Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Lágrimas por Manchester : Como explicar ?

 

manchester2.jpg

 

 

"Estar de bem com a matemática é estar de bem com a vida. Respirar x vezes por hora é fundamental. Existe paz no rosto esculpido de Pitágoras. E a paz não se troca por nada porque inclui tudo o que é necessário."

 

José Luís Peixoto, Abraço

 

o mundo acordou de novo mais triste, hoje ! Manchester, no Reino Unido, foi ferido no coração, na noite de ontem, 22 Maio 2017. Na enorme sala de eventos da cidade, Manchester Arena, onde cerca de 21 000 crianças e adolescentes e seus familiares assistiam a um concerto da jovem pop star norte-americana Ariana Grande. No final do concerto, ouviu-se uma explosão que ocorreu no exterior da sala, já no foyer, onde muitos outros pais aguardavam as filhas e filhos.

 

 

ariana-grande6.jpg

 

Pray for Manchester

 

"Despedaçada. Do fundo do meu coração, sinto muito. Não tenho palavras"

 

Ariana Grande, Twitter

 

Mas, no site oficial da pop cantora, nem um curta alusão ao sucedido. Uma prece, palavras de apoio a todos os pais que perderam os filhos, às suas jovens fãs que continuam hospitalizadas? Algo está errado por parte da cantora.

 

No concerto de Ariana Grande estavam, na sua grande maioria, crianças e adolescentes. Infelizmente entre as muitas vítimas, há crianças e adolescentes abaixo dos 16 anos.

 

As duas primeiras vítimas identificadas são duas meninas, uma de oito anos e outra de 15 anos. Nas redes sociais, pais deixam a mensagem com a hashtag #missingmanchester num apelo desesperado para encontrar as filhas, os filhos.

 

 

 

Ariana Grande

@ManchesterArena

 

Testemunhas descreveram que Ariana se despedia do público e as luzes se acendiam no pavilhão, quando uma grande explosão provocou o pânico entre os presentes, que correram desnorteados tentado sair da enrome sala.

 

No entanto, pelo que ouvi nas redes sociais, a direcção do Arena esteve sempre a apoiar os presentes, apelando à calma de modo a não provocar mais vítimas, e confirmando que na sala tudo estava tranquilo. No site oficial do Manchester Arena podem ler-se todos os dias mensagens de condolências, de apoio às vitimas. A útima é:

 

"Always Remmber,

Never Forget

Forever Manchester."

 

O que não se passa no site da pop cantora Ariana Grande! Ariana! Há crianças mortas pelo facto de te amarem e quererem expressar a sua admiração ao estar presentes no teu concerto! 

 

 

Manchester está em todos os meios de comunicação social. Jornais, televisão, redes sociais, internet. Nas redes sociais, sucedem-se as mensagens de #PrayforManchester de todos os internautas. Cantores, artistas, jogadores de futebol, adolescentes, pais, público anónimo.

 

 

 

Manchester Arena

http://www.manchester-arena.com/

 

Perante os nossos olhos tristes, as imagens de ontem à noite, 22 de Maio, e hoje, 23 Maio, massacram os nossos corações. Crianças? Pais que para ver a alegria das filhas e filhas no concerto da sua cantora preferida, são apanhados na saída? 

 

Que humanidade é esta em que vivemos? É a pergunta que martela nosso pensamento.

 

Como é que pessoas que sentem como nós, são capazes de fazer algo tão terrível! Atingir crianças, adolescentes, pais, famílias?

 

 

manchester1.jpg

 

 

Homenagem em Manchester

http://i3.mirror.co.uk/

 

Continuamos sem entender. Não há motivos que levem a matar crianças e adolescentes, mesmo que o façam em nome de algo em que acreditam.

 

Professores, animadores extra-curriculares, pais, educadores em geral, sentem a dificuldade de falar com alunos, educandos sobre o trágico acontecimento que teve lugar ontem à noite, no final o concerto de Ariana Grande, em Manchester.

 

Hoje, amanhã, toda a semana, falaremos nas nossas aulas, em casa, mas sobretudo ouviremos. Sim, ouvir o que os alunos nos querem dizer, deixar que exprimam as emoções sobre o ataque no final do concerto de Ariana Grande, em Manchester.

 

É conveniente, de qualquer modo, preparar alguns recursos pedagógicos para dialogar com os alunos.

 

 

ariana-grande2.jpg

 

 

Ariana Grande, concerto Manchester Arena

 https://www.thesun.co.uk/

 

Que dizer aos alunos : 

 

Pelo facto do atentado ter ocorrido no final de um concerto de um dos ídolos pop das crianças e jovens, faz com que, provavelmente, as crianças e adolescentes se sintam mais identificados e estejam mais sensíveis às notícias, às imagens devastadoras. É também natural que as dúvidas e perguntas em torno deste terrífico acidente vindas da faixa etária a que pertencem, surjam com mais expressão: falar, contar, opinar

 

Os alunos mostrar-se-ão apreensivos, quererão contar o que viram, dar a sua versão, perante o que ouviram nos meios de comunicação social, nas redes sociais que frequentam. E também que ouviram em família.

 

 

 

 

“Neste momento, a questão da violência e do terrorismo estão na ordem do dia e devem ser discutidas. Não é possível abafar a informação e não parece que esconder informação seja a melhor abordagem”.

 

Filipa Silva, psicóloga clínica

 

 

Tributo em Bolton, UK

http://www.theboltonnews.co.uk/

 

Algumas considerações para reflectir:

 

Como encontrar as palavras adequadas para cada nível etário?  Sim, vai ser necessário falar. Mas essencialmente ouvir os alunos. E responder, deixando passar a mensagem que nem sempre temos resposta para as suas perguntas. É importante dar esse lado humano.

 

  • Se estiver em aula, solicitar aos alunos um minuto de silêncio, depois de lhes ter explicado a simbólica do gesto que poderá ser universal.
  • Ouvir o que os alunos entenderam, partindo das notícias ou comentários, imagens reais ou posters. Rectificar o que não compreenderam bem. E depois responder às dúvidas, interrogações, alguma angústia. Informações fundamentadas, ou a vossa maneira pessoal de como viveram estes dois dias.
  • Passar alguns das imagens #PrayforManchester que se vão difundindo nas redes sociais. Deixar que os alunos exprimam o que entendem de cada imagem.
  • Ligar ao atentado de Charlie Hebdo e solicitar aos alunos que se exprimam sobre valores: tolerência, respeito pela vida humana, e pela identidade cultural de cada um.
  • Fazer passar a compreensão das ideias e opiniões dos outros, fomentar o diálogo, ajudar a desenvolver o sentido crítico, a condenação de todo o tipo de intolerância, valorizar valores como solidariedade e respeito pela diferença.

 

Bem conscientes das suas responsabilidades, mais fragilizados, também, os professores apresentar-se-ão diante dos seus alunos, nas salas de aulas previamente preparados para estabelecer o diálogo.


Lembremos que todos temos alunos de várias religiões, diferentes 
etnias, nas nossas salas de aula.Todos são amigos, e se respeitam nas suas diferenças.

 

Todos nos respeitamos nas nossas diferenças, e preservamos a essência humana.

 

O mundo está mais triste. Estamos todos, hoje, menos livres, mais inseguros. Mas juntemos as nossa voz a #PrayforManchester.

 

A Professora GSouto

 

23.05.2017

 

 Licença Creative Commons

 

Celebrar Dia Intl dos Museus e Noite Europeia dos Museus !

 

 

dia-museus2017a.jpg

 

Dia Internacional dos Museus

http://www.patrimoniocultural.gov.pt/

 

O Dia Internacional dos Museus, criado pelo ICOM – Conselho Internacional de Museus, celebra-se anualmente a 18 de Maio, através da organização de diversas actividades.

 

O Dia Internacional dos Museus celebra-se com entradas gratuitas em museus, monumentos e palácios, tutelados pela Direção-Geral do Património Cultural, um pouco por todo o país.

 

As comemorações estendem-se à Noite dos Museus, no próximo sábado, com abertura excepcional ao público à noite.

 

Para além das entradas gratuitas nos espaços tutelados pela DGPC, o dia é assinalado com concertos, espetáculos de teatro e dança, intervenções musicais, performances, visitas guiadas e encenadas, entre muitas outras, usufruindo os visitantes, deste modo, de experiências atractivas e fora da oferta habitual. 

 

 

Tema 2017:

 

Em 2017, o ICOM definiu como tema Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus como mote para uma reflexão, naturalmente diferenciada e respondendo aos contextos nacionais, do papel dos museus nas comunidades e na sociedade em geral.

 

 

nuit-musees2017a.jpg

 

La Nuit des Musées 2017

http://nuitdesmusees.culturecommunication.gouv.fr/

 

A Noite Europeia dos Museus, criada pelo Ministério Francês da Cultura e da Comunicação, irá decorrer a 20 de Maio. Os museus portugueses irão associar-se, uma vez mais, a esta celebração.

 

Em resposta ao convite da Direção-Geral do Património Cultural, os espaços museológicos que integram a Rede Portuguesa de Museus irão realizar diversas iniciativas com o objectivo de aprofundar a sua ligação com os visitantes e de envolver novos públicos, essencialmente o público jovem e as escolas, em torno do conhecimento das colecções e da salvaguarda e valorização do património cultural.

 

Neste sentido, os visitantes poderão participar em actividades, tais como espectáculos de teatro e dança, intervenções musicais, performances, visitas guiadas e encenadas, entre muitas outras, usufruindo deste modo de experiências atrativas e fora da oferta habitual.

 

 

dia-museus2017b.jpg

 

http://icom-portugal.org/

 

 

Hoje, dia 18 de Maio, todos os Museus, Palácios e Monumentos tutelados pela DGPC terão entrada gratuita. 

 

No dia 19 de Maio, a partir das 18h00, o Museu de Arte Popular abre as suas portas gratuitamente.

 

No dia 20 de Maio, a partir das 18h00, as entradas também serão gratuitas nos Museus, Palácios e Monumentos da DGPC, excepto no Convento de Cristo, no Mosteiro de Alcobaça, no Mosteiro da Batalha, no Mosteiro dos Jerónimos, no Museu Monográfico de Conimbriga - Museu Nacional, no Panteão Nacional e na Torre de Belém, que encerram no seu horário habitual.

 

 

dia-museus2017d.jpg

 

http://icom-portugal.org/

 

 

Programa Geral:

 

  •  Dia Internacional dos Museus - 18 Maio 2017

Consultar aqui

 

  • Noite Europeia dos Museus - 20 Maio 2017

Consultar aqui

 

Sugestões:

 

  • Dia e Noite dos Museus | Capte o Indizível e partilhe #captaroindizivel

 

No dia 18 de Maio - Dia Internacional dos Museus e no dia 20 de Maio, Noite Europeia dos Museus, Capte o Indizível e partilhe #captaroindizivel !

 

A Direção-Geral do Património Cultural, através do seu Instagram #insta_patrimoniocultural, lança o desafio a todos os que participarem nas inúmeras actividades que celebram o Dia Internacional dos Museus (18 de Maio) e a Noite dos Museus (20 de Maio), sob o tema "Museus e Histórias Controversas. Dizer o Indizível nos Museus", para partilharem imagens ou vídeos com a hashtag #captaroindizivel

 

 

 

 Museu Soares dos Reis, Porto

https://www.facebook.com/MuseuNacionalSoaresReis

 


A Cidade Global representa a Era dos Descobrimentos portugueses, século XVI, onde a importação e comercialização de mercadoria era intensa.

 

A exposição conta com cerca de 200 peças e quer levar os visitantes à descoberta do período renascentista em Portugal.


O MNSR vai acompanhar a Cidade Global com um plano de actividades, "Novidades que os Portugueses trouxeram à Europa", a divulgar em breve.

 

 

 

Museu Nacional da Música

 http://www.museudamusica.pt/

 

Museu Nacional da Música:  O Museu Nacional da Música associa-se às celebrações, com uma programação diversificada que pode consultar aqui

 

Entrada livre

 

No âmbito da celebração da Noite Europeia dos Museus, o museu lançou um convite a todos os que contribuíram para a campanha pública de angariação de fundos, para participarem numa festa de dança no jardim, das 18:00 às 12:00pm.

 

No âmbito da celebração da Noite Europeia dos Museus, o museu inicia A Noite no Museu Nacional da Música com um concerto de um músico português de carreira internacional e encerra com o já tradicional Quiz Musical.

 

Pelo meio, uma visita às zonas reservadas do Museu e o quarteto de indie pop, Vaarwell, que tem chamado a atenção de alguma imprensa nacional e internacional.

 

Entrada livre.

 

 

 

Museu Machado de Castro, Coimbra

http://www.museumachadocastro.pt/

 

  •  Museu Machado de Castro: O Museu Machado de Castro convida a comemorar o Dia  Internacionacional dos Museus e Noite Europeia dos Museus participando nas actividades prepadas para dias 18,19.20 Maio. 

     

     

     

    Entrada gratuita

 

 

Ciência Divertida no Museu por MiniBioqs

http://www.museumachadocastro.pt/

 

  • 'Ciência Divertida no Museu' por MiniBioqs: Nas últimas sextas-feiras de cada mês o Museu Nacional Machado de Castro em parceria com os MiniBioqs, grupo voluntário de estudantes de Bioquímica da UC sob a coordenação de uma professora da Licenciatura, fará experiências lúdico-científicas ligadas à conservação das peças do Museu tendo como público-alvo crianças e jovens.

 

Para cuidar do Património Cultural que é de todos, a cultura e a ciência dão, assim, as mãos na descoberta dos porquês de muitos fenómenos que diariamente acontecem e danificam esse mesmo património.

 

Próxima actividade:

 

Dia 26 Maio, das 10:00-17:00 horas

 

Cabe às escolas e seus professores seleccionar os museus e actividades que melhor se adaptem aos interesses pedagógicos e culturais dos seus alunos.

 

Os alunos apreciam visitas de estudo ligadas ao património cultural e adquirem competências que muito enriquecerá os currículos escolares, bem como a sua vivência cívica e cultural.

 

 

A Professora GSouto

 

18.05.2017

 

Licença Creative Commons

Salvador Sobral : o cantor jazz que venceu Eurovisão 2017 !

 

 

 

Salvador Sobral no Festival Eurovisão

créditos: Getty Images

http://observador.pt/

 

'Se um dia alguém, perguntar por mim
Diz que vivi para te amar'

 

Salvador Sobral cantou e todos nós estivemos diante do ecrã perfeitamente encantados. Mesmo aqueles que não perdiam tempo com este festival há alguns anos. Eu que nunca liguei muito ao Festival, este ano não perdi. A canção é linda e o Salvador representa muito daquilo em que acredito como boa música e como pessoa. Um imenso talento, numa simplicidade quase pueril.

 

E não fomos só nós. Todos fizeram silêncio para escutar o poema feito de palavras que já sabemos de cor e cantarolamosos com ele. Mas até as pessoas que lá estavam e não percebem a nossa língua ficaram em silêncio e o aplaudiram vivamente no final. 

 

Mesmo sem conseguirem perceber o poema-letra da canção e sua musicalidade fizeram com que Salvador Sobral fosse considerado um dos mais favoritos.

 

 

 

Salvador Sobral no Festival Eurovisão

créditos: Getty Images

https://www.rtp.pt/noticias/cultura/

 

Desligaram-se as luzes e o público ligou os telemóveis para iluminar o único intérprete que cantou na sua língua, e o único que não cantou no enorme palco, mas sim num pequeno círculo no meio dos espectadores. 

 

Todos fizeram silêncio para escutar a única canção cantada em português. Todas as outras 17 canções, apenas esta não foi em inglês.

 

 

 

 

 

Em 18 canções, apenas Amar pelos Dois, música e poema de sua irmã Luisa Sobral, foi interpretadana língua materna, no meio do público, de forma magistral, plena de sensibilidade.

 

Em 18 canções, poucas foram as que trouxeram alma. Tudo foi luzes, efeitos visuais, espetacularidade para encher os olhos.

 

E, num festival cujo lema da edição 2017 é a Celebração da Diversidadepoucas canções não foram apenas exemplos de pop comercial e muito fogo de artifício.

 

Salvador Sobral fez um percurso desde muito jovem no mundo da canção. Participou en vários festivais na televisão, como 'Idolos' e outros semelhantes, até que iniciou o seu próprio caminho, enveredando pelo jazz. É do jazz que eu conheço Salvador Sobral. 

 

 

 

 

 

 

Foi no programa 5 para a Meia Noite que Salvador apresentou o seu tema Excuse Me em 2016. E logo aí, passei a segui-lo nas redes sociais.

 

E com grande alegria já o ouvi cantar ao vivo este ano, num concerto da sua irmã Luisa Sobral na Casa da Música no passado mês de Fevereiro. E adorei.

 

Tem uma sonoridade linda, faz da voz um instrumento de plena liberdade de improvisação que o jazz lhe permite.

 

 

 

 

Salvador Sobral no Festival Eurovisão

créditos: LUSA

http://www.tvi24.iol.pt/musica/

 

 

A final de sábado vai ser disputada por representantes de 26 países: os 20 qualificados nas semifinais, entre os quais Portugal, os denominados “cinco grandes” (França, Itália, Alemanha, Espanha e Reino Unido) e a Ucrânia, o país anfitrião.

 

Salvador Sobral qualificou-se para a final da Eurovisão. Espectadores e comentadores por toda a Europa (e Austrália) continuam de olhos postos neste português que canta com alma.

 

Nacionalismos à parte, Salvador Sobral merece estar na final por tudo isto. Salvador Sobral, estamos todos com ele! 🇵🇹 🎤

 

 

 

 

Salvador Sobral na Final Eurovisão 2017

créditos: Eurovison Song Contest

https://eurovision.tv/story/2017-winners-press-conference

 

 

Salvador Sobral, vencedor do Eurovisão2017 !

 

Quantos eram hoje na final do Eurovisão? Vinte e seis finalistas. Salvador Sobral chegou com Amar pelos Dois e... ganhou. 

 

A canção que era classificada de "não festivaleira" conquistou os jurados de 41 países e o televoto. Esteve sempre a ganhar. E ganhou! 

 

Nem Salvador queria acreditar. A sua ingenuidade e transparência viam-se estampadas nos seus olhos.

 

 

 

 

Salvador Sobral, músico intérprete

Luisa Sobral, compositora música & letra

créditos: EPA/Sergey Dolzhenko

http://www.dn.pt/artes/

 

 

"Sei que estas coisas são muito efémeras mas sinto que é um bom passo que tenham gostado tanto desta canção com tanto conteúdo melódico e harmónico. Talvez nos faça pensar em trazer canções com mais significado para a Europa"

 

Salvador Sobral, conferência imprensa

 

 

 

 

 

Actividades:

 

Por que não fazer uma versão de Amar pelos Dois? A canção interpretada por Salvador Sobral foi cantada por crianças espanholas no interior de uma sala de aula, em Cádiz, Espanha.

 

Viram como os alunos interpretaram o tema sem necessitarem de nenhum cábula ou apoio visual? Lindo!

 

Mas há já outras interpretações de escolas europeias a cantar em português. Wow!

 

Com apoio dos professores curriculares de Língua Portuguesa e Educação Musical façam a vossa versão.

 

As escolas de Música poderão fazer muito mais. Salvador Sobral será, sem dúvida, um exemplo de boa música feita e interpretada por jovens. E em português.

 

 

Parabéns Salvador 🎤

 

 

A Professora GSouto

 

10.07.2017

 

actualização : 13.05.2017

 

 

Licença Creative Commons

 

 

Mini-conferência : Teatro Maria Matos, para jovens curiosos

 

 

 

http://img.obsnocookie.com/

 

 

Há uma miní-conferência para miúdos muito curiosos no Teatro Maria Matos. Tem lugar de 4 a 6 Maio 2017.

 

Vai falar de Utopia, o tema que mais nos tem desassossegado neste ano. É possível explicar o que é a utopia a crianças? Como se faz? Será que conseguimos juntar um conteúdo tão específico à forma de arte quase perfeita para o exemplificar?

 

 

Saber +

 

Este é o desafio. Através de uma série de teatro-conferências ancoradas no universo da não-ficção, os oradores-artistas vão procurar apresentar o mundo e os seus discursos ao público mais jovem.

 

Conceitos complexos e assuntos difíceis com que nos cruzamos no dia-a-dia serão habilmente desconstruídos. Tudo isto, como sugere Marcel Proust, porque se quer que a grande viagem da descoberta nos leve a ver antigas e novas paisagens com um olhar curioso. E, assim, velhas interrogações se tornam novas.

 

conf-infant.jpg

 

http://www.teatromariamatos.pt/

 

Não há projectores, slides, comando para os passar ou um palco com lugar de destaque. Haverá uma mesa, um sofá, um sumo de laranja, uns pés de extraterrestre, um orador e uma plateia desassossegada com muita imaginação.

 

Estes os elementos necessários para que a primeira conferência para miúdos curiosos, do Teatro Maria Matos, aconteça e dê resposta à questão:

 

O que é a utopia?

 

utopia-thomas-more.jpg

 

Utopia/ Thomas More

edição juvenil

tradução:  Nílson José Machado & jovem leitor

http://www.extra.com.br/livros/

 

 

Ir + longe:

 

Tentar explicar a crianças que este conceito se traduz numa ideia de civilização ideal, imaginária, ou um sonho de algo que se gostaria muito que acontecesse; e que um dia um escritor, Thomas More, inventou uma ilha chamada utopia e escreveu um livro que é um manifesto para um mundo melhor, não é assim tão simples.

 

É preciso sonhar com uma vida melhor para todos, como na ilha de Utopia, fruto da capacidade de sonhar de Thomas More.

 

Apresentadores:

 

André Leonor, professor de Psicologia e Filosofia, com o apoio dramatúrgico de Maria Gil, vai levar os jovens conferencistas/ espectadores, a partir dos oito anos por uma viagem pela imaginação, para desconstruir e compreender o que é a Utopia.

 

De forma simples, adaptada ao nível etário dos jovens participantes, esta mini-conferência vai assim decorrer. Com acessórios e de personagens reais ou imaginários, "aproximam-se conceitos tidos como complicados de realidades próximas das crianças."

 

 

conf-infant3.jpg

 

 

Alice in Wonderland

150 Anos publicação do livro

Lewis Carrol

https://gsouto-digitalteacher.blogspot.pt/2016/

 

Por exemplo, durante a conferência, na t-shirt do orador André vai estar ilustrada uma das cenas do filme Alice no País das Maravilhas,  o momento em que Alice se encontra com o gato de Cheshire:

 

 

Alice: “Sabes qual o caminho que devo escolher para sair daqui?”


Gato: “Isso depende do sítio onde queres chegar.”


Alice: “Não me importo muito para onde vou, quero mesmo é sair daqui…”


Gato: “Então não importa o caminho que escolhas.”

 

 

conf-infant4.jpg

 

Alice no País das Maravilhas

eidção livro impresso 

https://www.bl.uk/works/alices-adventures-in-wonderland

 

 

É através deste diálogo que André Leonor vai tentar transmitir a ideia de que “a utopia é um sonho especial que orienta e ajuda a escolher um caminho” e que “esta ajuda para se saber para onde se quer ir chama-se utopia”.

 

Além deste momento, vão ser expostas ao público situações que o orador gostava que acontecessem; e outras que os jovens prticipantes sonham e gostariam que acontecessem.

 

Haverá também espaço para recordar pessoas que um dia imaginaram objectos ou eventos que pensavam ser impossíveis, como o paraquedas que um dia Leonardo Da Vinci esboçou; e um espaço para que os mini conferencistas participem e interajam com os elementos da conferência.

 

 

http://www.teatromariamatos.pt/

 

 

Informações úteis:

 

Local: Teatro Maria Matos / Sala de Ensaios

 

Público: crianças e jovens + 8 anos

 

Horários: 4 a 7 Maio 2017

 

Semana: 10:00 horas; Sábado: 16:30 horas; Domingo: 11:00 horas/ 16:30 horas

 

Duração: 30 minutos

 

Preço: 2€

 

Actividades: Escolas e famílias

 

 

A Professsora GSouto

 

03.05.2017

 

Licença Creative Commons

 

 

Referências: Teatro Maria Matos/ Observador 

Dia Mundial do Livro & dos Direitos de Autor vs. Abolição Pena de Morte Portugal

 

 

 

 

Dia Mundial do Livro 2017

Faça da Leitura uma Causa de Vida

ilustração: Cristina Sampaio

http://www.dglb.pt/

 

A 23 de Abril celebra-se o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. A data tem como objectivo reconhecer a importância e a utilidade dos livros, assim como incentivar hábitos de leitura nas crianças e nos adultos.

 

Os livros são um importante meio de transmissão de cultura e informação, e elemento fundamental no processo educativo.

 

 

 Miguel de Cervantes

http://purl.pt/

 

 Saber +

 

O Dia Mundial do Livro é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril. Trata-se de uma data simbólica para a literatura, já que, segundo os vários calendários, neste dia desapareceram importantes escritores como Cervantes e Shakespeare, entre outros.

 

É assim prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare e Cervantes, falecidos em 22 e 23 de Abril de 1616, respectivamente.

 

O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril.

 

 Ir + longe:

 

A ideia da comemoração teve origem na Catalunha: a 23 de Abril, dia de São Jorge. Nesse dia, uma rosa é oferecida a quem comprar um livro.

 

 

Sant Jordi

www.pinterest.com

 

Esta data foi escolhida com base na tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros ofereceriam às suas damas uma rosa vermelha de S. Jorge, e em troca um livro, testemunho das aventuras do heroico cavaleiro.

 

Google dedica hoje um Doodle que celebra St George, padroeiro do Reino Unido que aparece na página de entrada do motor de busca desse país.

 

 

 

Criança invisual lendo em Braille

https://www.ccmaine.org/

 

 

 Tema 2017

Este ano, o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor faz especial atenção às pessoas invisuais ou com limitações de visão.

 

Segundo a União Mundial de Cegos, aproximadamente uma pessoa em cada 200 - 39 milhões - são invisuais e 246 milhões têm visão muto reduzida. Estima-se que estas “pessoas com incapacidade visual” ou “pessoas com incapacidade para ler letra impressa” poder aceder a 10% de toda a informação escrita e obras literárias que as pessoas sem problemas visuais podem ler.

 

 

 Facto histórico: Abolição Pena de Morte em Portugal no Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

 

 

 

 

150º Aniversário Abolição Pena de Morte em Portugal

http://150anosdaabolicaodapenademorteemportugal.dglab.gov.pt/

 

Facto histórico: Abolição Pena de Morte em Portugal

 

O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor celebra-se pois hoje, em todo o mundo, mas em Portugal a efeméride associa-se ainda a um facto histórico muito importante.

 

Celebram-se os 150 anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal (1867-2017).

 

 

 

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor 2017

http://www.municipio-portodemos.pt/

 

Talvez entendam melhor o cartaz desenhado pela cartoonista Cristina Sampaio (bem nossa conhecida) no qual se vê um carrasco a rejeitar o acto da morte para ler um livro.

 

Com um cartaz desenhado por Cristina Sampaio, no qual se vê um carrasco a rejeitar o acto da morte para ler um livro, incita-seassim à leitura e à celebração do livro como "um hino à vida" e, ao mesmo tempo, recorda que Portugal foi um dos primeiros países a abolir a pena de morte, no século XIX.

 

 

 

 

Carta de Lei

http://150anosdaabolicaodapenademorteemportugal.dglab.gov.pt/carta-de-lei/

 

Saber +

 

Portugal foi um dos primeiros países a inscrever no seu sistema legal uma lei de abolição da pena de morte para crimes civis, colocando-se na linha da frente dos países pioneiros do desiderato inspirador do filósofo milanês Cesar Beccaria. A dimensão do acto teve forte impacto no contexto europeu da época.

 

A Carta de Lei de Abolição da Pena de Morte em Portugal, documento do Arquivo Nacional da Torre do Tombo recebeu, no dia 15 de Abril de 2015, a distinção de Marca do Património Europeu.

 

Em 2017, e porque se comemoram os 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas quis relacionar o Dia Mundial do Livro com esta efeméride, incitando à leitura e celebrando o livro como um hino à vida .

 

O cartaz do Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor pretende mostrar simbolicamente que o livro e a leitura são factores fundamentais para o crescimento económico, político, social e cultural, e que se encontram na base da cidadania plena.

 

Nota:

 

Não é que concorde com esta dicotomia que sob o ponto de vista visual, é o que atrai mais rapidamente o público infantil e juvenil. Não favorecerá o gosto pela leitura. É demasiado sombrio e confuso ao primeiro olhar. São as escohas de quem decide... mas é preciso descer ao nível etário que se pretende atingir. E o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor é dirigido a todos, mas com particular incidência aos leitores mais jovens.

 

Caberá então aos professores a integração adequada deste cartaz para motivar os alunos para o gosto da leitura.

 

 

Actividades:

 

No Dia Mundial do Livro decorrem várias acções de promoção dos livros e da leitura, organizados por livrarias, associações culturais, escolas, universidades e outras entidades.

 

  • Neste dia também se podem comprar livros a preço especial em várias livrarias.
  • Actos individuais: Leia hoje um livro ou excerto de livro a uma criança invisual ou a uma pessoa com deficiência visual.
  • Como complemento, informar-se sobre a abolição da pena de morte em Portugal. 

 

"Hoje, uma das tristes realidades é que pouquíssimas pessoas, em especial jovens, lêem livros. A menos que encontremos formas imaginativas de resolver esse problema, as futuras gerações arriscam-se a perder a sua história."

 

Mandela, discurso 2005

 

A Professora GSouto

 

22.04.2017

 

Licença Creative Commons

 

Dia Internacional dos Museus e Sítios : Património Cultural e Turismo Sustentável

 

 

dia-monum-sitios.jpg

 

 

Celebra-se hoje, dia 18 Abril, o Dia Internacional dos Museus e Sítios embora as actividades se tenham estendido de 16-17 Abril 2016 para aproveitamento do fim-de-semana.

 

Comemorado cada vez mais em Museus de todo o mundo, o Dia Internacional dos Museus tornou-se uma actividade cultural para todos, já que a entrada nos museus é gratuita.

 

Saber +

 

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (DIMS), foi criado pelo Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios (ICOMOS) a 18 de Abril de 1982, e aprovado pela UNESCO no ano seguinte, com o objectivo de sensibilizar os cidadãos para a diversidade e vulnerabilidade do património, bem como para a necessidade da sua proteção e valorização.

 

Celebrando o património nacional, comemora também a solidariedade internacional em torno do conhecimento, da salvaguarda e da valorização do património em todo o mundo.

 

 

 

Visita comentada aos painéis do pintor Almada Negreiros

https://www.facebook.com/Dia.Internacional.dos.Monumentos.e.Sitios/

 

 

Ir + longe:

 

 

O Dia Internacional dos Museus e Sítios  é agora um acontecimento europeu e mundial de grande tradição no mundo dos museus e data de 1977, por proposta do ICOM
 
O Conselho Internacional dos Museus (ICOM) criou este dia para sensibilizar o grande público sobre a importância dos espaços museológicos no desenvolvimento da sociedade.
 
 

Da América à Oceania, passando pela Europa, Ásia, e África, o Dia  Internacional dos Museus é um momento único para a comunidade dos museus a nivel mundial. Todos os anos é proposto um tema pelo ICOM.

 

Tema 2017: "Património Cultural e Turismo Sustentável."

 

Numa época de marcada globalização económico-cultural, de profundas transformações sociais e do aumento exponencial do número de turistas, a salvaguarda, estudo, interpretação e divulgação do património é um factor fundamental para a afirmação da diversidade cultural dos territórios e dos países, constituindo igualmente um elemento chave  para o reforço do conhecimento e do respeito entre os povos.

 

A DGPC promove a divulgação deste tema com a finalidade de celebrar os benefícios de uma relação saudável entre o turismo e o património cultural.

 

 

 

 

 

https://www.facebook.com/Dia.Internacional.dos.Monumentos.e.Sitios/

 

 

Actividades Portugal:

 

Este ano participam no Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, 670 entidadades, distribuídas por 176 concelhos do Continente e dos Arquipélagos dos Açores e da Madeira, através da realização de cerca de 910 actividades dirigidas a diferentes públicos:

 

  • 406 Visitas guiadas/percursos orientados;
  • 94 Rotas patrimoniais/ itinerários culturais;
  • 85 Ateliês lúdicos/ oficinas pedagógicas/ workshops;
  • 59 Exposições;
  • 52 Encontros/ Conferências/ Seminários;
  • 50 Espectáculos artísticos,
  • 165 outras atividades.

 

"Essa função pode ser exercida em diferentes níveis, nomeadamente através da sensibilização das comunidades para o papel interventivo que podem desempenhar na conservação e valorização deste universo patrimonial tão vulnerável, e contribuir para minimizar a sua degradação ou até mesmo o seu aniquilamento."

 

 

 

Lugares Sagrados: Espaços e Caminhos

Centro de História da Arte e Investigação Artística da Universidade de Évora

https://www.facebook.com/Dia.Internacional.dos.Monumentos.e.Sitios/

 

 

Actividades:

 

Em cada país, é promovido, anualmente, um programa de actividades a nível nacional, cujo acesso, na grande maioria, é gratuito.

 

A DGPC promoverá a divulgação do programa nacional do DIMS 2017, procurando cativar cada vez mais participantes para estas comemorações.

 

  • As escolas terão certamente programado várias visitas de estudo para seus alunos, de modo a que estes possam ter acesso ao património cultural do seu país, num dia em que o acesso as todos os Museus e Sítios são gratuitos.
  • As escolas, com o apoio dos Professores de Artes programarão Actividades variadas para celebrar o tema 2017: "Património Cultural e Turismo Sustentável."

 

A Professora GSouto

 

17.04.2017

 

Licença Creative Commons

Dia Internacional Livro Infantil & Feira do Livro Infantil Bologna

dia-livro-infantil2017.jpg

 

Dia Mundial do Livro Infantil 2017

ilustrador: João Fazenda

 http://www.dglb.pt/

 

Hoje, 2 de Abril comemora-se em todo o mundo o nascimento de Hans Christian Andersen. E este ano cumprem-se 50 anos da celebração do Dia Internacional do Livro Infantil, uma iniciativa do Conselho Internacional sobre Literatura para os Jovens (IBBY).

 

Desde 1967, este dia passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se a atenção para a importância da leitura e para o papel fundamental dos livros na infância.

 

 

Dança

ilustração: João Fazenda

Prémio Nacional de Ilustração 2016

http://dglab.gov.pt/

 

Para assinalar o Dia Internacional do Livro Infantil 2017, a DGLAB convidou o ilustrador João Fazenda, vencedor do Prémio Nacional de Ilustração do ano passado, para ser o autor da imagem do cartaz.

 

childrenbooks2017.gif

 

International Children's Book Day 2017
poster credits: Mikhail Feodorov

 

 

A mensagem 2017 do IBBY internacional, este ano da responsabilidade da Rússia. Consta de um texto do escritor Sergey Makhotin. O cartaz foi criado pelo ilustrador Mikhail Fedorov.

 

Mensagem 2017: "Vamos crescer com o livro"

 

Vamos crescer com o livro!

 

Na minha primeira infância, gostava de construir casas com pequenas peças e toda a espécie de brinquedos. Usava muitas vezes um livro ilustrado a fazer de telhado. Nos meus sonhos, entrava na casa, deitava-me na cama feita com uma caixa de fósforos e olhava para cima, para as nuvens ou para as estrelas do céu. A escolha dependia da ilustração que preferia na altura.

 

(...)

 

Depois cresci, aprendi a ler, e o livro, na minha imaginação, começou a assemelhar-se mais a uma borboleta, ou mesmo a um pássaro, do que ao telhado de uma casa. As páginas do livro pareciam asas que batiam. Era como se o livro, deitado no peitoril, quisesse sair pela janela aberta em direcção ao desconhecido. Segurava-o com as mãos e começava a lê-lo, e o livro ia ficando cada vez mais calmo. Então eu próprio voava para outras terras e novos mundos, alargando o espaço da minha imaginação. Que alegria ter na mão um novo livro! (...)

 

Sergey Makhotin, mensagem 2017

(tradução Maria Carlos Loureiro a partir da versão inglesa de Yana Shvedova)

 

Continue a ler aqui

 

 

 

 

E amanhã, dia 3 de Abril inicia-se a Feira do Livro Infantil de Bologna / Bologna Children's Book Fair 2017 e que decorre até 6 de Abril.

 

Durante quatro dias a Feira do Livro Infantil de Bologna reúne centenas de editores, livreiros, autores e ilustradores de todo o mundo em torno da divulgação do livro ilustrado para a infância e juventude.

 

Além dos 'stands' de cada editora ou entidade promotora, há um extenso programa paralelo de debates, lançamentos, prémios e exposições.

 

Este ano, a Feira de Bologna vai dar especial ênfase aos livros sobre Arte.

 

 

 

Verdade?!

ilustração: Bernardo B. Carvalho/ Menção Honrosa 

Prémio Nacional de Ilustração 2015

Pato Lógico

https://www.pato-logico.com/

 

70 livros ilustrados e juvenis publicados ao longo de 2016 em Portugal vão estar presentes via DGLAB, com destaque para as ilustrações de João Fazenda, Bernardo Carvalho e Yara Kono, distinguidos com o Prémio Nacional de Ilustração (2015).

 

Espaços autónomos de outras editoras também estão presentes na Feira do Livro Infantil de Bologna.

 

Todos os anos, a Feira de Bologna acolhe ainda uma exposição internacional de ilustração, na qual têm estado presentes consecutivamente autores portugueses.

 

Cristina Valadas esteve presente. Foi a vencedora do Prémio Nacional de Ilustração 2007 com o livro O Rapaz que sabia acordar a Primavera, texto de Luisa Dacosta.

 

  

 

Batata Chaca Chaca
Texto e ilustração: Yara Kono
Edição: Planeta Tangerina

http://www.planetatangerina.com/

 

 

Resumo:

 

"Yara Kono tem convidados para o almoço e não lhe faltam ideias para preparar uma refeição bem saborosa.
Mas precisa de uma mão (duas!) dos leitores para conseguir ter os pratos prontos a tempo.
Quem quer ajudar a preparar todas as receitas?

 

Transformado em bancada de cozinha, este livro vai pôr os leitores a lavar, cortar, amassar, temperar... mas não só.
Entre tachos e panelas, vão aparecer algumas tarefas mais inesperadas como fazer saltar as misteriosas batatas chaca-chaca.."

 

 

 

Ana de Castro Osório, a mulher que votou na literatura

texto: Carla Maria Almeida

ilustração: Marta Monteiro

Pato Lógico

https://www.pato-logico.com/

 

 

Resumo:

 

"É verdade que as mulheres conseguem fazer muitas e diferentes coisas ao mesmo tempo. Também é verdade que há cem anos, ninguém perdia tempo a fazer «gosto» no Facebook, nem a jogar horas com o telemóvel, nem a escolher entre 50 marcas diferentes de cereais para o pequeno-almoço.

 

Ana de Castro Osório teve a sorte e a liberdade de poder usar o seu tempo para pensar, escrever e ser útil à sociedade. Afinal, era aquilo que mais gostava de fazer. Se tivesse vivido nos dias de hoje chamar-lhe-iam «supermulher»? Teria sido diagnosticada, ao princípio, como uma «criança hiperactiva»?"

 

Estas duas ilustradoras portuguesas Yara Kono e Marta Monteiro foram  selecionadas este ano. O júri da exposição escolheu Marta Monteiro pelas ilustrações para o livro Ana de Castro Osório, a mulher que votou na literatura, escrito por Carla Maia de Almeida, e Yara Kono, pelo livro Batata chaca-chaca.

 

Às duas autoras junta-se ainda a polaca Tina Siuda que vive no Porto. 

 

 

 

 

http://www.bolognachildrensbookfair.com/

 

Durante a Feira serão ainda anunciados os vencedores de vários prémios, entre os quais o Astrid Lindgren Memorial Award, no valor de 570 mil euros, para o qual estão nomeados o ilustrador André Letria e a escritora Maria Teresa Maia Gonzalez.

 

O Prémio ALMA, criado em 2002 pelo governo da Suécia, em honra da escritora Astrid Lindgren, pretende reconhecer o trabalho de um autor, ilustrador ou organização que promova a leitura e o livro infanto-juvenil.

 

Na segunda-feira, dia 3 Abril serão revelados os nomeados para o Prémio bienal Hans Christian Andersen 2018, apresentado como o Nobel da Literatura para a infância e juventude e que é atribuído pelo Conselho Internacional sobre Literatura para os Jovens (IBBY).

 

 

 

 

Catalunha & Illhas Baleares, Espanha

Convidados de Honra

 http://www.bookfair.bolognafiere.it/

 

Catalunha e as Ilhas Baleares, em Espanha, são os convidados de honra desta 54.ª edição da Feira do Livro Infantil de Bologna.

 

 Actividades:

  • Ir à biblioteca da escola ou levar de casa um livro para a sala de aula;
  • Solicitar à professora a leitura em voz alta de um excerto previamente seleccionado;
  • Ler um livro na biblioteca da escola. Ou requisitar para ler em casa. Se a mediateca estiver apetrechada, requisitar um ebook, se tiverem um kindle. Há bibliotecas escolares que já têm alguns kindles que poderão ser utilizados na biblioteca pelos alunos.
  • Passar numa livraria, já que vão entrar de férias de Páscoa, e comprar um novo livro com a semanada para ler e juntar à vossa biblioteca. 

 

A Professora GSouto

 

02.04.2017

 

 Licença Creative Commons

Dia Mundial do Teatro : vamos ao teatro ?

 

 

 

Dia Mundial do Teatro

Dom Quixote/ Varazim Teatro

Cine-Teatro Garrett/ Póvoa de Varzim

http://www.cm-pvarzim.pt/

 

"O teatro protege-nos, abriga-nos. Creio mesmo que o teatro nos ama, tanto como o amamos a ele".

 

Isabelle Huppert,  mensagem 2017

 

Amanhã, dia 27 Março celebra-se em todo o mundo o Dia Mundial do Teatro. Todos os anos, desde 1961, no dia 27de Março celebra-se o Dia Mundial do Teatro. Trata-se de uma iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), através do IITI Instituto Internacional de Teatro.

 

Saber +

 

O Dia Mundial do Teatro foi criado em 1961 pelo ITI Instituto Internacional de Teatro. É comemorado anualmente em 27 de Março pelos Centros de ITI e da comunidade internacional de teatro.

 

Vários eventos nacionais e internacionais de teatro são organizados para marcar esta ocasião.

 

Um dos mais importantes é a difusão da mensagem do Dia Mundial do Teatro. O ITI convida todos os anos, uma figura conceituada a nivel mundial ligada à arte do teatro para partilhar as suas reflexões e pensamentos sobre o tema do teatro e da cultura paz.

 

 

 

jean Cocteau

créditos:

http://www.larousse.fr/

 

A primeira mensagem do Dia Mundial do Teatro foi escrita por Jean Cocteau em 1962.

 

Este ano, a actriz convidada para partilhar a mensagem do Dia Mundial do Teatro é Isabelle Huppert, actriz francesa que esteve nomeada para Melhor Actriz Principal nos Oscars 2017.

 

 

 

Isabelle Huppert

créditos Reinaldo Rodrigues/ Global Imagens, 2011

http://www.dn.pt/

 

O Dia Mundial do Teatro, que se celebra amanhã, dia 27 de Março vai contar com dezenas de iniciativas pelo país, entre as quais, peças de teatro e exposições.

 

As celebrações começaram hoje com uma homenagem no Teatro Maria Vitória à actriz Eunice Muñoz, que este ano completa 75 anos de carreira, com a entrega da Máscara de Ouro.

 

 

 

 Eunice Muñoz

créditos: Manuel de Almeida/ Lusa

http://observador.pt/

 

Em Portugal, celebra-se com iniciativas gratuitas ou a preços reduzidos. Não podemos esquecer Almeida Garrett, introdutor do teatro em Portugal. 

 

Desenvolveu uma acção notável, dirigindo a Inspeção Geral dos Teatros e o Conservatório de Arte Dramática. Interveio ainda no projecto do futuro Teatro Nacional de D. Maria II.

 

Escreveu ao longo dos anos que se seguiram um repertório dramático nacional excelente: Um Auto de Gil Vicente (1838), Dona Filipa de Vilhena (1840), O Alfageme de Santarém (1842), Frei Luís de Sousa (1843). 

 

 

 

Frei Luís de Sousa/ Almeida Garrett

http://wiki.ued.ipleiria.pt/

 

No Porto, a partir das 10:00 horas, o Teatro Nacional São João (TNSJ) e o Mosteiro de São Bento da Vitória (MSBV) promovem três visitas guiadas à exposição “Noites Brancas”, “uma travessia por territórios cénicos que fazem a memória do teatro”.

 

Entrada gratuita

 

 

Dia Mundial do Teatro

 Teatro São João/ Porto

http://www.tnsj.pt/

 

Também pela manhã, no foyer do TNSJ e no átrio do Mosteiro, haverá uma Feira do Livro de Teatro, que decorrerá até sexta-feira, 31 de Março, e na qual estarão disponíveis títulos editados e coeditados pelo TNSJ, nos últimos anos.

 

 

dia-teatro-castellucci.jpg

 

Ciclo de Romeo Castellucci/ TNSJ

http://www.tnsj.pt/

 

O ciclo de Romeo Castellucci termina terça-feira, dia 28 de março, com duas iniciativas que terão lugar no MSBV, no Porto: o encenador italiano vai dirigir uma masterclass, às 15:00, e haverá ainda a apresentação de “Júlio César – Peças Soltas”, uma intervenção dramática sobre William Shakespeare, integrada no BoCa — Biennial of Contemporary Art’s, com récitas às 17:00h e às 21:00h.

 

 

 

Teatro Dona Maria/ Ensaio para uma cartografia

créditos: Teatro Nacional Dona Maria

http://www.teatro-dmaria.pt/

 

O Teatro Nacional D.Maria II, em Lisboa, terá actividades ao longo de todo o dia, de entrada livre, que incluem uma visita guiada à exposição “Teatro em Cartaz: A coleção de D.Maria II”, às 14h, com curadoria de Lizá Ramalho e Artur Rebelo.

 

Às 16h e às 19h, haverá a apresentação da “ação teatral” de curta duração “Ethica. Natura e origine della mente”, do encenador e artista plástico italiano Romeo Castellucci.

 

Às 20:00, após a última apresentação desta acção,o público terá a possibilidade de participar numa conversa com Romeo Castellucci, moderada pelo poeta José Tolentino Mendonça.

 

À noite, "uma série de narrativas são oferecidas ao público em diferentes locais do Teatro" Nacional, com o espectáculo Tiranossauro Rex-Procedimento básico de memorização e esquecimento", do brasileiros Alex Cassal.

 

Às 21:30, apresenta-se Ensaio para uma cartografia, criação da encenadora e atriz Mónica Calle.

 

Actividades:

 

  • Representações de peças de teatro;
  • Escrita criativa sob modelo Texto Dramático: criar pequenas peças de teatro;
  • Porta aberta ao Teatro : biblioteca da escola;
  • Encontros com actores convidados;
  • Um flashmob em dia apropriado num local público perto da escola.
  • Ida ao teatro com os alunos

 

A Professora GSouto

 

26.03.2017

 

Licença Creative Commons

 

Monstrinha 2017 : festival de animação para escolas & famílias

 

 

Monstrinha2017a.jpg

 

Monstrinha 2017

ilustração: Rosana Urbes

http://www.monstrafestival.com/

 

Este ano, a MONSTRINHA completa 16 edições! 

Ao longo destes 17 anos, cerca de 500 mil crianças, jovens e famílias vieram à MONSTRINHAe contactaram com o mundo mágico do cinema de animação.

 

Em 2017 a Monstrinha quer continuar o trabalho de disseminação do cinema de animação junto do público infantil e juvenil, criando ou aumentado o hábito de ver cinema de animação alternativo à televisão e cinema comercial.

 

 

 

Monstrinha 2017

http://www.monstrafestival.com/

 

Saber +

 

Para além de sessões de cinema, a MONSTRINHA leva às escolas workshops para crianças, jovens e professores e organiza ateliers para pais e filhos, de forma a que todos possam aprender as bases da arte de bem animar.

 

A Ilustração para  MONSTRINHA desta edição foi pensada e desenhada pela realizadora brasileira Rosana Urbes.

 

A programação da MONSTRINHA 2017, para escolas, Pais e Filhos, que se realiza entre 16 e 26 de Março foi divulgada.

 

 

Monstrinha 2017

http://www.monstrafestival.com/

 

Programa divide-se:

 

 

A programação é extensa. Consultar por nível etário.

 

  • Pais e Filhos: São vários os filmes animados. A ver aqui

 

 

Monstrinha 2017

http://www.monstrafestival.com/

 

 Inscrições:


Inscreva a sua turma, para assistir ao melhor de cinema de animação a não perder, antes que esgote!

 

Para inscrever a sua escola ou turma use este link

 

 

 

Ma vie de Courgette
Claude Barras
http://www.allocine.fr/

 

 

O filme suíço Ma Vie de Courgette (My Life as a Zucchini), de Claude Barras, é uma co-produção franco-suissa. E é um dos grandes destaques da edição deste ano.

 

Ma vie de courgette está na programação para Pais e Filhos. No entanto, aconselho-o vivamente a professores e alunos.

 

Nível etário: + 10 anos.

 

Ciclos: 2º ciclo; 3º ciclo.

 

 

 

 

Sinopse: 

 

Courgette é uma alcunha intrigante para um rapaz de 9 anos. Contudo a sua história única é surpreendentemente universal. Depois da morte súbita da sua mãe, Courgette torna-se amigo de um amável polícia, Raymond, que o acompanha para a sua nova casa adotiva, cheia de outros meninos órfãos da sua idade. Courgette luta no início para encontrar o seu lugar neste ambiente estranho, e às vezes hostil. Mas com a ajuda de Raymond e os seus novos amigos, Courgette aprende a confiar, encontrar o verdadeiro amor e uma nova família só para si.

 

 

 

Ma vie de courgette

Claude Barras, 2016

http://www.monstrafestival.com/

 

O filme animado foi nomeado para os Oscars 2017, na categoria de Melhor Filme de Animação. Já tm muitos outros prémios. E continua em digressão de festivais.

 

O filme A Minha Vida de Courgette", de Claude Barras, venceu o Grande Prémio Monstra, bem como o Prémio do Público

 

A cerimónia de anúncio e entrega dos prémios do Festival aconteceu sábado, dia 25 Março, à noite em Lisboa, com o realizador suíço a ser distinguido com o prémio máximo "pela sensibilidade e capacidade de expressar o espírito das crianças, através de um trabalho de uma animação subtil". 

 

Os filmes vencedores podem ser vistos domingo, dia 26 Março, no Cinema São Jorge e na segunda-feira, 27 Março, apenas as curtas premiadas no Cinema Ideal.

 

 

 

Molly Monster/ Molly, a Monstrinha

Ted Sieger, 2016

http://www.monstrafestival.com/

 

Vai estar em Competição Internacional de Longas-Metragens, juntamente com Molly Monster, filme realizado por Ted Sieger, uma coprodução Suiço-alemã-sueca.

 

Sinopse:

 

A Monstrinha Molly está a viver algo novo. Ela deixou de ser o centro das atenções na sua família. O foco é agora o ovo, que a mamã entregou ao papá para chocar. Os pais de Molly deixaram completamente de ter tempo para ela. Na Monstrolândia os pais levam os ovos para a ilha para poderem chocá-los. Molly, contudo, deve ficar em casa sob os cuidados do seu tio. Além do mais, Molly tricotou um belo chapéu para o novo bebé monstro e agora os seus pais esqueceram-se dele em casa. Molly parte para uma longa e difícil viagem até à ilha dos ovos.

 

 

 

 

Estes dois filmes de animação são estreias absolutas no nosso país!

 

No ano em que a Itália é o país homenageado, para Pais e Filhos a MONSTRA organiza seis programas distintos durante os fins-de-semana do Festival:

 

  • Retrospetiva de filmes italianos;
  • Filmes da escola italiana Csc Animazione;
  • Curtas 8 ½;
  • Competição de curtas; duas longas-metragens;
  • Baby Monstra!

 

Uma das novidades deste ano é o Cabify Baby, que resulta de uma parceria com a Cabify e permite que os pais usem este serviço com um desconto de 10% para se deslocarem com os seus filhos de forma segura ao Cinema São Jorge.

 

Para as Escolas, a MONSTRINHA apresenta três programas, com filmes produzidos, na sua grande maioria, em 2016, premiados em vários festivais, e alguns com estreia nacional na MONSTRA.

 

Ainda é possível inscrever a sua escola aqui.

 

 

 

Monstrinha 2017

ilustração: Rosana Urbes

http://www.monstrafestival.com/

 

 

Informações úteis:

 

Bilhetes: 4€

 

Bilhetes com desconto: 3.5€ (estudantes; + 65 anos e desempregados)

 

Sessões Monstrinha para escolas: 1€

 

Sessões Pais e Filhos: adultos 4€, crianças 1€ (até um máximo de 3 crianças acompanhadas por cada adulto)

 

Baby Monstra: entrada livre

 

Voucher 5 bilhetes: 15€ – à venda na loja MONSTRA (apenas podem ser usados no Cinema São Jorge e Cinema City Alvalade)

 

Bilhetes Cinemateca:

 

Geral: 3.20€

 

Amigos da Cinemateca, Estudantes de cinema, Desempregados: 1.35€

 

Estudantes, Cartão Jovem, + 65 anos, Reformados: 2.15€


Reservas: Sessão “Monstrinha”: apoio@monstrafestival.com


A bilheteira abre 30 minutos antes de cada sessão.

 

 

 

Monstra 2017

Festival de Cinema de Animação

http://www.monstrafestival.com/

 

A MONSTRA e a MONSTRINHA tornaram-se um motivador espaço de criação e aprendizagem para muitas crianças, jovens, adultos, profissionais, professores e familias.

 

Não percam! Desfrutem deste programa diversificado, enriquecedor para todos. As experiências pedagógicas serão uma mais valia para os currículos escolares.

 

 

A Professora GSouto

 

15.03.2017

 

Actualizado 25.03.2017

 

Licença Creative Commons

 

 

Nos Olhos de Uma Tartaruga : ler para uma educação ambiental

 

 

Nos Olhos de uma Tartaruga

Pedro Gaia

ilustrações: Isabel Gaia

https://www.chiadoeditora.com/

 

O SEA LIFE Porto vai receber a apresentação do livro “Nos Olhos de Uma Tartaruga”. Um conto infantil de Pedro Gaia protagonizado por uma tartaruga. O livro incentiva à conservação e respeito pelos oceanos.

 

As tartarugas fazem as delícias dos visitantes do SEA LIFE Porto. No dia 12 de Março, às tartarugas-verdes Mariza e Yellow, que habitam o aquário portuense, junta-se Maria, a personagem principal do livro infantil “Nos Olhos de Uma Tartaruga”, de Pedro Gaia.

 

O autor do livro, que tem como protagonista uma tartaruga, escolheu como palco para a sua apresentação o SEA LIFE Porto.

 

Lado a lado com as tartarugas que habitam o aquário, Maria, a tartaruga do livro infantil ganha vida nas palavras do seu autor.

 

Na apresentação, a ficção e realidade vão interagir alertando para a educação ambiental.

 

 

 

Nos Olhos de uma Tartaruga

Pedro Gaia

ilustrações: Isabel Gaia

https://www.chiadoeditora.com/

 

"Para minha filha Maria

 

Queres uma história do livro ou da cabeça? 

 

História da cabeça, papá.

 

É assim que tudo começa. Um pedido de uma história inventada a um pai amante da natureza. É um pedido repetido todas as noites em que adormeço a minha filha, que originou este e muitos outros contos."

 

 

Saber +

 

“Nos Olhos de Uma Tartaruga” vai ser apresentado dia 12 de Março, pelas 15:15 horas,  na baia das Raias, com umasessão de leitura de excertos do conto infantil.

 

 Prefácio:

 

Muitas vezes desvalorizada, a educação ambiental à geração mais nova é um factor chave na preservação das espécies e dos seus habitats. Podem-se exercer todos os esforços para preservar de forma directa uma espécie, mas se não se tem o apoio da comunidade, é provável que esses esforços sejam em vão, e o futuro de qualquer comunidade são as crianças.

 

As comunidades locais e especialmente os mais novos representam a esperança. As gerações mais novas não apenas influenciam os adultos com quem se relacionam, como elas mesmas serão adultos um dia, e tomarão decisões que podem ir a favor, ou contra a preservação das espécies.

 

Que enriqueçamos a consciência ambiental nos nossos filhos para que tenham mais sucesso que nós na preservação dos ecossistemas do nosso planeta.

Enquanto Pai, sinto sobre mim a responsabilidade de educar a minha filha para ter consciência ambiental. Para respeitar todas as espécies que fazem parte do nosso ecossistema e por perceber que cada espécie tem parte integrante no equilíbrio do nosso ecossistema.

 

Foi por isso que as histórias de embalar tenderam sempre para a personificação de uma espécie em particular e dos desafios que esta encontra. Foi assim que nasceu a história da Tartaruga Maria. O primeiro de muitos contos.

 

 

 

Nos Olhos de uma Tartaruga

Pedro Gaia

ilustrações: Isabel Gaia

https://www.chiadoeditora.com/

 

 

Ir + longe:

 

Nos Olhos da Tartaruga é o primeiro livro de Pedro Gaia, com ilustrações de Isabel Gaia, mulher do autor.

 

Um conto criado em família, resultado da adoração pela natureza e vida selvagem e que é agora materializado num livro infantil com carácter educativo.

 

A apresentação do livro da Chiado Editora vai ter lugar antes da alimentação das raias, um momento diário de muita animação no SEA LIFE Porto.

 

Livro está disponível em versão impressa e e-book.

 

Actividade:

 

  • Pais : assistir com os filhos à apresentação e sessão de leitura do livro.
  • Educadores: leitura em sala de aula do livro.

 

A Professora GSouto

 

09.03.2017

 

Licença Creative Commons