Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

BlogdosCaloiros

"Em toda a infância houve um jardim - isto é coisa de poetas" Agustina Bessa-Luís | BlogdosCaloiros is my blog in Portuguese Language curriculum. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate cultural curiosity

Um halloween diferente...

 

 

https://img0.etsystatic.com/

 

Quase não dá tempo para falar do 'Dia das Bruxinhas'! A esta hora quase nem adianta desejar um feliz dia das bruxinhas. Se não fosse o meu amiguinho Vicente lembrar-se de mim...

 

Só posso perguntar como foi o dia de hoje! É que eu cheguei há poucas horas de Bruxelas, onde estive reunida, ontem, com professores vindos de diferentes países europeus a falar de Educação e de comunidades de prática.

 

A nossa escola, os meus alunos e o nossoo blog apareceram! Correu tudo muito bem, já contarei mais adiante, mas agora quero partilhar convosco um estranho pequeno-almoço num ambiente halloween.

 

 

 

http://2.bp.blogspot.com/

 
Imaginem só! O meu 'Dia da Bruxinhas' foi logo pela manhã ensombrado com quatro sorridentes e atazanadas bruxinhas, quando me dirigi à boulangerie/pâtisserie mais próxima do hotel, para tomar o meu pequeno-almoço!
 
 
Elas andavam mesmo à solta!! Foram elas que prepararam o meu cappucino e o meu croissant e que depois me serviram numa bandeja preta com guardanapos vermelhos! 
 
 
Eu nem queria acreditar, apesar de estar ainda meio ensonada e muito cansada... mas, não resisti a tomar aquele manjar supremo para a minha barriguita esfomeada. Pois estava uma delícia mon petit déjeuner halloween!
 
 
E haja bruxinhas! Claro! Está certo, hoje é dia delas, das bruxinhas, não posso reclamar!
 
 
Bom, no final quando pagava, apeteceu-me tirar-lhes uma fotografia... para vos mostrar, para provar que não estou a brincar! Mas tive receio que elas ensombracem meu dia! Tinha que apanhar meu avião!
 
 
 Despedi-me! Logo as quatro bruxinhas, com um sorriso desdentado e maroto, disseram em coro:
 
 
- Bonne journée halloween!
 
 
Bah! Ainda bem que só há um dia oficial das bruxinhas! De outro modo ninguém aguentaria!
 
 
Chega de falar de bruxinhas! Vou tentar dormir que meus olhos já se estão fechando... será que elas misturaram alguma poção mágica no meu pequeno-almoço... rss rss!
 
 
Boa noite halloween para todos... especialmente para o Vicente que veio até aqui!
 

 

 A Professora GSouto

 

31.10.2008

 

Licença Creative Commons

 

Sugestões de leitura : Perigos & Amores ?

 

 

livro-namorar-email.jpg

 

 

É Arriscado Namorar por E-mail

Caroline Plaisted

Presença, 2002

https://www.presenca.pt/

 

Gosto de vos deixar sugestões de leitura aqui no blogue, para complementar todas as outras que vou partilhando nas aulas curriculares.

 

É Arriscado Namorar por E-mail de Caroline Plaisted nestes tempos que se estão a aceder à Internet com mais frequência.

 

Sinopse:

 

A jovem Samantha recebe um e-mail de um desconhecido de dezassete anos, e embora ache a mensagem disparatada, não resiste e acaba por responder-lhe. Passado pouco tempo, os dois decidem conhecer-se pessoalmente. A partir desse momento, os dias de Sam são povoados de suposições, a curiosidade aumenta, e ela começa a imaginar como será o tal rapaz. Será arriscado namorar por e-mail?

 

Encontrei este livro de literatura infanto-juvenil ao surfar na Internet. Não li, mas suponho que vai despertar o vosso interesse.

 

Também poderá ser uma boa leitura para os pais e educadores.

 

 

livro-namorar-email2.jpg

 

 

É Arriscado Namorar por E-mail

Caroline Plaisted

Presença, 2002

https://www.presenca.pt/

 

 
Ir + longe:
 
 
Afinal, é importante que os pais se apercebam por onde andam os filhos e as filhas quando se metem no quarto em frente ao computador e aí passam horas.
 
 
Cada vez mais os adolescentes aderem às tecnologias, têm amigos virtuais, por vezes até namorados 'virtuais' e os pais e educadores devem estar atentos, apenas para conversar com os jovens.
 
 
Alertar para mundo virtual onde nem tudo é cor-de-rosa... por isso, os pais devem estar atentos aos passatempos ou 'encontros' dos filhos!
 
 
Considero que é sempre bom alertar os adolescentes para as coisas boas que as tecnologias trazem, até no ensino, mas também conversar na sala de aula ou em casa para alguns dos perigos da Internet.

 

Boas leituras! Conversamos nas aulas curriculares frequentemente sobre estes assuntos quando acedemos à Internet para complementar algumas actividades.  E conversaremos certamente sobre este livro. Certo?

 

A Professora GSouto

 

26.10.2008

 

Licença Creative Commons

 

Luta contra a Pobreza ! Faz a tua campanha !

 

 

 

dia-pobreza.jpg

 

www.pobrezazero.org

 

 

Dia 17 de Outubro é o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza. Em Portugal, será assinalado com o evento nacional “Levanta-te e Actua”, que este ano conta com três dias de actividades (sexta, sábado e domingo). No ano passado registaram-se mais de 65 mil participações.

 

Pobreza Zero

 

Saber +

 

No Mundo existem 840 milhões de pessoas (mais de 70% mulheres) vivem sem as condições mínimas de sobrevivência e sofrem de fome crónica. Luta Contra a Pobreza. Um problema grave, uma luta desigual.

 

 


 

 

Em Portugal, um em cada cinco pessoas vive em situação de pobreza.

 

12% da população global - ou seja, o grupo dos 22 países mais ricos do mundo, em que se inclui Portugal - consome 80% dos recursos naturais disponíveis.

 

1,2 mil milhões de pessoas sobrevive em condições de extrema pobreza, sobrevivendo com menos de 0,85 euros por dia.

 

 

 

 pobrezazero.org 

 

Actividades:

 

Os aluno das turmas F/G/H do 6º ano, nos currículos de língua Portuguesa estão a levar a cabo uma singela campanha de solidariedade unindo esforços para apoiar esta causa.

 

 

 

 

 

Faz como eles! Junta-te a esta causa e organiza uma campanha de Pobreza Zero na tua escola. Podes começas na tua turma.

 

A Professora GSouto

 

16.10.2008

 

 Licença Creative Commons

 

 

Prémio Nobel da Literatura 2008

 

 

 

Jean-Marie Le Clézio 

Prémio Nobel Literatura 2008

http://static1.purepeople.com/

 

O Nobel da Literatura 2008 foi atribuído ao escritor francês Jean-Marie Gustave Le Clézio um dos maiores escritores da literatura contemporânea em língua francesa.

 

«É uma grande honra para mim», disse Jean Marie Le Clézio a uma rádio sueca, após saber que é o vencedor do Prémio Nobel deste ano. Afirmando estar «muito emocionado e muito sensibilizado», Le Clézio agradeceu «com toda a sinceridade à Academia Nobel».

 

leclezio1.JPG

 

Jean-Marie Le Clézio

https://encrypted-tbn2.gstatic.com/

 

Doutor em letras pela Universidade de Nice, começou a escrever aos sete anos.

 

Antes do Nobel, já lhe fora atribuído o Premio Renaudot, o mais importante das letras francesas. Esse prémio foi ganho quando tinha apenas 23 anos com o seu primeiro livro: Le Procès-Verbal.

 

Até hoje já escreveu cerca de 50 livros entre histórias curtas, romances, ensaios, traduções de mitologia índiana. Também tem vários livros de literatura infantil e juvenil.

 

 

 Folio Junior 

http://2.bp.blogspot.com/

 

É aqui que se torna interessante para vós saber que um Nobel também escreve literatura infantil e juvenil.

 

 

 http://www.babelio.com/

 

Dos vários livros infantis e juvenis, realço “Lullaby” (1980), Celui qui n’avait jamais vu la mer", "La montagne du dieu vivant” (1982) e “Balaabilou” (1985).

 

Ontem, percorri várias livrarias, já que sabia que há livros seus traduzidos em Língua Portuguesa... mas, não encontrei um único!

 

 

http://www.ricochet-jeunes.org/

 

Deixo-vos então um curto resumo de "Voyage au pays des arbres" :

 

"Um rapazinho aborrece-se sozinho. Sonha assim viajar, adentrando-se numa floresta, à descoberta das árvores. Ele vai dedicar-se a compreendê-las, sobretudo um velho castanheiro de olhar bem profundo. A partir de deteminado momento, consegue mesmo ouvir as árvores falar. E quando as jovens árvores o convidam para uma festa, ele comprende então que jamais se sentirá só!"

 

(tradução livre)

 

 

 

 

 

Espero ter despertado a vossa curiosidade para ler Le Clézio!

 

Actividades:

 

  • Aguardo com expectativa as vossas pesquisas sobre o autor. Que descobrirão sobre as suas obras de literatura juvenil?
  • Ouvirei o que têm para me contar acerca deste escritor de origem francesa, na aulas de Língua Portuguesa.
  • E qual a vossa opinião, bem como a qualidade das pesquisas.

 

 A Professora GSouto

 

12.10.2008

 

 Licença Creative Commons

 

Dia do Professor

 

 

 

Dia Mundial do Professor

 

 O objectivo de toda a Escola é inspirar o amor pelo saber e fazer o jovem saber aprender de per si, desiderato possível como sejam oferecidas escolhas sérias de clara orientação ao futuro profissional dos alunos conquanto o professor não esteja oprimido por programas esgotantes e não deixe de ver ser elevada a sua dignidade social.

 

Exortação ao Professor

 

debateeducação, 05.10.08

 
 

 

Por vezes, questino-me porque sou professora? Poderia ter enverdeado pelo campo da investigação que tanto me alicia também! E foram muitas as propostas... mas, perder o contacto com todos estes adolescentes que comigo se cruzaram, parecia-me difícil!
 
Então, porque ensino? Não é porque a tarefa seja fácil! Bem pelo contrário! É a mais difícil! Não conheço outra tão árdua, stressante, tão exigente!
 
Não ensino por pensar que sei todas as respostas, ou porque tenho uma bagagem cultural que gosto de partilhar, ou um título que preciso mostrar. Não! Ser professora deixou de ser um título! E quanto mais sei... "só sei que nada sei”.
 
Então por que ensino? Ensino porque a profissão de ser professora se baseia na mudança. Mesmo quando o material de trabalho permanece igual, eu mudo, invento, exploro, e o que é mesmo importante, os alunos também mudam! E nós temos que evoluir por eles.
 
Ensino porque gosto da liberdade de poder errar, compreender, reformular as minhas "lições", e porque incentivando os alunos, estimulo a minha própria sede inesgotável de aprender.
 
Ensino porque adoro ler! E se ler é aliciante, incentivar os jovens, na era do digital, para o prazer inconfundível da leitura é um fantástico desafio!
 
Ensino porque gosto de levantar questões que levem os meus alunos a pesquisar para terem suas próprias respostas e me colocar outras questões.
 
Ensino porque gosto de aprender. Na verdade, serei professora enquanto puder aprender.
 
Ensino pelos adolescentes brilhantes que crescem e mudam diante dos meus olhos.
 
Ensino pelo facto de poder sugerir acções, provocar polémicas, fazer perguntas incómodas, condenar tentativas de ocultação da verdade e, principalmente, de poder indicar possíveis caminhos.
 
Ensino porque estando no meio de gente que desabrocha, que se descobre pessoal e profissionalmente, me sinto também desabrochando, redescobrindo-me todos os dias.
 
 
 A Professora GSouto

 

05.10.2008

  

Licença Creative Commons