Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Pausa Natal

 

 

 

 

www.google.com

 

De novo no Natal!  A poucos dias da festa de Natal, chega o Inverno. E hoje entrou o Inverno, com o dia mais curto do ano.

 

Neste dia celebra-se a festa que ao longo da história se associou à celebração do Natal, o solstício de inverno. Este ocorreu às 17:11, com o dia a ter menos de nove horas e meia de sol em Portugal.

 

"O Natal está relacionado com a cristianização de uma festa tradicional que tem a ver com o solstício". O momento simbolizava o renascimento ou o reinício, a festa do sol, o momento em que a luz vencia a escuridão e os dias iam voltar a ser maiores. 

 

Na terra, o solstício de inverno no hemisfério norte e de verão no sul acontece precisamente às 17:11, quando o sol atinge a zona mais baixa no horizonte, como explicou Carlos Santos, do Observatório Astronómico de Lisboa.No dia mais pequeno do ano, o sol nasce um pouco antes das 08:00 e põe-se às 17:19 (referência a Lisboa). 

 

 

 

 

Goodle doodle 1º dia de Inverno 2013

www.google.com

 

Como sempre o motor de pesquisa Google não poderia deixar passar em branco o início do inverno e presenteia-nos com um quente tricô nas cores da sua companhia.

 

Carlos Santos lembrou que o solstício é um momento, a partir do qual, os dias vão de novo gradualmente a ser maiores no hemisfério norte, e isto tem a ver com a inclinação do eixo da terra e não com a distância entre o planeta e o sol.

 

O momento em que a terra está mais próxima do sol, o chamado periélio, acontece no início de janeiro (em julho é o momento em que está mais afastada, o afélio).

 

O inverno, que hoje começa, dá lugar à Primavera a partir de Março. Com ou sem festas pagãs ou religiosas, os dias vão, a partir de hoje, voltar a crescer, até 21 de junho, quando se assinala a noite mais curta. Era na antiguidade o momento de celebrar as colheitas.

 

Segundo o astrónomo, o solstício é fácil de observar : "Se olharmos para o sol todos os dias, ao meio dia veremos a descida dele no horizonte".

 

É assinalado desde a antiguidade, havendo mesmo "monumentos megalíticos que estão orientados para o solstício", como todos sabemos.

 

Na história, não faltam referências à importância do 'solstício de inverno' e ainda em 2012, faz hoje precisamente um ano, sacerdotes maias da Guatemala fizeram uma cerimónia para assinalar a data, considerada pelos maias como o início de uma nova era (21 de dezembro de 2012).

 

Em Portugal, uma tradição que ainda se mantém na zona de Bragança, é a dos caretos ou "festa dos rapazes". Trata-se de uma "festa do solstício de inverno".

 

 

 

 

Nativity | Presépio

http://upload.wikimedia.org/

 

As festas pagãs que tradicionalmente se faziam para comemorar o solstício de inverno e honrar o sol terão, a partir do século IV, sido associadas ao Natal, a festa cristã que assinala o nascimento de Cristo.

 

Com ou sem festas pagãs ou religiosas, os dias vão, a partir de hoje, voltar a crescer, até 21 de junho, quando se assinala a noite mais curta. Era na antiguidade o momento de celebrar as colheitas. 

 

Mas hoje cabe-me celebrar o solstício e com ele o Natal. Embora espere que tenham gostado de saber ou entender melhor todas estas tradições que estão ligadas à história dos Homens e do planeta que habitamos. 

 

 

 

 

Ficam também os votos de um delicioso Natal para todos, na companhia de pais, avós e irmãos.  Aproveitem bem as férias!

 

E, de novo, lembro todas as pessoas, jovens e menos jovens, que estão neste momento difícil do nosso país em situações de incerteza, dor, tristeza, falta de emprego e bens essenciais para passar esta época tão tocante. 

 

Não esqueçam de ser solidários. Eu sei que são.

 

Feliz Natal!

 

 

A Professora GSouto

 

22.12.2013


Licença Creative Commons

referência: dnoticias.pt

 

Grace Hopper: cientista de computação que inventou o bug

 

 

 

 

 

 

 

Google Doodle 107º Aniversário Grace Hopper

https://www.google.com/doodles/

 

Grace Murray Hopper é hoje celebrada pelo motor de pesquisa Google com um doodle animado, precisamente no dia em que se assinala o 107º aniversário do seu nascimento. 

 

Saber +

 

Grace Murray Hopper nasceu em Nova Iorque a 9 de dezembro de 1906. Desde criança que Grace demonstrava grande curiosidade em perceber como funcionavam os sistemas.

 

Aos 7 anos, desmontou um despertador para o perceber. Não conseguiu, pelo que teve de desmontar mais seis despertadores, até que a mãe descobriu o ‘problema’.

 

A analista de sistemas da Marinha norte-americana criou a programação Flow-Matic e a linguagem que aproximou a máquina do Homem. É pois a Grace Hopper que se deve a expressão que hoje utilizamos: o “bug” (insecto), usado para designar uma falha num código-fonte.

 

A programação Flow-Matic deu origem à criação do COBOL (COmmon Business Oriented Language) que abriu horizontes nessa área. Grace Hopper, a almirante norte-americana criou assim a programação de computadores que mais se aproximou da linguagem humana.

 

O COBOL resultou, no entanto, do trabalho de uma grande equipa criada pelo Pentágono, onde a analista de sistemas da Marinha norte-americana, hoje lembrada com um google doodle se emcontrava incluida.

 

 

 

Grace Hopper

http://rack.1.mshcdn.com/

 

A homenageada de hoje da Google viu por diversas vezes reconhecido o seu trabalho na programação. Em 1998, um navio da Marinha foi baptizado com o seu nome: o contratorpedeiro US Hopper.

 

O termo "bug" resultou de um episódio que ocorreu quando Grace Murray Hopper tentava corrigir um problema no código do seu computador. Ela descobriu um insecto morto no interior da máquina. Esse insecto não era a razão da falha, mas inspirou-a para designar uma falha de sistema.

 

U.S.A. Comandeante da Marinha Grace Murray Hopper, especialista de renome em ciência de computação dando uma aula de programação COBOL (1959-1965).

 

 

 

Grace Hopper a dar uma aula de programação

créditos: SWe Archives Walter P. Reurher Library

https://reuther.wayne.edu/

 

U.S.A. Comandeante da Marinha Grace Murray Hopper, especialista de renome em ciência de computação dando uma aula de programação COBOL (1959-1965).

 

 

 

Grace Murray Hopper

 https://www.famousscientists.org/

 

Ir + longe:

 

Grace Hopper estudou na Hartridge School, em Plainfield, Nova Jérsia, mas aos 16 anos, as baixas notas em Latim impediram-lhe o acesso ao Vasser College. 

 

Concluiu então o bacharelato em 1928, em Matemática e Física, dois anos antes de concluir o mestrado na Universidade de Yale.

 

Em 1943, Grace foi empossada na Marinha dos Estados Unidos. Formou-se em 1944 na primeira da turma e integrou, como tenente júnior, o Bureau of Ships Computation Project, da Universidade de Harvard.

 

Tentou transferir-se para a Marinha, no fim da guerra, mas a sua idade (38 anos) impediu-a. Permaneceu na Reserva da Marinha e no Laboratório de Computação de Harvard até 1949, recusando uma cátedra em Vassar para trabalhar como investigadora da Marinha. Em 1954, Grace Hopper é nomeada a primeira directora de programação automática.

 

Grace Murray Hopper viria a morrer no Condado de Arlington, a 1 de Janeiro de 1992. Recebeu postumamente a Medalha da Liberdade concedida pelo Presidente Obama. 

 

 

 

 Grace Hopper/ Yale University Grace Hopper

créditos: foto de Hopper de public domain

http://news.yale.edu/2017/

 

 Actualização:

 

A Universidade de Yale tem agora o nome de Grace Murray Hopper, em honra da alumnus (antiga aluna) e cientista de computação que serviu a Marinha dos Estados Unidos como Almirante. Grace Hopper foi agraciada postumamente pelo Presidente Obama, em Novembro 2016, com a Medalha Presidencial da Liberdade.

 

 

Grace Hopper

credits: Charis Stevis

https://www.kidscodecs.com/grace-hopper/ 

 

 Informação: Semana do Código

 

E é precisamente hoje que se inicia a Computer Science Education Week (Dez. 9 - 15, 2013) nos Estados Unidos, semana que tem por objectivo chamar a atenção para a introdução da computação nos currículos escolares.

 

 

Europe Code Week 2013

 
 

Também a Europe Code Week decorreu em quase todos os países europeus de 25-30 Novembro último com uma enorme adesão por parte das escolas.

 

A tecnologia está moldando vidas dos jovens, trazendo ideias criativas para o dia-a-dia. Construir coisas que vos dão prazer e poswm trazer alegria para os outros.

 

"Nunca foi mais fácil criar uma aplicação (app), construir o seu próprio robô, ou inventar carros voadores, porque não! Não é um caminho fácil, mas é uma viagem cheia de desafios criativos, uma comunidade de apoio, e toneladas de diversão."

 

Actividades:

 

É cada vez mais importante introduzir o ensino e aprendizagem de programação num mundo tão 'digital'!

 

E as adolescentes não devem pensar que isto é só para os rapazes.As Tecnologias, bem como Ciências e Matemáticas, (STEM) precisam de estudantes no feminino. 

 

A Professora GSouto

 

09.12.2013

 

Actualizado 12.02.2017

 

 Licença Creative Commons

 

 

Tributo a Paul Walker

 

 

 

 

Paul Walker

http://media2.intoday.in/indiatoday/

 

Todos ficamos chocados no último fim-de-semana com o fatídico acidente que matou o actor Paul Walker. Pela brutalidade  das imagens, por se tratar de um jovem e promissor actor, por sabermos que era também alguém que apesar da fama, não esquecia a solidariedade, pela tristeza em saber que regressava precisamente de uma angariação de fundos a favor das vítimas do tufão Hayan que se abatera há poucas semanas sobre as Filipinas

 

 

Eight Below | Antárctida

Paul Walker

 

Talvez a maior parte dos alunos da classe 2006-2007 não tenha associado Paul Walker dos filmes The Fast and the Furious, ao actor que tanto nos comoveu no filme Antárctida: da sobrevivência ao regaste, tradução de Eight Below que fez parte do nosso projecto Ano Polar.

 

Já lá vão uns anos, e daí eu própria não lembrar que se trata do mesmo actor, Sim, o fantástico Jerry (Paul Walker) e a sua incomparável equipa de oito yuski Buck, Dewey, Max, Maya, Old Jack, Shadow, Shortie e Truman, no filme baseado em acontecimentos verídicos. Foi ele o actor que deu vida a Jerry Shepard guia da expedição japonesa à Antárctida em 1957.

 

 


Paul Walker | Eight Below

http://www.trbimg.com/


Depois de ser obrigado a retirar-se, Jerry tenta encontrar um patrocinador para a missão de resgate dos seus cães. Enquanto isso, Maya e os seus companheiros lutam pela sobrevivência. Impulsionado por um vínculo inabalável e uma enorme coragem, Jerry faz essa viagem incrível para se reunir com sua equipa.

 

Como sofremos todos com esta luta de sobrevivência, com a morte de Old Jack e do jovem Dewey, a coragem de Maya que liderou com bravura e tanta coragem, tentando tudo para proteger, orientar e apoiar os seus companheiros até ao regresso de Jerry. Ele nãp desistiu e foi mesmo resgatar os seus cães.

 

Um filme que mexeu connosco, que vos ajudou a superar algumas questões de relacionamento intergrupal. Depois de debate, Eight Below foi a inspiração para desenvolver actividades de escrita criativa que posteriormente integraram o projecto Ano Polar 2006-2007.

 

Paul Walker tinha uma filha de quinze anos, Meadow Walker. Uma jovem adolescente, com vós, actualmente. Meadow vive o pesadelo de ter perdido o seu pai da maneira mais trágica.

 


Paul Walker e sua filha Meadow

foto: Sultana / Splash News

http://www.eonline.com/


É pois com enorme pesar que me junto, na vossa ausência, a todos os actores e amigos e a tantos internautas que não cessam de prestar tributo a Paul Walker. Estou certa que muitos de vós também se sentem chocados com este prematuro desaparecimento.

 

Paul Walker merce este tributo pelas emoções que nos transmitiu e pela capacidade de despertar em todos os alunos a criatividade que puseram na consecução das várias actividades.



Paul Walker | Eight Below

http://www.globalanimal.org/

 

Ao reconhecerem o actor de Antáctida: da sobrevivência ao regaste, se sentem tão tristes quanto eu.

 

Paul Walker permanecerá imortal na nossa memória. Pela capacidade de nos comover numa história a que o actor imprimiu toda a sua capacidade interpretativa num episódio verídico.Pelo carinho com os cães que passou para o lado real da vida, como fica demonstrado nesta foto. 

 

Pelo seu humanitarismo perante situações como a tragédia nas Filipinas.


RIP Paul Walker.



A Professora GSouto


04.12.2013


Licença Creative Commons