Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Um livro para o Dia da Mãe ?

 

 

 Google Doodle Dia das Mães

doodler: Sophie Diao

https://www.google.com/doodles/

 

E o dia estará lindo! Só podia! Amanhã é um dia muito especial. Dia das Mães. E as mães merecem um dia lindo de sol.

 

Saber +

 

O Dia da Mãe é celebrado em quase todos os países, mas em dias diferentes, entre os meses de Abril e Maio. Em França, o Dia das Mães celebra-se no quarto domingo de Maio.

 

O Dia das Mães, no primeiro domingo de Maio, celebra-se em Portugal, Espanha, Hungria e Lituânia.

 

Ir + longe:

 

A celebração do Dia da Mãe teve origem na Grécia Antiga, ligada às comemorações primaveris, em honra de Rhea, mulher de Cronos e Mãe dos Deuses.

 

Em Roma, as festas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, a Mãe dos Deuses romanos, e as cerimónias em sua homenagem começaram por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo. Também em Roma esteve associado ao festival de Hilaria 

 

Nas civilizações mais modernas, remonta ao século XVII. Em Portugal, o Dia das Mães é celebrado no primeiro domingo de Maio. É uma das homenagens mais especiais, já que mãe é a pessoa mais importante da nossa vida.

 

Gosto sempre de dar uma sugestão de livros. Em 2015, sugeri o poético livro de José Luís Peixoto, A Mãe que Chovia. lembram?

 

 

dia-mae.jpg

 

Um Mundo de Mamãs

Marta Gómez Mata  

ilustração: Carla Nazareth

Texto Editora

http://static.fnac-static.com/

 

Este ano, sugiro um livro para os mais pequenos oferecerem às mães: Um Mundo de Mamãs de Marta Gómez Mata cpm ilustrações de Carla Nazareth.

 

Um pouco mais tarde, quando regressa a noite, como acontece todos os dias em todos os lugares do mundo, a Mamã Fada e a Mamã Coca-Cola conversam ao telefone com uma mão e fazem o jantar com a outra.”

 

Um Mundo de Mamãs (excerto)

 

 

 

Um Mundo de Mamãs

Marta Gómez Mata  

ilustração: Carla Nazareth

Texto Editora

http://www.nosnalinha.pt/

 

 Sinopse:

 

Num mundo de Mamãs em que os braços da Mamã Bicicleta se transformam num guiador fofinho onde podemos apoiar a cabeça e dormir um soninho, a Mamã Morango cora de felicidade sempre que quer e a Mamã Acordeão soa sempre melodiosa e alegre…


Num mundo de Mamãs em que a Mamã Dragão tem um lombo comprido, por onde escorregam os seus filhos como se estivessem num trenó, a Mamã Bela Adormecida enche a cama de brinquedos, livros e bandejas de pequeno-almoço com chocolate quente...


Num mundo de Mamãs em que os olhos da Mamã Sereia são tão lindos como os poemas escritos sobre o mar, a Mamã Picasso sabe como observar o mundo e desenhá-lo depois e a Mamã Comboio é um prodígio de logística perfeita, mecânica precisa e potência de motor...


E, num mundo cheio de Mamãs, todas elas são Mamãs Princesas, que acreditam em histórias de encantar e têm a certeza de que existem finais felizes. Um belo e terno livro, dedicado a todas as mães do mundo.

 

 

dia-mae1.jpg

 

 

Um Mundo de Mamãs

Marta Gómez Mata  

ilustração: Carla Nazareth

Texto Editora

http://image.slidesharecdn.com/

 

Um livro para um dia especial, mas para muitas noites. Cada noite, a descobrir uma mamã diferente, para ler e conversar, para ouvir e completar com as ideias das mamãs que lêm e das crianças que ouvem contar.

 

Há uma Mamã Morango, uma Mamã Chocolate, uma Mamã Coca-Cola, uma Mamã Bela Adormecida, uma Mamã Pirata, uma Mamã Sereia, uma Mamã Picasso ou uma Mamã Monet, uma Mamã Comboio que está sempre a horas, uma Mamã Tesoura que é imprescindível em qualquer casa.

 

Mães que agradam aos filhos, que embalam, que dão chocolate quente, que gostam de dormir que ralham,que acordam antes das dez da manhã... Enfim, todas são Mamãs Princesas. Uma história com um final muito feliz e cheio de sorrisos.

 

 

Um Mundo de Mamãs

Marta Gómez Mata  

ilustração: Carla Nazareth

Texto Editora

http://www.nosnalinha.pt/

 

Todas  mães têm um pedacinho de cada uma destas mães tão especiais. E é isso que as torna as melhores do mundo para os seus filhos!

 

Poderão ler antecipadamente o livro em slideshare que encontrei online:

 

 

 

 

 

Obviamente, não vão deixar de oferecer o livro às Mães. É uma prenda encantadora que a mãe vai receber deliciada e ler com muito carinho à hora de deitar, ou ao final de semana, quando há mais disponibilidade de tempo.

 

Há algum vocabulário mais difícil, mas a mãe vai explicar com palavras suas, segundo o nível etário dos seus filhotes.

 

Um livro engraçado, com ilustrações lindas, que revela inúmeras formas de ser mãe, incontáveis maneiras divertidas de transportar os filhos, de os entreter, de os amar. Nele descobriremos muitas mamãs do nosso planeta.

 

Um hino a todas as mães do mundo.Livro para ensino pré primário e 1º ciclo (1º/2º anos).

 

Para todas as mães, um dia muito especial, muito carinhoso!

 

A Professora GSouto

 

30.04.2016

 

Licença Creative Commons

 

 

Feliz Dia das Mães !

dia-da-mae4.jpg

 

 

O dia está triste e chuvoso. As mães mereciam um dia lindo de sol. Sim, hoje é Dia das Mães.

 

O Dia da Mãe é celebrado em quase todos os países, mas em dias diferentes, entre os meses de Abril e Maio. Em França, o Dia das Mães celebra-se no quarto domingo de Maio.

 

O Dia das Mães, no primeiro domingo de Maio, celebra-se em Portugal, Espanha, Hungria e Lituânia.

 

A celebração do Dia da Mãe teve origem na Grécia Antiga, ligada às comemorações primaveris, em honra de Rhea, mulher de Cronos e Mãe dos Deuses.

 

Em Roma, as festas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, a Mãe dos Deuses romanos, e as cerimónias em sua homenagem começaram por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo. Também em Roma esteve associado ao festival de Hilaria 

 

Nas civilizações mais modernas, remonta ao século XVII. Em Portugal, o Dia das Mães é celebrado no primeiro domingo de Maio. É uma das homenagens mais especiais, já que mãe é a pessoa mais importante da nossa vida.

 

José Luis Peixoto, escritor bem nosso conhecido, tem um livro encantador sobre a mãe.

 

A Mãe Que Chovia ilustra bem a chuva no papel de mãe. Nada mais adequado neste Dia das Mães chuvoso.

 

 Edições Quetzal

http://c10.quickcachr.fotos.sapo.pt/

 

A Mãe Que Chovia é escrito por José Luís Peixoto, com ilustrações de Daniel Silvestre da Silva. É o primeiro livro infanto-juvenil do autor e foi publicado em 2012.

 

Muitas são as formas de presentearmos as mães. Mas o mais importante é o carinho, o cuidado e o respeito que temos por elas todos os dias ao longo dos anos.

 

 

 Edições Quetzal

http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/

 

Este conto fala-nos da história de uma criança que é filha da chuva, e sendo a sua mãe algo tão importante para todos seres da Terra, ele terá de aprender a partilhar o amor materno com o mundo.

 

 Excerto de "A Mãe Que Chovia"

José Luís Peixoto | Daniel Silvestre Silva

https://foodwithameaning.files.wordpress.com/

 

Com uma mãe tão original, tão necessária a todos, o protagonista, filho da chuva, tem de aprender a partilhar com o mundo aquilo que lhe é mais importante: o amor materno. Uma dura prova de amor

 

 

 

 Edições Quetzal

http://www.cilingue.com/

 

 

 Edições Quetzal

 http://www.cilingue.com/

 

Acompanhamos a alegria e a tristeza do filho. A alegria quando a mãe está presente e o ajuda e mima. A tristeza quando a mãe está ausente, longe, e tem de saber partilhá-la com todas as outras crianças.

 

Através de uma ternura invulgar, de poesia e de uma simplicidade linda, este livro homenageia e exalta uma das forças mais poderosas da natureza: o amor incondicional das mães.

 

 

 Edições Quetzal

http://2.bp.blogspot.com/

 

"Desde sempre que toda a gente lhe dizia que era filho da chuva... assim começa a história e é com esta simplicidade que vos convido a conhecer de perto uma mãe e um filho tão especiais.

 

A Mãe Que Chovia “homenageia e exalta uma das forças mais poderosas da natureza: o amor incondicional das mães”

 

 

 Edições Quetzal

http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/

 

Um livro lindo, uma linguagem poética num jogo de imaginação, cheio de metáforas onde a ternura surge naturalmente.

 

Um hino a todas as mães do mundo. Faz parte dos livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura, 3º Ciclo, Leitura Autónoma.

 

Actividades:

 

  • Leitura de excertos na sala de aula, exercitando o gosto pela leitura nos alunos;
  • Recomendar a leitura autónoma aos alunos mais avançados;
  • Elaborar fichas de leitura para as duas actividades;
  • Debater situações reais na relação mãe/filhos;
  • Leitura comparada de outros livros sobre a temática.

 

Para todas as mães, um dia muito especial, rodeadas do carinho dos filhos.

 

A Professora GSouto

 

04.05.2015

Licença Creative Commons