Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Pausa Férias : Ciclo Cinema Animação no Museu do Oriente

 

 

museu-oriente2.png

 

Arquitectos do Imaginário III

https://www.facebook.com/museudooriente/

 

O Museu do Oriente inicia já no próximo domingo, dia 6 Agosto 2016, a 3ª edição do ciclo dedicado às animações de Studio Ghibli.

 

Arquitectos do Imaginário é o título deste ciclo que reúne quatro filmes: Música do Vale do Vento, de Hayao Miyazaki, Contos de Terramar, de Goro Miyazaki, O Castelo Andante, de Hayao Miyazaki e O Mundo Secreto de Arrietty, de Hiromasa Yonebayashi.

 

O ciclo de exibição de filmes de animação japonesa dos estúdios Ghibli vai decorrer no Museu do Oriente, em Lisboa, aos domingos, entre 6 e 27 de Agosto, 18:00 horas, com entrada gratuita. Não esqueça! O primeiro é já este domingo.

 

 

Ciclo Arquitectos do Imaginário

Museu do Oriente

Studio Ghibli

http://www.museudooriente.pt/

 

Saber +

 

Fundado em 1985 pelos criadores japoneses Hayao Miyazaki - Kiki, la Petite Sorcière - Isao Takahata - O Conto da Princesa Kaguya - Toshio Suzuki - La Tortue Rouge - e Yasuyoshi Tokuma - Souvenirs de Marnie - o Studio Ghibli tem vindo a criar filmes de animação com universos de fantasia poética, detalhes e imagética que combinam realidade e imaginação.

 

O 3º ciclo de exibição de filmes de animação japonesa dos estúdios Ghibli vai decorrer no Museu do Oriente, em Lisboa, com entrada gratuita. Não esqueça! O primeiro filme é já este domingo, dia 6 Agosto.

 

museu-oriente-anim1.jpg

 

Música do Vale do Vento

Hayao Miyaaki, 1984

http://www.museudooriente.pt/

 

Música do Vale do Vento ([984) foi a primeira longa mentragem independente de Hayao Miyaaki.

 

Sinopsis:

 

Após mil anos de uma guerra mundial catastrófica, o Vale do Vento é um últimos refúgios onde sobrevivem os seres humanos. É aqui que a princesa e grande guerreira Nausicaä vai travar uma batalha contra a destruição que ameaça não apenas o seu reino mas o futuro da humanidade. 

Após mil anos de uma guerra mundial catastrófica, a humanidade sobrevive em pequenos reinos à beira de uma terra estéril, contaminada com gases tóxicos e insetos mutantes gigantes.

 

O Vale do Vento é um reino minúsculo, rodeado de reinos mais poderosos e hostis. Nausicaä é a princesa do Vale do Vento, a única filha do rei e uma grande guerreira. Ela sente uma misteriosa afinidade com a natureza e procura encontrar um sentido para aquele lugar contaminado, negando-se a ver como inimigos os insectos, sobretudo os Ohms, artrópodes gigantescos e temíveis.

 

Mas a paz é quebrada quando o reino vizinho de Tolmekia, sob comando da princesa Kushana, invade o Vale do Vento, e Nausicaä se vê perante uma corrida contra o tempo para travar uma destruição maciça. 

 

Infos +

 

Quando? 6 Agosto 2017

Hora: 18:00 horas

Idade: M/ 6 anos

Entrada: Gratuita

 

museu-oriente-anim2.jpg

 

 Contos de Terra Mar

Goro Miyazaki, 2006

http://www.museudooriente.pt/

 

Sinopsis:

 

O equilíbrio do mundo está a entrar em colapso e uma série de acontecimentos bizarros - como o aparecimento de dragões no mundo oriental - levam Sparrowhawk, um poderoso feiticeiro, a procurar a sua origem. No caminho encontra Arren, um misterioso príncipe e juntos atravessam vastas ruínas, montanhas, vales e quintas abandonadas, até chegarem a Hort Town, uma cidade devastada.


Sparrowhawk e Arren procuram refúgio com Tenar, uma ex-sacerdotisa dos túmulos de Atuan. Com ela vive Therry, uma jovem órfã que gradualmente vai abrindo o seu coração ao jovem príncipe enquanto este trabalha nos campos, interagindo com a natureza e aprendendo como o universo depende de equilíbrio. Mas Arren continua assombrado pelo medo de uma Sombra que o persegue…

 

Infos +

 

Quando? 13 Agosto 2017

Hora: 18:00 horas

Idade: M/ 12 anos

Entrada: Gratuita

 

museu-oriente-anim3.jpg

 

O Castelo Andante

Hayao Miyazaki. 2004

http://www.museudooriente.pt/

 

Sinopse:

 

Sophie, uma típica adolescente de 18 anos, vê a sua vida virada do avesso quando se cruza acidentalmente com o misterioso e belo feiticeiro Howl e, subsequentemente, é transformada numa mulher de 90 anos pela vaidosa e perversa Bruxa do Nada.

 

Ao embarcar numa incrível odisseia para quebrar a maldição, ela encontra refúgio no castelo andante onde conhece Markl, o aprendiz de Howl, e um impetuoso demónio de fogo, com o nome de Calcifer. O amor e o apoio de Sophie vão ter um enorme impacto em Howl, que vai arriscar a sua vida para ajudar a trazer a paz ao reino.

 

Infos +

 

Quando? 20 Agosto 2017

Hora: 18:00 horas

Idade: M/ 6 anos

Entrada: Gratuita

 

museu-oriente-anim4.jpg

 

O Mundo Secreto de Arrietty

de Hiromasa Yonebayashi, 2010

http://www.museudooriente.pt/

 

 Sinopse:

 

Esta é a história de uma família de pessoas minúsculas. Por debaixo do chão de uma mansão nos arredores de Tóquio, vive a minúscula Arrietty, de 14 anos, com a sua também minúscula família. A casa é habitada por duas velhas senhoras que não fazem a mínima ideia da existência destas criaturas em miniatura.

 

Arrietty e a sua família vivem de “empréstimos”. Tudo o que têm pedem emprestado ou fazem a partir de coisas emprestadas. Bens essenciais como gás, água e alimentos. Mesas, cadeiras, utensílios de cozinha. E guloseimas – um cubo de açúcar aqui e ali. Mas só um pouco de cada vez, para as senhoras não notarem.


Um dia, Sho, de 12 anos, vem morar para a mansão, enquanto aguarda por tratamento médico na cidade. Os pais de Arrietty sempre a avisaram: “nunca deixes que os humanos te vejam”. Se tal acontecesse, as pequenas criaturas teriam de se mudar. Mas a aventureira Arrietty não lhes dá ouvidos e Sho descobre-a. Os dois começam a confiar um no outro e, em pouco tempo, a amizade começa a florescer...

 

Infos +

 

Quando? 27 Agosto 2017

Hora: 18:00 horas

Idade: M/ 6 anos

Entrada: Gratuita

 

Nota: Entrada gratuita mediante levantamento de bilhete no dia da respectiva sessão.

 

 

 

Ciclo Arquitectos do Imaginário

Museu do Oriente

Studio Ghibli

http://www.museudooriente.pt/

 

Quase todos os filmes criados nos Studio Ghibli foram dirigidos por Hayao Miyazaki e Isao Takahata, enquanto Toshio Suzuki, por sua vez, é o produtor da maioria destes filmes.

 

“A viagem de Chihiro” (2001), de Hayao Miyazaki, venceu o Óscar de Melhor Filme de Animação em 2003.

 

 

Spirited Away/ A Viagem de Chihiro

Hayao Miyazaki, 2001

Oscar 2003

http://www.imdb.com/

 

Os estúdios inauguraram ainda o Museu Ghibli, dedicado às obras destes autores de animação japonesa

 

Chegou a hora de fazer a pausa férias. E, como sempre, aqui deixo uma sugestão. Desta vez, quatro sugestões de filmes de animação que fazem o encanto de todos: miúdos, graúdos e famílias.

 

 Para todos um excelente descanso, muita diversão... com cultura!

 

Até Setembro!

 

A Professora GSouto

 

04.08.2017

 

Licença Creative Commons

Oficinas de São João para os mais novos na U.P.

 

 

up-sjoao.jpg

 

Oficinas de S. João

Universidade do Porto

https://sigarra.up.pt/reitoria/pt/

 

Aproxima-se a comemoração do São João no Porto. A Universidade do Porto celebra o São João, a maior festa da cidade, onde as ruas se enchem de “martelinhos” e alhos-porros.

 

Numa época festiva em que se vivem por todo o país as noites e os dias mais longos do ano com a comemoração dos Santos Populares, a Unidade de Cultura da Reitoria da Universidade do Porto apresenta um programa de oficinas especialmente dirigido aos mais novos, mas aberto a toda a família.

 

 

 

créditos: Jujusca crafts

http://www.google.pt/images

 

 

Saber +

 

Os participantes têm um total de seis oficinas onde podem aperfeiçoar as suas habilidades em actividades de expressão plástica e de dança.

 

Dirigidas a crianças e adolescentes entre os 3 e 12 anos, os mais novos podem divertir-se em conjunto com as suas famílias e criar a sua própria personagem de uma cascata sanjoanina ou um manjerico enlatado para o oferecer a alguém especial.

 

 

up-sjoao1.jpg

 

Oficinas de S. João

Universidade do Porto

https://sigarra.up.pt/reitoria/pt/

 

O programa inclui ainda um peddy-paper com o objectivo de descobrir as tradições de São João e, em conjunto com a família, decifrar enigmas, aceitar desafios e executar algumas tarefas, num sessão que promete muitas surpresas ao longo da tarde.

 

Entre as 17h30 e as 19h00, o Núcleo de Etnografia e Folclore da Universidade do Porto (NEFUP) junta-se à festa para ensinar a miúdos e graúdos alguns passos de danças tradicionais portuguesas.

 

Quando:

 

No dia 17 de Junho, entre as 15:00 e as 19:00 horas, decorrem as Oficinas de São João, dedicadas aos mais novos.

 

Onde: 

 

Reitoria da Universidade do Porto

 

 

up-sjoao4.jpg

 

Quadras populares

São João

http://www.pinterest.com

 

Informações +

 

Os interessados podem adquirir o Passaporte S. João até ao dia 16 de Junho, pelo preço de 7 euros por criança, ou no dia 17, por 8 euros.

 

Na venda antecipada os membros da U.Porto poderão usufruir de um desconto de 10%.

 

O acompanhamento por pelo menos um adulto é obrigatório e a participação do(s) adulto(s) é gratuita.

 

Inscrições:

 

As inscrições poderão ser efetuadas AQUI


Informações: cultura@reit.up.pt

 

As aulas estão mesmo a terminar. Nada melhor do que actividades de lazer para vossas férias! E para as famílas que assim podem preencher os tempos livres dos mais novos.

 

A Professora GSouto

 

14.06.2017

 

Licença Creative Commons

 

Lágrimas por Manchester : Como explicar ?

 

manchester2.jpg

 

 

"Estar de bem com a matemática é estar de bem com a vida. Respirar x vezes por hora é fundamental. Existe paz no rosto esculpido de Pitágoras. E a paz não se troca por nada porque inclui tudo o que é necessário."

 

José Luís Peixoto, Abraço

 

o mundo acordou de novo mais triste, hoje ! Manchester, no Reino Unido, foi ferido no coração, na noite de ontem, 22 Maio 2017. Na enorme sala de eventos da cidade, Manchester Arena, onde cerca de 21 000 crianças e adolescentes e seus familiares assistiam a um concerto da jovem pop star norte-americana Ariana Grande. No final do concerto, ouviu-se uma explosão que ocorreu no exterior da sala, já no foyer, onde muitos outros pais aguardavam as filhas e filhos.

 

 

ariana-grande6.jpg

 

Pray for Manchester

 

"Despedaçada. Do fundo do meu coração, sinto muito. Não tenho palavras"

 

Ariana Grande, Twitter

 

Mas, no site oficial da pop cantora, nem um curta alusão ao sucedido. Uma prece, palavras de apoio a todos os pais que perderam os filhos, às suas jovens fãs que continuam hospitalizadas? Algo está errado por parte da cantora.

 

No concerto de Ariana Grande estavam, na sua grande maioria, crianças e adolescentes. Infelizmente entre as muitas vítimas, há crianças e adolescentes abaixo dos 16 anos.

 

As duas primeiras vítimas identificadas são duas meninas, uma de oito anos e outra de 15 anos. Nas redes sociais, pais deixam a mensagem com a hashtag #missingmanchester num apelo desesperado para encontrar as filhas, os filhos.

 

 

 

Ariana Grande

@ManchesterArena

 

Testemunhas descreveram que Ariana se despedia do público e as luzes se acendiam no pavilhão, quando uma grande explosão provocou o pânico entre os presentes, que correram desnorteados tentado sair da enrome sala.

 

No entanto, pelo que ouvi nas redes sociais, a direcção do Arena esteve sempre a apoiar os presentes, apelando à calma de modo a não provocar mais vítimas, e confirmando que na sala tudo estava tranquilo. No site oficial do Manchester Arena podem ler-se todos os dias mensagens de condolências, de apoio às vitimas. A útima é:

 

"Always Remmber,

Never Forget

Forever Manchester."

 

O que não se passa no site da pop cantora Ariana Grande! Ariana! Há crianças mortas pelo facto de te amarem e quererem expressar a sua admiração ao estar presentes no teu concerto! 

 

 

Manchester está em todos os meios de comunicação social. Jornais, televisão, redes sociais, internet. Nas redes sociais, sucedem-se as mensagens de #PrayforManchester de todos os internautas. Cantores, artistas, jogadores de futebol, adolescentes, pais, público anónimo.

 

 

 

Manchester Arena

http://www.manchester-arena.com/

 

Perante os nossos olhos tristes, as imagens de ontem à noite, 22 de Maio, e hoje, 23 Maio, massacram os nossos corações. Crianças? Pais que para ver a alegria das filhas e filhas no concerto da sua cantora preferida, são apanhados na saída? 

 

Que humanidade é esta em que vivemos? É a pergunta que martela nosso pensamento.

 

Como é que pessoas que sentem como nós, são capazes de fazer algo tão terrível! Atingir crianças, adolescentes, pais, famílias?

 

 

manchester1.jpg

 

 

Homenagem em Manchester

http://i3.mirror.co.uk/

 

Continuamos sem entender. Não há motivos que levem a matar crianças e adolescentes, mesmo que o façam em nome de algo em que acreditam.

 

Professores, animadores extra-curriculares, pais, educadores em geral, sentem a dificuldade de falar com alunos, educandos sobre o trágico acontecimento que teve lugar ontem à noite, no final o concerto de Ariana Grande, em Manchester.

 

Hoje, amanhã, toda a semana, falaremos nas nossas aulas, em casa, mas sobretudo ouviremos. Sim, ouvir o que os alunos nos querem dizer, deixar que exprimam as emoções sobre o ataque no final do concerto de Ariana Grande, em Manchester.

 

É conveniente, de qualquer modo, preparar alguns recursos pedagógicos para dialogar com os alunos.

 

 

ariana-grande2.jpg

 

 

Ariana Grande, concerto Manchester Arena

 https://www.thesun.co.uk/

 

Que dizer aos alunos : 

 

Pelo facto do atentado ter ocorrido no final de um concerto de um dos ídolos pop das crianças e jovens, faz com que, provavelmente, as crianças e adolescentes se sintam mais identificados e estejam mais sensíveis às notícias, às imagens devastadoras. É também natural que as dúvidas e perguntas em torno deste terrífico acidente vindas da faixa etária a que pertencem, surjam com mais expressão: falar, contar, opinar

 

Os alunos mostrar-se-ão apreensivos, quererão contar o que viram, dar a sua versão, perante o que ouviram nos meios de comunicação social, nas redes sociais que frequentam. E também que ouviram em família.

 

 

 

 

“Neste momento, a questão da violência e do terrorismo estão na ordem do dia e devem ser discutidas. Não é possível abafar a informação e não parece que esconder informação seja a melhor abordagem”.

 

Filipa Silva, psicóloga clínica

 

 

Tributo em Bolton, UK

http://www.theboltonnews.co.uk/

 

Algumas considerações para reflectir:

 

Como encontrar as palavras adequadas para cada nível etário?  Sim, vai ser necessário falar. Mas essencialmente ouvir os alunos. E responder, deixando passar a mensagem que nem sempre temos resposta para as suas perguntas. É importante dar esse lado humano.

 

  • Se estiver em aula, solicitar aos alunos um minuto de silêncio, depois de lhes ter explicado a simbólica do gesto que poderá ser universal.
  • Ouvir o que os alunos entenderam, partindo das notícias ou comentários, imagens reais ou posters. Rectificar o que não compreenderam bem. E depois responder às dúvidas, interrogações, alguma angústia. Informações fundamentadas, ou a vossa maneira pessoal de como viveram estes dois dias.
  • Passar alguns das imagens #PrayforManchester que se vão difundindo nas redes sociais. Deixar que os alunos exprimam o que entendem de cada imagem.
  • Ligar ao atentado de Charlie Hebdo e solicitar aos alunos que se exprimam sobre valores: tolerência, respeito pela vida humana, e pela identidade cultural de cada um.
  • Fazer passar a compreensão das ideias e opiniões dos outros, fomentar o diálogo, ajudar a desenvolver o sentido crítico, a condenação de todo o tipo de intolerância, valorizar valores como solidariedade e respeito pela diferença.

 

Bem conscientes das suas responsabilidades, mais fragilizados, também, os professores apresentar-se-ão diante dos seus alunos, nas salas de aulas previamente preparados para estabelecer o diálogo.


Lembremos que todos temos alunos de várias religiões, diferentes 
etnias, nas nossas salas de aula.Todos são amigos, e se respeitam nas suas diferenças.

 

Todos nos respeitamos nas nossas diferenças, e preservamos a essência humana.

 

O mundo está mais triste. Estamos todos, hoje, menos livres, mais inseguros. Mas juntemos as nossa voz a #PrayforManchester.

 

A Professora GSouto

 

23.05.2017

 

 Licença Creative Commons

 

Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza

 

dia-erradicacacao-pobreza.jpg

 

Dia Mundial para Erradicação da Pobreza

http://www.un.org/

 

Hoje, Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza, o mundo une-se para lutar pelas pessoas que vivem na extrema pobreza defendendo assim os direitos humanos. 

 

A erradicação da pobreza e da fome é um dos oito objectivos de desenvolvimento do milénio, definidos no ano de 2000 por 193 países membros das Nações Unidas e várias organizações internacionais.

 

Saber +

 

História:

 

No dia 17 de outubro de 1987, Joseph Wresinski convidou cem mil pessoas vindas de todos os horizontes para que se reunissem para celebrar o primeiro Dia Mundial para a Erradicação da Miséria na Praça dos Direitos Humanos e da Liberdade, no lugar onde fora assinada em 1948 a Declaração Universal dos Direitos Humanos, em Paris.

 

Em 1992, a Assembleia Geral das Nações Unidas declarou o dia 17 de Outubro como sendo o “Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza”.

 

pobreza-eu2014.jpg

 

https://www.facebook.com/EuropeanCommission/

 

Vivemos hoje num mundo onde hoje, mais de dois milhões de pessoas (uma em sete) passam fome e duzentos milhões sobrevivem sem emprego.

 

Desde então, numerosos países, autarquias e municípios, membros da sociedade civil e do sector privado têm reconhecido a importância desse Dia, a tal ponto que actualmente o dia 17 de Outubro é considerado como um ponto de encontro essencial para um número sempre crescente de cidadãos de todas as origens e de organizações de todo o tipo que se mobilizam para contribuir para a erradicação da grande pobreza.

 

pobreza-2014d.jpg

 https://criancasatortoeadireitos.files.wordpress.com/

 

Em Portugal, a pobreza e exclusão social aumentaram drasticamente. O número de pobres e de pessoas que passam fome tem vindo a aumentar, em resultado da crise.

 

As instituições de apoio e caridade social têm registado um aumento significativo do número de pedidos de apoio por parte das famílias portuguesas.

 

Segundo dados revelados pela Rede Europeia Anti-Pobreza, 18% dos portugueses vivem em condições de pobreza

 

As crianças são as mais afectadas pelo aumento da pobreza ou exclusão social. Dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgados ontem, 16 Outubro, Dia Mundial da Alimentação, mostram que a intensidade da pobreza para este grupo da população aumentou. 


Os resultados definitivos do Inquérito às Condições de Vida e Rendimento realizado em 2013, sobre rendimentos de 2012, referem que as crianças portuguesas apresentam, desde 2010, riscos de pobreza ou exclusão social superiores aos da população em geral.

 

 

foto: DR

http://mediaserver2.rr.pt/


Segundo os dados desta quinta-feira, divulgados por ocasião da comemoração do Dia Internacional da Erradicação da Pobreza (17 de Outubro), as crianças foram as mais afectadas pelo aumento da pobreza ou exclusão social (mais 3,8 pontos percentuais entre 2012 e 2013).

 

Mais de um quarto da população residente em Portugal encontrava-se em privação material em 2013, uma situação que se agrava na população infantil (29,2%).

Considera-se privação material quando "um agregado não tem acesso a pelo menos três itens de uma lista de nove relacionados com necessidades económicas e bens duráveis." 


Não podemos ficar indiferentes a este dia, que representa uma excelente oportunidade para informar e sensibilizar crianças, jovens e adultos para a dura realidade da pobreza extrema e para a necessidade urgente de actuar no sentido da erradicação deste flagelo que se estende a muitos países da Europa. 

 http://saudeambiental.net/

 

Actividades:

  • Solicitar aos alunos que organizem actividades individuais ou em grupo para apoiar a luta contra a pobreza;
  • Desperdício alimentar : alertar para as acções que os alunos podem levar a cabo em família para evitar o desperdício alimentar;
  • Redigir em grupo/turma um "Manifesto contra a Pobreza" a publicar no site da escola, na conta-turma no Facebook, Twitter, Google+
  • Nas aulas, observar um "um minuto de silêncio";
  • Durante os intervalos, organizar um "um cordão humano" transdisciplinar;
  • Aula no exterior para distribuição de birinquedos, roupas, alimentos previamente recolhidos em casa, com apoio dos pais;

 

Está a decorrer a Semana Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social 2014, de 11 e 19 de Outubro!

 

Desde 2010, têm sido milhares as entidades públicas e privadas que se associam a esta data, mostrando o que de bom se faz do ponto de vista social por todo o país.

 

Acreditamos que pequenos gestos e acções podem transformar-se em grandes concretizações. Vamos então mostrar que não somos indiferentes e exigimos mudança ...

 

Afinal, somos a primeira geração com os meios para poder acabar com a pobreza e a desigualdade! 

 

A Professora GSouto

 

17.10.2014

Licença Creative Commons

 

Filipinas: desolação total

 

 

 

 

Destruição nas Filipinas | Tufão Haiyan

foto: autor não identificado

 www.google.com/images

 

A catástrofe que se abateu sobre as Filipinas e que está em risco de se repetir nos próximos dias, segundo as previsões meteorológicas, deixaram-nos profundamente comovidos e sem palavras para descrever o sofrimento dos Filipinos.

 

O mortífero tufão Haiyan, agora denominado Yolanda, devastou todo o centro do arquipélago durante a noite de sexta-feira, dia 8 Novembro 2013, e uma grande parte do dia de sábado, 9 Novembro.

 

A ilha de Leyte foi a mais atingida. Só na capital provincial de Tlacoban há a registar 10 mil mortos1). E falta chegar às populações isoladas.

 

O secretário-geral da ONU Ban Ki-Moon instou à solidariedade e são vários os países e organismos internacionais que já anunciaram o envio de donativos e equipas de emergência para as Filipinas. O Papa Francisco doou cerca de 112 mil euros. 


"Para além da ajuda humanitária, a UE está já a enviar recursos para  a reabilitação e reconstrução possíveis", disse o comissário europeu para  o Desenvolvimento, Andris Pielbags, que viajou para as Filipinas. 

 

As Filipinas decretaram hoje o estado de calamidade perante confusão instalado com o rasto de destruição deixado pelo supertufão Haiyan. A comunidade internacional já está mobilizada na ajuda humanitária, mas uma nova tempestade ameaça agora complicar ainda mais os esforços de socorro.

 


Filipinas

foto: Romeo Ranoco | REUTERS

http://expresso.sapo.pt/


É que uma nova calamidade está prevista para hoje, terça-feira, à noite, 
Novembro 12. O ciclone Zoraida deverá atingir o sul das Filipinas e fustigar zonas já devastadas pelo tufão Haiyan. Previsões de mais inundações compromete a ajuda humanitária, quando continua a haver um número indeterminado de desaparecidos.

 

Os Serviços Atmosféricos, Geofísicos e Astronómicos das Filipinas alertam para chuvas moderadas a fortes, que podem causar inundações e deslizamentos de terras. A depressão tropical que se encontra a pouco mais de 600 quilómetros da cidade de Hinataun, com ventos de 55 quilómetros por hora, segue a mesma trajetória no mar que o Haiyan, embora com menos força, mas poderá intensificar-se antes da sua chegada a terra. 



Criança Filipina

foto: Bullit Marquez | AP

www.google.com/images

  

Entretanto o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) indicou, em comunicado no dia 10 Novembro, que está a acelerar o envio de provisões de urgência para as zonas mais  afectadas pelo furacão 

 

Contudo, "chegar às zonas mais afectadas é muito difícil" porque "os  acessos estão limitados por causa da destruição causada pelo tufão nas infraestruturas  e comunicações".

 

Tomoo Hozumi, chefe da delegação da Unicef das Filipinas

 

A Unicef adiantou que providenciou alimentos para crianças, bem como  água e material higiénico-sanitário para três mil famílias, que serão distribuídos,  assim que os acessos o permitirem, na zona de Tacloban, capital devastada  da província de Leyte. 

 

Alimentos terapêuticos, kits de saúde, kits de água e higiene para apoiar cerca de 3.000 famílias nas zonas afectadas foram já mobilizados a partir dos stocks existentes no país, começou a ser enviado,  por avião, a partir de Copenhaga, na Dinamarca, com distribuição prioritária na zona de Tacloban, assim que o acesso seja possível.

 

Material que inclui sabão, pastilhas purificantes  de água, suplementos nutritivos, mantas e medicamentos, começou a ser enviado,  por avião, a partir de Copenhaga, na Dinamarca. 

 

Guardado num armazém da Unicef, o material permitirá ajudar mais dez  mil famílias, nomeadamente os afetados por um recente terramoto na zona  de Bohol.  

 

 

Crianças Filipinas

foto: Romeo Ranoco | REUTERS

www.google.com/images

 

Segundo as últimas estimativas, cerca de 4 milhões de crianças terão sido afectadas pela catástrofe provocada pelo tufão Haiyan.

 

"À medida que vamos tendo uma imagem mais nítida do impacto desta crise devastadora, não restam dúvidas de que o número de crianças afectadas é superior ao que se pensava inicialmente,” disse ainda Tomoo Hozumi. “A UNICEF está a fazer tudo o que é possível para chegar a estas crianças o mais rapidamente possível com bens essenciais, para proteger a sua saúde, segurança e bem-estar nos dias difíceis que têm pela frente.”

 

A Unicef alertou ainda para o aumento dos riscos de as crianças caírem  em redes de tráfico de menores, lembrando que os mais pequenos necessitam  de "espaços seguros e protegidos para brincar e retomar os seus estudos".

 

Visitem o site da Unicef e vejam se podem auxiliar em algumas das campanhas que este organismo da Nações Unidas está a desenvolver.

 

Todos juntos, poderemos fazer mais.

 

A Professora GSouto

 

12.11.2013

 

{#emotions_dlg.meeting}

 

1) O número de vítimas mortais foi actualizado nas últimas horas pelo presidente filipino. Benigno Aquino declarou à CNN que o número de mortos  deverá situar-se 2 000 et 2 500, contrariamente  aos 10 000 anunciados até hoje.

 

Actualização: 13.11.2013

 

 Licença Creative Commons

Dia de Reis

 

 

dia_reis_es_jose_luis_roca_afp_6_01_06.jpg

 

Las Cabalgadas, Epanha

Foto: Jose Luis Roca |AFP

http://news.yahoo.com/images

  

Preservar os valores de identidade nacional ou local fazem com que a cultura de cada país saia mais enriquecida num Mundo onde a globalização é inevitável.

 

A partilha de costumes, tradições e valores deu origem ao actual conceito de Cidadania.

 

Espanha é um dos países que se orgulha de manter a tradição de Reis que difere bastante da maioria dos restantes países ocidentais.

 

Assim, o dia grande para as crianças é dia 6 de Janeiro,  Dia de Reis, dia da distribuição de presentes. As crianças espanhoas vêem os seus desejos cumpridos. E os seus olhos brilham de um mundo encantador, dado que a maioria vê os seus desejos realizados.

 

Em muitas cidades desfilam as Cavalgadas e os famosos três Reis Magos, personagens vestidas a rigor, espalham alegria e boa disposição.

 

Algumas boquitas bem gulosas ficam mais doces com os rebuçados e bombons lançados das mãos dos três Reis Magos: Gaspar, Baltasar e Melchior.

 

É um espectáculo deslumbrante para as crianças que saem à rua e tomam parte desta iniciativa de tradição secular.

 

 A Professora GSouto

 

6.02.2006

 

Licença Creative Commons