Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Contando Borboletas nos jardins de Serralves

 

 

 

 

 Borboletas de Portugal | Papilio machaon (verde)

foto: Rafael Moreira

http://borboletasdeportugal.blogs.sapo.pt/

 

 Passa uma borboleta por diante de mim 

E pela primeira vez no Universo eu reparo 

Que as borboletas não têm cor nem movimento 

Assim como as flores não têm perfume nem cor. 

A cor é que tem cor nas asas da borboleta 

No movimento da borboleta o movimento é que se move, 

O perfume é que tem no perfume da flor. 

A borboleta é apenas borboleta 

E a flor é apenas flor.

 

Alberto Caeiro, O Guardador de Rebanhos

 

Relatório Visita de Estudo

 

No dia 20 de Junho 2006, os alunos das turmas 5C/ 5I realizaram uma Visita de Estudo aos jardins de Serralves.

 

 

Borboleta limão

créditos: Carla Ribeiro

http://cdn.olhares.pt/

 

Inserido no estudo do Texto Poético, o projecto transdiciplinar tinha como objectivo a observação de borboletas, e sua identificação apoiados no Guia de Campo que a Tagis (Centro de Conservação das Borboletas de Portugal nos enviou. Muito bem ilustrado com a espécies de borboletas que são possíveis encontrar em Portugal. E em nos jardins de Serralves havia imensas, e identificámos várias espécies e em quantidas.

 

A proposta de participarmos nesta actividade partiu da nossa Professora curricular de Língua Portuguesa para introduzir o Texto Poético.

 

Fizemos previamente um levantamento de poemas sob temática Borboletas e encontrámos imensos textos poéticos na literatura portuguesa e brasileira.

 

No mistério do sem-fim
Equilibra-se um planeta
E, no jardim, um canteiro
No canteiro, uma violeta
E, sobre ela, o dia inteiro
A asa de uma borboleta.

 

Cecília Meireles

 

 

Serralves | Jardins

créditos: A. Amen

http://amen3.no.sapo.pt/

 

Já nos jardins, dividimo-nos em vários grupos, e acompanhados pelos professores, lançámo-nos à aventura! Sempre que víamos uma borboleta - algumas fugiam de tal modo era a nossa excitação!! - identificávamos a espécie com o apoio do guia individual. De vinte em vinte minutos, reuniam-se os grupos e a Professora apontava na Folha Relatório  as espécies e número de borboletas observadas.

 

 

 

Borboleta bela dama

créditos: J.S. Cassola

http://cdn.olhares.pt/

 

Havia muitas espécies, como já escrevemos, e de cores tão variadas: brancas, azuis, amarelas, verdes, algumas multicolores.

 

Observámos a bela dama, a manchadinha, a limão, a até espécies mais raras como a carnaval, pavão-diurno, zebra. Tantas e tão bonitas!

 

 

 

Serralves | Jardim das Camélias

créditos: Serralves

www.serralves.pt

 

Estava uma manhã quente! Fizemos um intervalo, sentados à sombra de umas árvores acolhedoras e refrescantes enquanto comíamos o nosso lanche!

 

Depois, ainda observámos mais algumas espécies... até que chegou a hora de voltar à escola.

 

Foi ums visita de estudo maravilhosa! Interessante, divertido. Aprendemos imenso sobre borboletas neste Dia B : Dia das Borboletas, incluido no Projecto Observação das Borboletas nas escolas de Portugal.

 

 

Borboleta malhadinha

créditos: Daniel Rodrigues Ferreira

http://cdn.olhares.pt/

 

Esperámos ter contribuido para o estudo das borboletas em Portugal. Lamentámos que tantas espécies estejam em via de extinção.

 

Gostaríamos de ter acesso à exposição itinerante. Quem sabe?

 

Como adoramos borboletas, adorámos a visita!

 

Ah! Antes desta actividade, elaborámos um Borboletário (borboletas recortadas em cartolinas coloridas) com poemas de autores portugueses e brasileiros a aprentámos na biblioteca da escola, com muito sucesso.

 

Os poemas de Alberto Caeiro e de Cecília Meireles faem parte do nosso Borboletário - Texto Poético.

 

Os alunos do 5C elaboraram na aula de EVT uma borboleta em papel de seda pintado que levámos na mão. Era engraçado vê-las esvoaçar enquanto corríamos pelo parque!

 

Um lindo "Dia das Borboletas."

 

Carolina Neves| Claudia Carneiro| Inês Gil (5C)

 

Agradecimentos:

 

Tagis

Fundação de Serralves

 

Professores acompanhantes:

 

Língua Portuguesa| Formação Cívica

Educação Visual e Tecnológica

Ciências da Natureza

 

(projecto transdisciplinar e inter-turmas)

 

A Professora GSouto

 

01.07.2006

 

Licença Creative Commons

 

6 comentários

Comentar post