Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Páscoa ! Não esqueça de mudar hora ! #HoraVerão

 

 

ferias.jpg

 

 
Férias de Páscoa! Todos já a pensar nas tradcionais doçarias da época: ovos de chocolate, amêndoas, pão-de-ló, e para muitos o tradicional folar.
 
 
Saber +
 

A Páscoa é a maior festa da religião cristã. Cristãos do mundo inteiro festejam a Ressurreição de Jesus nesta festa. A data da Páscoa depende da primeira lua cheia na Primavera. Este ano de 2016, domingo de Páscoa cai no dia 27 de Março.

 

A Páscoa celebra-se no Domingo depois da primeira lua cheia da primavera que teve lugar esta noite, 23 Março.

 

 

 

Domingo de Páscoa é festejado em todos os países cristãos do mundo. Em alguns países, Segunda-feira de Páscoa é feriado também. E por cá há algumas localidades ou municípios em que a segunda-feira é feriado.

 

Há países em que a Seunda-feira de Páscoa é feriado oficial. É o caso de Alemanha, Áustria, Italia, França, Bélgica, Luxemburgo, nos Países Baixos, em algumas regiões da Suíça e muitos outros países.

 

Mas agora imaginem! A hora de verão entra precisamente no sábado de Páscoa. Wow! Vai ser um Domingo de Páscoa mais luminoso, já que temos mais uma hora de sol.

 

 

 

Vamos andar para a frente no tempo e 'perder a hora que recuperámos em Outubro. Não é magia nem ficção científica, apenas o regresso à hora de Verão. Tão bom!
 
No entanto, há muitos os países que já mudaram a hora: Estados Unidos, Canadá e Cuba, por exemplo, mudaram no dia 13 Março. A maior parte dos países da Europa muda na madrugada do dia 27 Março. Portugal é um deles.
 

Isto somado aos muitos fusos horários dá... uma grande confusão. Vejamos: sabes qual a diferença horária entre Lisboa e Nova Iorque? Cinco horas é a resposta correcta... na maior parte do ano. Nas próximas semanas, no entanto, serão apenas quatro, porque os EUA já regressaram à hora de verão e Portugal ainda não. Confuso, não?

 

Ir + longe:

 

A União Europeia começou a emitir directivas sobre este tema em 1981. Mas, foi preciso esperar até 1996 para conseguir que todos os países entrassem e saíssem deste horário às mesmas horas e nos mesmos dias. Assim, por considerar que é uma decisão "importante para o funcionamento do mercado interno", a decisão da UE é tomada a cada cinco anos e em conjunto.

 

É preciso recuar um século para encontrar as raízes da mudança da hora, associadas ao racionamento de energia na I Guerra Mundial. A hora de verão já tinha sido proposta pelo americano Benjamin Franklin, que, entre as lentes bifocais e o para-raios, inventou também a ideia de adiantar os relógios no Verão, para poupar energia: na altura, século XVIII, cera de vela, portanto, 32 mil toneladas só em Paris, previa o político e inventor.

 

A ideia ficou no ar e arranjou defensores, da Inglaterra à Nova Zelândia, mas só no contexto da Grande Guerra é aplicada: Alemanha e Império Austro-Húngaro primeiro, em Abril de 1916, um exemplo seguido prontamente pelos seus inimigos, que apenas três semanas depois também adiantaram o relógio.

 

Portugal foi um desses países e desde então manteve esta tradição na maior parte dos anos, com algumas experiências pelo meio.

 

 

pascoa2.jpg

 

 
Bom, estamos todos bem esclarecidos? Então voltemos às férias de Páscoa e à celebração do Domingo de Páscoa.
 
 
 Curiosidades:
 

Os ovos de chocolate ou ovos de Páscoa são uma tradição milenar relacionada com o Cristianismo. Costumava-se pintar um ovo oco de galinha de cores bem alegres, pois a Páscoa é uma data festiva que comemora a ressurreição de Cristo, sendo o ovo um símbolo de renascimento. Outros povos como os gregos e os egípcios também coloriam ovos de galinha oco, porém em datas diferentes.

 

Mas o ovo é um símbolo bastante antigo, anterior ao Cristianismo e representa a fertilidade e o renascimento da vida. Muitos séculos antes do nascimento de Cristo, a troca de ovos no Equinócio da Primavera (20 de Março) era um costume que celebrava o fim do Inverno e o início de uma estação marcada pelo florescimento da natureza. Para obterem uma boa colheita, os agricultores enterravam ovos nas terras de cultivo.

 

Quando a Páscoa cristã começou a ser celebrada, a cultura pagã de festejo da Primavera foi integrada na Semana Santa. Os cristãos passaram a ver no ovo um símbolo da ressurreição de Cristo.

 

Nada mais posso acrescentar.  Estão bem esclarecidos quanto:

 

  • Mudança de hora
  • Tradições de Páscoa

 

E agora é continuar a gozar as vossas férias!
 
Votos de Boa Páscoa!
 
A Professora GSouto
 
24.03.2016
 
 
Licença Creative Commons
 
 
Referências : DN | Sociedade (mudança hora)
 
 

Dia Mundial da Poesia, da Árvore e da Floresta !

 

 

 

Google Doodle Equinócio Primavera

animator: Nate Swinehart

http://www.google.com/doodles/

 

Este domingo, de madrugada, as posições dos astros marcaram o início oficial da estação da Primavera, a estação das flores e das andorinhas.

 

Às 4:30 horas (GMT) de 20 Março aconteceu o equinócio da Primavera, o momento em que o Sol, no seu movimento anual aparente, passa no equador celeste, Também é por esta altura que o dia e a noite têm aproximadamente o mesmo número de horas.

 

O equinócio de Março, celebrado por um Google Doodle animado extremamente criativo, é o momento de anunciar o início da Primavera no hemisfério norte – e o início do outono no hemisfério sul.

 

 

 

 http://4.bp.blogspot.com/

 

E com a Primavera vem também a Poesia. Hoje, dia 21 Março celebra-se o Dia Mundial da Poesia. Este Dia Mundial da Poesia celebra a diversidade do diálogo, a livre criação de ideias através das palavras, da criatividade e da inovação.

 

A data visa fazer uma reflexão sobre o poder da linguagem e do desenvolvimento da criatividade de cada pessoa. Neste dia realizam-se várias atividades pelo país, sobretudo nas escolas, bibliotecas e espaços culturais.

 

Saber +

 

O Dia Mundial da Poesia foi criado na 30ª Conferência Geral da UNESCO a 16 de novembro de 1999. A poesia contribui para a diversidade criativa, usando as palavras e os nosa sensibilidade para a compreensão do mundo.

 

 http://www.dglb.pt/

 

Ir + longe:

 

Portugal é um país de poetas. Nomes tão consagrados como A nossa história apresenta muitos poetas cuja obra literária é mundialmente conhecida.

Luís de Camões, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Manuel António Pina, David Mourão-Ferreira, Natália Correia, Eugénio de Andrade, Miguel Torga, Sophia de Mello Breyner Andersen, José Luís Peixoto são alguns dos poetas portugueses mais conhecidos.

 

Eu adoro poesia, com sabem! E muitas foram as aulas que dedicamos à Poesia, ou melhor dizendo Texto Poético, quer lendo os nossos poetas - e como somos um país de bons poetas! - quer lendo poesia de poetas estrangeiros, quer escrevendo poesia.

 

Também criámos textos poéticos, como as quadras de S.João, os pequenos poemas partindo de letras do alfabeto, adivinhas, quadras populares, ou áreas temáticas, tudo isto em ambiente de aprendizagem com jogos. E lembram a ficha digital sobre o texto poético?

 

 

Dia Mundial da Poesia

CCB

https://www.ccb.pt/

 

Na edição de 2016 do Concurso   Faça lá um poema!, o Plano Nacional de Leitura (PNL), faz o anúncio público da organização da antologia poética Dança das Palavras que reúne os poemas vencedores de todas as edições dos concursos de 2010 a 2016 de que se faz lançamento na data de celebração do Dia Mundial da Poesia, em parceria com o Centro Cultural de Belém.

 

Actividades:

 

  • Pesquisa de poesia alusiva à Primavera
  • Audição de poemas
  • Escrita criatica: produção de poemas
  • Ler poema com expressividade: apoio na selecção de poemas
  • Convidar um Poeta para um encontro com alunos sobre Poesia
  • Apresentar filmes sobre poetas : há vários fimes baseados na vida de poetas
  • Escrita criatica: Escrever pequenas frases poéticas.
  • Workshop: produção de poemas

 

 

Dia Mundial da Árvore

poema: Miguel Torga

http://www.icnf.pt/

 

Mas hoje também se celebra o Dia da Árvore e o Dia Internacional da Floresta

 

A primeira comemoração do Dia da Árvore teve lugar em 1872, nos Estados Unidos. Depois, rapidamente se expandiu por muitos países a nível mundial. Em Portugal, comemora-se desde 9 Março 1913.

 

Todos nós gostamos muito de árvores. Elas são-nos imprescindíveis no nosso dia-a-dia. Tanto como a poesia. As árvores e a poesia podem estar interligadas.

 

Então para comemorar esta cumplicidade entre a poesia e as árvores, aqui vos deixo este excerto de  José Luís Peixoto:

(...) 

olhando as nuvens, compreendi que eras

meu amigo durante as árvores a crescerem

nos campos. (...)

 

in José Luís Peixoto, A Casa, a Escuridão,

Temas e Debates, 2002, pág.23

 

A Professora GSouto

 

21.03.2016

 

Licença Creative Commons

Dia do Pai ! Vamos oferecer livros ?

 

doodle-dia-pai.jpg

 

Google Doodle Dia do Pai

http://www.google.com/doodles/

 

O Dia do Pai em Portugal é comemorado no dia 19 de Março. Celebra-se no dia de São José, santo popular da igreja católica (pai de Jesus Cristo).Uma tradição que se repete em vários países de religião católica. 

 

A celebração do Dia do Pai no dia 19 de Março tem lugar em Portugal, Espanha, Itália, Andorra, Bolívia, Honduras, Liechstenstein, Croácia. A celebração da data varia de país para país.

 

Em França, o Dia do Pai celebra-se no 3º domingo de Junho.

 

Gogle parabeniza os pais com um o Doodle o Dia do Pai, esqueceu Portugal na lista de países. No entanto, ao acedermos à página principal do motor de busca, é-nos apresentado. Será que se redime dessa falha? Ou confunde Portugal com Espanha?

 

 

 Saber+

 

Origem Dia do Pai : Existem duas histórias sobre a origem do Dia do Pai

 

  • A instauração do Dia do Pai teve origem nos Estados Unidos da América, em 1909. Sonora Louise Smart Dodd, filha de um militar resolveu criar o Dia dos Pais motivada pela admiração que sentia pelo seu pai, William Jackson Smart, pelo facto de este ficar viúvo e educar seis filhos.

 

A festa foi ficando conhecida em todo o país e em 1972, o presidente americano Richard Nixon oficializou o Dia dos Pais.

 

  • Evoca-se também, como origem dessa data a Babilónia, onde, há mais de 4 mil anos, um jovem chamado Elmesu teria moldado em argila o primeiro cartão. Desejava sorte, saúde e longa vida a seu pai, um rei babilónico famoso Nabucodonosor.

 

Em Portugal a festa esteve sempre associada ao Dia de S. José, 19 Março.

 

É prática dar um presente ao Pai, num gesto de carinho. Por que não oferecer um livro? Aqui ficam algumas sugestões para várias idades:

 

 

 

Querido Pai

Orianne Lallemand

ilustrações: Angélique Pelletier

Editorial Presença, 2012

http://www.presenca.pt/livro/querido-pai/

 

Sinopse:

 

Pai Miminhos, Pai Força, Pai Compincha, Pai Cócegas... Descubram o olhar que uma menina lança sobre os estados de alma do seu pai, acompanhados de ilustrações transbordantes de ternura.

Em Querido Pai, todos os pais do mundo são contemplados com palavras amorosas, ternurentas e de grande admiração.

 

 

 

 

 

Querido Pai

Orianne Lallemand

ilustrações: Angélique Pelletier

http://multimedia.fnac.pt/

 

Depois de Mamã Maravilha, é a vez de os pais terem a sua homenagem, num livro que é um presente ideal tanto para os mais pequenos como para os mais crescidos.

 

 

 

O Pai e Eu

Maria Teresa Gonzalez

ilustrações: Carla Nazareth 

 

Começa assim:
 
"Ser santo é viver no mundo real e ir ao encontro
das pessoas que Deus colocou no nosso caminho
e amá-las.
Para muitos de nós, essas pessoas são
a nossa própria família."
 
Irmã Wendy, Livro de Santos

 

 

 

 

 

 

Quando dissemos
a nossa primeira palavra,
o Pai foi logo contar a novidade
a toda a gente que conhecia
(e era a palavra «Mamã»)!

 


 

 

O Pai e Eu

Maria Teresa Gonzalez (excertos)

Ilustrações: Carla Narath

Porto Editora, 2011

http://static.fnac-static.com/

 

Ser Pai não é fácil, sobretudo quando
tem de nos ralhar ou pôr de castigo..."
(...)
 

 

Maria Teresa Gonzalez, O Pai e Eu, Porto Editora

(excertos)

Ilustrações Carla Nazareth

 

Sinopse:

 

Quando dissemos a nossa primeira palavra, o Pai foi logo contar a novidade a toda a gente que conhecia (e era a palavra «Mamã»)!

 

Nota: Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura Educação pré-escolar. Leitura com apoio do educador ou dos pais.

 

 

O meu Pai é grande, é forte, mas...

Coralie Saudo

ilustrações: Kris Di Giacomo

Dinalivro, 2012

http://bibrt.no-ip.biz/

 

Sinopse:

 

Todas as noites é sempre a mesma coisa. Este papá de gravata e com um ar exausto não quer ir para a cama e faz uma grande birra antes de se ir deitar. Por fim, depois de muitas negociações e de voltas e mais voltas pela casa toda, lá se consegue levá-lo. Mas ainda é preciso ler-lhe um livrinho antes da fatídica pergunta do costume: «Alexandre, meu filho, posso dormir na tua cama?» Nesta história contada ao contrário, a inversão dos papéis diz-nos que um pai pode ser realmente grande e forte - como se constata no exercício de puro deleite em que consiste a visualização das ilustrações -, mas nem por isso deixa de precisar de colo ou de ter medo do escuro.

 

O lado mais frágil da idade adulta consumada na paternidade alcança neste livro a doce melancolia de um tom sépia, que nos diz metaforicamente aquilo que poucas vezes deixamos transparecer.

 

 

O Pai no Tecto

Maria Teresa Gonzalez

Verbo, 2003

http://d.gr-assets.com/

 

Sinopse:

 

Encontrado dentro de um cesto, apenas envolto num pano, Tito sempre pensou que o seu pai se chamava Adão e que um dia o iria buscar. Isto porque a avó Lena, a governanta da Casa dos Lírios, uma instituição que acolhe rapazes órfãos ou negligenciados pela família, lhe contou que ele tinha aparecido misteriosamente «à pai Adão». Miúdo dotado de grande inteligência, Tito vai sofrer o primeiro desgosto de uma existência até então vivida praticamente sem sobressaltos: a morte da avó Lena, a pessoa que o criara e o fazia sentir que tinha uma família. No momento em que se sente completamente perdido, o pediatra da instituição, o Dr. Tomás Telles, homem solitário, convida-o para uma viagem a Roma, onde lhe diz ter uma surpresa para lhe mostrar. E é durante esta viagem que Tito encontra finalmente o pai, só que afinal ele não se encontra no tecto da Capela Sistina...

 

 

Florbela.png

 

 

 Florbela Espanca 

http://www.luso-livros.net/

 

Ir + longe:

 

Mas, para os mais velhos, os alunos que estudam literatura portuguesa e os grandes poetas, fica então um poema de Florbela Espanca que dedicou um poema ao pai:

 

Poema para o Dia do Pai


Ter um Pai! É ter na vida
Uma luz por entre escolhos ;
É ter dois olhos no mundo
Que veem pelos nossos olhos!

 

Ter um Pai! Um coração
Que apenas amor encerra,
É ver Deus, no mundo vil,
É ter os céus cá na terra!

 

Ter um Pai! Nunca se perde
Aquela santa afeição,
Sempre a mesma, quer o filho
Seja um santo ou um ladrão ;

 

Talvez maior, sendo infame
O filho que é desprezado
Pelo mundo ; pois um Pai
Perdoa ao mais desgraçado!

 

Ter um Pai! Um santo orgulho
Pró coração que lhe quer
Um orgulho que não cabe
Num coração de mulher!

 

Embora ele seja imenso
Vogando pelo ideal,
O coração que me deste
Ó Pai bondoso é leal!

 

Ter um Pai ! Doce poema
Dum sonho bendito e santo
Nestas letras pequeninas,
Astros dum céu todo encanto!

 

Ter um Pai! Os órfãozinhos
Não conhecem este amor!
Por mo fazer conhecer,
Bendito seja o Senhor!

 

Florbela Espanca, Poesia 1918-1930, 

Dom Quixote, 1992

 

 A Professora GSouto

 

19.03.2016

 

Licença Creative Commons

14ª Mostra Universidade do Porto : Ensino e Inovação

 

 

 

Mostra UP 2016

http://www.mostra.up.pt/

 

Está a decorrer uma nova Mostra da Universidade do Porto,. no Palácio de Cristal.  De 17 a 20 de Março, todas as faculdades e centros de investigação da Universidade do Porto estão reunidos num único local para dar a conhecer à comunidade o que melhor se faz nas suas salas de aula e laboratórios.

 

 

Trata-se da 14.ª edição da Mostra da U.Porto, e este ano regressou ao Pavilhão Rosa Mota (Palácio de Cristal.

 

Mais de 300 professores, investigadores e estudantes estão envolvidos na organização daquela que é a grande montra do trabalho realizado durante todo o ano pela comunidade académica.

 

mostra2016.jpg

 

Mostra UP 2016

https://www.facebook.com/universidadedoporto/ 

 

Saber +

 

Durante estes quatro dias, quem passar pelo Pavilhão Rosa Mota poderá conhecer de perto as mais recentes descobertas e inovações científicas da Universidade do Porto:

 

  • ver o balão de hélio que irá levar a Internet até ao alto mar,
  • experimentar as suas expressões faciais numa personagem de cinema de animação,
  • aprender os mecanismos de um carro eléctrico de competição,
  • descobrir como um estetoscópio digital pode detectar automaticamente as irregularidades do batimento cardíaco
  • assistir à primeira apresentação de aplicações móveis construídas com base na nova tecnologia europeiaSafeCloud.

 

 

Mostra UP 2016

http://www.mostra.up.pt/

 

Os estudantes/visitantes da Mostra da U.Porto 2016 poderão ainda participar em aulas de pintura e desenho, aprender a produzir um medicamento, simulações de escavação arqueológica, descobrir porque não cai a Torre de Pisa, descobrir os mistérios das ondas e dos sismos, realizar aulas de culinária saudável e fazer rastreios, entre mais de 100 experiências, demonstrações e ensaios disponíveis.

 

Ir + longe:

 

A Mostra da U.Porto é um espaço por excelência onde os futuros estudantes do Ensino Superior poderão perceber mais pormenorizadamente qual o curso universitário que mais se adequa à sua vocação.

 

 

Os estudantes do Ensino Básico e Secundário que perspectivam a continuação de estudos no Ensino Superior – a quem a Mostra se dedica particularmente – terão a oportunidade de, em diálogo com os docentes, investigadores, estudantes e técnicos universitários, conhecer a diversidade da formação oferecida pela Universidade do Porto, confirmando escolhas ou descobrindo percursos de estudo ainda não considerados.

 

No Pavilhão Rosa Mota será possível ter toda a informação e tirar todas as dúvidas sobre os 52 cursos de licenciatura e mestrado integrado da Universidade do Porto.

 

 

Mostra UP 2016

http://www.mostra.up.pt/

 

Ver Programa e Actividades para os diferentes dias aqui

 

Entrada : Livre

 

Horários:

 

A Mostra da Universidade do Porto vai estar de portas abertas das 10:00 às 19:00 horas, durante quinta e sexta-feira.

 

No fim de semana abre às 11 horas e encerra às 20 horas (sábado) e 19 horas (domingo).

 

A Inscrição para Grupos Escolares fez-se até 11 Março 2016. Mas as visitas do público em geral são livres, não carecendo de inscrição prévia.

 

Daí que qualquer estudante possa visitar, sozinho ou em grupo de amigos, ou até pequenos grupos de alunos acompanhados por professor/professora.

 

A Professora GSouto

 

17.03.2016

 

Licença Creative Commons

Vamos ler ? A Luz de Newton de Hélia Correia

 

 

A Luz de Newton

Hélia Correia

Relógio D'Água, 2015

http://www.relogiodagua.pt/

 

Hélia Correia é uma escritora que muito admirámos. Já lhe dedicámos um post em Junho 2015 Hélia Correia : Sugestões de Leituras onde propusemos várias obras de literatura juvenil que aconselhamos vivamente para os currículos de Língua Portuguesa.

 

Desta vez, vimos complementar a listagem já apresentada  com uma outra obra. «A Luz de Newton», Hélia Correia (2.ª edição, revista e aumentada), com ilustrações de Susana Oliveira que saiu em Dezembro de 2015.

 

 

heliacorreia-luznewton2.JPG

 

A Luz de Newton (contracapa)

Hélia Correia

Relógio D'Água, 2015

http://www.relogiodagua.pt/

 

Sinopse:

 

«O Vermelho fechou o livro com violência. E encarou severamente o Amarelo. As outras cores, em volta, suspiraram. Adivinhava‑se um momento desconfortável. Direi mais: um momento de tensão. Direi mais: um momento de combate. O Amarelinho tentou cruzar as pernas para tornar a posição mais consistente, mas não tinha joelhos para dobrar. As cores olhavam para o Vermelho, à espera. Ele fora eleito para as representar. E o Vermelho estava mesmo muito vermelho sob o efeito da cólera:
— Estamos à espera de uma explicação.
— Explicação… — repetiu o Amarelinho, para fazer tempo.
— Explicação de quê?
As cores pigarrearam e mexeram-se. Começaram até a segredar. Mas o Vermelho impôs a sua autoridade.
— Não te faças de parvo. Sabes bem.
Tirou de um saco um livro muito fino e exibiu-o a todos, como vira fazer num filme com uma prova em tribunal.
— A Luz de Newton, primeira edição. As sete cores do arco-íris: somos nós.
— Sim, somos todas nós — disse Liliana.
— E ocupamos — afirmou o Verde — praticamente o mesmo espaço cada uma.»

 

Há ainda outro aspecto que vai motivar os alunos para a leitura deste livro. A leitura digital. É verdade!

 

A editora Relógio D'Água disponibiliza online as primeiras páginas que podem ser lidas aqui. Também a Fnac proporciona a leitura digtal de A Luz de Newton aqui

 

"Era uma vez um homem que nascera para sábio. Ora, às vezes, tal facto aborrecia‑o muito. Sempre com o nariz enfiado em livros velhos, sempre a escrevinhar relatórios para enviar aos outros sábios que moravam longe — naquele tempo não havia telefone —, sempre a pensar e a repensar, a fazer contas, a espreitar para os céus e para os caldeirões, que coisa! Então não tinha direito a descansar?

 

Parou e foi abrir uma janela. O sol — se bem que fosse um sol inglês, estava cheio de força naquele dia — entrou por ali dentro, todo entusiasmado, porque era muito raro permitirem‑lhe fazer uma vi‑ sita àquele laboratório. Com a pressa, tropeçou contra um prisma de vidro e desfez‑se nas suas sete cores. Surgiu um arco‑íris na parede.

 

O sábio percebeu tudo o que se passara e ficou ainda mais aborrecido:

 

— Pronto! Agora estraguei o mistério que havia no Arco‑Íris do céu! Não passa de um espectro da luz solar que se refrata nas gotinhas de água. Acabaram‑se as histórias sobre as panelas de ouro escondidas no lugar em que ele toca na terra. Ninguém mais verá nele a túnica de Íris, mensageira dos deuses, nem o sinal da paz entre Jeová e os homens. Mas que grande chatice!

 

Para desanuviar, foi dar um passeiozinho. Mas, como estava pouco habituado a andar, depressa se cansou. Sentou‑se à sombra de uma macieira. E vai, caiu‑lhe um fruto em cima da cabeça. Estava a saboreá‑lo com delícia quando gritou de novo:

 

— Que chatice!

 

Descobrira, ali mesmo, as leis da gravidade."

 

in A Luz de Newton, Hélia Correia, Relógio D'Água (online)

 

Wow! É mesmo bom, ter acesso às tecnologias, não é mesmo? É o que sempre dizia aos alunos quando os iniciei nas Tecnologias Educativas nos currículos de Língua Portuguesa e Francês LE corria o ano de 1998.

 

Como descobriram de imediato é história efabulada de Isaac Newton. Hélia Correia transforma em ficções a refracção da luz no prisma. O vermelho, o amarelo, o laranja, o verde, o azul, o lilás, e o violeta são agora outras tantas histórias, apoiadas nas ilustrações de Susana Oliveira.

 

 

A Luz de Newton, 1ª edição

Hélia Correia

ilustrações Alice Aurélio

Relógio D'Água, 1988

http://www.bibliotecasobral.com.pt/

 

A Luz de Newton de Hélia Correia teve uma 1ª edição em 1988, ilustrações de Alice Aurélio. É natural que muitas bibliotecas escolares tenham esta primeira edição.

 

Actividades:

 

  • Pesquisar sobre Isaac Newton e a sua teoria das cores.
  • Requisitar  o livro (1ª edição) na Biblioteca da escola para possível apreciação das diferenças (ilustrações, outros).
  • Ler a edição que for mais acessível aos alunos (compra ou requisição biblioteca escola).

 

A  Professora GSouto

 

10.03.2016

 

Licença Creative Commons