google.com/

 

Depois de muitas confusões, na escolha de livros de histórias do autor, os alunos compreenderam uma coisa muito simples!

 

É importante ser autónomo nas decisão de contos a reler. Cada aluno deve tentar decidir que conto de Hans Christian Andersen gostará de ler ou reler.

 

Para tal, trocar ideias com os colegas de turma para que a escolha do conto não seja repetida, isto é, encontrar contos diversos para evitar repetições.

 

 

 

HCA2005

www.google.com/

 

Actividades:

 

  •  Despertar o gosto pelos livros e pela leitura;
  • Estudo do Conto Literário.

 

Assim, aguardo com ansiedade as vossas impressões e outras sugestões para desenvolvimento de actividades curriculares que integram o nosso curriculo de Língua Portuguesa.

 

Será que me vão surpreender? Suponho que sim. São sempre atentos a estes desafios.

 

A Professora GSouto

 

26.11.2005

 

 Creative Commons License

 

 

HCA 2005

 

HCA_Logo_rgb.gif

 

http://www.visitdenmark.dk

 

As comemorações do ano HCA 2005 serão oficialmente encerradas em 6 de Dezembro de 2005.

 

The young Andersen ganhou o Emmy Internacional de Melhor Filme/Mini Séries no 33º International Academy of Television Arts & Sciences que teve lugar em Nova Yorque, 22 de Novembro 2005. 

 

 

The Young Andersen

http://www.imdb.com/

 

A série cinematográfica moderna, poderosa, inserido num contexto histórico, sobre o encontro crucial entre o vulnerável jovem de 18 anos, Hans Christian Andersen, que se considera bem estruturado, e Mr.Meislingo cínico director da escola secundária. Um encontro que, fundamentalmente, vai transformar a vida de Hans Christian.
 

 

HCAwJastrzebiu.JPG

 

Young Andersen

http://ia.media-imdb.com/

 

Esta série, já comprada por 20 países, retrata os anos em que Andersen voltou à escola, já com 17 anos, e o seu encontro com o tenebroso Mr. Meisling, facto que transformou radicalmente a sua vida e a sua obra.

 

Saber +

 

Poderás testar os teus conhecimentos sobre o autor em HCA Museu

http://www.solvangca.com/museum/h1.htm

 

E descobrir a histórias The Princess and the Pie 

http://www.solvangca.com/museum/h3.htm

 

Actividades:

 

 Estamos a começar a organizar as nossas actividades curriculares, para participar neste fantástivo evento!

 

  • Organizar material de pesquisa a apresentar no prazo previsto, durante as aulas curricualares.

 

Quem sabe se um dia, um de vós, virá a ser um jovem contador de histórias?

 

A Professora GSouto

 

 25.11.2005

 

Licença Creative Commons

Jubileu Hans Christian Andersen

 


 

Hans Christian Andersen

www.google.com/

 

 

andersen_bn_lx_25_08_05.jpg

 

HCA 1805-2005 | Ilustração: Mikhail Fiodorov

Exposição Biblioteca Nacional de Portugal

 http://purl.pt/ 

 

Decorrem na Dinamarca as celebrações do Bicentenário do Nascimento do escritor Hans Christian Andersen, o mais célebre contador de histórias infantis e juvenis

 

Muitos países se têm associado a este evento, explorando a obra do autor. Dos contos à poesia, romance, teatro, crónicas de viagem, e ainda à faceta de artista plástico nas exímias figuras recortadas em papel. 

 

 

 

Recorte Ladrão de Corações

Hans Christian Andersen

http://purl.pt/

 

Centenas de crianças nas escolas, em aulas de Línguas, voltatm a ler ou então a descobrir os lindos contos que enverram sempre uma mensagem humana, por vezes enternecedora, outras vezes bem tristes, mas realistas.

 

De entre as 156 histórias que escreveu, lembremos a "Menina dos Fósforos", "O Patinho Feio", "O Soldadinho de Chumbo", "O Fato Novo do Imperador" e a mais eternizada, "A Pequena Sereia".

 

 

Lisboa | Passeio público

Visita do autor a Lisboa (imagem da época)

http://purl.pt/

 

«Como tem este país todos os encantos !

Da Dinamarca, a terra, as searas, os verdes campos,

O cacto, a oliveira, no Sul abundante,

Ares tão puros, raios de sol brilhantes.»

 

Hans Christian Andersen sobre Lisboa

 

Poucos saberiam que Andersen viajou incansavelmente por muitos países, ao longo da sua vida. E esteve em Portugal em 1866, passando por Lisboa, Sintra, Setúbal, Coimbra e Aveiro.

 

 

  

Hans Christian Andersen 

http://purl.pt/

 

A Biblioteca Nacional levou a cabo a "Exposição sobre Hans C. Andersen 1805 - 1875, patente ao público de 31 de Março  a 14 Maio 2005.

 

Está agora acessível a todos na Biblioteca Virtual aqui.

 

Actividades:

 

  • Pesquisa no site da BN de documentos e informação sobre o autor;
  • Estudo dos contos e das passagens do autor por Portugal Pois

 

Pois é ! Ficaram a saber que Hans Christian Andersen andou mesmo por Portugal. Mas atenção, poderão descobrir muitas mais coisas sobre a vida e obra do escritor e artista plástico.

 

Vão deliciar-se com os contos, os desenhos e outras informações de carácter biográfico!

 

Bom trabalho !

  

A Professora GSouto

 

 04.11.2005

Licença Creative Commons