Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Dia Mundial da Dança !

 

 

 

 

 Foto: Andrea Mohin | The Nutcracker

http://www.nytimes.com/

 

No dia 29 de Abril  celebra o Dia Internacional da Dança ou Dia Mundial da Dança. Criado pela UNESCO (1982) que celebra assim Jean-Georges Noverre

 

Jean-Georges Noverre foi um dos grandes nomes da dança. Bailarino francês, nascido a 29 Abril 1729 é considerado o precursor do "ballet d'action"

 

Criado em 1982 pelo Comité Internacional da Dança da UNESCO como uma homenagem ao criador do ballet moderno, Jean Georges Noverre (1727-1810), o dia tem por objectivo chamar a atenção do público em geral para a importância da dança, incentivarndo ao mesmo tempo o apoio por parte das entidades educativas governamentais para esta arte.

 

 

 

 

Bailarinos Cloud Gate Theatre

http://www.cloudgate.org

 

Todos os anos, a Unesco homenajeia uma personalidade ligada ao mundo da dança. Este ano, o convidado foi o célebre fundador e director artístioc do Cloud Gate Theatre of Taiwan, Ilha Formosa.

 

A mensagem retirada do Prefácio de "O Livros das Canções", uma antologia de poemas chineses do séc. X a VII, aC, é belíssima, ligada não só à arte milenar da poesia, como à própria beleza da arte da dança.

 

Poderão ouvi-la pela voz de Lin Hwai-min mais abaixo (vídeo), mas deixo-vos um excerto traduzido em Português:

 

 

(...)

A dança é uma expressão poderosa.

Fala para a terra e para o céu.

Fala da nossa alegria, do nosso medo e dos nossos desejos.

A dança fala do intangível, revelando ainda o estado de espírito de uma pessoa e o temperamento e carácter de um povo.

(...)

 

Nesta era digital, as imagens dos movimentos tomam milhares de formas.

São fascinantes.

Mas nunca substituirão a dança porque as imagens não respiram.

A dança é uma celebração da vida. (...)

 

 

 

 

Em Portugal, a data não foi esquecida e várias iniciativas agendadas por todo o país para comemorar o Dia Mundial da Dança. A mais completa talvez levada  a cabo pela Companhia Nacional de Bailado

 

Não poderia deixar de escrever sobre o Dia Mundial da Dança, dado que uma das áreas da Arte que mais aprecio.

 

Apesar de gostar imenso de bailado clássico, já que a minha formação passou por aí, tenho um imenso apreço pela dança contemporânea, hoje em dia.

 

Bom Dia Mundial da Dança!

 

A Professora GSouto

 

29.04.2013

 

Licença Creative Commons

 

 

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor 2013

 

 

 

Cartaz: Gémeo Luís

 http://www.dglb.pt/

 

E  cá volto eu aos livros! Desta vez, para relembrar o Dia Mundial do Livro. Tal como já sabemos o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor é comemorado a 23 Abril, desde 1996, por decisão da UNESCO.

 

Trata-se de uma data simbólica para a literatura, já que, segundo os vários calendários, neste dia desapareceram importantes escritores como Cervantes e Shakespeare.

 

Como tem sido habitual, a DGLB associa-se a este dia promovendo a edição de um cartaz de autoria de Gémeo Luís, e solicitando às Bibliotecas Municipais que se tornem parceiras no desenvolvimento de alguns projectos.

 

Também a Área Metropolitana do Porto (AMP) assinala, com actividades desenvolvidas pelos vários municípios, o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor.

 

Destaque-se a realização da actividade “Vem conhecer a minha biblioteca…”, que consistirá na leitura e transmissão de contos em simultâneo, pelas 10h30, nas bibliotecas aderentes ao projecto, conforme o itinerário estipulado, em anexo, a fim de proporcionar experiências diferentes aos seus públicos e a partilha de experiências.

 

Uma ideia a aplaudir, já que poderá levar muitos jovens das escolas a conhecer as bibliotecas locais e a parilhar o gosto pelos livros.

 

Mas também a Biblioteca Municipal de Almeida Garrett, no Porto, se associa ao evento com a iniciativa Troque, isto é, convida as pessoas à troca directa de livros em bancas implantadas num conjunto de espaços culturais municipais e em diversas iniciativas de animação da cidade, tais como Casa Museu Guerra Junqueiro, Museu Romantico, Museu do Vinho do Porto, Casa do Infante, Estações de Metro, Fleamarket, PortoBelo, Feiras Francas e Mercadinho dos Clérigos.

 

 

 Biblioteca Municipal Almeida Garrett | Porto

 

http://www.cm-porto.pt/

 

Bom! Só uma pequena nota. É lamentável em plena era digital que a Biblioteca Municipal de Almeida Garrett não tenha um site próprio.

 

E quanto a livros? Que poderei seleccionar para este dia em especial? Hum! Desta vez deixo um livro para os rapazes. Verdade! Muitas vezes esquecidos. Para além dos livro de aventura, ciência e história, nem sempre se pensa na literatura juvenil para adolescentes no masculino... que também pode ser lido pelas adolescentes.

 

Então aqui fica! 13 de Pedro Strecht. Sim, o título é mesmo 13. Aqui fica a sinopse:

 

 

 

http://images.portoeditora.pt/

 

"Há um rapaz de 13 anos na transição da infância para a adolescência. Há um mundo que se reaprende constantemente a olhar e a pensar. Há as férias de verão, sempre tão especiais nessas idades. Há desejo, esperança e expectativa. Há também medo, angústia e muitos sentimentos contraditórios. Há pais que estão ausentes, mais envolvidos nos seus próprios problemas do que disponíveis para cuidar do filho. Há avós que os substituem. Há a necessidade de ser amado. Há, também, a vontade de amar. Há música, como elo de comunicação entre a vida e amorte. Há a vida, a morte e a procura de um sentido para ambas. Há a memória dos afectos. Há o que aconteceu antes, o que se passa agora e o futuro que ninguém sabe o que trará. Há, por fim, o que as palavras não dizem sobre essa aventura que é crescer."

 

E para os mais crescidos? Que tal um livro de autor estrangeiro? Deixa cá ver...

 


 

http://imagens.presenca.pt/

 

Beat Girl de Jasmina Kallay. Querem ler a sinopse?

 

"A música era tudo para Heather e agora que a mãe morrera de doença prolongada, onde ficaria o seu sonho de poder estudar na famosa Julliard (Nova Iorque) e tornar-se pianista clássica como sua mãe? Beat Girl segue a jornada de Heat através de um mundo novo que ela irá descobrir com Toby, o rapaz que a inicia nas complexas exigências da profissão de DJ. Movida pela necessidade de juntar dinheiro para concorrer a Juilliard, ela torna-se DJ. Mas, à medida que aperfeiçoa a técnica, Heather vê-se cada vez mais envolvida num estilo de música e de vida que a fazem sentir-se mais livre do que nunca. É nos meios underground da dance music que ela reaprende a alegria e o amor, até à encruzilhada em que terá de descobrir quem realmente é, para poder fazer as suas escolhas. Aproximam as audições para Juilliard e, com elas, a derradeira oportunidade de concretizar sonhos antigos.Será que Heather mantém os sonhos de criança?"

 

Hum! Que tal? Prometedores, não acham?

 

Espero que gostem destas novas propostas de leitura! E já sabem! Nada substitui o prazer de ler um livro ou um e-livro.

 

Boas leituras!

 

A Professora GSouto

 

22.04.2013

 

Licença Creative Commons

 

 

O Príncipezinho faz 70 anos ? Parabéns !

 

 

 

O Principezinho| Antoine de St Exupéry

http://www.presenca.pt/

 

Já imaginaram? O Principezinho está a celebrar o seu 70º aniversário! Quem diria? Pois é! Publicado pela primeira vez a 6 de de Abril de 1943, o livro de Antoine Saint-Exupéry comemorou ontem 70 anos de existência.

 

Lembram quando Google celebrou o 110º aniversário de Saint Exupéry? Foi em 29 Junho 2010. Mas voltemos então ao seu livro mais conhecido no mundo inteiro.

 

 

petit-prince5.jpg

 

The Little Prince

Antoine de St-Exupéry

https://www.amazon.ca/

 

Saber +

 

Talvez não saibas que O Principezinho não foi lançado pela primeira vez em França, mas sim nos Estados Unidos, onde Saint-Exupéry se encontrava exilado durante a Segunda Guerra Mundial. O livro só mais tarde foi editado em França, em 1946, pela editora Gallimard, a título póstumo, dado que como te lembras, Saint Exupéry foi dado como desaparecido durante um voo em 1944.

 

A história, sobre um aviador que tem uma avaria em pleno deserto do Sahara, quase parece premonitória. Descreve uma viagem por vários planetas, por onde O Principezinho vai encontrando uma série de personagens com quem vai conversando e aprendendo, através de diálogos metafóricos e filosóficos. Daí, por vezes, os mais jovens não entenderem muito bem o livro! Mas nada que um professor não possa apoiar numa leitura acompanhada em sala de aula.

 

 

petit-prince6.jpg

 

Le Petit Prince

Antoine de St-Exupéry

http://www.lepetitprince.com/

 

O livro conta com as ilustrações do autor, Saint-Exupéry, e é uma verdadeira e deliciosa caminhada pelos ensinamentos da vida, a imaterialidade dos afectos e das coisas que mais devemos valorizar:

 

"O essencial é invisível aos olhos"

 

 

 

O Principezinho | Livro Pop-up

http://www.presença.pt/

 

Curiosidades:

 

Em 2009, a editora Presença lançou uma edição especial, O Grande Livro Pop-up. É uma das edições mais bonitas desta obra. A narrativa ganha uma nova vida com as aguarelas do autor investidas de movimento e de graciosidade tais que o leitor vai folheando com encantamento.

 

O principezinho, a rosa, a raposa surgem-nos mais vivos e reais, levando as crianças e por que não os adultos a manterem intacta a capacidade do maravilhamento perante a beleza da obra de Saint-Exupéry.

 

 

 

 

 

Mas, O Principezinho tem mensagens que atraversam os tempos: a paz, a protecção do planeta, a protecção da infância, a tolerância, a interculturalidade, o direito à educação.

 

O destino fabuloso deste livrinho é um verdadeiro fenómeno éditorial. 70 anos, 70 capas, perto de 265 traduções, mais de 1300 edições e 145 milhões de cópias vendidas.

 

 

 

 

L Princepico | Antoine de St Exupéry

versão em mirandês

http://www.leyaonline.com/

 

Se estão atentos a este blogue, sabem que em 2011, O Principezinho ganhou uma edição em mirandês! Verdade! O objectivo desta edição em mirandês de L Princepico é dar a conhecer a língua mirandesa escrita, já oficialmente reconhecida desde 1998, que as pessoas falam e ouvem, mas que raramente lêem. 

 

Voltemos mais uma vez à celebração dos 70 anos da obra. O novo sítio oficial Le Petit Prince.com dá-te todas as novidades sobre esta celebração mundial. É só estares atento à página Actualité. Também poderás seguir a página oficial no Facebook.

 

Estou certa que muitas outras edições comemorativas do 70º aniversário de Le Petit Prince sairão um pouco por todo o mundo, bem como espectáculos brilhantes se realizarão, como este que teve lugar em Paris, em 2011, em La Défense. Aqui te deixo a 1ª parte. Poderás encontrar as partes 2 e 3 no YouTube.

 

 

 

 

 

Para mim, continua a ser um dos meus livros favoritos. E para muitos leitores também, se estivermos atentos ao número de vendas e as inúmeras línguas em que está traduzido.

 

Ah! Se gostas de ler em e-reader, já está disponível a versão e-book no iTunes. Tudo boas notícias... só para vos incentivar à leitura!

 

petit-prince7.jpg

 

screenshot Le Petit Prince 

livre animé

https://itunes.apple.com/fr/book/

 

 

 Actividades:

 

Nos curriculos de línguas :  Português, FrançaisLE

 

  • Será interessante fazer um estudo apronfundado sobre a obra e o seu  autor. O novo sítio official é uma boa fonte de pesquisa, além de outras, para educadores e estudantes.
  • Ainda a utilização da edição do e-book divulgada em Dezembro 2012. Versão iPad, iPhone, Android (apps). Infelizmente não é gratuito.

 

Só coisas boas e fantásticas aventuras!

 

 A Professora GSouto

 

07.04.2013

 

Licença Creative Commons