Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Curiosidades da Ciência : O segundo intercalar

 

 

segundo-intercalar3.jpg

 

http://astronomynow.com/

 

Verdade. esta terça-feira dormimos mais um segundo. Deste modo, o mês de Julho 2015 chega mais tarde. Isto porque o último minuto de Junho tem mais um segundo, ou seja, terá 61 segundos e não 60. Bem, para alguns países acontece só no dia 1 de Julho, mas será ao mesmo tempo em todo o mundo.

 

Lagoa do Caldeirão

Açores, Portugal

http://upload.wikimedia.org/

 

Em Portugal, o segundo a mais, chega aos Açores na terça-feira, passando a sequência horária a ser 23:59:59, 23:59:60 e 00:00:00, em vez da tradicional sequência 23:59:5900:00:00.

 

porto-armandotavares.jpg

 

Porto, Portugal

créditos : Armando Tavares

https://www.facebook.com/cidadedoporto/

 

No continente e na Madeira, o "salto" dá-se na quarta-feira, com a sequência horária a marcar 00:59:59, 00:59:60 e 01:00:00, em vez de 00:59:59 e 01:00:00.

 

Esta correcção, a 26.ª desde 1972, serve para ajustar a hora atómica, dada com precisão por uma rede mundial de relógios atómicos (de átomos de césio e rubídio), à hora solar do planeta, dada pela rotação da Terra, cuja velocidade abranda a um ritmo irregular, por influência da força gravítica da Lua e do Sol. É a rotação da Terra que define a duração dos dias e das noites.

 

Sem a correcção, daqui a cerca de 800 anos quando fosse uma da tarde, o sol estaria no seu ponto mais alto, em vez de ser ao meio dia como é habitual.

 

segundo-intercalar2.jpg

 

 http://img.gfx.no/

 

Este acontecimento 'bizarro'  chama-se "o segundo intercalar". Permite fazer coincidir o tempo universal com as rotações por vezes irregulares do planeta Terra. Uma alteração calculada para compensar a rotação da Terra.  É a rotação da Terra que define a duração dos dias e das noites

 

"A rotação da Terra tem uma desaceleração paulatina, e os segundos intercalares são uma maneira de compensar isto" 

Daniel MacMillan, director da Nasa

 

O primeiro "segundo intercalar" foi adicionado em 1972. Com o segundo 'extra', a ciência tenta reconciliar duas escalas de tempo, a medição do Tempo Universal (TU), baseada na rotação da Terra e na sua posição relativamente aos outros astros, e a do Tempo Atómico Internacional (TAI), definido desde 1971 por um sistema de relógios atómicos.

 

segundo-intercalar.jpg

 créditos : Fabrice Coffrinni/AFP/Getty Images

http://img.obsnocookie.com/

 

 

O segundo intercalar ?

 

Em 1958, o segundo foi definido como 1/86.400 de um dia. “Foi baseado na rotação média do planeta Terra em 1820, usando dados de alta precisão”, disse ao Observador Rui Agostinho, director do Observatório Astronómico, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

 

Mas a Terra tem vindo a desacelerar a rotação (em torno de si própria), portanto um segundo baseado num dia de 1820, já não tem correspondência com um segundo baseado num dia de 2015. Os dias estão mais longos... ligeiramente.

 

Para resolver este problema dos dias variáveis, em 1967 redefiniu-se o segundo, com base na transição energética de um átomo de césio a zero graus Kelvin. Este segundo e os relógios atómicos que o medem são tão precisos que nunca sofrem alterações, ao contrário da oscilação na duração dos dias na Terra.

 

O objectivo do “segundo intercalar” é que a diferença entre a hora que marcam os relógios (UTC) e a escala astronómica (baseada no Sol e na rotação da Terra) não seja superior a 0,9 segundos.

 

Sem a correcção, daqui a cerca de 800 anos quando fosse uma da tarde, o sol estaria no seu ponto mais alto, em vez de ser ao meio dia como é habitual.

 

Bom, fala-se a possibilidade de eliminar este “segundo intercalar”. O tema esteve em discussão em 2012, na Conferência Mundial de Radiocomunicação, e poderá voltar a ser discutido no mesmo evento que decorrerá de 2 a 27 de Novembro de 2015, em Genebra (Suíça).

 

 

http://www.dn.pt/

 

 

Este segundo pode não fazer grande diferença para as pessoas neste momento, mas é importante para que os grandes sistemas de navegação por satélite ou os sistemas de sincronização das redes de computadores não tenham problemas.

 

Se pretendes actualizar ou introduzir o segundo a mais no relógio do teu computador, basta seguir as instruções dadas pelo Observatório Astronómico de Lisboa.

 

A Professora GSouto

 

30.06.2015

 

Licença Creative Commons