Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Ler para saber : Livros sobre 25 Abril

 

 

abril25-andré-carrilho.jpg

 

25 de Abril

cartoon: André Carrilho

http://www.dn.pt/

 

 

De mãos é cada flor cada cidade.
Ninguém pode vencer estas espadas:
nas tuas mãos começa a liberdade.

 

Manuel Alegre, As Mãos (excerto)

 

Foi há 43 anos que a liberdade se fez em Portugal. Se perguntarmos aos jovens estudantes quem descobriu a Índia ou o Brasil estarão informados, pois é inquestionável o papel da escola e da literatura na transmissão desse saber e desse imaginário.

 

 

abril25d.jpg

 

slideshare aluna 11º ano

Francisca Silva, 2014

https://pt.slideshare.net/

 

 

"Todavia, se perguntarmos sobre 25 Abril de 74 poucos saberão da importância deste acontecimento da História de Portugal que tanto contribuiu para a mudança e para a evolução quer do ponto de vista da condição humana, quer do ponto de vista social."

 

Maria Manuela Cruzeiro/ Augusto José Monteiro

 

 

abril25-cravos1.jpg

 

slideshare aluna 11º ano

Francisca Silva, 2014

https://pt.slideshare.net/

 

E qual a simbologia do cravo ligada a este dia 25 Abril? Há várias versões, mas uma delas pode ser esta.

 

Mas está  nos livros. Faz parte, naturalmente, da nossa história. E, nem que seja só por isso, tem de ser estudada.

 

Deixo então uma sugestão de leitura: Vinte Cinco a sete vozes de Alice Vieira. Já tinha falado neste livro quando dediquei um post aos 30 Anos de livros de Alice Vieira.

 

 

vinte-cinco-sete-vozes.jpg

 

Vinte Cinco

a sete vozes

Alice Vieira

edições Caminho

 

 

Sinopse:

 

Que foi que aconteceu no dia 25 de Abril de 1974? Aparentemente a resposta é fácil. Mas só aparentemente, pois tudo vai depender da idade que têm os que a ela respondem... Para os mais novos, aqueles a quem 1974 é a Pré-História, 25 de Abril, 10 de Junho, 5 de Outubro ou 1.º de Dezembro é tudo o mesmo, ou seja, é feriado e isso é que importa. Mas para os mais velhos, as coisas não são assim tão simples.

 

Do conjunto de sete vozes diferentes se faz esta história - com um final feliz, já que a liberdade também se pode festejar de mãos dadas num centro comercial da cidade...

 

Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 6º ano: leitura orientada na sala de aula. Grau de Dificuldade III, currículos de Língua Portuguesa.

 

 

abril25g.jpg

 

A Flor de Abril

uma história da revolução dos cravos

Pedro Olavo Simões 

ilustrações: Abigail Ascenso

http://www.fnac.pt/

 

Sinopse:

 

Um pai, pintor, busca na memória as respostas à curiosidade do filho, que viu um cravo desenhado sobre o cano de uma espingarda.

 

Com a simplicidade dessa conversa a dois, vemos como Portugal despontou para a liberdade numa madrugada de 1974. 

 

O livro conta a história de um quadro pintado numa oficina iluminada por 37 anos de liberdade. A flor no cano de uma espingarda que o pai de João imortaliza no quadro que pinta, explica aos mais novos como um cravo vermelho no cano de uma espingarda se fez símbolo da alvorada de um novo Portugal.

 

Nível etário: 8-12 anos.

 

 

abril25-livro.jpg

 

25 de Abril

Revolução dos Cravos

História de Portugal

Paula Cardoso Almeida
ilustrações: Carla Nazareth, Patrícia Alves & Miguel Gabriel
Quidnovi, 2008

http://bibliofiliajsd.blogspot.pt/

 

Sinopse: 

 

Numa colecção de História de Portugal, este livro centra-se na narrativa da Revolução de Abril propriamente dita, consequência quase natural de várias décadas de opressão, censura, pobreza e guerra colonial.

 

 

abril25-livro1.jpg

 

 História de uma flor

Matilde Rosa Araújo

ilustração: João Fazenda

edições Caminho

https://www.wook.pt/

 

Sinopse:

 

«Nas ruas havia flores vermelhas por toda a parte. No peito das mulheres, dos homens, nos olhos das crianças, nos canos silenciosos das espingardas. Nem era uma guerra, nem uma festa. Era o mundo de coração aberto.»

 

Livro de Matilde Rosa Araújo, publicado em 1983 na colectânea A Velha do Bosque, editado autonomamente em 2008, com ilustrações de João Fazenda. A autora cruza a dimensão simbólica com a histórica, criando uma metáfora particularmente expressiva da libertação ocorrida em Portugal a seguir ao 25 de Abril. 

 

Um livro que é um poema à beleza e à liberdade. Ganha nova dimensão nesta edição autónoma, exemplarmente ilustrada.

 

Disponível em versão impressa e ebook

 

Nível etário: infantil

 

Não devemos descurar a partilha de uma 'memória histórica', que passa testemunhos mais autênticos.  Passaram 43 anos sobre 'esse momento'.

 

“A história é como uma montanha que só de longe se pode admirar na sua grandeza e nos seus abismos”

 

Müller, citado por Torgal, 1989: 214

 

Aqueles que viveram os factos, e que ainda estão entre nós, conseguem revivê-los e reconstruí-los de uma forma mais precisa e eventualmente, já com alguma isenção, por se ter passado o tempo suficiente para sacudir o pó da excessiva emoção.

 

 A Professora GSouto

 

25.04.2017

 

 Licença Creative Commons

Dia Mundial do Livro & dos Direitos de Autor vs. Abolição Pena de Morte Portugal

 

 

 

 

Dia Mundial do Livro 2017

Faça da Leitura uma Causa de Vida

ilustração: Cristina Sampaio

http://www.dglb.pt/

 

A 23 de Abril celebra-se o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. A data tem como objectivo reconhecer a importância e a utilidade dos livros, assim como incentivar hábitos de leitura nas crianças e nos adultos.

 

Os livros são um importante meio de transmissão de cultura e informação, e elemento fundamental no processo educativo.

 

 

 Miguel de Cervantes

http://purl.pt/

 

 Saber +

 

O Dia Mundial do Livro é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril. Trata-se de uma data simbólica para a literatura, já que, segundo os vários calendários, neste dia desapareceram importantes escritores como Cervantes e Shakespeare, entre outros.

 

É assim prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare e Cervantes, falecidos em 22 e 23 de Abril de 1616, respectivamente.

 

O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril.

 

 Ir + longe:

 

A ideia da comemoração teve origem na Catalunha: a 23 de Abril, dia de São Jorge. Nesse dia, uma rosa é oferecida a quem comprar um livro.

 

 

Sant Jordi

www.pinterest.com

 

Esta data foi escolhida com base na tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros ofereceriam às suas damas uma rosa vermelha de S. Jorge, e em troca um livro, testemunho das aventuras do heroico cavaleiro.

 

Google dedica hoje um Doodle que celebra St George, padroeiro do Reino Unido que aparece na página de entrada do motor de busca desse país.

 

 

 

Criança invisual lendo em Braille

https://www.ccmaine.org/

 

 

 Tema 2017

Este ano, o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor faz especial atenção às pessoas invisuais ou com limitações de visão.

 

Segundo a União Mundial de Cegos, aproximadamente uma pessoa em cada 200 - 39 milhões - são invisuais e 246 milhões têm visão muto reduzida. Estima-se que estas “pessoas com incapacidade visual” ou “pessoas com incapacidade para ler letra impressa” poder aceder a 10% de toda a informação escrita e obras literárias que as pessoas sem problemas visuais podem ler.

 

 

 Facto histórico: Abolição Pena de Morte em Portugal no Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

 

 

 

 

150º Aniversário Abolição Pena de Morte em Portugal

http://150anosdaabolicaodapenademorteemportugal.dglab.gov.pt/

 

Facto histórico: Abolição Pena de Morte em Portugal

 

O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor celebra-se pois hoje, em todo o mundo, mas em Portugal a efeméride associa-se ainda a um facto histórico muito importante.

 

Celebram-se os 150 anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal (1867-2017).

 

 

 

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor 2017

http://www.municipio-portodemos.pt/

 

Talvez entendam melhor o cartaz desenhado pela cartoonista Cristina Sampaio (bem nossa conhecida) no qual se vê um carrasco a rejeitar o acto da morte para ler um livro.

 

Com um cartaz desenhado por Cristina Sampaio, no qual se vê um carrasco a rejeitar o acto da morte para ler um livro, incita-seassim à leitura e à celebração do livro como "um hino à vida" e, ao mesmo tempo, recorda que Portugal foi um dos primeiros países a abolir a pena de morte, no século XIX.

 

 

 

 

Carta de Lei

http://150anosdaabolicaodapenademorteemportugal.dglab.gov.pt/carta-de-lei/

 

Saber +

 

Portugal foi um dos primeiros países a inscrever no seu sistema legal uma lei de abolição da pena de morte para crimes civis, colocando-se na linha da frente dos países pioneiros do desiderato inspirador do filósofo milanês Cesar Beccaria. A dimensão do acto teve forte impacto no contexto europeu da época.

 

A Carta de Lei de Abolição da Pena de Morte em Portugal, documento do Arquivo Nacional da Torre do Tombo recebeu, no dia 15 de Abril de 2015, a distinção de Marca do Património Europeu.

 

Em 2017, e porque se comemoram os 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas quis relacionar o Dia Mundial do Livro com esta efeméride, incitando à leitura e celebrando o livro como um hino à vida .

 

O cartaz do Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor pretende mostrar simbolicamente que o livro e a leitura são factores fundamentais para o crescimento económico, político, social e cultural, e que se encontram na base da cidadania plena.

 

Nota:

 

Não é que concorde com esta dicotomia que sob o ponto de vista visual, é o que atrai mais rapidamente o público infantil e juvenil. Não favorecerá o gosto pela leitura. É demasiado sombrio e confuso ao primeiro olhar. São as escohas de quem decide... mas é preciso descer ao nível etário que se pretende atingir. E o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor é dirigido a todos, mas com particular incidência aos leitores mais jovens.

 

Caberá então aos professores a integração adequada deste cartaz para motivar os alunos para o gosto da leitura.

 

 

Actividades:

 

No Dia Mundial do Livro decorrem várias acções de promoção dos livros e da leitura, organizados por livrarias, associações culturais, escolas, universidades e outras entidades.

 

  • Neste dia também se podem comprar livros a preço especial em várias livrarias.
  • Actos individuais: Leia hoje um livro ou excerto de livro a uma criança invisual ou a uma pessoa com deficiência visual.
  • Como complemento, informar-se sobre a abolição da pena de morte em Portugal. 

 

"Hoje, uma das tristes realidades é que pouquíssimas pessoas, em especial jovens, lêem livros. A menos que encontremos formas imaginativas de resolver esse problema, as futuras gerações arriscam-se a perder a sua história."

 

Mandela, discurso 2005

 

A Professora GSouto

 

22.04.2017

 

Licença Creative Commons

 

15ª Mostra da U.Porto : Informar, experimentar, descobrir

 

Mostra_UP2017a.jpeg

 

 

Mostra da U.P. 2017

https://noticias.up.pt/

 

Está a decorrer a nova Mostra da Universidade do Porto, no Palácio de Cristal. Informar, experimentar e descobrir, são as três palavras-chave da edição 2017 da Mostra da Universidade do Porto.

 

De 20 a 23 de Abril,a U.P. convida miúdos e graúdos a deslocarem-se até ao Pavilhão Rosa Mota para conhecer o que de melhor se faz na U.Porto.

 

Durante quatro dias, a UPorto mostra-se ao público com as suas catorze faculdades, uma escola de negócios (Porto Business School) e muitos dos mais importantes centros de investigação nacionais.

 

Saber +

 

À espera dos visitantes vão estar mais de uma centena de actividades interactivas de experimentação e demonstração científica, bem como a oportunidade única para esclarecerem dúvidas sobre os cursos da U.Porto e o acesso ao Ensino Superior.

 

 

Mostra_UP2017c.jpg

 

Mostra U.Porto 2017

Pavilhão Rosa Mota

créditos: U.Porto

https://universidadejunior.up.pt/

 

Na Mostra, os alunos do ensino básico e secundário poderão encontrar respostas a diversas questões, como saídas profissionais, plano de estudos, organização curricular ou simplesmente sobre o quotidiano académico.

 

Naquela que é a maior montra do trabalho realizado por toda a comunidade da U.Porto, estudantes, pais, professores vão poder assistir e participar em actividades que vão desde simulações de julgamentos a aulas práticas de desenho e de pintura, à possibilidade de jogar xadrez com um robô, passando pela procura de sinais de trânsitos planetários a partir de dados reais da missão Keppler, da NASA.

 

 

Estudantes na Mostra U.Porto 2016

https://www.mostra.up.pt/

 

Actividades:

 

Das mais de 100 actividades ao dispor, os visitantes da Mostra podem também interagir com o robô REDI, que vai andar a “passear” pelo recinto da Mostra ou ficar a saber como se produz etanol e qual o microrganismo utilizado para se fazer iogurte.

 

Haverá também uma piscina insuflável onde todos podem experimentar um jogo dinâmico, bem como as demonstrações de videojogos.

 

 

 

Mostra U.Porto

https://noticias.up.pt/

 

Durante quatro dias, cerca de 300 docentes, investigadores, técnicos e estudantes da Universidade do Porto mudam-se de “malas e bagagens” para o Pavilhão Rosa Mota, num evento que vai contar com a presença das 14 faculdades, da Porto Business School e de alguns dos mais reputados centros de investigação da U.Porto.

 

 

 

 

 

 Informaçoes úteis:

 

Actividades, Programa, e outros eventos podem ser consultados no site oficial da Mostra U:Porto 2017

 

Entrada: livre

 

Horários:

 

Quinta e sexta-feira das 10h00 às 19h00; Sábado das 11h00 às 20h00; Domingo das 11h00 às 19h00.

 

 

Mostra da U.P. 2017

https://noticias.up.pt/

 

Grupos escolares:

 

Devem preencher o Formulário de Inscrição disponível no site oficial. O restante público não carece de qualquer inscrição.

 

Estudantes, docentes e investigadores universitários estão à tua espera… Com a tua escola, amigos ou família, visita a Mostra U:Porto 2017

 

A Professora GSouto

 

20.04.2017

 

Licença Creative Commons

 

 

Dia Internacional dos Museus e Sítios : Património Cultural e Turismo Sustentável

 

 

dia-monum-sitios.jpg

 

 

Celebra-se hoje, dia 18 Abril, o Dia Internacional dos Museus e Sítios embora as actividades se tenham estendido de 16-17 Abril 2016 para aproveitamento do fim-de-semana.

 

Comemorado cada vez mais em Museus de todo o mundo, o Dia Internacional dos Museus tornou-se uma actividade cultural para todos, já que a entrada nos museus é gratuita.

 

Saber +

 

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (DIMS), foi criado pelo Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios (ICOMOS) a 18 de Abril de 1982, e aprovado pela UNESCO no ano seguinte, com o objectivo de sensibilizar os cidadãos para a diversidade e vulnerabilidade do património, bem como para a necessidade da sua proteção e valorização.

 

Celebrando o património nacional, comemora também a solidariedade internacional em torno do conhecimento, da salvaguarda e da valorização do património em todo o mundo.

 

 

 

Visita comentada aos painéis do pintor Almada Negreiros

https://www.facebook.com/Dia.Internacional.dos.Monumentos.e.Sitios/

 

 

Ir + longe:

 

 

O Dia Internacional dos Museus e Sítios  é agora um acontecimento europeu e mundial de grande tradição no mundo dos museus e data de 1977, por proposta do ICOM
 
O Conselho Internacional dos Museus (ICOM) criou este dia para sensibilizar o grande público sobre a importância dos espaços museológicos no desenvolvimento da sociedade.
 
 

Da América à Oceania, passando pela Europa, Ásia, e África, o Dia  Internacional dos Museus é um momento único para a comunidade dos museus a nivel mundial. Todos os anos é proposto um tema pelo ICOM.

 

Tema 2017: "Património Cultural e Turismo Sustentável."

 

Numa época de marcada globalização económico-cultural, de profundas transformações sociais e do aumento exponencial do número de turistas, a salvaguarda, estudo, interpretação e divulgação do património é um factor fundamental para a afirmação da diversidade cultural dos territórios e dos países, constituindo igualmente um elemento chave  para o reforço do conhecimento e do respeito entre os povos.

 

A DGPC promove a divulgação deste tema com a finalidade de celebrar os benefícios de uma relação saudável entre o turismo e o património cultural.

 

 

 

 

 

https://www.facebook.com/Dia.Internacional.dos.Monumentos.e.Sitios/

 

 

Actividades Portugal:

 

Este ano participam no Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, 670 entidadades, distribuídas por 176 concelhos do Continente e dos Arquipélagos dos Açores e da Madeira, através da realização de cerca de 910 actividades dirigidas a diferentes públicos:

 

  • 406 Visitas guiadas/percursos orientados;
  • 94 Rotas patrimoniais/ itinerários culturais;
  • 85 Ateliês lúdicos/ oficinas pedagógicas/ workshops;
  • 59 Exposições;
  • 52 Encontros/ Conferências/ Seminários;
  • 50 Espectáculos artísticos,
  • 165 outras atividades.

 

"Essa função pode ser exercida em diferentes níveis, nomeadamente através da sensibilização das comunidades para o papel interventivo que podem desempenhar na conservação e valorização deste universo patrimonial tão vulnerável, e contribuir para minimizar a sua degradação ou até mesmo o seu aniquilamento."

 

 

 

Lugares Sagrados: Espaços e Caminhos

Centro de História da Arte e Investigação Artística da Universidade de Évora

https://www.facebook.com/Dia.Internacional.dos.Monumentos.e.Sitios/

 

 

Actividades:

 

Em cada país, é promovido, anualmente, um programa de actividades a nível nacional, cujo acesso, na grande maioria, é gratuito.

 

A DGPC promoverá a divulgação do programa nacional do DIMS 2017, procurando cativar cada vez mais participantes para estas comemorações.

 

  • As escolas terão certamente programado várias visitas de estudo para seus alunos, de modo a que estes possam ter acesso ao património cultural do seu país, num dia em que o acesso as todos os Museus e Sítios são gratuitos.
  • As escolas, com o apoio dos Professores de Artes programarão Actividades variadas para celebrar o tema 2017: "Património Cultural e Turismo Sustentável."

 

A Professora GSouto

 

17.04.2017

 

Licença Creative Commons

Pausa Páscoa : Algumas propostas de actividades !

 

 

http://www.dicasdeartesanatos.com.br/

 

Páscoa. As crianças e adolescentes andam em alvoroço. Sinónimo de liberdade, bom tempo, vida em família saída com amigos. 

 

E alguns até já pensam nas tradicionais doçarias da época: ovos de chocolate, amêndoas, pão-de-ló, e para muitos o tradicional folar.

 

 

pascoa2017.jpg

 

 
Saber +
 
 

A Páscoa é a maior festa da religião cristã. Cristãos do mundo inteiro festejam a Ressurreição de Cristo nos seus próprios ritos. Mas começou por ser uma festa pagã.

 

A data da Páscoa depende da primeira lua cheia da Primavera. A Páscoa celebra-se no próximo domingo, dia 16 de Abril, a seguir à primeira lua cheia da primavera que terá lugar na noite de 11 de Abril.

 

Não vou voltar a escrever sobre tradições, já o fiz em vários posts ao longo dos anos. Mas com férias da Páscoa, começam algumas dificuldades para as famílias para ocupar os tempos aulas livres.

 

páscoa-caça-ovos.jpg

 

 
Actividades de Páscoa: 
 
 
É interessante também notar que existe uma oferta cada vez mais alargada de instituições que organizam actividades para as férias e algumas delas bem interessantes. Embora, por vezes os preços possam ler elevados para muitas famílias. Há que saber procurar.
 
 
Não esquecer que há actividades familiares tradicionais que podem ser feitas em família ao fim-de-semana, como a caça aos ovos. É uma questão de procurar um lugar ao ar livre, pode até ser parque da cidade, e organizar uma caça aos ovos entre amigos dos filhos e seus pais.
 
 
 

pascoa-serralves.png

 

Arte e Natureza

Quinta de Serralves

https://www.serralves.pt/

 

Voltando às actividades organizadas por instituições. Não é bom que sejam actividades que funcionam quase como uma extensão da escola, com aulas ou formatos muito parecidos com os planos curriculares.
 
 
Não é isso que se pretende. Querem-se actividades de carácter lúdico com carácter de novas aprendizagens para a vida.
 
 
Prefiram, portanto, programas que põe as crianças à prova, que lhes propõem desafios diferentes daqueles que eles estão mais habituados.
 
 
Propostas de alguns programas:
 
 
 
Uma experiência que junta Arte e Natureza. Actividades que motivam aprendizagens que valorizam a curiosidade e a criatividade, tendo como ponto de partida o contacto com a arte e a natureza.
 
As oficinas têm um caráter lúdico e pretendem estimular a experimentação e a vivência em grupo.
 
 
Nível etário: 4-12 anos.
 
*Não gratuito.
 
 

 

Férias com Ciência/ A Ciência dos Super-Heróis

http://www.pavconhecimento.pt/

 
 
Pavilhão do Conhecimento - A ciência dos super-heróis.
 
 
Batman, Homem-Aranha, Hulk, Mulher Invisível ou Super Homem. Esta Páscoa, os jovens vão poder ser o super-herói que quiserem no Pavilhão do Conhecimento. Nestas férias, vamos explorar a ciência para quem gosta de histórias aos quadradinhos.

Descobrir como voam ou saltam pelos ares, o que dá força aos seus músculos são alguns dos desafios para os mais pequenos.

Vamos ainda construir foguetões e desafiar as leis da gravidade, treinar como ninjas aplicando com mestria as Leis de Newton, criar gadgets, lançar projécteis, testar a resistência das teias, construir um hovercraft e aprender como os vegetais nos podem dar mais força e energia.
 
 
Data: 10 a 13 de Abril.
 
Nível etário:  6 - 12 anos.
 
* Não gratuito.
 
 

pascoa-museu.JPG

 

News Museum

créditos: Leonardo Negrão/ Global Imagens

http://www.dn.pt/

 

 
 
Uma viagem ao mundo das notícias. Viagem através dos Media, Jornalismo e Comunicação com um significante valor educativo.
 
 
A experiência do NewsMuseum tem valor educativo tanto para jovens dos 2º e 3º ciclos do Ensino Básico e Ensino Secundário como para estudantes do Ensino Superior. 

 

Os jovens podem fazer o download da app NewsMuseum, que serve como “Behind the Scenes” e permite complementar as informações disponíveis sobre as diversas áreas temáticas.

 

Uma experiência bilingue, com todos os conteúdos disponíveis em português e inglês.

 
 Nível etário : 12-17 anos
 
 

pascoa-gaia1.jpg

 

 

O Corpo Humano : Sistemas de Vida

http://www.gaiashopping.pt/

 

 
 
 
Uma Exposição interactiva sobre o corpo Humano Sistemas de Vida. Integrado no projecto 'Animação de A a Z', a exposição inclui um conjunto de actividades lúdico-didáticas dirigidas principalmente a crianças e pré-adolescentes. 
 
 
"Esta iniciativa pretende ajudar a mostrar o que os nossos olhos não podem ver e a complexidade que se esconde para lá da nossa pele, explicando o funcionamento do nosso corpo, e ainda educar e alertar, de forma divertida, para a necessidade da criação de boas práticas e rotinas desde pequeno, de forma a manter um corpo saudável e uma vida sã."
 
 
A exposição Sistemas de Vida vai estar no Piso 0, Praça Central, do GaiaShopping, de 15 de Março a 17 de Abril, das 10h e as 21h.
 
 
Nível etário: 5 -12 anos.
 
Entrada livre
 
 

pascoa-caca.jpg

 

 
 
 

A Girafa pôs um Ovo?!


Será que as Girafas põem ovos?  E onde mora a Girafa da Alfândega? Que amigos costumam descansar sobre o seu pescoço?

 

O Museu Transportes e Comunicações convida para uma Caça aos Ovos de Páscoa que a Girafa escondeu um pouco por todo o Edifício da Alfândega.

 

Passo a passo, ovo a ovo descobrem-se salas imensas, painéis históricos, caves húmidas e misteriosas, um contentor moderno, objetos comunicantes, tesouros que o Capitão Nortada escondeu há muito e que descobrirás nesta fabulosa aventura.

 

Data:  5, 6, 7, 11,12,13 e 18 Abril

 
*Preço: Solicitar informações
 
 
 

 

HipHop/ It's Easter Time

http://www.hardrock.com/cafes/lisbon/pt/

 
 
 
Hard Rock Cafe Lisboa convida para um pequeno-almoço do Coelho da Páscoa! Pequeno-almoço na companhia de uma personagem especial: o Coelho da Páscoa.
 

Miúdos e graúdos vão poder deliciar-se com um pequeno-almoço muito original, tirar fotografias com o energético Coelhinho, fazer pinturas faciais e descobrir os inúmeros ovinhos que se escondem pelo HRC.

 

Reúna a família, fuja da rotina e assinale esta data mágica com “um coelhinho de que tudo é capaz”. Embarque nesta viagem doce e colorida e faça desta Páscoa uma Páscoa memorável!

 

Dias 9 e 15 de Abril, entre as 9h30 e as 11h30, HardRockCaffe de Lisboa proporcionará uma manhã recheada de surpresas a toda a família.
 
*Pré-reserva obrigatória
 
 
Bom! Outras haverá. O que é necessário é imaginação e o arrojo de propor coisas diferentes aos nossos jovens. Claro que, se for possível, os Pais também devem participar.
 
 
A Professora GSouto
 
 
08.04.2017
 
 
 Licença Creative Commons

Dia Internacional Livro Infantil & Feira do Livro Infantil Bologna

dia-livro-infantil2017.jpg

 

Dia Mundial do Livro Infantil 2017

ilustrador: João Fazenda

 http://www.dglb.pt/

 

Hoje, 2 de Abril comemora-se em todo o mundo o nascimento de Hans Christian Andersen. E este ano cumprem-se 50 anos da celebração do Dia Internacional do Livro Infantil, uma iniciativa do Conselho Internacional sobre Literatura para os Jovens (IBBY).

 

Desde 1967, este dia passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se a atenção para a importância da leitura e para o papel fundamental dos livros na infância.

 

 

Dança

ilustração: João Fazenda

Prémio Nacional de Ilustração 2016

http://dglab.gov.pt/

 

Para assinalar o Dia Internacional do Livro Infantil 2017, a DGLAB convidou o ilustrador João Fazenda, vencedor do Prémio Nacional de Ilustração do ano passado, para ser o autor da imagem do cartaz.

 

childrenbooks2017.gif

 

International Children's Book Day 2017
poster credits: Mikhail Feodorov

 

 

A mensagem 2017 do IBBY internacional, este ano da responsabilidade da Rússia. Consta de um texto do escritor Sergey Makhotin. O cartaz foi criado pelo ilustrador Mikhail Fedorov.

 

Mensagem 2017: "Vamos crescer com o livro"

 

Vamos crescer com o livro!

 

Na minha primeira infância, gostava de construir casas com pequenas peças e toda a espécie de brinquedos. Usava muitas vezes um livro ilustrado a fazer de telhado. Nos meus sonhos, entrava na casa, deitava-me na cama feita com uma caixa de fósforos e olhava para cima, para as nuvens ou para as estrelas do céu. A escolha dependia da ilustração que preferia na altura.

 

(...)

 

Depois cresci, aprendi a ler, e o livro, na minha imaginação, começou a assemelhar-se mais a uma borboleta, ou mesmo a um pássaro, do que ao telhado de uma casa. As páginas do livro pareciam asas que batiam. Era como se o livro, deitado no peitoril, quisesse sair pela janela aberta em direcção ao desconhecido. Segurava-o com as mãos e começava a lê-lo, e o livro ia ficando cada vez mais calmo. Então eu próprio voava para outras terras e novos mundos, alargando o espaço da minha imaginação. Que alegria ter na mão um novo livro! (...)

 

Sergey Makhotin, mensagem 2017

(tradução Maria Carlos Loureiro a partir da versão inglesa de Yana Shvedova)

 

Continue a ler aqui

 

 

 

 

E amanhã, dia 3 de Abril inicia-se a Feira do Livro Infantil de Bologna / Bologna Children's Book Fair 2017 e que decorre até 6 de Abril.

 

Durante quatro dias a Feira do Livro Infantil de Bologna reúne centenas de editores, livreiros, autores e ilustradores de todo o mundo em torno da divulgação do livro ilustrado para a infância e juventude.

 

Além dos 'stands' de cada editora ou entidade promotora, há um extenso programa paralelo de debates, lançamentos, prémios e exposições.

 

Este ano, a Feira de Bologna vai dar especial ênfase aos livros sobre Arte.

 

 

 

Verdade?!

ilustração: Bernardo B. Carvalho/ Menção Honrosa 

Prémio Nacional de Ilustração 2015

Pato Lógico

https://www.pato-logico.com/

 

70 livros ilustrados e juvenis publicados ao longo de 2016 em Portugal vão estar presentes via DGLAB, com destaque para as ilustrações de João Fazenda, Bernardo Carvalho e Yara Kono, distinguidos com o Prémio Nacional de Ilustração (2015).

 

Espaços autónomos de outras editoras também estão presentes na Feira do Livro Infantil de Bologna.

 

Todos os anos, a Feira de Bologna acolhe ainda uma exposição internacional de ilustração, na qual têm estado presentes consecutivamente autores portugueses.

 

Cristina Valadas esteve presente. Foi a vencedora do Prémio Nacional de Ilustração 2007 com o livro O Rapaz que sabia acordar a Primavera, texto de Luisa Dacosta.

 

  

 

Batata Chaca Chaca
Texto e ilustração: Yara Kono
Edição: Planeta Tangerina

http://www.planetatangerina.com/

 

 

Resumo:

 

"Yara Kono tem convidados para o almoço e não lhe faltam ideias para preparar uma refeição bem saborosa.
Mas precisa de uma mão (duas!) dos leitores para conseguir ter os pratos prontos a tempo.
Quem quer ajudar a preparar todas as receitas?

 

Transformado em bancada de cozinha, este livro vai pôr os leitores a lavar, cortar, amassar, temperar... mas não só.
Entre tachos e panelas, vão aparecer algumas tarefas mais inesperadas como fazer saltar as misteriosas batatas chaca-chaca.."

 

 

 

Ana de Castro Osório, a mulher que votou na literatura

texto: Carla Maria Almeida

ilustração: Marta Monteiro

Pato Lógico

https://www.pato-logico.com/

 

 

Resumo:

 

"É verdade que as mulheres conseguem fazer muitas e diferentes coisas ao mesmo tempo. Também é verdade que há cem anos, ninguém perdia tempo a fazer «gosto» no Facebook, nem a jogar horas com o telemóvel, nem a escolher entre 50 marcas diferentes de cereais para o pequeno-almoço.

 

Ana de Castro Osório teve a sorte e a liberdade de poder usar o seu tempo para pensar, escrever e ser útil à sociedade. Afinal, era aquilo que mais gostava de fazer. Se tivesse vivido nos dias de hoje chamar-lhe-iam «supermulher»? Teria sido diagnosticada, ao princípio, como uma «criança hiperactiva»?"

 

Estas duas ilustradoras portuguesas Yara Kono e Marta Monteiro foram  selecionadas este ano. O júri da exposição escolheu Marta Monteiro pelas ilustrações para o livro Ana de Castro Osório, a mulher que votou na literatura, escrito por Carla Maia de Almeida, e Yara Kono, pelo livro Batata chaca-chaca.

 

Às duas autoras junta-se ainda a polaca Tina Siuda que vive no Porto. 

 

 

 

 

http://www.bolognachildrensbookfair.com/

 

Durante a Feira serão ainda anunciados os vencedores de vários prémios, entre os quais o Astrid Lindgren Memorial Award, no valor de 570 mil euros, para o qual estão nomeados o ilustrador André Letria e a escritora Maria Teresa Maia Gonzalez.

 

O Prémio ALMA, criado em 2002 pelo governo da Suécia, em honra da escritora Astrid Lindgren, pretende reconhecer o trabalho de um autor, ilustrador ou organização que promova a leitura e o livro infanto-juvenil.

 

Na segunda-feira, dia 3 Abril serão revelados os nomeados para o Prémio bienal Hans Christian Andersen 2018, apresentado como o Nobel da Literatura para a infância e juventude e que é atribuído pelo Conselho Internacional sobre Literatura para os Jovens (IBBY).

 

 

 

 

Catalunha & Illhas Baleares, Espanha

Convidados de Honra

 http://www.bookfair.bolognafiere.it/

 

Catalunha e as Ilhas Baleares, em Espanha, são os convidados de honra desta 54.ª edição da Feira do Livro Infantil de Bologna.

 

 Actividades:

  • Ir à biblioteca da escola ou levar de casa um livro para a sala de aula;
  • Solicitar à professora a leitura em voz alta de um excerto previamente seleccionado;
  • Ler um livro na biblioteca da escola. Ou requisitar para ler em casa. Se a mediateca estiver apetrechada, requisitar um ebook, se tiverem um kindle. Há bibliotecas escolares que já têm alguns kindles que poderão ser utilizados na biblioteca pelos alunos.
  • Passar numa livraria, já que vão entrar de férias de Páscoa, e comprar um novo livro com a semanada para ler e juntar à vossa biblioteca. 

 

A Professora GSouto

 

02.04.2017

 

 Licença Creative Commons