Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Bom Halloween : Susto ou guloseima ?

 

 

 

Google doodle Halloween 2012

https://www.google.com/doodles/

 

Não! Não esqueceria Halloween! Na noite de 31 Outubro celebra-se Halloween um pouco por todo o mundo. Mais uma vez, o vosso motor de busca preferido, Google está a celebrar Halloween com um doodle interactivo muito divertido e original.

 

Nos Estados Unidos, Halloween é uma verdadeira instituição! Mas este ano, o tufão Sandy estragou a festa a muitas crianças, jovens e seus familiares. Todos temos visto as reportagens. Confrangedor.

 

Mas não pensemos só em coisas tristes, sobretudo as crianças. Hoje é uma noite muito especial. Vamos supor - quero crer - que muitas crianças novaiorquinas terão sem dúvida o seu momento Trick or Treat.

 

 

 

 
Mas voltemos ao Doodle interactivo deste ano. Já viram bem? Assustei-me, mal ouvi o esqueleto (sim porque eu gosto de me divertir com estas coisas). Mas depois ri ao clicar como rato nas portas do Doodle. Booo! 
 
 
As letras da palavra Google lá estão. Divertidas, originais, a pregar sustos a todos nós. Ah! e ouviram o corvo? Até o gato foge espavorido. Eh! eh! Muito criativos estes 'doodlers' !
 
 

 

Trick or treat

https://www.6sqft.com/

 

Esta divertida festa tem muitos seguidores em Portugal. É pretexto para os mais novinhos andarem a tocar às portas dos amigos e vizinhos, reclamando o tradicional trick or treat.

 

Os adolescentes e muitos adultos fantasiam-se de monstros, zombies, e outras fantasias originais e divertem-se nesta noite que tem algo de diferente.

 

Actores, cantores, manequins e outros famosos já aderiram há alguns anos a estas brincadeiras e fantasiam-se para participar nas festas. Lembram a cantora Katy Perry no Halloween de 2010?

 

Por aqui, alguns jovens bateram-me à porta - susto ou guloseima? - diziam. E assim, lá receberam algumas guloseimas para não me pregarem nenhum susto.

 

Por agora só posso desejar que se divirtam muito, nesta noite. E se pensarem em cinema, há filmes de terror para todas as idades.

 

Bom Halloween!

 

 

 

A Professora GSouto

 

31.10.2012

 

Licença Creative Commons


Dia Internacional da Biblioteca Escolar

 

 

" Os livros pertencem aos leitores"

 

John Green

 

Hoje é de novo um dia muito especial! É o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares. A partir de 2007, o IALS passou a denominar "Mês Internacional da Biblioteca Escolar" para permitir aos responsáveis pelas Bibliotecas Escolares, em todo o mundo, escolher um dia, em Outubro, que melhor se adeque à sua comunidade escolar, de modo a celebrar a importância das bibliotecas nas escolas.

 

O Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares decidiu declarar o dia 22 de Outubro como o Dia das Bibliotecas Escolares, permitindo assim que as escolas preparem atempadamente as actividades específicas a realizar nesse dia, independentemente das acções que possam levar a efeito noutros dias do mês.

 

iasl_sml.png

 

http://www.iasl-online.org/

 

Para celebrar esta data, a IASL propôs como tema "Bibliotecas escolares: uma chave para o passado, presente e futuro".

 

"Uma chave para o passado, porque sem memória e transmissão do conhecimento seria impossível receber a herança e património de saberes, que hoje nos identifica a todos; uma chave para o presente, porque só através do domínio da informação e gestão do conhecimento, que configuram a nossa era, podemos dar continuidade a esse legado, enriquecê-lo e projetá-lo no tempo; uma chave para o futuro, porque este dependerá sempre da ação, expectativas e capacidade de gerir as mudanças com que o desejamos tecer."

 

ciganossofia.jpg

 

Os Ciganos 

 

Sophia Mello Breyner & Pedro Sousa Tavares

https://fbcdn-sphotos-a-a.akamaihd.net/

 

Assim, neste dia tenho para partilhar convosco um conto inédito de Sophia Mello Breyner muito especial.  Imaginem que uma das filhas da autora descobriu no espólio literário da mãe, na primavera de 2009, um conto inédito inacabado. Ao dar a conhecer a obra à família, um dos netos de Sophia M. Breyner, Pedro Sousa Tavares, jornalista, decidiu concluir.

 

“Os Ciganos” é portanto um livro escrito a 4 mãos por avó e neto, em dois momentos separados por quase 50 anos. É então de autoria de Sophia de Mello Breyner e Pedro Sousa Tavares com ilustrações de Danuta Wojciechowska.

 

 

Os Ciganos, Porto Editora

 

http://multimedia.fnac.pt/

 

«Houve uma preocupação, do ponto de vista do estilo, de respeitar o que era um pilar da escrita da Sophia de Mello Breyner, que era a simplicidade, e a simplicidade que não é nada simples, não é?, uma simplicidade que é muito trabalhada, que é a capacidade de cada palavra ter o seu lugar, não estar ali a mais...»

 

Pedro Sousa Tavares in Diário Câmara Clara

 

O livro foi publicado no dia 15 deste mês pela Porto Editora. E a apresentação aconteceu na Livraria Bertrand do Chiado (Lisboa).

 

 

 

 

Uma excelente surpresa, não é mesmo? Espero que gostem ! Eu quero ler !

 

A biblioteca continua a ser um espaço de descoberta: descoberta de um livro que nos leva a aventuras inesperadas; descoberta de um poema que nos toca e responde aquele pensamento que bailava no nosso espírito desde 'a semana passada'; descoberta de que, afinal, não estamos sós no mundo e que há alguém que pensa como nós...

 

Bom, de certeza que a vossa biblioteca escolar está hoje mais animada! A biblioteca continua a ser um espaço de descoberta, de encontro, de partilha, de convívio. 

 

Lembram certamente o nosso encontro com Cristina Valadas que foi o nosso último projecto (2009) - tantas leituras, debates, quanta azáfama nas aulas, na biblioteca - ou o nosso encontro com António Manuel Venda (2001) - quanta criatividade, e quanta alegria - que nos levou a estudar o Conto numa partilha de aprendizagens, experiências, em moldes inovadores.

 

A biblioteca pode ser o centro do saber, do passado, no presente, e para o futuro. E já sabem, a verdadeiro trabalho de pesquisa começa sempre na biblioteca que hoje terá à vossa disposição imensos recursos multmédia a par dos livros e enciclopédias.

 

Não deixem de ler todos os dias, ir à biblioteca da escola nos tempo livres para ficarem a conhecer as novidades e requsitar um novo livro. Quem sabe "Os Ciganos" estará brevemente à vossa disposição...

 

 Boas leituras! 

 

A Professora GSouto

 

22.10.2012

Licença Creative Commons

  

Referências:

 

Câmara Clara | Facebook

Créditos video: Porto Editora

 

Google Doodle: Moby Dick

 

 

Google doodle Moby Dick

www.google.com

 

 O vosso motor de busca preferido, Google, celebra hoje Moby Dick, o romance mais famoso do escritor norte-americano Herman Melville.

 

"Moby Dick" foi publicado pela primeira vez há 161 anos. Para os que não leram este livro que faz parte do Plano Nacional de Leitura, esta obra é considerada o romance mais importante da literatura norte-americana.

 

Mas falemos um pouco do seu autor. Herman Melville nasceu em 1819 em Nova Iorque, filho de uma família aristocrata. Mais tarde, partiu com os pais para Albany.

 

 

 

 Herman Melville

http://lovemvliving.files.wordpress.com/

 

A morte do pai, dois anos depois, marcou o fim da sua educação e o início das sua aventuras marítimas. Melville embarcou em 1839 num navio mercante com destino a Liverpool e em 1841 partiu no baleeiro Acushnet em direcção aos mares do Sul.

 

Abandonou o barco nas ilhas Marquesas e ficou a viver com os nativos do vale Typee, durante algum tempo.

 

Este episódio inspirou a narrativa do seu primeiro livro, Typee , publicado em 1846.

 

Um baleeiro australiano levou-o posteriormenr ao Taiti, onde Melville este preso na sequência de um motim a bordo. Escapou da prisão pouco depos e passou algum tempo na ilha viajando pelo Pacífico. Registou esta aventura no seu segundo livro, Omoo (1847).

 

Regressou a Nova Iorque em 1844. As suas primeiras obras já escritas depois do seu regresso a bordo do navio de guerra norte-americano, constuíram um sucesso imediato.

 

 

 

Herman Melville | Moby Dick

 

Edições Relógio d'Água

 

'Moby Dick' ou 'A Baleia Branca' foi publicado em 1851. O romance, o mais importante da sua carreira literária, é um clássico da literatura norte-americana e mundial. Foi escirto durante a permanência do escritor na quinta que adquiriu perto de Pittsfield, Massachusetts.

 

Trata-se de uma história passada no mar, cheia de alegorias e que contém uma mensagem filosófica não muito fácil de identificar pelos leitores mais jovens. Moby Dick ou The Whale é uma obra profunda, simultaneamente realista e simbólica, que traduz uma visão trágica do homem e da sua luta pela sobrevivência.

 

Moby Dick conta as aventura alucinante pelos mares, em busca da terrível baleia branca, empreendida por marinheiros-caçadores de baleias, sob o comando do capitão Ahab. A tripulação, sob a influência deste homem, parte no baleeiro Pequod para um confronto com Moby Dick. um confronto feroz ente Homem e Natureza.

 

Os detalhes contados com o realismo de um escritor que viveu em barcos baleeiros, são capazes de transportar o leitor ao ambiente descrito e suas sensações. O romance foi inspirado no naufrágio do navio Essex, comandado pelo capitão George Pollard, quando este foi atingido por uma baleia e afundou.

 

O livro foi praticamente ignorado na altura do seu lançamento, talvez pela profundidade da obra.

 

Este facto quase levou o escritor a abandonar o género literário 'romance' nos últimos anos da sua vida.


 

 

 

Moby Dick | Edição do 150º aniversário da obra

 

http://indiereaderhouston.com/

 

Procurou então dedicar-se à poesia, publicando alguns volumes em verso inspirados na Guerra Civil (1861-1865): Battle-Pieces and Aspects of War (1866), Clarel: A Poem and Piligrimage to the Holy Land (1876), John Marr and Other Sailors (1888) e Timoleon (1891).

 

Escreveu também contos na década de 1850. Destacam-se Benito Cereno e Bartleby (1853). Melville deixou inacabado o livro Billy Bud, que foi descoberto só em 1919 e publicado em 1924. Morreu em 28 Setembro 1891.

 

O reconhecimento da obra e do génio de Herman Melville só ocorreu na 2ª década do século XX, altura em que Moby Dick foi considerado uma obra-prima da literatura norte-americana e o romance mais importante da obra literária de Melville.

 

Herman Melville tornou-se o primeiro escritor a ter suas obras publicadas pela Biblioteca da América.

 

Moby Dick teve várias adaptações ao cinema, a primeira em 1956 e uma mais recente em 2010.

 

 
 

 

Em 2007, o Teatro São Luiz (Lisboa) começou a apresentar espectáculos com interpretação em língua gestual, numa colaboração com a Federação Portuguesa das Associações de Surdos.

 

Este serviço começou com a anteestreia da peça "Moby Dick" de Herman Melville, encenada por António Pires. O espectáculo contou ainda com duas sessões com interpretação em língua gestual portuguesa, uma para escolas e outra para o público em geral. 

 

Bom, espero ter despertado em alguns a curiosidade de ler Moby Dick que estará mais recomendado a partir do 9º ano. E que convençam a vossa professora/professor de Lingua Portuguesa a inseri-lo nas aulas curriculares. Uma história de vida que vos fará

 

Se tiveres dúvidas sobre a interpretação da obra, pede apoio aos professores de Língua Portuguesa.

 

Para todos, boas leituras, sempre!

 

A Professora GSouto

 

18.10.2012

Licença Creative Commons

 

 

Dia Mundial dos Professores

 

 

 

 

http://wa1.www.unesco.org/

 

 

O Dia Mundial dos Professores celebra-se todos os anos no dia 5 Outubro para homenagear os Professores e o seu papel fundamental  na qualidade da vida a todos os niveis. Neste dia, comemora-se igualmente o aniversário da assinatura da Recomandação UNESCO/OIT (1966)  no que diz respeito à condição de todos os docentes.

 

No "Dia Mundial do Professor", a UNESCO apoia os professores. Os Professores são a base de boas escolas e boas escolas são os pilares de comunidades sadias e democráticas. Os Professores são a chave para alcançar os objectivos de Educação para Todos.

 

Os Professores têm que receber apoio ao cumprir com suas responsabilidades quanto aos alunos e suas vozes devem ser ouvidas por directores de escolas, pelos alunos, pais e encarregados de educação, sistemas educacionais e autoridades públicas.

 

Por sua vez, os Professores devem ser responsáveis para com os estudantes e a comunidade. O ofício do ensino deve incluir o planeamento e a implementação de códigos de conduta de professores baseados nos mais altos padrões de ética profissional, além de ser orientado pelo objectivo de ensinar todos os estudantes de maneira efectiva e igualitária para uma vida que aponta grandes desafios. 

 

Estas são algumas das palavras da mensagem de Irina Bokova, Directora Geral da UNESCO para o "Dia Mundial dos Professores".


 

Escola em Timor leste 

foto: UN Photo/Eskinder Debebe

http://www.unesco.org/

 

Este Dia Mundial dos Professores é assim uma portunidade para homenagear as mulheres e os homens, os nossos professores, que nos inspiram, desafiam e educam.

 

O mundo espera muito dos Professores e eles, em troca, esperam muito de vós. Este "Dia Mundial dos Professores" é o momento de homenagear todos os teus professores.

 

A celebração do Dia Mundial dos Professores 2012 tem por lema “ Apoia os teus professores”. Assim, farás. Sabes que vida sem educação escolar, e claro sem professores, será uma vida ainda mais difícil.

 

Então, vai à escola, aprende, brinca mas fora das aulas, participa na tua aprendizagem de uma forma construtiva, sê amigo de quem dedica a maior parte do seu tempo a estar contigo, a partilhar conhecimentos, a ajudar-te a crescer, a ir em frente nos teus objectivos.




O meu tributo vai para todos os Professores que trabalham sem condições, muitas vezes sem escolas, outras vezes em países em conflito, mas que se mantêm na sua missão de ensinar.

 

Obrigada Professores!

 

A Professora GSouto

 

05.10.2012


Licença Creative Commons