Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Harry Potter e A Pedra Filosofal faz 20 anos ? Livros & recursos

 

 

 

Harry Potter e a Pedra Filosofal

Editorial Presença, 2014 (reedição)

 http://www.presenca.pt/

 

Pois nós não poderíamos deixar de assinalar o 20º aniversário do livro da saga Harry Potter. Foi então há 20 anos - já faz 20 anos que lemos Harry Potter e a Pedra Filosofal ? - dia 26 de Junho de 1997 que a escritora britânica J.K. Rowling publicou o primeiro volume de Harry Potter, depois de ter sido rejeitada por 10 editoras.

 

A primeira edição do primeiro livro teve uma tiragem de 1.000 exemplares - convertidos hoje em tesouros para os colecionadores. Hoje, poucos livros podem ser comparados em termos de popularidade e valor.

 

 

 

Harry Potter e a Pedra Filosofal

Editorial Presença

http://www.presenca.pt/

 

Chamava-se Harry Potter e a Pedra Filosofal e a ele seguiram-se mais seis livros, oito filmes, uma peça de teatro, parques temáticos, um percurso turístico na Escócia, uma exposição permanente em Londres e inúmeros objetos de marketing sobre o jovem bruxo.

 

Para celebrar os 20 anos do lançamento do primeiro livro sobre o jovem feiticeiro, o Facebook criou uma ferramenta "mágica". 

 

Para testar a funcionalidade basta comentar ou partilhar um post e escrever Harry Potter. A "magia" do Facebook também acontece quando fala sobre algumas das personagens ou sobre as escolas de feitiçaria de Hogwarts. Experimentastaram?

 

 

 Harry Potter e a Pedra Filosofal

 

A história nasceu em 1990 na imaginação de J.K. Rowling  durante uma viagem de comboio entre Manchester e Londres.

 

O livro narra as aventuras de um aprendiz de feiticeiro, Harry Potter e dos seus amigos Rony Weasley e Hermione Granger na Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts, dirigida por Albus Dumbledore.

 

O principal ponto da história gira em torno do combate entre Harry e Lord Voldemort, um bruxo das trevas que busca a imortalidade e que assassinou os pais do menino. Mas isto só iríamos descobrir nos livros seguintes da saga. 

 

J.K.Rowling publicou então sete livros entre 1997 e 2007. Cada um deles passa-se durante um ano escolar. Rowling fez questão que as suas personagens crescessem ao mesmo tempo que os seus leitores.

 

A história começou no verão de 1991, quando Harry Potter recebe a carta para entrar em Hogwarts. E em meados desse ano escolar, estávamos nós a ler o livro nas aulas curriculares de Língua Portuguesa.

 

 

 

Saga Harry Potter

J.K. Rowling

 

Por ordem de  publicação, os livros são: Harry Potter e a Pedra Filosofal, Harry Potter e a Câmara dos Segredos, "Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban", Harry Potter e o Cálice de Fogo, "Harry Potter e a Ordem da Fénix", "Harry Potter e o Enigma do Príncipe" e Harry Potter e as Relíquias da Morte.

 

 

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

J.K. Rowling

Editorial Presença, 2016

http://www.fnac.pt/

 

A saga Harry Potter foi traduzida em 79 idiomas e adaptada a oito filmes. Mais tarde, já em 2016, veio a peça de teatro e livro Harry Potter e a Criança Amaldiçoada que teve um enorme sucesso em Londres. Consta-se que vai estrear-se em Nova Iorque no próximo ano.

 

 

 

 

Estúdios, parques temáticos, circuitos

 

Os estúdios de Harry Potter em Leavesden, próximos de Londres, permitem descobrir os cenários e o universo dos filmes em exposição permanente.

 

 

 

The Wizarding World of Harry Potter

Orlando, US

https://orlandoinformer.com/

 

Aberta em 2012, a atracção recebe 6.000 visitantes por ano. Existem também parques temáticos criados pela Universal Studios em Orlando, Hollywood e Osaka.

 

 

 

 

The Elephant House

Edimburgo, UK

http://www.insiders-scotland-guide.com/

 

Em Edimburgo, o café onde Rowling escreveu parte do primeiro livro, o The Elephant House, atrai milhares e milhares de fãs.

 

 

 


Livraria Lello

Porto, Portugal

créditos: RR

http://rr.sapo.pt/

 

Sem esquecer a Livraria Lello, no Porto que foi onde tudo começou. Também atrai milhares de turistas, muitos dos quais, fãs de Harry Potter. J. K. Rowling escreveu parte de Harry Potter e a Pedra Filosofal na cidade do Porto, onde trabalhou alguns anos como professora de Inglês. E foi a livraria Lello que a inspirou em parte do cenário real.

 

 

 

JK Rowling
Jogos Olímpicos de Londres 2012
http://25.media.tumblr.com/
 
 

Em 2012 participou na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres  em que leu um excerto de "Peter Pan", de J.M. Barrie.

 

Nesse ano, foi condecorada pela rainha Isabel II. Em 2010 já ganhara o célebre Prémio da literatura infantil e juvenil Hans Christian Andersen.

 

 

 

JK Rowling e o prémio Hans Christian Andersen

créditos : Kim Rune, Fyens Stiftstidende/AP

www.yahoo.com/

 

Rowling também é defensora de causas sociais:

 

"Não precisamos de magia para mudar o mundo, já temos dentro de nós todo o poder de que precisamos, o poder de imaginar melhor",

 

J.K. Rowling, 2008

 

Actividades:

 

Podem explorar, numa visita virtual, os estúdios de Harry Potter em Leavesden. A não perder, sobretudo para os novos leitores.

 

 

 

Harry Potter e a Pedra Filosofal

J.K. Rowling

ilustração Jim Kay, 2016

http://www.revistaestante.fnac.pt/

 

 

E naturalmente, para os mais jovens fãs, deixo esta sugestão : Harry Potter e a Pedra Filosofl, edicção ilustrada por Jim Kay, 2016.

 

Jim Kay baseou-se não apenas no texto de J. K. Rowling mas também na sua própria vida para criar as ilustrações desta edição especial. A personagem de Hermione, por exemplo, é baseada na sua sobrinha. E Dumbledore teve como modelo um amigo seu.

 

 

 

 

Harry Potter e a Pedra Filosofal

J.K. Rowling

ilustração Jim Kay, 2016

http://www.revistaestante.fnac.pt/

 

 

 “As ilustrações criadas por Jim Kay tocaram-me profundamente. Adoro a sua interpretação do mundo de Harry Potter. Sinto-me grata e honrada por ele lhe ter emprestado o seu talento.”

 

J. K. Rowling

 

A Professora GSouto

 

27.06.2017

 

Licença Creative Commons

 

 

Oficinas de São João para os mais novos na U.P.

 

 

up-sjoao.jpg

 

Oficinas de S. João

Universidade do Porto

https://sigarra.up.pt/reitoria/pt/

 

Aproxima-se a comemoração do São João no Porto. A Universidade do Porto celebra o São João, a maior festa da cidade, onde as ruas se enchem de “martelinhos” e alhos-porros.

 

Numa época festiva em que se vivem por todo o país as noites e os dias mais longos do ano com a comemoração dos Santos Populares, a Unidade de Cultura da Reitoria da Universidade do Porto apresenta um programa de oficinas especialmente dirigido aos mais novos, mas aberto a toda a família.

 

 

 

créditos: Jujusca crafts

http://www.google.pt/images

 

 

Saber +

 

Os participantes têm um total de seis oficinas onde podem aperfeiçoar as suas habilidades em actividades de expressão plástica e de dança.

 

Dirigidas a crianças e adolescentes entre os 3 e 12 anos, os mais novos podem divertir-se em conjunto com as suas famílias e criar a sua própria personagem de uma cascata sanjoanina ou um manjerico enlatado para o oferecer a alguém especial.

 

 

up-sjoao1.jpg

 

Oficinas de S. João

Universidade do Porto

https://sigarra.up.pt/reitoria/pt/

 

O programa inclui ainda um peddy-paper com o objectivo de descobrir as tradições de São João e, em conjunto com a família, decifrar enigmas, aceitar desafios e executar algumas tarefas, num sessão que promete muitas surpresas ao longo da tarde.

 

Entre as 17h30 e as 19h00, o Núcleo de Etnografia e Folclore da Universidade do Porto (NEFUP) junta-se à festa para ensinar a miúdos e graúdos alguns passos de danças tradicionais portuguesas.

 

Quando:

 

No dia 17 de Junho, entre as 15:00 e as 19:00 horas, decorrem as Oficinas de São João, dedicadas aos mais novos.

 

Onde: 

 

Reitoria da Universidade do Porto

 

 

up-sjoao4.jpg

 

Quadras populares

São João

http://www.pinterest.com

 

Informações +

 

Os interessados podem adquirir o Passaporte S. João até ao dia 16 de Junho, pelo preço de 7 euros por criança, ou no dia 17, por 8 euros.

 

Na venda antecipada os membros da U.Porto poderão usufruir de um desconto de 10%.

 

O acompanhamento por pelo menos um adulto é obrigatório e a participação do(s) adulto(s) é gratuita.

 

Inscrições:

 

As inscrições poderão ser efetuadas AQUI


Informações: cultura@reit.up.pt

 

As aulas estão mesmo a terminar. Nada melhor do que actividades de lazer para vossas férias! E para as famílas que assim podem preencher os tempos livres dos mais novos.

 

A Professora GSouto

 

14.06.2017

 

Licença Creative Commons

 

Dia Mundial da Criança : A Minha Vida de Courgette : explorar em sala de aula

 

 

 

 

 

A Minha Vida de Courgette

Claude Barras, 2016

http://cinecartaz.publico.pt/ 

 

A Minha Vida de Courgette está nas salas portuguesas. Um filme de animação do suiço Claude Barras. Foi nomeado para os Oscars 2017, na categoria de Melhor Filme de Animação.

 

No Dia Mundial da Criança, um fime que fala de algumas crianças em perigo, vítimas de maus tratos, mas com uma ternura que tocará os alunos. 

 

 

courgette2.jpg

 

 

A Minha Vida de Courgette

Claude Barras, 2016

http://www.rts.ch/fiction/

 

 

Sinopse

 

Courgette é uma alcunha curiosa para um rapaz de nove anos. Porém, a sua história única é surpreendentemente universal. Após a morte acidental da sua mãe, uma alcoólica violenta, Courgette torna-se amigo do polícia Raymond, que o acompanha ao orfanato, cheio de outros jovens da sua idade. Crianças vindas de famílias desfeitas pela droga, pela violência, pelo abandono ou pelo desleixo.

 

No início, tem de lutar para encontrar o seu espaço nesse ambiente estranho e por vezes hostil. Mesmo assim, com a ajuda de Raymond e dos seus novos amigos, Courgette acaba por aprender a confiar e pode ser que encontre o verdadeiro amor.

 

 

courgette4.jpg

 

 

 Claude Barras

A Minha Vida de Courgette, 2016

http://www.c7nema.net/

 

"Quando tinha 10 anos li um livro o qual achei muito bom (Autobiographie d'une courgette), que me remetia às séries de órfãos como Nobody's Boy: Remi ou a Heidi. Hoje em dia há menos diversidade de filmes para crianças, não há muitos filmes realistas ou que simplesmente falam da realidade para os mais novos. Foi por isso que decidi adaptar o livro.

 

Courgette é um pouco diferente dos outros filmes. Em vez de ser um filme para crianças, é um filme sobre crianças.

 

É uma abordagem realista sobre a infância na animação, a dirigir-se também às crianças e com a estrutura de um conto."

 

Claude Barras, excerto entrevista C7nema

 

 

courgette3.jpg

 

A Minha Vida de Courgette

Claude Barras, 2016

http://www.rts.ch/fiction/

 

Saber +

 

Não parece ser tema para um filme de animação, mas é. Fala de coisas muito sérias que implicam os adultos e as crianças, sem perder humor e ternura.

 

A Minha Vida de Courgette, é uma produção franco-suíça, a primeira longa-metragem do realizador suíço Claude Barras, escrito pela também realizadora e argumentista francesa Céline Sciamma, com base no livro Autobiographie d’une Courgette, de Gilles Paris.

 

 

courgette-livre.jpg

 

 

Autobiographie d'une Courgette
Giles Paris, 2001
http://livre.fnac.com/

 

Foi nomeado para o Óscar de Melhor Filme de Animação (longa-metragem). Ganhou, entre muitos outros prémios, o Cristal de Prata e o Prémio do Público do Festival de Annecy,  Festival d'Angoulême, o Prémio de Cinema Europeu para a Melhor Animação, o César da respectiva categoria em Les César, bem como a Monstra 2017 (programação Pais e Fillhos).

 

 

 

 

Claude Barras neste filme inventivo, subtil, melancólico e afetuoso, que pega no que é delicado e complexo e o troca – literalmente — por miúdos de forma simples e eficaz, conseguindo tocar e envolver os mais pequenos e os mais crescidos. Mostra com poesia o dia-a-dia de um orfanato.

 

 

courgette6.jpg

 

 

A Minha Vida de Courgette

Claude Barras, 2016

http://www.rts.ch/fiction/

 

Educadores:

 

A Minha Vida de Courgette é, sem dúvida, um recurso digital extremamente rica no processo de aprendizagem para a vida sob e ponto de vista pedagógico. 

 

Uma reflexão sobre sentimentos e afectos crianças em perigo e perante situações adversas - sem pais para os acarinhar, e a viver em casas de acolhimento que, algumas vezes não oferecem as melhores condições estruturais. Uma importantee comovedora históra de aprendizagem.

 

Adoro filmes de animação. Eu muitas vezes integro-os como recursos educacitovos nos currículos escolares. 

 

Lembro mais recentemente, As Memórias de MarnieO Conto da Princesa Kaguya entre outros (currículos Língua Portuguesa, currículos Língua Francesa LE).

 

Os resultados pedagógicos junto dos alunos são magníficos. Dão uma certa frescura aos programas curriculares imprimindo uma dinâmica viva e criativa.

 

 

courgette7.jpg

 

A Minha Vida de Courgette

Claude Barras, 2016

http://www.rts.ch/fiction/

 

Actividades: 

 

  • Rever género literário: a Narrativa;
  • Fazer estudo comparado da literatura infantil e juvenil;
  • No caso de aluno/aluna que já ultrapassaram situações de perigo e/ou orfandade, apelar para o um testemunho (mediante conversa prévia para saber se os alunos estáo disponíveis para o fazer) em sala de aula.
  • Exprimir por escrito (diário) sentimentos de solidão, abandono, orfandade, maus tratos, por parte dos alunos.
  • Antes ou depois da exploração de algumas destas actividades, segundo o tempo de exibição em salas de cinema, agendar uma visita de estudo: ida ao cinema verA Mnha Vida de Courgette.
  • Posterior debate em sala de aula. 
  • Possível projecto transcurricular: Lingua Portuguesa, Educação Visual, Música, Tenologias.

 

Nota: Não aconselhável a alunos cujo nível etário seja inferior a 9/10 anos se não forem previamente preparados para a temática do filme.

 

A Professora GSouto

 

102.06. 2017

 

Licença Creative Commons