Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Dia Universal da Criança : falar dos direitos das crianças

 

 

 

 

Dia Universal das Crianças

créditos: Unicef Portugal

https://medium.com/@UNICEF_Portugal/

 

Assinala-se hoje, dia 20 Novembro, o Dia Universal da Criança. O Dia Universal da Criança foi criado em 1954 e é celebrado todos os anos no dia 20 Novembro afim de promover o respeito pelos direitos das crianças.

 

Saber +

 

O dia 20 Novembro assinala o dia da adopção pela UN da Declaração dos direitos da criança [A/RES/1386(XIV)] em 1959, e da Convenção relativa aos direitos das crianças, assinada em 1989.

 

Desde 1990, o Dia Universal das Crianças marca igualmente o aniversário da adopção da Declaração da Convenção relativa aos direitos das crianças.

 

Em 20 de Novembro de 1990, Portugal ratificou a CDC, o tratado de direitos humanos mais rapida e amplamente ratificado do mundo. A Convenção estabelece um padrão universal básico para uma infância saudável, protegida e digna para todos os seres humanos.

 

 

Crianças desalojadas devido a inundações nas Filipinas

  EPA/Francis R. Malasig

http://static.globalnoticias.pt/

 

Seis milhões de crianças continuam a morrer no mundo todos os anos devido a causas evitáveis, segundo dados da UNICEF a propósito do Dia Universal da Criança, que hoje se assinala.

 

Apesar dos progressos alcançados nas últimas décadas, a UNICEF recorda que as crianças dos agregados familiares mais pobres têm duas vezes mais probabilidade de morrer antes dos cinco anos do que as crianças dos meios mais ricos.

 

 

 

créditos: Unicef 

https://www.facebook.com/UNICEF.Portugal/

 

Ir + longe:

 

São quase 385 milhões as crianças a viver em situação de pobreza extrema e mais de 250 milhões de crianças em idade escolar não estão a frequentar a escola ou a aprender.

 

Há ainda perto de 50 milhões de menores que foram obrigados a abandonar as suas casas e estão actualmente desenraizadas.

 

"Os direitos das crianças encurraladas em zonas sob cerco - nomeadamente na Síria, no Iraque, no norte da Nigéria - estão ainda mais ameaçados, pois as suas escolas, hospitais e casas têm sido alvo de ataques.

 

 

childrens-day-syria.jpg

 

Crianças na Síria reunem lenha 

créditos: REUTERS

http://www.telegraph.co.uk/

 

A nível global, perto de 250 milhões de crianças vivem em países afectados por conflitos", refere a UNICEF num comunicado em que assinala o Dia Universal da Criança.

 

"É absolutamente necessário pôr fim a estas violações, investindo mais para chegarmos às crianças mais vulneráveis, ou pagaremos o preço de um crescimento mais lento, de maiores desigualdades e menor estabilidade"

 

Directora Unicef Portugal

 

Em Portugal, a UNICEF reconhece os progressos alcançados desde a década de 1990, com especial destaque para a redução da mortalidade infantil.

 

 

 

Pobreza infantil

créditos: Reuters

http://www.iol.pt/

 

Mas outros problemas agravaram-se ou persistem nos últimos anos, como a pobreza infantil, que afecta perto de um quatro das crianças em Portugal.

 

"A pobreza e as privações na infância, na esmagadora maioria dos casos, condicionam não apenas o presente das crianças mas também o seu futuro e o futuro da sociedade",

 

UNICEF Portugal

 

 

 

Desastres naturais

créditos: STR/EPA

http://img.obsnocookie.com/

 

Actividades:

 

  • Solicitar alunos para pesquisa sobre pobreza em Portugal, países com conflitos armados, países com desastres provocados pelas alterações climáticas;
  • Alertar para o problemas das crianças refugiadas na Europa, devido à guerra na Síria.
  • Rever Direitos das Crianças, formular questões, elaborar curtos relatórios.
  • Organizar uma pequena exposição na biblioteca da escola ou um jornal de parede (sala de aula) para alertar para os riscos de pobreza em Portugal.

 

A Professora GSouto

 

20.11.2016

 

Licença Creative Commons