Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Fim de Ano! Fim de Ciclo!

 

 

 

wwe.google.pt/images

 

Terminou o vosso ano lectivo! E também mais um ciclo do vosso currículo escolar.

Como todos cresceram e se desenvolveram! Lembro-me quando chegaram!

Novinhos, tímidos, na sua maioria, alguns no entanto já prometendo mostrar  um pouco o seu lado mais atrevidote! Todos inteligentes, vivos, dinâmicos, desempoeirados e cem por centro nativos digitais.


Hoje tornaram-se lindos adolescentes, cuidando o seu look com graça e  bastante estilo, uns mais do que outros, verdade! Mas todos imensamente diferentes do que eram quando entraram na Francisco Torrinha.

 

Se eu publicasse aqui algumas fotografias dos nossos projectos e actividades do ano lectivo anterior, estou certa que soltariam umas belas gargalhadas e descrever-se-iam com um ar quase incrédulo!


- Eu era assim?! Não pode ser!

- Já olhaste bem para ti?! Estás de mais!

- Olha! Olha!Como ela era! E ele! E então, tu!?


Com a vossa partida, a escola ficará mais triste! Todos aqueles espaços, salas de aula, corredores, escadarias, descaracterizados, vazios, sem alegria, sem vida!

 

Espaços que deixarão de ser percorridos no stresse do dia-a-dia escolar,  na correria de evitar chegar atrasados às aulas, porque se ficou a jogar à bola ou a namoriscar, mesmo depois do segundo toque, gritos, confusão, risos.

 

Mas tudo isto é escola! Sem todas estas manifestações morreríamos de tédio! A escola são os alunos. E com eles, e por eles, os Professores.

Eu sei! Eu sei! Professores cansados, alguns irritados, mas no final tudo passa! Nunca se perde o gosto e o prazer imenso de partilhar nossos saberes.

 

Como tive pena não poder assistir ao derradeiro dia de aulas! Sentir a vossa alegria, o entusiasmo pela liberdade!

 

- Ufa! Já não é preciso levantar cedo, sair do Messenger para fazer os TDC, deixar de ver um filme ou uma série na televisão ou no computador ! Já não é preciso levantar cedo!

 

Mais uma geração se desenvolveu! Mais uma geração que vai seguir sua rota, mais crescida, mais aberta à cidadania, à preservação do ambiente, aos outros, ao saber viver e conviver melhor nas diferenças. E - coisa boa! - mais desperta para as leituras.

 

Mais crítica em relação ao mundo! Óptimo! Serão cidadãos empenhados, quererão fazer um mundo diferente! Mais saudável, mais responsável, mais respeitador dos valores essenciais!

 

Uma comunidade interactiva e colaborativa - uma comunidade de saberes,  mas também de partilha - em que o contacto entre Professora e alunos passou muito para além das paredes das salas de aula e da escola, neste blogue, no blogue ecologista, no espaço moodle Lugares & Aprendizagens!

 

Tantos e tão bons projectos se levaram a bom termo! Com empenhamento esforço, perseverança, criatividade!

 

Concursos literários juvenis, encontro com Cristina Valadas, actividades internacionais, leituras que ultrapassaram de longe o Plano Nacional de Leitura, efemérides, jornais de parede! Tantos ao longo destes dois anos que seria impossível mencioná-los a todos! Alguns não acabaram, muito poucos! E tiveram que ficar em suspenso... quase no final do ano.

 

E depois, aquele olhar sonhador, virado para o mar! Aquele mar que algumas salas têm o privilégio de olhar em frente! Quanta saudade!

 

Não esqueçam! Este espaço e todos os outros manter-se-ão abertos para os que queiram passar e dizer - Olá Professora!

Mas este em especial! O Blog dos Caloiros que nasceu há quase cinco anos, com o segundo grupo de nativos digitais - os torrinhas netianos - neste canto de sala de aula em linha!

 

Para todos, muito boas férias! Felizes férias! Quase todos trabalharam muito a sério, com prazer, alegria, entusiasmo. Alguns, poucos, passearam os livros... ou às vezes até nem isso! Mas encheram aquelas paredes altas de sonhos e novas paisagens!

 

Até um destes dias... por aí!

 

 

 

 

A Professora GSouto

Língua Portuguesa e Cidadania

Classes 2007-2009

 

20.06.2009

Licença Creative Commons


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

 

 

Comunicado - Avaliação

 

 

 

Avatar Professora GSouto

www.meez.com

 

 

Queridos alunos,

 

Caros Pais,

 

Tal como me competia, enviei esta semana, as Propostas de Avaliação de todos os alunos das turmas F-G-H do 6º Ano ao Senhor Presidente do Conselho Executivo, como o previsto na lei.

 

Essas propostas reportam-se à avaliação continuada  proveniente do contacto lectivo que tive como os vossos educandos, de 17 de Setembro de 2008 até 04 de Maio de 2009.

 

Apesar de me ter disponibilizado, verbalmente e por escrito, para ir à escola e prestar todo o apoio que me fosse solicitado, nunca a escola nem as professoras substitutas me solicitaram para eu transmitir informações sobre o perfil das turmas e/ou sobre de cada aluno em especial.

 

Uma excepção! A Professora Vera Fernandes, que me substitiu na turma 6G.  Entrou em contacto comigo, várias vezes, por telefone e por email.

Reunimos algumas vezes para trocar informações sobre os alunos, conversámos pelo telefone outras vezes, expusemos pontos de vista por email.

 

Convidou-me para assistir a uma aula sua, o que me sensibilizou imenso, e assim pude voltar a estar em contacto na sala de aula com os meus queridos alunos.

 

Tal não aconteceu por parte das duas professoras que me substituiram nas turmas 6F e 6H. E isso entristeceu-me por todas as razões.

 

Tive a preocupação de me dirigir à escola no dia da Prova de  Aferição e de esperar pela saída dos alunos. Sabia que eles quereriam  trocar impressões comigo sobre os conteúdos constantes na Prova, e estariam impacientes para saber se tinham respondido certo ou errado.  Não seria eu se não estivesse lá à espera de todos!

 

Foi com muita alegria e emoção que os voltei a ver! E estar em contacto com todos eles! Depois das habituais dúvidas & questões, ficámos tempos esquecidos a conversar...

 

Mais uma vez, agradeço  profundamente sensibilizada, todas as manifestações de carinho que algumas mães e pais me dirigiram, as palavras lindas que escreveram, e seu apoio incondicional para  que pudesse levar a bom termo, e por pouco... quase até afinal, este ciclo que hoje termina na vida escolar dos vossos filhos!

 

Até breve! Ou até sempre!

 

Para todos os Torrinhas, meus queridos alunos...

 

 

 

 

 

A Professora GSouto

18.06.2009

 

Licença Creative Commons

 

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

 

Exposição Anne Frank em Westerbork

 

anne frank expo2.jpg

 

Anne Frank : exposição /AP photo

http://media.winnipegfreepress.com/

 

Anne Frank, A History Today, assim tem por título a exposição que abriu ontem, dia 12 de Junho 2009  Westerbork Rembrance Centre em Hooghalen, nos Países Baixos, ou Holanda.

 

 

 

Anne Frank, exposição

créditos :  Herinneringscentrum Kamp Westerbork & Han Oosterlin

http://www.ww2museums.com

 

Anne Frank permaneceu no campo de Westerbork antes de ser enviada com sua família para os campos de concentração na Alemanha e Polónia.

 

 

 

 Anne Frank, exposição

AP photo/ Bas Czerwinski

http://www.mprnews.org/

 

Um facsimile do Diário de Anne Frank é exibido durante uma conferência de imprensa, na Anne Frank House em Amsterdão, Holanda, quinta-feira 11 Junho 2009.

 

Anne Frank House/Museum, situado em Amesterdão, anunciou que  os diários e outros escritos de Anne Frank serão exibidos permanentemente nas actividades da comemoração do "80º Aniversário" do seu nascimento, dia 12 Junho 1929.

 

Anne morreu com 15  num campo de concentratação, mas a publicação póstuma do seu diário fez dela o símbolo do genocídio dos Judeus durante a 2ª Guerra Mundial.

 

Para celebrar a coragem desta adolescente, e o aniversário do nascimento de Anne Frank, estamos a desenvolver o projecto Anne Frank, lendo o Diário de Anne Frank durante o segundo trimestre. 

 

Os alunos dedicaram, para além da leitura integral da obra, a uma  série de actividades curriculares, das quais se realça a criação de textos originais de escrita criativa, bem como jornais de parede dedicados a Anne Frank (documentos autênticos, notícias, excertos de textos, fotografias, outros).

 

Na escrita criativa, as tipologias de texto que mais os inspiraram foram as cartas e os excertos de Diário. A vontade de expressar o que sentiam, identificando-se com Anne Frank sobressaiu.

 

Tal como havia prometido - a publicação de textos dos alunos - poderão ler mais abaixo dois textos originais de alunos.

 

Duas cartas, a primeira imaginária, escrita a Anne. A segunda, enviada a Miep, via sítio web oficial, na celebração do seu 100º aniversário.

 

annefrank2.jpeg

 

 Anne Frank, exposição

http://museografo.com/

 

Actividades: Escrita criativa após a leitura do diário.

 

Textos de alunos:

 

Carta a Anne:

 

Porto, 18 de Fevereiro de 2009

 

 Cara Anne Frank,

 

Sei que já não te encontras entre nós, mas mesmo assim, quero escrever-te esta carta. 

 

Admiro-te muito por nunca teres perdido a esperança, mesmo tendo o pressentimento ou até a certeza que não conseguirias salvar-te da morte.

 

Suponho que terias gostado imenso de ver o teu Diário publicado, pois era  essa a tua vontade. Soube-o, depois daquela emissão de rádio, em que anunciaram que as cartas e diários relacionados com a Guerra seriam publicados.

 

Uma curiosidade! Este ano comemoram-se 80 anos do teu nascimento e ainda não ouvi ninguém falar disso! É terrível!

 

Ah! Deves saber que Miep comemora 100 anos! Miep que tanto te apoiou enquanto permanecias

oculta com os teus pais e irmã e outros amigos, no Anexo, o vosso esconderijo. Ainda está viva! Enviei-lhe uma carta a desejar-lhe os parabéns…

 

Gostei muito de ler o teu Diário! Digo-o com alguma timidez!

 

Quando comecei a ler o "Diário de Anne Frank" não imaginava que pudesse estar tão bem escrito e, depois, não consegui parar. A forma como descreveste o Anexo e o vosso dia-a-dia é impressionante.

 

O teu Diário fez-me perceber, ainda melhor, como a vida era difícil nessa altura e como havia uma terrível discriminação por parte dos nazis em relação a todos os judeus.

 

A estrela de David foi o que mais me irritou! Um judeu ter de andar com ela para que as outras pessoas o identificasse e fizessem comentáiros  do género: “Não olhes filha, está ali um judeu”; “Não te aproximes dele”…

 

Isso irritou-me tanto!!Se eu alguma vez conhecer um nazi ...

 

Hitler dizia que D. Elisabeth Bowes-Lyon era a mulher mais perigosa da Europa. Pus-me a pensar, e cheguei a uma conclusão. Se Hitler te tivesse conhecido, diria que eras tu personalidade mais forte da Europa.

 

Mas isto é a minha opinião. E a minha opinião não vale tanto como isso. Nem a tua era respeitada…

Eu percebi que tratavam a Margot de forma diferente. No início até se explica. Foi logo a mais afectada devido à carta que recebeu para ir para o campo de concentração.

 

Também entendi  por que não gostavas do Dussel. Afinal, ele era um convencido de primeira! Devia sentir-se importante por poder estar no esconderijo.

 

Era isto que queria dizer-te, por agora.

 

Repito. Gostei muito de ler o teu Diário!

 

Teu amigo,

 

José Diogo Esteves Alves, 11 anos

 

 

Miep e o Diário de Anne Frank

http://www.jewishjournal.com/

 

Carta a Miep

 

Porto, Quinta-Feira, 19 de Fevereiro de 2009

 

Querida Miep,

 

Parabéns pelos seus 100 anos! Lemos o “Diário de Anne Frank” ! O mesmo em que tanto  se empenhou para reunir. É um livro impressionante e tão comovente!

 

Todos nós estamos gratos pelo carinho e pela compreensão que teve para com toda a família Frank. Consideramos que todas as pessoas deviam ser como a senhora.

 

Pelo bolo de aniversário que fez para Anne e que ela tanto gostou, pelos presentes que lhe ofereceu, tudo isso agradecemos em nome de Anne.

 

Deve ter sofrido muito ao ver os seus amigos que, com tanta dedicação protegeu e apoiou, serem levados para campos de concentração, e depois da guerra ao tomar conhecimento que a família foi toda separada e que só o pai, Frank sobrevivou.

 

No coração de Anne e de cada um de nós, a Miep tem um lugar especial.

 

Suas amigas e admiradoras

 

Anna Maria Castro, (11 anos)

 

Diana Ferreira, (11 anos)

 

Maria Carolina Gonçalves, (11 anos)

 

Mariana Cerquinho, (11 anos)

 

 P.S: Esperamos que viva muitos mais anos rodeada de amor e carinho de todos aqueles que a respeitam e veneram pelo apoio que prestou à família Frank e em especial a Anne!

 

 

 {#emotions_dlg.dnd}Proibida a repoduçáo de tecxtos dos alunos 

 

Alunos da Turma H, 6ºano

 

Aulas curriculares de Língua Portuguesa

Ano lectivo 2008|2009

  

A Professora GSouto

 

13.06.2009

Licença Creative Commons

 

 

Homenagem a Luisa Dacosta na Feira do Livro do Porto

 

 

http://feiradolivrodoporto.pt/blog

 

Na 79ª edição da Feira do Livro do Porto será homenageada Luísa Dacosta, escritora, pedagoga e símbolo maior do gosto pela leitura e pela palavra escrita.

 

 


 

Luisa Dacosta

 

http://feiradolivrodoporto.pt

 

O momento decorrerá no sábado, dia 6 de Junho, pelas 17:30 horas e contará com a participação de Paula Morão, José António Gomes, Cristina Valadas e um grupo de alunos da Escola Francisco Torrinha.

 

 

Ilustração Cristina Valadas

 

Livro Luisa Dacosta

 

Edições ASA

 

Considerada uma referência no panorama da literatura contemporânea, a publicação do livro de contos 'Província' em 1955, marcou o início da intensa actividade literária de Luísa Dacosta, cuja vasta obra se estende pela literatura infantil, contos, antologias, crónicas, ensaio, romance, teatro, tradução, autobiografia.

 

http://feiradolivrodoporto.pt/blog

 

Merecedora. A mentora da vossa biblioteca, Luisa Dacosta, já que na escola foi professora, escritora que tão bem conhecem, será homenageada no próximo sábado, desta vez na Feira do Livro do Porto!

 

 

 

Ilustração: Cristina Valadas

 

Cristina Valadas, a ilustradora que nós convidámos para a nossa sessão Livros de Ilustradora, a sessão que teve lugar na Biblioteca Luisa Dacosta, em 27 de Janeiro, 2009, esteve presente nesta homenagem a Luisa Dacosta, já que ilustradora de muitos dos livros de literatura juvenil da escritora. 

 

 

Ilustração Cristina Valadas

 

http://blogdoscaloiros.blogs.sapo.pt/

 

Será um excelente momento para darem um saltinho até à Feira do Livro, assistir à sessão de homenagem "Ler e Reler Luisa Dacosta" e, depois, recolherem os autógrafos de duas personalidades que tanto admiram.

 

Quase todos têm livros de Luisa Dacosta e Cristina Valadas. Foram vários os títulos lidos nas aulas de Língua Portuguesa, no ano lectivo anterior. Este ano, lemos ainda mais, ao prepar a nossa sessão com a ilusradora.

 

 

Bom, não se esqueçam de o levar debaixo do braço! Assim, ficarão com um duplo autógrafo. Já viram?!

 

Vai ser uma recordação para a vida! Podem crer!

 

"Eu sempre imaginei que o paraíso deve ser algum tipo de biblioteca."

 

Jorge Luis Borges

 

Boa sessão. E cComprem bons livros!

Façam excelentes leituras!

 

 A Professoa GSouto

 

05.06.2009

 

Licença Creative Commons

  

E porque há outras crianças

  

 

 

 

Pedra da Lua Editores

 

http://livrariapodoslivros.blogspot.com

 

 

---

"O olhar da criança capta acontecimentos que nenhum adulto se lembraria de relatar."

 

 

A Guerra pelos Olhos das Crianças

Irena Grudzinska-Gross e Jan Tomasz Gross

T radução: Hugo Gomes
Pedra da Lua, 2009
 
 
Em 17 de Setembro de 1939, duas semanas após a invasão da Polónia pela Alemanha, as tropas soviéticas ocuparam a parte leste da Polónia e impuseram de imediato uma nova ordem política e económica
 
(...)
 

Na sequência do ataque alemão à ex-URSS no Verão de 1941, o governo polaco, exilado em Londres, foi autorizado pelo seu novo aliado a formar unidades militares com os deportados polacos e, mais tarde, a transferir cidadãos polacos para campos no Médio Oriente controlados pelos britânicos. Nesses campos as crianças puderam frequentar escolas polacas.

 

As 120 redacções aqui traduzidas foram seleccionadas de entre as composições que os alunos das mesmas escolas escreveram. O que torna estes documentos únicos é a percepção das testemunhas: o olhar das crianças capta acontecimentos que nenhum adulto se lembraria de relatar.

 

Numa linguagem simples e pejada de erros ortográficos e gramaticais, as crianças registaram as suas experiências e as suas conclusões sobre a invasão e ocupação soviética, as deportações para leste e a vida nos campos de trabalho e kolkhozes. 

 

 

Foi perante a repetição de situações destas e tantas outras, mais quotidianas mas nem por isso menos dramáticas que em 1959 a ONU aprovou a Declaração dos Direitos da Criança, no dia 29 de Novembro, que se tornaria oficialmente o Dia Universal das Crianças (embora os diversos países o comemorem em diferentes dias).

 

Contracapa do livro, assim se lê!

 

Pó dos Livros, blogue

 

 

Não poderia deixar de pensar nestas crianças e de vos dar a conhecer  mais um livro que poderão encontrar ou folhear na Feira do Livro até dia 14 Junho.

 

 

A Professora GSouto

03.06.2009

 

 Licença Creative Commons

 

Dia Mundial da Criança

 

 

 

 

Ilustração Maria Keil

 

http://purl.pt/708/1/obra.html

 

 

Nada melhor neste dia do que deixar um abraço bem gostoso e um beijinho do tamanho do mundo para os Torrinhas do 6º Ano,Turmas F-G-H, não esquecendo todas as crianças do planeta.

 

E claro! Uma sugestão de leitura que me parece deliciosa!

 

 

 

Os Presentes

Maria Keil

Livros Horizonte

 

 

"Os Presentes," escrito e ilustrado por Maria Keil. Colecção "Histórias de amor de mais," Livros Horizonte, 1988.

 

Sejam muito felizes! E não percam  nunca a arte de ser criança pela vida fora! Por muitos problemas que vos possam surgir!

 

 

Um beijo

 

A Professora GSouto

 

01,06-2009

 

Licença Creative Commons