Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Adrian Mole, quem não leu?

 

 

Adrian Mole (1ª edição)
Editora Difel
Quem não lembra o "Diário de Adrian Mole aos 13 anos e 3/4" ? Quantos não leram ao longo de todos estes anos, depois da sua publicação? Foi nos anos 80 que este adolescente com borbulhas, completamente apaixonado por Pandora, apareceu nas livrarias. E apanhou de surpresa toda uma geração que se viu, de repente, retratada de modo tão real, na difícil travessia da adolescência.
E não foram só os rapazes que leram e se divertiram com as desventuras de Adrian Mole. Muitas adolescentes soltaram boas gargalhadas ao ler as páginas do diário de Adrian Mole.
E como foi um dos livros que sempre lemos nas aulas de Língua Portuguesa, este post pretende assim homenagear a autora de uma saga muito querida de toda uma geração que cresceu com Adrian Mole. Prendeu muitos adolescentes, não com a dimensão de Harry Potter, mas mesmo assim, teve o mérito de fidelizar várias gerações de leitores.
A escritora Sue Townsend, autora desta série de livros de grande sucesso Adrian Mole, morreu ontem, quinta-feira, vítima de uma doença rápida, segundo informa a BBC. No entanto Sue Townsend que nasceu em Leicester, Inglaterra, a 02 de Abril de 1946, tinha graves problemas de saúde há alguns anos.
Sue Towsend

Quando, aos 36 anos, escreveu “O Diário Secreto de Adrian Mole”, jamais imaginou o sucesso que toda a saga viria a alcançar, não só em Inglaterra, como em quase todos os países da Europa e até no Japão. Foram vendidas mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo.

 

O primeiro livro da sua série O Diário Secreto de Adrian Mole foi publicado em 1982. Para completar a saga, Sue Towsend estava agora a escrever o décimo volume.

 

O Diário Secreto de Adrian Mole foi traduzido em 30 línguas e  teve uma adaptação para cinema e televisão.

 

 

 

Adrian Mole, vol. II

http://imagens.presenca.pt/

 

Em Março 2013, numa rara aparição no festival literário de Oxford, a autora do diarista mais acarinhado em Inglaterra anunciou que o fim das entradas confessionais estava para breve.

 

Segundo o "The Times", Townsend achava que poderia escrever mais dois volumes da saga, depois de oito volumes, encerrando aí a sua criatividade por motivos de saúde. Sue Towsend preparava assim a publicação do seu 10º volume.

 

 

 

 

Adrian Mole, vol I (reedição 2013)

http://imagens.presenca.pt/

 

Os problemas de saúde atormentaram a autora da série juvenil campeã de vendas.  Adrian Mole, o miúdo borbulhento apaixonado por Pandora, que acalmava as suas dores de crescimento com o doce sabor de um chocolate Mars, é hoje um homem feito. 

 

Os livros, que deram fama a outras personagens, como o velho comunista Bert Baxter, o bully skinhead Barry "Baz" Kent, o amigo americano Hamish Mancini, a tia Susan ou, claro, Pandora Braithwaite, foram traduzidos em mais de 30 línguas, deram origem a três séries televisivas, uma peça de teatro, jogos de computador e inspiração para programas de rádio.

 

A morte de Sue Towsend foi comentada  em todos os jornais ingleses e internacionais e muitos dos seus admiradores lamentaram a perda de uma escritora que sabia brincar com a realidade, trazendo-a para a ficção como um humor muito próprio e refinada ironia.

 

A autora de Harry Potter, J.K. Rowling prestou-lhe homenagem escrevendo na sua conta da rede social Twitter : "So sad to hear about Sue Townsend. She gave me so many laughs.

 

{#emotions_dlg.meeting}

Actividade:

 

  • Aproveitando a reedição da saga pela editorial Presença, poderá, depois de férias Páscoa, sugerir a leitura em sala de aula.
  • Apresentar uma breve biografia da autora. A morte recente facilitará o seus trabalho, já que a imprensa nacional e internacional publicou vários artigos sobre Sue Towsend.
  • Situar previamente a época em que a narrativa do diário de Adran Mole decorre (ver história recente do Reino Unido,anos 80's.
  • Solicitar aos alunos uma pesquisa pessoal ou em grupo.

 

A Professora GSouto

 

11.04.2014

 

Creative Commons License