Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Boo ! Halloween : história e tradições !

 

 

Halloween-pinterest.jpg

 

 

Halloween

http://www.pinterest.com/

 

 

E esta noite celebra-se a noite de Halloween que começou por ser uma tradição celta. Os portugueses acolheram esta tradição, um pouco mais à semelhança de celebração americana com os mais novos a irem de casa em casa a dizer "Doce ou Travessura."

 

As abóboras, as teias de aranha e os chapéus de bruxa vêem em todas as montras. Por todo o país, há fantasmas, bruxas, zombies e vampiros.

 

"De uma tradição totalmente inexistente na sociedade portuguesa, o Halloween passou a ser um evento com relevância para as camadas mais jovens, e não só.

 

Mas será que todos conhecem a história do Dia das Bruxas que passou a estar inserida na nossa sociedade há alguns anos?

 

Como sempre, Google junta-se a esta celebração, e este ano podemos encontrar um Doodle interactivo (em vídeo) muito divertido que se foca sobre o eterno dilema da escolha da fantasia.

 

Se não são as bruxas, os lobisomens ou os duendes que nos perseguem a cada Halloween, a tarefa horrível de decidir o que vestir é complexa.

 

 

 

 

 

 

Os assustadores fantasmas da noite enfrentam também esse dilema? É o que o Doodle de hoje mostra com Jinx, o fantasma solitário, que se deixa arrastar nesta missãopara encontrar a fantasia perfeita - e um grupo de 'doçura ou travessura' para se juntar.

 

Jinx, o fantasma solitário, está preso nas garras da ansiedad na escolha do traje, incapaz de decidir a fantasia melhor para o Monster Mash. Jinx deveria ser uma bruxa? Uma múmia? Um astronauta? Um morcego? Ou um pirata?

 

 

 

Google doodle Halloween 2017

https://www.google.com/doodles/

 

Morrendo para acertar na escolha e juntar-se ao grupo de "doçura ou travessura", o fantasma solitário sofre alguns episódios terríveis como perder o disfarce ou escolher a mumificação errada.

 

Depois de muitos insucessos o fantasma solitário roda em volta do grupo, usando uma folha como disfarce para esconder o constrangimento. Mas a folha de Jinx depressa é levada pelo vento.

 

 

 

 

Google doodle Halloween 2017

https://www.google.com/doodles/

 

Jinx decide juntar-se a Momo (Halloween 2016) e aos outros truques ou fantasiados na rua. Não querendo assustar ninguém, o fantasma solitário agoniza sobre o traje ideal para se juntar aos outros, sofrendo alguns desaires. Mas por fim, lá é aceite.

 

 

 

 

Google doodle Halloween 2017

https://www.google.com/doodles/

 

Jinx descobre que não há necessidade de se assustar. Mas eis que o gupo de "doçura ou travessura" aceita o fantasma desmascarado e integra-o como um novo amigo, ajudando-o no disfarce.

 

 As criaturas assustadoras da noite enfrentam uma provação similar? O Doodle de hoje controla Jinx, o fantasma solitário, que se embarca em uma missão para encontrar a fantasia perfeita - e um lugar para pertencer.

 

Saber +

 

Das escolas às corridas temáticas, o Dia das Bruxas é festejado em todo o país. Muitas crianças juntam-se a outras crianças, algumas mais velhas, como a irmã,ou o irmão, ou os amigos do local onde vivem e vão bater à porta dos vizinhos a pedir "doces" e a ameaçar "travessuras" e esperam receber doces e guloseimas.

 

 

Halloween na Disneilândia (USA)

créditos: Paul Hiffmeyer/ Disneyland
http://www.lamag.com/culturefiles/

 

Esta é uma prática que ganhou maior dimensão nos últimos anos. Popularizado pelos Estados Unidos, este é, segundo os historiadores, um costume que teve origem numa tradição celta, o Samhain (fim do verão).

 

A festa começava no dia 31 de Outubro e durava três dias. Nesse dia, o povo acreditava que havia maior proximidade entre mortos e vivos. Os espíritos voltavam a casa para pedir comida, pelo que os familiares deixavam alimentos à porta.

 

 

 

Halloween na Disneilândia (USA)

créditos: Paul Hiffmeyer/ Disneyland
http://www.lamag.com/culturefiles/

 

Em 1845, a tradição viajou da Irlanda para a América do Norte, na sequência da Grande Fome. Nessa altura terá surgido a tradição moderna de trick-or-treat (doce ou travessura), que depois foi exportada para vários países.

 

Em Portugal já existia há vários séculos o "pedido de pão por Deus", que ainda resiste em algumas localidades rurais. Grupos de crianças saem à rua no dia 1 de Novembro e vão bater às portas e pedir bolos e dinheiro. Um costume que está relacionado com a tradição popular portuguesa de dar bolos secos a quem ajudou nas colheitas.

 

 Actividades:

 

Por cá, os mais novos andarão de porta em porta tentando assustar vizinhos e amigos, 'susto ou guloseima' para receberem guloseimas que acabam por lhes ser dadas, para manter a tradição, a fim de 'evitar o azar'.

 

Os mais velhos irão certamente reunir-se em festas com os amigos, claramente mascarados, ou então vendo uma sessão de cinema de terror.

 

BOOOO !

 

Divirtam-se !

 

A Professora GSouto

 

31.10.2017

 

Licença Creative Commons

Mês da Biblioteca Escolar : Concurso Ligando Comunidades e Culturas

 

 

mes-inter-bibliot-escolar2017.jpg

 

Mês da Bilbioteca Escolar 2017

https://www.facebook.com/biblioteca.avp/

 

O Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares estabeleceu o dia 23 de Outubro 2017 como Dia da Biblioteca Escolar em Portugal.

 

Tema 2017:

 

"Ligando Comunidades e Culturas"

 

O tema definido pela International Association of School Librarianship (IASL) para o Mês Internacional da Biblioteca Escolar (MIBE).

 

 

mes-inter-bibliot-escolar2017b.jpg

 

 Cartaz de escola

 

 

Durante o mês de Outubro, as bibliotecas escolares têm elaborado cartazes que assinalam o chamado MIBE, Mês Internacional da Biblioteca Escolar.

 

Pode ver os diferentes cartazes nas redes sociais seguindo a hashtag #MIBE2017

 

 Mas há um outro desafio colocado aos alunos. O concurso de ideias “Ligando comunidades e culturas”

que é uma iniciativa que a RBE lança este ano para assinalar o MIBE. 

 

Claro que este desafio só poderá ter sucesso se os alunos gostarem de ler e assim chegar até diferentes culturas.

 

 

 

Mês Internacional das Bibliotecas

http://blogue.rbe.mec.pt/

 

Objectivo:

 

O objetivo principal é fomentar um debate em torno do tema "Ligando Comunidades e Culturas". Desse debate surgirão as ideias-chave e as estratégias para que a biblioteca se apresente como o lugar onde se ligam comunidades e culturas.

 

O desafio consiste na criação de um jogo original que permita aos utilizadores da biblioteca abordar a temática proposta para o MIBE, de uma forma sugestiva e lúdica. 

 

Os participantes deverão seguir com rigor  o Regulamento e orientações disponível no site da RBE.

 

 

 

 

 

Prazo:

 

Até 3 de Novembro 2017.

 

Os alunos são desafiados com o apoio de seus professores curriculares a reflecir, pôr a sua criatividade em acção e apresentar uma ideia.

 

Ficha de Inscrição:

 

A ficha de inscrição deverá ser preenchida aqui

 

 

 

Teresa Calçada ex-coordenadora da RBE

https://www.bad.pt/

 

Ideia vencedora

 

À melhor ideia será atribuído o Prémio Teresa Calçada.

 

Além deste desafio, as bibliotecas devem também aproveitar as propostas da IASL que constam da página dedicada ao ISLM (International School Library Month): Skype project; Bookmark Exchange Project; GiggleIT e partilha de atividades (What people are doing for ISLM).

 

Para todos, muito força e criatividade que é uma capacidade que não vos falta!

 

A Professora GSouto

 

21.10.2017

 

 Licença Creative Commons

 

Mulheres repórteres de guerra : Clare Hollingworth !

 

 

 

 

Google doodle 106º Aniversário de Clare Hollingworth

https://www.google.com/doodles/

 

Clare Hollingworth (1911-2017) foi uma jornalista e autora inglesa. Ela foi a primeira correspondente de guerra. Foi Clare Hollingworth que deu a notícia do início da II Guerra Mundial, descrita como "o exclusivo do século".

 

Google homenageou-a hoje, dia 10 Outubro, com um Doodle, dando relevo assim  à figura de uma das jornalistas mais inspiradoras e pioneiras do mundo devido aos seus importantes contributos na cobertura da Segunda Guerra Mundial.

 

Clare Hollingworth, uma mulher apaixonada pela aventura. Clare morreu em Janeiro deste ano, 2017, com 105 anos.

 

O Doodle desta terça-feira assinala o 106º aniversário do nascimento de Clare Hollingworth. A Googleresolveu prestar esta homenagem à jornalista inglesa devido aos seus importantes contributos na cobertura da Segunda Guerra Mundial.

 

Saber + 

 

Com 27 anos, Clare decidiu que queria ser jornalista (1939). Trabalhava há poucos dias no jornal britânico Daily Telegraph, quando foi enviada para o sul da Polóniaonde todas as fronteiras tinham sido fechadas. Só veículos diplomáticas tinham autorização para passar.

 

 

 

manchete da notícia que Clare Hollingworth deu ao mundo a notícia de que a guerra estava a começar

 

 

Por iniciativa própria, pediu emprestado um carro do consulado britânico para tentar entrar no país que estava ocupado pelas tropas alemãs.  E quando viajava da Polónia para a Alemanha, viu e relatou forças alemãs reunidas na fronteira polonesa.

 

Três dias depois, Clare foi a primeira repórter de guerra a informar o mundo sobre a invasão alemã da Polónia.

 

 

 

 

 Ir + longe:

 

A 29 de agosto de 1939a sua história fez manchete no Daily Telegraph com o título “1000 tanques reunidos na fronteira da Polónia”, onde descrevia que a artilharia alemã estava preparada para invadir aquele país. A invasão da Polónia pelas tropas nazis marcou o início da II Guerra Mundial. 

 

Em 2014, a jornalista deu uma entrevista ao The Telegraph onde explicou que era muito nova na altura e que a sua missão era simplesmente cuidar dos refugiados, dos surdos e dos mudos. A guerra limitou-se a surgir enquanto ela ali estava.

 

 

 

Clare Hollingworth

créditos: Clare Hollingworth Collection

http://www.bbc.com/news/uk-13960347

 

Hollingworth costumava dizer que ela era mais feliz quando percorria o mundo, viajando rapidamente e pronta para o perigo. Este espírito levou-a a ter muitos exclusivos, desde o trabalho com refugiados judeus na Polónia, passando pela cobertura das guerras civis grega e argelina, a ser a primeira pessoa a entrevistar Mohammed Reza Pahlavi, o xá do Irão.

 

Passou grande parte da sua vida na linha da frente de vários conflitos, incluindo os do Médio Oriente, norte de África ou Vietname. Nos últimos 40 anos viveu em Hong Kongonde morreu aos 105 anos de idade, em Janeiro de 2017.

 

Recebeu inúmeros prémios. Embora grande parte dos seus primeiros trabalhos não tenha sido oficialmente atribuídos a ela, a experiência de Hollingworth e o trajecto da sua carreira levaram-na a ganhar o Prémio Mulher Jornalista do Ano, o Prémio James Cameron para o Jornalismo e um prémio de realização de vida da instituição O Que os Jornais Dizem.

 

Chegou a ser nomeada oficial da Ordem do Império Britânico pela rainha Isabel II.

 

 

 

Clare Hollingworth

http://www.abc.net.au/news/

 

Actividades:

 

  • Os alunos poderão fazer pesquisa sobre mulheres repórteres de guerra portuguesas e estrangeiras, dando início a um Jornal de Parede sobre a temática;
  • Há duas jornalistas portuguesas que são ou foram repórteres dee guerra: Maria João Ruela (foi ferida numa reportagem de guerra) e Cândida Pinto, ainda no activo, sendo agora comentadora em assuntos de guerra pela sua vasta experiência;
  • Sugerir aos alunos a possibilidade de fazer uma entrevista a uma das duas jornalistas via Skipe numa das aulas curriculares, depois de prévia readacção das perguntas da entrevista, sendo seleccionadas as melhores perguntas, e posterior alinhamento da entrevista.

 

 Como vêm, o acesso das mulheres a profissões de risco são uma realidade. Nada como seguir os seus sonhos, seja qual for a profissão. Não queremos mulheres só ba ciência e tecnologias. Queremos mulheres também nas humanidades.

 

A Professora GSouto

 

10.10.2017

 

Licença Creative Commons

Dia Mundial da Música : vamos participar ?

 

 

dia-mundial-musica3.jpg

 

créditos: Autor não identificado

 

"A vida, sem música, seria um erro."

 

Friedrich Nietzsche

 

Pois é! Hoje celebra-se o Dia Mundial da Música. Anualmente, dia 1 de Outubro é celebrado o Dia Mundial da Música.

 

Saber +

 

A data foi instituída em 1975 pelo International Music Council, uma instituição fundada em 1949 pela UNESCO, que agrega vários organismos e individualidades do mundo da música.

 

 

 

créditos: Autor não identificado

 

 

Objectivos?

 

  • Promover a arte musical em todos os setores da sociedade;
  • Divulgar a diversidade musical;
  • Aplicação dos ideais da UNESCO como a paz e amizade entre as pessoas, a evolução das culturas e a troca de experiências.

 

Neste dia decorrem vários concertos em todo o país, de modo a celebrar o Dia Mundial da Música. Muitos destes concertos são de entrada livre.

 

Um dia ideal para ir a concertos, comprar CDs, um insrumento musical, uma vez que há lojas apresentam descontos em artigos de música.

 

 

 

António Rosado & Filipe Quaresma

créditos: Museu da Música

http://www.museunacionaldamusica.gov.pt/

 

 

O Museu da Música, em Lisboa, celebra o Dia Internacional da Música, neste domingo, com diferentes iniciativas, destacando-se um concerto com instrumentos históricos pelo violoncelista Filipe Quaresma e o pianista António Rosado, que apresentam um novo CD: "Sonatas for cello and piano - Luís de Freitas Branco / César Franck".

 

Entrada livre.

 

 

créditos: Museu da Música

http://www.museunacionaldamusica.gov.pt/

 

Consultar outras actividades aqui

 

Vou, no entanto deter-me pelos concertos e actividades pedagógicas da Casa da Música, já que têm lugar na cidade.

 

Dia Mundial da Música é comemorado na Casa da Música ao longo do dia com várias actividades musicais para todas as idades e gostos.

 

 

 

créditos Casa da Música

http://www.casadamusica.com/pt/

 

Actividades:

 

Na Praça da Casa da Música, o projecto Som da Rua, interpreta um repertório cheio de energia, intensidade emocional e desejo de encontro.

 

Consultar horários aqui

 

dia-mundial-musica6.jpg

 

créditos Casa da Música

http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2017/

 

Em A Invenção do Dia Claro, de Almada Negreiros, começa a menina a cantar ao ver tangerinas a rolar: tam/ tam-tam/ tanque/ estanque/ tangerina bola/ tangerina bóia/ tangerina ina/ tangerininha/ pacote rôto/ batuque nú/ quintal da nora

 

Agora são os participantes a inventar o que já foi inventado, dando vida a palavras e sons de sabor doce e fresco.

 

Workshop Primeiros Sons: Oficinas destinadas a bebés e crianças até aos 6 anos de idade (com participação dos acompanhantes adultos) que promovem o encontro criativo com sons, ritmos e movimento.

 

Consultar horários aqui

 

 

dia-mundial-musica5.jpg

 

créditos Casa da Música

http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2017/

 

Na Sala Suggia, o som do grandioso e comovente War Requiem, de Benjamin Britten, que apadrinha a estreia do Coro Infantil Casa da Música, simbolicamente apresentado nesta data, ao lado do Coro Nacional de Espanha e da Orquestra Sinfónica vão dar-nos a ouvir "uma obra simultaneamente majestosa e íntima, que teve grande sucesso e continua a celebrar-se regularmente em todo o mundo".

 

Ver horário aqui

 

A música é uma arte amada por milhões de pessoas espalhadas por todo o mundo, fazendo parte do nosso quotidiano. A música pode unir pessoas do mundo inteiro - várias actividades têm tido ao longo do anos.

 

É considerada um elemento imprescindível ao ser humano.

 

Não deixes de participar no Dia da Música. Todas as actividades são bem vindas.

 

"Onde as palavras falham, a música fala."

 

Hans Christian Andersen

 

A Professora GSouto

 

01.10.2017

 

Licença Creative Commons